close
Passeio

Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

Um hotel que aceita cachorro é uma ótima opção para viajar com toda a família, sem deixar o pet para trás
Um hotel que aceita cachorro é uma ótima opção para viajar com toda a família, sem deixar o pet para trás

Viajar com cachorro pode ser uma experiência incrível, desde que seja feito um planejamento minucioso para pensar em todos detalhes. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e até restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly, que são praticamente o paraíso na terra para os amigos de quatro patas.

Esse é o caso da Pousada Gaia Viva (@pousadagaiaviva), que fica localizada em Igaratá, São Paulo. A hospedagem é ideal para quem viaja com cães e oferece toda uma infraestrutura para garantir conforto e muita diversão para o cachorro e a família. Para entender melhor como funciona um hotel pet friendly, o Patas da Casa foi atrás de mais informações e até entrevistou tutores que frequentam esse tipo de local.

Como funciona um hotel pet friendly?

Todo hotel que aceita cachorro segue uma lógica diferente. Nem sempre todo animal é permitido, pois o local restringe a estadia exclusivamente a cães de pequeno ou médio porte. Também costuma haver algumas regras que limitam o acesso do pet às áreas comuns do hotel. Mas, no caso da Pousada Gaia Viva, os verdadeiros hóspedes são os cachorros. “Costumamos dizer que na verdade somos uma pousada para cães que aceita humanos. Isso porque só recebemos pessoas acompanhadas de cachorros, e os peludos têm liberdade em todos os ambientes, inclusive restaurante, piscina e acomodações (dormem com seus tutores)”, é o que diz a pousada.

Justamente por ser uma hospedagem totalmente destinada para pets, esse é um hotel pet friendly que não faz nenhum tipo de restrição quanto ao porte, raças de cachorro ou número de cães. O mais importante é que os doguinhos sejam dóceis com humanos e outros bichos. “Só recebemos humanos acompanhados de cães para garantirmos que todas as pessoas aqui são 'cachorreiras' e também vão adorar ver o seu peludinho se divertindo muito. É uma experiência única!”

Hotel pet friendly: o que precisa levar para viajar com o cachorro?

Essa é uma questão que vai depender principalmente do tipo de hotel pet friendly escolhido. Em alguns lugares, o tutor precisa levar absolutamente tudo: pote de ração, bebedouro, caminha, brinquedos, alimentação e tudo o que for indispensável para cuidar do cachorro. Na Gaia Viva, alguns pertences - assim como a ração - também precisam fazer parte da mala do doguinho por uma questão de bem-estar. “Para evitar qualquer mudança que interfira na alimentação, é necessário que os tutores tragam as refeições de seus peludos, assim como roupinhas e cama, para que sintam-se em casa!”.

Os bebedouros são disponibilizados pela própria pousada e os doguinhos também têm acesso a um espaço super especial, que é o Pet Care. “Em todos os ambientes há potes com água para que os peludos se hidratem, cata-cacas (sacolinhas biodegradáveis para o recolhimento das fezes), coletes salva-vidas para cães que não saibam ou não tenham tanta experiência com natação e um espaço Pet Care com banheira, secador, soprador, shampoo, condicionador e profissionais à disposição para banho e secagem”.

Algumas regras precisam ser seguidas no hotel pet friendly

Todo hotel que aceita cachorro tem regras. Alguns lugares, por exemplo, não permitem o livre acesso de animais por todos os ambientes, e o cachorro só pode transitar de coleira e guia. Na Gaia Viva, que é um hotel 100% pet friendly, não há restrição de ambiente e a ideia é proporcionar total liberdade aos pets, mas mesmo assim algumas regras são necessárias para proporcionar a todos uma estadia tranquila e segura.

Cachorro não pode ser agressivo. É imprescindível que os cachorros sejam dóceis com humanos e outros animais. Eles precisam estar acostumados a ter contato com outros peludos em parques e/ou creches pet. Comportamentos agressivos não são permitidos.

Castração de cachorro. Os machos precisam ser castrados. Essa exigência é a partir dos 6 meses ou assim que o animal tiver os testículos visíveis. As fêmeas não precisam ser castradas, só não podem estar no cio durante a hospedagem.

• A última regrinha é para os humanos. É necessário que os humanos sejam maiores de 15 anos. Também é uma questão de segurança, para evitar riscos entre crianças e pets, oferecendo maior liberdade para os peludos.

Além disso, sempre que for viajar com o cachorro, não esqueça de levar documentações básicas para atestar a saúde do animal. Mesmo que a viagem seja feita de carro, é sempre bom estar com a carteira de vacinação do pet atualizada. E para viajar com cachorro é imprescindível que vacinas, vermífugo e remédio para pulga e carrapato estejam em dia para a segurança do seu pet e dos outros animais.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Hotel pet friendly: a Joana e o Zuzu também adoram viajar e brincar na água
    Hotel pet friendly: a Joana e o Zuzu também adoram viajar e brincar na água
    O hotel pet friendly precisa dispor de uma estrutura para acolher os animais hospedados
    O hotel pet friendly precisa dispor de uma estrutura para acolher os animais hospedados
    Hotel pet friendly: a Joana e o Zuzu também adoram viajar e brincar na água
    O hotel pet friendly precisa dispor de uma estrutura para acolher os animais hospedados

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cachorro

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Cachorro

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Cachorro

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Poucos sabem, mas existe uma classificação para determinar cada tipo de Pinscher: tamanhos 0, 1, 2 e 3 são as variações comuns da raça. A numeração que normalmente acompanha o nome da raça do cãozinho pode até parecer estranha, mas é algo que ajuda a diferenciar os tipos de cachorro Pinscher de acordo com as peso e altura. Essa classificação, embora não seja reconhecida oficialmente, é adotada por muitos criadores e pais de pet por aí. 

    Hotel pet friendly normalmente oferece várias atividades para cães

    O bom de viajar para um hotel pet friendly é que toda a estrutura do lugar é pensada para divertir os bichinhos e oferecer o máximo de conforto a eles (e os tutores também, claro). O espaço da pousada Gaia Viva, por exemplo, disponibiliza várias atividades próprias para cães: “Temos pista de agility; piscina climatizada onde pessoas e pets nadam juntos; lagos para a prática de stand up paddle, caiaques e pedalinhos; além de muito espaço natural, com trilhas e caminhadas”.

    A ideia é que a experiência seja um momento de estreitar os laços do tutor com o pet, além de incentivar a socialização do cachorro com outros cães e também com a natureza. A pousada também tem um reforço na segurança para evitar fugas: todo o espaço é cercado com tela de 1,5 metros.

    Viajar com cachorro: como é a experiência de tutores que frequentam hotel pet friendly?

    Encontrar um hotel que aceita cachorro e trata os animais como hóspedes é algo que transforma completamente a viagem dos tutores e dos pets. A tutora Ciléa Saporiti tem dois cachorros da raça Labrador chamados Joana e Zuca, e conta que antes de conhecer a Pousada Gaia Viva todas as experiências com hotel pet friendly foram frustrantes. “Nós encontrávamos mais impedimentos do que acolhimento aos nossos cães. Muitas vezes não era permitido entrar na piscina ou no restaurante; os cachorros não podiam andar fora daguia nas áreas comuns; não podia levar mais do que um cachorro e o animal tinha que pesar menos de 15 kg. Então o slogan de que o hotel ‘aceita cães’ muitas vezes não se aplicava a nossa situação”, conta.

    Outra tutora, a Naira Foganholi, tem um cachorrinho que se chama Nino, de porte médio, que viaja com a família desde que era pequeno. Ela relata que, apesar de muitos locais permitirem cães como hóspedes, as restrições não fazem sentido para um local que se denomina pet friendly. “Já tivemos as mais variadas experiências, tanto boas como ruins. Como ele é apaixonado por água, a viagem gira muito em torno disso. Já alugamos uma casa em que ele poderia usar a piscina e chegando na hospedagem ele poderia usar a piscina pequena e não a grande, como se fosse possível fazê-lo entender isso. Já fomos para um hotel pet friendly onde ele poderia circular pelo hotel, mas deveria  ficar trancado no quarto na hora das refeições porque não poderia frequentar o restaurante".

    Para Naira, uma hospedagem que não priva os animais de passear pelo ambiente faz toda a diferença. “Amamos a companhia do Nino e queremos aproveitar todos os momentos com ele. Para nós é importante ele fazer todas as atividades com a gente, seja no quarto, piscina, trilha, restaurante... tudo!”.

    O Nino adora brincar na água, por isso é importante para a família que o hotel pet friendly não tenha restrições
    O Nino adora brincar na água, por isso é importante para a família que o hotel pet friendly não tenha restrições

    Como transportar cachorro em viagem? Veja algumas dicas!

    Pensar no conforto e segurança do seu doguinho também faz parte do passeio, então é importante saber como levar cachorro em viagem e que acessórios são necessários nessas horas. Tanto no caso da tutora Naira quanto no caso de Ciléa, os cachorros são transportados no banco de trás com cinto de segurança.  Porém, para cachorros pequenos, o ideal é ter uma cadeirinha ou uma caixa de transporte para evitar qualquer problema. A tutora Ciléa ainda acrescenta que considera outros acessórios importantes, como o colete (de forma que o cinto de segurança fica preso ao colete) e a capa de pet para carros.

    Caso o tutor utilize outros meios de transporte para a viagem, como avião ou ônibus, também é importante verificar quais os critérios e regras de cada empresa. Muitas companhias aéreas, por exemplo, estabelecem um limite de peso para cada animal, que deve ser acomodado em uma caixa de transporte para viajar. Além disso, existem documentações específicas para esse tipo de viagem com cachorro.

    O que considerar na hora de escolher um hotel que aceita cachorro?

    A melhor forma de garantir que a viagem seja tranquila e divertida começa com a escolha de um bom hotel pet friendly. “Se você nunca viajou com o seu cão e quer fazer isso, pesquise, faça perguntas, se interesse de verdade pela viagem e pela acomodação! Tire suas dúvidas para não ser pego de surpresa e se frustrar. Viajar com o seu cão é uma delícia e apesar da oferta de hotel pet friendly ser numerosa, são poucos os pet friendly de verdade”, orienta Naira.

    O atendimento também é um ponto que conta muito. A Ciléa, tutora dos Labradores Joana e Zuca, se hospeda com frequência na Gaia Viva e destaca que no local tem uma equipe super preparada para convivência com os cães. Além disso, é um lugar que deixa os animais totalmente à vontade e tem um cuidado enorme com a limpeza dos ambientes. “Eles se preocupam com você e seu cão na mesma proporção! São atenciosos, prestativos e muito gentis. Você se sente confortável, amparado”, relata. Por isso, se a sua intenção é dividir todos os momentos com seu cão, nossa dica é buscar um hotel per friendly que seja totalmente adaptado e inclusivo com os bichinhos de estimação.

    Redação: Juliana Melo

    Pote para cachorro: como escolher o melhor comedouro para o seu cão?

    Próxima matéria

    Pote para cachorro: como escolher o melhor comedouro para o seu cão?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?
    Cachorro

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?

    O Border Collie merle tem uma variação de pelagem que encanta qualquer um, mas também traz muitas dúvidas. Qual a explicação para essa cor de cachorro? A pelagem merle deriva de algum problema genético? A saúde do pet é prejudicada por isso? São muitas perguntas, que nem sempre têm uma resposta fácil. O Border Collie merle tem um aspecto “marmorizado" na pelagem, que normalmente se apresenta nas versões blue merle (tons que variam do preto ao cinza misturado ao branco) e red merle (pelagem branca com tons avermelhados ou marrom). 

    Poodle toy, anão, médio, standard... conheça os tipos de cachorro da raça e aprenda a identificar
    Cachorro

    Poodle toy, anão, médio, standard... conheça os tipos de cachorro da raça e aprenda a identificar

    O Poodle é um cão com uma história curiosa! Ninguém sabe ao certo onde surgiu essa raça tão peludinha e fofa. Alguns dizem que os diferentes tipos de Poodle surgiram na França e faziam muita graça nas festas da realeza, sendo chamados também de “Caniches”. Outros, porém, dizem que o cachorro Poodle veio da Alemanha, onde era conhecido como “Pudle”, um cão considerado exímio nadador. Seja Poodle, Caniche ou Pudle, o que não podemos negar é que esse cãozinho é apaixonante! 

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro
    Cachorro

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    A piodermite canina é uma das doenças de pele que podem atingir os cães, deixando-o com muita coceira e bastante desconfortável. Podendo ter inúmeras causas, a piodermite está relacionada ao sistema imunológico do animal e significa que a saúde do pet está debilitada. Apesar de comum, a piodermite em cães ainda gera muitas dúvidas nos pais e mães de pet, que não sabem muito bem como perceber os sintomas, o que causou a doença e como podem tratá-la. O Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas sobre a piodermite em cachorro para acabar com qualquer questão que você possa ter sobre essa doença. Confira!

    Pequinês: conheça 11 características dessa raça miniatura
    Cachorro

    Pequinês: conheça 11 características dessa raça miniatura

    Os cachorros miniatura são muito procurados pelas famílias e a raça Pequinês é muito indicada para quem quer encontrar um companheiro de quatro patas para apartamentos ou outros espaços pequenos. Essa não é a única qualidade do Pequinês, uma raça originária da China que parece um bichinho de pelúcia por causa do tamanho (ele não passa de 23 centímetros e seu peso varia de 2 a 6kg) e da pelagem longa. 

    Ver Todas >