Gato

Gato Siberiano: filhote, preço, personalidade. Tudo sobre a raça!

Publicado - 18 Agosto 2023 - 17h19

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Um felino que desafia o frio da Sibéria com sua pelagem rica e exuberante, o gato Siberiano é uma raça que encanta todos por onde passa. Apesar de serem bastante peludos, eles estão entre as raças de gato que soltam menos pelo graças à oleosidade natural de sua pele, um alívio para os tutores que não querem pelo de gato espalhado por toda a casa e roupas. O Siberiano também está na lista de gatos gigantes. Além de serem encantadores pela aparência física, os gatos siberianos são donos de uma personalidade pra lá de cativante. O Patas da Casa separou um guia com tudo que você precisa saber sobre o siberiano, gato fascinante e curioso que chama a atenção dos amantes de felinos. 

Raio-X do gato Siberiano

  • Origem: Rússia e Ucrânia 
  • Pelagem: Longa, espessa e suave
  • Cores: Branco, preto, bicolor, creme e tricolor
  • Personalidade: Extrovertido, amoroso e dócil
  • Altura: 90 cm
  • Peso: até 9 kgs
  • Expectativa de vida:  13 a 15 anos

Origem dos gatos Siberianos

O nome oficial da raça é Gato da Floresta Siberiana, e como o próprio nome já diz, o gato Siberiano é originário da Sibéria, uma província localizada na Rússia conhecida pelo frio extremo e rigoroso, o que explica sua pelagem densa. Ou seja, como forma de homenagear a cidade natal do felino, esse peludo é chamado de gato da Sibéria. Acredita-se que ele tenha surgido do cruzamento entre o gato selvagem do planalto siberiano com gatos domésticos da Rússia e Ucrânia. É uma raça centenária e seu primeiro registro data de 1870, porém, foi apenas em 1980 que a raça ascendeu no país. Após ficarem famosos na Rússia, eles começaram a ser exportados para a Europa e para os Estados Unidos, e em 1996, foram reconhecidos pelo TICA, a maior Associação Internacional de Gatos responsável pelo registro de felinos.

gato siberiano de pelagem branca
O gato Siberiano branco é uma fofura e encantador

Siberiano: pelagem exuberante é uma das principais características da raça

Não tem como pensar nos gatos Siberianos sem falar de sua pelagem exótica e densa, um traço adaptativo da raça que permitiu que esses gatos prosperassem no frio congelante da Rússia. De médio a grande porte, esses bichanos podem atingir 90 cm de altura e podem pesar 9 kg e até mais. Devido a anatomia do gato, de corpo musculoso, resistente,  patas grandes e traseiro forte, eles conseguem saltar grandes alturas. Seus olhos são hipnotizantes, bem grandes e expressivos, podem ter a cor azul ou tons sedutores de âmbar, e a cabeça dos siberianos é grande e lembram um pouco a raça Maine Coon. A cor da pelagem do gato pode apresentar diversas tonalidades, então você pode se deparar com um gato siberiano branco, preto, listrado, bicolor, tricolor, cinza etc. Mesmo com essa juba volumosa, o Siberiano é uma das raças de gato que precisam de menos cuidados com a pelagem.

Imagem Quiz:Qual raça de gato você é?

Qual raça de gato você é?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Cuidados com a pelagem do gato Siberiano

Para ter essa pelagem exuberante, encantadora e saudável, é preciso seguir alguns cuidados com o pelo do gato Siberiano. Como se trata de pelos longos e densos, o ideal é escová-los no mínimo 3x na semana para evitar nós e o acúmulo de sujeira. Assim como qualquer gato, o banho não é recomendado.

Como é a personalidade do gato Siberiano? 

Simpáticos e tranquilos, conviver com esses peludos é super fácil.  Eles se dão muito bem com crianças e outros felinos, costumam ser leais e desenvolvem vínculos fortes com seus tutores. Por ser muito apegado e afetuoso, ele é considerado um gato carente que adora receber carinho, porém, na presença de estranhos, ele pode ser mais arisco. Os Siberianos têm um instinto natural de caça, por isso é independente, curioso e explorador. Bastante ativos, eles adoram pular de grandes alturas, correr e brincar, principalmente com brinquedos interativos para gatos, já que estimulam o instinto de caça e a curiosidade do felino. 

Gato Siberiano filhote: como cuidar?

Cada gatinho tem uma personalidade única baseada na sua criação, mas de maneira geral, o gato Siberiano filhote são adoráveis, muito carinhosos e como qualquer gato filhote, precisa receber atenção e amor dos tutores. Durante essa fase inicial da vida do felino, é fundamental saber como socializar gatos para que eles se adaptem a diferentes situações e se sintam confiantes com outros animais e pessoas. Antes de receber o filhotinho em casa, prepare um espaço com todos os objetos que ele vai precisar para que ele se sinta bem recepcionado, como a caminha, brinquedos, caixa de areia e fonte de água para gatos. Lembre-se que ele acabou de ser retirado da mãe e precisa se sentir acolhido, então é importante investir no enriquecimento ambiental para gatos. 

gato siberiano na neve
O gato Siberiano é de origem russa e consegue suportar baixas temperaturas

Curiosidades sobre o gato Siberiano

Apesar de serem conhecidos entre os amantes de felinos, os gatos Siberianos têm algumas características que podem surpreender. Então agora que você já tem um panorama geral sobre esses peludos adoráveis, é hora de conhecer algumas curiosidades bacanas, como por exemplo, quanto custa um gato Siberiano.

  • Gatos hipoalergênicos: para os alérgicos de plantão que sonham em ter um gatinho, saibam que o gato Siberiano é super indicado para pessoas com sensibilidade a substâncias da Fel d 1, pois eles são considerados hipoalergênicos, ou seja, podem ser tolerados por pessoas com alergia a gatos. Vale dizer que quem tem rinite pode ter gato sim, sendo Siberiano ou não, basta seguir alguns cuidados para aliviar os sintomas.
  • História: alguns acreditam que os gatos siberianos existem há mais de 1000 anos, mas pode-se dizer que eles vivem pelo menos desde o século 17. Acredita-se que o seu ancestral - e de todos os gatos de pelos longos - era o Bukharskie, gato asiático levado de Bukhara, no Uzebaquistão, para a Sibéria. 
  • Parentesco com o Neva Masquerade: O Neva Masquerade, ou Máscara do Nievá, é uma sub-raça do gato Siberiano que virou lenda russa. Essa lenda explora a conexão entre a raça e o rio Neva, localizado em São Petersburgo, e diz que o primeiro gato Siberiano branco surgiu nas margens desse rio. Esses gatos viraram símbolo de sorte e prosperidade na cidade e são importantes para a cultura russa,  mas vale ressaltar que essa lenda não é comprovada.
  • Loucos por água: diferente dos demais bichanos, o gato Siberiano é fascinado por água, então eles adoram brincar com piscinas, jatos de água e até bebedouro. Curioso, né?

Cuidados com a saúde do gato da Sibéria

Assim como seu corpo forte e robusto, a saúde do gato siberiano é bastante resistente, mas como qualquer outro animal, pode sofrer com algumas doenças se não receber os cuidados necessários, como visitar regularmente o veterinário, seguir a tabela de vacina para gatos, manter uma dieta balanceada e manter a higiene em dia. Confira as principais doenças que podem atingir esses bichanos: 

  • Problemas no coração: os gatos Siberianos têm uma predisposição em desenvolver a cardiomiopatia hipertrófica felina, caracterizada pelo aumento do músculo cardíaco que causa fraqueza, taquicardia, perda de apetite, entre outros. Exames cardíacos regulares podem ajudar no diagnóstico.
  • Diabetes: não se sabe ao certo o que causa a diabetes em gatos, mas felinos da raça têm uma predisposição genética para essa doença, por isso é muito importante  manter uma dieta balanceada.
  • Dermatite em gatos: assim como todos os bichanos, os gatos Siberianos também estão sujeitos a desenvolverem dermatites, principalmente se o lugar em que o seu pet vive não for mantido limpo. 
  • Problemas no quadril: mesmo não sendo tão comum nos felinos, o Siberiano pode desenvolver a displasia coxofemoral, condição em que o fêmur não encaixa na pelve, provocando dores no animal. O gato obeso aliado aos pulos nas alturas característico da raça, são fatores que podem provocar essa doença.

Gato Siberiano: preço e como comprar

Em geral, os Gatos Siberianos costumam ser mais caros que outras raças porque são considerados raros e chamam a atenção devido as características. O preço dos filhotes de gato Siberiano podem variar entre R$4.500 a R$6000, já a fêmea pode chegar a custar R$8 mil reais, dependendo da linhagem e localização.

Se a dúvida é como comprar um gato Siberiano, eles não são tão fáceis de serem encontrados para vender, principalmente no Brasil, por conta da raridade. O jeito é procurar bastante nas redes sociais e internet por vendedores confiáveis que não explorem os animais. Se você conhecer alguém que tenha um gato Siberiano, é uma boa perguntar onde conseguiu comprá-lo, valores e se o lugar é de confiança.

Adoção

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Cachorro

Quais são os tipos da doença do carrapato em cachorro? Conheça as características de cada uma

A doença do carrapato em cachorro é um dos maiores temores dos tutores. O que nem todo mundo sabe é que existem diferentes tipos da ...

Cachorro

Como identificar a doença do carrapato em cachorro? Vets recomendam prestar atenção a esses 8 sinais na rotina do pet

A doença do carrapato em cachorro é uma das enfermidades mais perigosas e traiçoeiras que existem no universo canino. Infelizmente, ...

Cachorro

Sarna em cachorro: 5 sinais para identificar a doença de pele e opções de tratamento

A sarna em cachorro é uma das doenças mais conhecidas entre os tutores, mas as características dela ainda geram muitas dúvidas. Prov...

Ver todas