Comportamento animal

Como passear com cachorro em trilhas de forma segura e confortável para o animal?

Publicado - 03 Novembro 2020 - 16h56

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Quem gosta de fazer trilhas sabe o quanto faz bem se conectar com a natureza e respirar ar puro. Mas você já pensou em passear com cachorro de uma forma totalmente diferente do convencional? Sim, isso mesmo: é super possível fazer trilha com cães ! O contato com o natureza é muito positivo para eles - e é claro que, como qualquer aventura, é preciso ter toda uma preparação e cuidados para que tudo ocorra bem. O cãozinho Bento (@lifewithbento), de Curitiba, é um Golden Retriever que faz passeios em trilhas desde os três meses de idade. Entrevistamos seus tutores, o Marcelo De Felice e a Tatiane Brentan, para contar tudo sobre as trilhas com o animal. Ainda reunimos informações sobre tudo que você precisa saber antes de inserir esse programa na vida do seu amigo de quatro patas.

Passeio com cachorro em trilha: como inserir na rotina do cachorro?

Passear com cachorro nas ruas do bairro já é algo que demanda cuidados. É claro que o passeio em trilhas não vai ser diferente! A primeira coisa que se precisa fazer é se certificar que seu cachorro está com a vacinação, vermifugação e antiparasitários em dia. É como contam os tutores do Bento: “Nós inserimos passeios com trilha na rotina do Bento quando ele completou 3 meses e já havia tomado as três doses da vacina. O destino da primeira trilha dele foi uma cachoeira”. Além das vacinas, é importante se certificar se está tudo bem com a saúde geral do animal, por isso mantenha sempre as consultas ao médico veterinário em dia.

Se está tudo certo com a saúde do animal, chegou a hora de fazer o roteiro do passeio. Para onde vocês irão e quanto tempo vai durar? Se atente com a distância da trilha e até mesmo a intensidade. Se você vai fazer trilha com o cachorro pela primeira vez, opte por passeios com a distância menor para começar. À medida que o cãozinho for se acostumando com as aventuras, você pode ir aumentando o nível de dificuldade das trilhas, inclusive adicionando trechos em que precise acampar durante à noite. 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Trilha com cães: respeite os limites do animal durante a adaptação

No início, é normal que os cães tenham mais dificuldades para lidar com os obstáculos do passeio em trilha. Com a prática e os cuidados certos, o cachorro vai entendendo o ritmo da caminhada e até mesmo cria suas próprias estratégias para enfrentar algumas dificuldades. Com o Bento não foi diferente. “A adaptação dele foi muito natural, nunca forçada. Somos adeptos ao incentivo pelo exemplo, então sempre íamos na frente e ele nos seguia, tanto nas trilhas quanto na água", contam os tutores. "Isso foi importante para ele criar confiança em nós, nos ver como líderes e superar os seus medos. Assim foi fácil, rápido e divertido para ele aprender a nadar, pular troncos, pedras e conhecer lugares novos.”

Em paralelo à adaptação nas trilhas, é importante que o tutor faça o adestramento e treinos de obediência com o cãozinho em casa. Isso vai ser essencial para que o animal tenha um bom comportamento durante a caminhada. Comece levando ele na guia, principalmente se o cachorro ainda não está acostumado a andar sempre ao seu lado. Cães são inteligentes e, com o estímulo correto, logo vão entender que não podem sair correndo em disparada. Se houver qualquer tentativa de desobediência da parte dele, corrija com firmeza e tente novamente até ele acertar, sempre recompensando os bons comportamentos. 

Incentive o cachorro a explorar a trilha durante a caminhada e não o force a nada. Passear com o cachorro com medo está longe de ser uma opção! Algumas situações comuns em trilhas, como cruzar rios ou caminhar em lugares estreitos, podem ser mais difíceis para os doguinhos e é importante observar o comportamento do animal. Reconhecer a linguagem corporal canina é uma boa forma de entender como o cachorro está se sentindo em diversas situações. “O Bento fica extremamente feliz durante as trilhas. Quando não conhece o lugar, ele é mais tímido e se mantém perto de nós, mas quando já visitou antes ou vê água no caminho ele fica mais eufórico, às vezes sai correndo na frente mas logo volta e espera por nós”, relembram Tatiana e Marcelo.

 

Passear com cachorro em trilhas requer cuidados especiais, principalmente em dias de muito calorO contato com a natureza faz muito bem para os cachorro. O Bento adora entrar na água!Observe o seu cachorro em todos os momentos do passeio, lembre-se que ele é sua responsabilidade

 

Passear com cachorro em trilha: quais os cuidados essenciais para a aventura?

 

Agora que você já fez o roteiro, está na hora de se preparar para o passeio. A preparação para uma trilha não é diferente de um passeio comum, mas alguns cuidados mais específicos são necessários. Primeiro, não esqueça de levar bastante água, com um recipiente para que ele possa beber, e comida - afinal, a caminhada vai demandar um bom gasto de energia que ele precisa reabastecer depois. Além disso, é preciso mais atenção ainda com mosquitos, pulgas e carrapatos. Nunca leve o seu cãozinho para uma trilha se ele não estiver protegido contra insetos e parasitas. Coleiras antipulgas são ótimas opções e algumas ainda têm ação conta mosquitos, mas também é possível encontrar repelentes de uso veterinário.

Em dias muito quentes, tenha sempre um cuidado redobrado. O cães costumam ser mais sensíveis ao calor, por isso, planeje o passeio em horários e dias mais frescos. Esse cuidado é ainda mais essencial com os cachorros de focinhos achatados, chamados braquicefálicos: esses animais só devem fazer percursos curtos e em dias com a temperatura mais amena. O protetor solar para cachorro também é um produto que pode proteger o seu pet de queimaduras e outras doenças de pele. 

“Nossa preparação para trilha inclui principalmente o planejamento do roteiro e a busca de informações acerca da estrutura ao longo dele. É isso que nos ajuda a saber a quantidade de água adequada para levar para o Bento, os possíveis pontos de perigo, a intensidade da caminhada, a quantidade de comida para ele, qual tipo de guia usar, quais brinquedos ele poderá levar…”, contam os tutores do Bento. No caso de trilhas mais longas, em que é necessário acampar durante à noite, a lista vai ser maior ainda para garantir que o animal ficará o mais confortável possível na hora de descansar.

Fique atento ao comportamento do cachorro durante as trilhas

O comportamento do cachorro vai variar de animal para animal. É claro que nas primeiras experiências você vai ter muitos questionamentos. É importante lembrar que o cachorro é sua responsabilidade. Não deixe de observar o animal em nenhum momento. Nada de se distrair tirando fotos sem ficar atento de onde o cachorro está. Os cães costumam gostar muito de passeios na natureza e as características de seu pet vão ajudar a determinar aquilo que você deve prestar mais atenção. Por exemplo, se o seu cachorro é mais explorador, tenha atenção nos locais que ele vai cheirar ou se embrenhar. Se o animal for mais medroso, fique atento a barulhos e outros estímulos que podem deixá-lo assustado.

Depois de aventuras como essas, é preciso que o cachorro descanse bastante. É recomendado que se dê um bom banho no doguinho no seu retorno e ofereça um ambiente confortável para ele repor as energias. As trilhas fazem muito bem para os cães e provavelmente você vai querer fazer de novo depois da primeira experiência. “Nós reparamos que ele ficou menos medroso, mais autoconfiante, mais brincalhão e mais disposto. Percebemos também que a nossa conexão aumentou muito, ele passou a confiar bastante em nós”, relatam os pais do Bento. 

Redação: Hyago Bandeira

 

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Alimentação

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Ver todas