Saúde

Giárdia em cães: 10 perguntas e respostas sobre a doença de cachorro

A giardíase canina é uma doença parasitária que pode levar o pet à morte se não for bem tratada
A giardíase canina é uma doença parasitária que pode levar o pet à morte se não for bem tratada

A giardíase canina é uma doença que deixa muitos tutores de cachorro preocupados. Além de causar sintomas desagradáveis, a giárdia em cães pode até mesmo levar o animal à morte se não for tratada a tempo. Quais são os sintomas de giárdia em cães, o que ela causa no corpo do pet e como preveni-la são algumas das dúvidas que muitos pais e mães de pet têm sobre a doença. Para ajudar a entender melhor a giardíase em cães, o Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas que respondem todas as questões que podem surgir sobre essa enfermidade.

1) O que é a giárdia em cães?

A giardíase canina é uma infecção parasitária que ataca o intestino do cachorro. Causada por um protozoário chamado Giardia lamblia, a doença é considerada uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para humanos. Além disso, esse parasita também consegue se alojar no corpo de outras espécies de mamíferos, aves e anfíbios. Porém, os casos de giardíase em cães são os mais comuns.

2) Como o cão contrai a giardíase canina?

O contágio da giardíase em cães acontece a partir do contato ou ingestão dos oocistos do protozoário. Eles geralmente estão presentes em água, alimentos e fezes contaminados. Como os cãezinhos têm o costume de colocar tudo que veem pela frente na boca, qualquer objeto contaminado que seja mordido pode causar a doença.

3) Como a giárdia em cães se desenvolve no corpo do pet?

O protozoário causador da giardíase canina se aloja em órgãos do sistema digestivo do cachorro, principalmente no intestino delgado. Os cistos do parasita se desenvolvem lá dentro e se multiplicam, causando inflamações. Esses cistos da giardíase em cães são eliminados com as fezes do animal. Por isso, caso outro cão entre em contato com essas fezes contaminadas, ele também vai contrair a doença.

4) Quais são os sintomas de giárdia em cães?

Como a giardíase em cães é uma doença no trato intestinal, os sintomas canina costumam ser relacionados a problemas nessa região. O principal é a diarreia em cachorro. Ela pode ser contínua ou intermitente (para por um tempo e depois volta). Geralmente é possível encontrar sangue nas fezes do cachorro e, em alguns casos, pode haver muco e pequenos cistos, além de um odor bem forte. Na giárdia em cães, sintomas comuns além da diarreia são vômito, dor abdominal, gases, perda de peso e apetite, apatia, anorexia, queda de pelo, cansaço e desidratação em casos mais graves, por conta de diarreia e vômito excessivos.

5) Cistos nas fezes sempre indicam giárdia em cães?

A presença de cistos nas fezes dos cães é sim um dos sintomas de giárdia em cães. Porém, existem outras doenças que também causam esse problema. Outras infecções por protozoários, doenças inflamatórias no intestino, neoplasias e até mesmo intolerância alimentar também podem ser razões para os cistos nas fezes. Por isso, prestar atenção em todos os sinais e levar o pet a um veterinário para fazer o diagnóstico preciso é tão importante. Além disso, vale lembrar que a quantidade de cistos não tem relação com a gravidade da doença. A frequência com que saem pode variar a cada dia. Isso significa que um cão com muitos cistos nas fezes não necessariamente tem um quadro mais grave que outro com poucos - até mesmo porque a quantidade varia de um dia para outro em um mesmo animal.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Os sintomas de giárdia em cães costumam ser diarreia, vômito, apatia e perda de apetite
    Os sintomas de giárdia em cães costumam ser diarreia, vômito, apatia e perda de apetite

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    6) Como é feito o diagnóstico da giárdia em cães?

    O exame de fezes muitas vezes pode não ser tão preciso, pois é comum que a amostra recolhida não contenha os traços de giárdia. Por isso, o diagnóstico da giardíase em cães costuma ser feito pela análise de três amostras de fezes diferentes. Além disso, outros exames como o parasitário e o sorológico podem ser requisitados para confirmar a suspeita. A análise do histórico do animal também é fundamental para definir o diagnóstico da giárdia canina com precisão.

    7) A giardíase canina é mais grave em filhotes?

    A giardíase canina é uma doença que, se não for tratada rápida e corretamente, pode levar o animal à morte. O cuidado deve ser ainda maior no caso dos filhotes de cachorro. A doença costuma ser mais grave nos cães com idade entre três e seis meses de vida. Quando contraem a giárdia em cães, filhotes demoram mais a se recuperar, pois seu sistema imunológico ainda não está totalmente desenvolvido. Assim, os filhotinhos normalmente estão mais suscetíveis a contrair a doença e pode ser mais difícil de se recuperar caso o tratamento não seja iniciado logo.  

    8) Existe remédio para giárdia em cães?

    A giardíase canina tem cura, principalmente se tratada logo no início. Geralmente, o tratamento consiste em remédio para giárdia em cães, um antibiótico prescrito pelo veterinário. Normalmente, precisa ser tomado de cinco a sete dias. Já no caso de uma giardíase em cães avançada e mais grave, com quadro de desidratação, pode ser necessária a internação para realizar a reposição de eletrólitos com a aplicação de soro. 

    9) Como é feita a prevenção da giardíase canina?

    A giárdia em cães pode ser prevenida com medidas de higiene. É importante impedir o cachorro de visitar locais que possam estar contaminados e outros pets com suspeita de giardíase canina. Nunca deixe também o cão chegar perto das fezes de outros animais, pois podem estar contaminadas. Além disso, é importante manter sempre a limpeza do ambiente onde vive. Uma solução de cloreto de benzalcônio é ótima para a desinfecção de um local.

    10) Existe vacina contra a giárdia em cães?

    Sim! A vacina contra a giardíase canina é, assim como a higiene, uma das principais formas de prevenção da doença. Ela age no organismo do pet criando uma resposta imunológica forte para a doença. Por isso, mesmo que após a aplicação da vacina seu pet contraia a giardíase canina, as chances de um caso grave são mínimas. Além disso, ela ajuda a impedir que a doença seja propagada facilmente no ambiente. Ou seja, a vacina contra giárdia em cães protege não só o seu pet, como impede que outros sejam contaminados também. A vacinação pode ser realizada em filhotes a partir de oito semanas de vida, com segunda dose após 21 a 28 dias. O reforço anual também é necessário para manter seu pet sempre protegido. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina

    Próxima matéria

    5 coisas que você pode fazer para evitar a pancreatite canina

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Raça Pinscher: 12 perguntas e respostas sobre a raça de cachorro pequeno

    Apesar da fama de nervosinho, a raça Pinscher definitivamente conquistou um espaço enorme no coração dos brasileiros. Não é à toa que o Pinscher virou um fenômeno na internet e hoje é praticamente impossível encontrar alguém que não se renda aos encantos do cãozinho. Mas, ao mesmo tempo em que o Pinscher é um cachorro cheio de personalidade e estilo, muitos fãs da raça têm dúvidas sobre o seu comportamento, convivência ou até mesmo quanto custa um Pinscher. 

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!
    Diarreia

    Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

    A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada!

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Ver Todas >

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet
    Saúde animal

    Dia do veterinário: 8 curiosidades sobre a profissão que é fundamental para saúde e bem-estar do seu pet

    No dia 9 de setembro é comemorado o Dia do Veterinário. Quem é pai ou mãe de pet sabe a importância que esse profissional tem no cuidado dos nossos tão queridos animais de estimação. Por isso, nada mais justo que um dia do veterinário especial para eles! Apesar de a profissão ser muitas vezes vista apenas como o atendimento de animais, o veterinário pode atuar em diferentes áreas, ajudando até mesmo no cuidado da saúde humana! 

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?
    Saúde animal

    FIV: gatos diagnosticados com a doença vivem quanto tempo?

    A FIV em gatos é uma das doenças mais temidas pelos tutores. Por afetar principalmente o sistema imunológico, a doença deixa o felino mais suscetível a adquirir diversas complicações ao longo da vida. Como não tem cura, o gato com FIV precisa de tratamento a vida inteira. Mas, afinal, por quanto tempo o bichano diagnosticado consegue viver? O gato com FIV pode conviver com outros gatos? 

    Dermatite atópica canina: tudo que você precisa saber sobre a doença de pele em cachorro
    Saúde animal

    Dermatite atópica canina: tudo que você precisa saber sobre a doença de pele em cachorro

    A dermatite atópica canina é uma doença de pele em cachorro mais comum do que se imagina e pode afetar cães de diferentes raças. Uma das principais características desse quadro é a coceira intensa, que pode ou não vir acompanhada de vermelhidão no local. Ou seja, é basicamente como se fosse um tipo de alergia em cachorro. Apesar de não ser uma doença de pele muito grave, a dermatite atópica canina precisa de atenção porque pode interferir consideravelmente na qualidade de vida dos animais.

    Formiga no xixi do cachorro é sinal de diabetes canina! Veterinária tira dúvidas sobre a doença
    Saúde animal

    Formiga no xixi do cachorro é sinal de diabetes canina! Veterinária tira dúvidas sobre a doença

    Assim como os humanos, a diabetes em cachorro é uma doença perigosa e que precisa de vários cuidados ao longo da vida do animal. Mas como saber se um cãozinho está diabético? Acredita-se que um dos primeiros indícios que podem indicar um cão doente é a presença de formiga na urina do cachorro, mas vários outros sintomas também estão associados ao problema.

    Ver Todas >