Gato

Gato com prisão de ventre: o que fazer?

Publicado - 15 Março 2022 - 20h01

Atualizado - 17 Maio 2024 - 19h02

Vanessa Zimbres / Veterinária especializada em Medicina Felina

CRMV CRMV: SP 19672

Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Uberlândia; pós-graduada em Medicina de Felinos pela Universidade Anhembi Morumbi. Especializada em Clínica Médica e Cirúrgica de Felinos pela Universidade Castelo Branco. Membra da AAFP (American Association os Feline Practitioners).

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

A prisão de ventre em gatos não é algo exatamente raro, mas precisa de certa atenção pois pode indicar algum problema no sistema digestivo felino. Além de todos os cuidados com o gato, é importante observar se o se o gato não consegue defecar normalmente - e uma das principais formas de confirmar isso é verificando a caixa de areia do gato regularmente.

Caso suspeite de um gato com prisão de ventre, é importante não se desesperar, mas procurar formas de ajudar o seu amigo da melhor maneira possível. Para te orientar melhor nessa questão, o Patas da Casa entrevistou a médica veterinária Vanessa Zimbres, que é especializada em medicina felina. Veja as recomendações da especialista para lidar com o problema!

Prisão de ventre: gato sem evacuar a mais de 48 horas é um alerta

Para identificar um gato com prisão de ventre, é necessário estar atento à frequência com que ele faz as suas necessidades fisiológicas. Segundo a especialista, a frequência de evacuação pode variar bastante de animal para animal, e é justamente por isso que a observação é tão importante. “Tem gatos que fazem cocô uma vez por dia, mas também tem gatos que evacuam a cada 36 ou 48 horas. Agora se o tutor observa que o gatinho fazia cocô todos os dias e agora não está mais fazendo, isso já pode ser um indício de que esse animal está com um quadro de constipação”, explica.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Outro sinal que pode indicar a prisão de ventre em gatos é quando o felino vai até a caixa de areia e fica fazendo força e não consegue evacuar. Também é comum que haja vocalização nesses casos com o gato miando.

Ingestão de água e dieta rica em fibras podem ajudar um gato com intestino preso

Quando o gato não consegue defecar, muitos tutores já procuram na internet o que fazer para ajudar o pet. A verdade é que, na maioria dos casos, isso é muito mais simples do que parece: a hidratação, por exemplo, é algo que sempre ajuda, então o primeiro passo é incentivar o gato beber água com mais frequência. Além disso, aumentar o consumo de fibras também ajuda a melhorar o trânsito intestinal do felino.

“Oferecer grama para gatos é uma ótima alternativa, porque elas são fonte de fibras. Às vezes, dependendo da ração que o gato come, a quantidade de fibras ali contida não é suficiente. Por isso, o melhor a se fazer é ou oferecer graminhas próprias para pets; ou trocar por uma ração que seja mais rica em fibras. Normalmente as rações para gatos de pelos longos têm um nível maior do nutriente, ajudando no amolecimento das fezes”, sugere.

Além disso, também existem pastinhas que são indicadas para expelir bolas de pelos em felinos. O malte para gatos é um suplemento com vários benefícios: melhora o trânsito de pelo no intestino e também atua como lubrificante, o que ajuda o gato evacuar com mais facilidade.

Gato com prisão de ventre: medicamentos de suporte precisam de prescrição médica

Automedicar o gato nunca deve ser uma opção. Por isso, se mesmo com a hidratação e consumo de fibras o gatinho não melhorar, a solução mais indicada é procurar ajuda profissional - de preferência especialista em gatos - para entender o que está acontecendo e, se necessário, entrar com medicamentos específicos para ajudar o gato com intestino preso. “De remédios caseiros o máximo que é possível fazer para lubrificar o trânsito intestinal, além do que já foi dito acima, é misturar um pouco de azeite na ração - mas sem forçar o gato a tomar nada. Já o uso de laxantes é totalmente contraindicado e pode até causar um problema maior se não houver auxílio de um profissional”, adverte.

Caso o médico veterinário indique um laxante, ele vai prescrever a dosagem correta e o tipo de remédio mais apropriado para lidar com a situação. Existem laxantes que não podem ser administrados em gatos de jeito nenhum, então todo cuidado é pouco nessas horas. Além do mais, Vanessa também alerta para o uso de óleo mineral, que costuma ser utilizado por humanos com prisão de ventre, mas que é uma das piores alternativas para os felinos. “Nunca force o gato a tomar óleo mineral. Ele pode aspirar esse óleo, que vai direto para o pulmão e pode provocar uma pneumonia felina por aspiração, um problema que não tem tratamento”.

 

Gato laranja e branco bebendo água em bebedouro automático
Prisão de ventre em gatos: com a hidratação correta e ingestão de fibras, o problema pode ser evitado

 

O que causa a prisão de ventre em gatos?

 

Existem vários problemas de saúde - e até mesmo hábitos, como a baixa ingestão de água - que podem deixar o gato com intestino preso. Algumas possíveis causas são artrose e artrite, tanto nas articulações da bacia quanto na coluna, e que são quadros muito comuns em gatos mais velhos. “Como esses animais sentem dor, eles acabam indo menos na caixa de areia. Ou então, enquanto eles estão agachados na caixinha, começam a sentir dor nas pernas e fazem o cocô pela metade. Ou seja, acaba não esvaziando todo o intestino e essas fezes acabam se compactando”, explica Vanessa.

gato desidratado é outra causa bem comum da prisão de ventre em felinos, e que pode, inclusive, estar associada com outros quadros clínicos. “Todas as doenças que levam à desidratação podem causar o ressecamento das fezes e por isso o gato tem uma dificuldade maior em evacuar”, conta. Além disso, o gato também pode ter um histórico de fezes compactadas, e se houver e distensão do cólon e do intestino, é um problema que só se resolve com cirurgia. 

Outras causas menos comuns que também podem ser incluídas nesta lista são doenças inflamatórias, neoplasias e a presença de algum câncer. Por isso, o acompanhamento de um médico veterinário é muito importante.

Como evitar a prisão de ventre em gatos?

Existem várias medidas que podem ser adotadas para prevenir esse problema em gato. Prisão de ventre causada por desidratação, por exemplo, pode ser evitada com o aumento do consumo de água. “Uma boa hidratação, boa alimentação, manejo e enriquecimento ambiental, assim como atenção ao local da caixa de areia, tipo de areia usada e limpeza regular do acessório já são formas de evitar o problema. Também é importante ter atenção ao número de caixas de areia, que deve ser de acordo com o número de animais que vivem na casa para não haver nenhum tipo de competição entre eles”, orienta a médica.

A dica para melhorar a hidratação do pet é espalhar vários potinhos de água pela casa e até mesmo investir em uma fonte para gatos. Já se for um problema derivado de uma doença, somente um clínico especialista em felinos pode investigar e descobrir o que de fato está acontecendo com a saúde do animal. O profissional indicará o tratamento mais adequado para a doença de base, e, consequentemente, vai acabar melhorando a prisão de ventre em gatos.

Redação: Juliana Melo

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Cuidados

Areia de mandioca para gatos: veterinária destrincha tudo sobre a areia do momento, benefícios e indicações

De um tempo para cá, a procura pela areia de mandioca para gatos cresceu consideravelmente. Devido a esse movimento dos consumidores...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas