Saúde

Fungo em cachorro: 5 cuidados essenciais para prevenir o problema

Fungos em cachorro: descubra o   que fazer para prevenir o problema e garantir o bem-estar do seu amigo
Fungos em cachorro: descubra o que fazer para prevenir o problema e garantir o bem-estar do seu amigo

Todo cuidado é pouco quando se trata de fungo em cachorro. Com uma transmissão simples, eles são responsáveis por uma série de doenças que vão desde as micoses de pele até infecções mais sérias, que podem prejudicar a saúde do seu amigo. Com alguns cuidados simples e regulares é possível evitar a proliferação desses microorganismos e garantir o bem-estar do seu cãozinho. Quer saber como? A gente te conta! Veja abaixo 5 atitudes que podem evitar os fungos em cachorro.

1) Fungo: cachorro deve receber uma alimentação equilibrada

Uma das melhores formas de evitar um quadro de cachorro com fungo é investindo em uma dieta saudável e rica em nutrientes. Como nutrição é sinônimo de saúde, é importante ficar sempre de olho na quantidade e qualidade dos alimentos para aumentar a imunidade do cão e evitar uma série de doenças, inclusive as fúngicas. Para isso, o ideal é investir em uma ração de qualidade superior, como as rações super premium. Além de altamente nutritivas, elas possuem a concentração adequada dos suplementos que ajudam a manter o organismo do seu bichinho funcionando perfeitamente.

2) Redobre a atenção com a limpeza do ambiente para evitar os fungos em cachorro

Para evitar a disseminação dos fungos em cachorro, assim como de outros microorganismos, é fundamental manter o ambiente em que o seu amigo vive sempre bem limpo e seco. As fezes, por exemplo, devem ser recolhidas e descartadas imediatamente. Além disso, é importante limpar o local onde o seu pet costuma dormir e se alimentar. Vale lembrar que o uso de produtos de limpeza muito fortes podem causar alergia em cães e, por isso, devem ser evitados. Em alguns pet shops, você pode encontrar produtos específicos para ajudar na higienização da casa sem agredir a saúde do animal.

3) Cachorro com fungo: fique atento às orelhas do animal

Se você tem um cãozinho em casa, certamente deve saber que o ouvido é uma parte importante do corpo do animal. Quando não higienizado com frequência, ele pode ser a porta de entrada para fungos em cachorro e ocasionar diversas doenças que vão incomodar o seu amigo, como a otite canina. Para prevenir esse e outros incômodos, o tutor deve certificar-se de que o ouvido do seu cachorro esteja sempre limpo e seco. Você pode estabelecer uma rotina de limpeza, incluindo o uso de produtos específicos para remover o cerúmen, pelo menos uma vez por semana. A melhor forma de limpar a região é começando pela parte externa com o auxílio de uma gaze e, aos poucos, pingar algumas gotas dentro do canal para garantir a remoção completa da cera.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Fungos em cachorro: o problema pode ser evitado com escovação e secagem correta dos pelos
    Fungos em cachorro: o problema pode ser evitado com escovação e secagem correta dos pelos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    4) Se possível, sempre seque o seu cachorro após o contato com água

    Uma boa maneira de evitar a proliferação dos fungos em cachorro é secando o animal após o banho, brincadeiras na água e até mesmo aqueles pingos de chuva inesperados no passeio. Isso porque a umidade facilita a multiplicação desses microrganismos e, consequentemente, o surgimento de doenças. Portanto, é importante que o tutor sempre seque o seu bichinho com uma toalha. Se o seu cãozinho for muito peludo, o indicado é usar um secador em temperatura baixa. 

    5) Mantenha uma rotina de escovação para prevenir fungo no pelo do cachorro

    Só quem tem um bichinho em casa sabe como a escovação pode evitar os pelos espalhados pela casa. Mas, o que poucos tutores sabem é que escovar o seu amigo regularmente também pode ajudar a prevenir o acúmulo de fungos que são prejudiciais à saúde do animal. Além disso, o hábito facilita a identificação de possíveis sinais de infecção por fungo no pelo do cachorro, que se tratados em estágio inicial são mais fáceis de administrar. Para realizar a tarefa, você pode utilizar uma escova ou uma luva de tirar pelos.  

    Redação: Úrsula Gomes 

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Próxima matéria

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Como cuidar de cachorro para evitar que ele fique doente? Veja 7 dicas essenciais!
    Saúde

    Como cuidar de cachorro para evitar que ele fique doente? Veja 7 dicas essenciais!

    A possibilidade de um cachorro doente é o pesadelo de todo tutor. Nossos cães são companheiros fiéis que dependem de nós para ter uma vida plena e saudável. Por isso, é importante conhecer os problemas de saúde mais comuns que afetam os bichinhos, seus principais sintomas e métodos de prevenção. Para manter o seu cão sempre feliz e seguro, é fundamental fornecer água e alimentação adequadas, manter uma rotina de exercícios, cuidar da limpeza do ambiente e visitar o veterinário regularmente.

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano
    Cuidados

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano

    A chegada de um novo ano geralmente vem acompanhada de uma lista de metas e objetivos para se colocar em prática. Mas você já parou para pensar que seu amigo de quatro patas também pode ser incluído nessa aventura? Com a correria do dia a dia, é muito comum que alguns cuidados com cachorro sejam cada vez mais deixados de lado, como os passeios diários ou os banhos quinzenais. O problema é que manter esses cuidados é essencial para garantir a saúde e bem-estar dos pets, então os tutores precisam encontrar na agenda um tempo para se dedicarem aos amigos de quatro patas. 

    Ver Todas >

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet
    Saúde animal

    Cachorro estressado: 8 sinais de que o estresse está afetando a saúde do pet

    Lidar com um cachorro estressado é algo delicado e que requer muita paciência e atenção por parte do tutor: cães que sofrem com estresse e ansiedade tem maiores chances de ficarem doentes. Assim como os humanos, os sinais de um cachorro estressado costumam afetar diretamente a saúde do animal. Causado por diferentes gatilhos, é necessário sempre observar o que deixa o cachorro estressado para evitar que esse sentimento invada a rotina do seu amigo. 

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Saúde animal

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns
    Saúde animal

    Icterícia em cães: entenda o que é o problema e os sinais mais comuns

    Se você nunca ouviu falar na icterícia em cães, chegou a hora de entender um pouco mais sobre o problema que, embora não seja uma doença, é um sinal clínico que pode indicar que a saúde do cachorro não vai muito bem. Mas então, como identificar a icterícia canina e quais são as principais causas associadas a esse sintoma?

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?
    Saúde animal

    Quais são as doenças de cachorro mais comuns no verão e como evitá-las?

    Com a chegada do verão, é necessário redobrar os cuidados com o cachorro e também com a sua saúde. Os peludos costumam aproveitar bastante essa época, já que os passeios e banhos de mar ou piscina são mais frequentes. No entanto, a mudança de rotina vem acompanhada de uma grande preocupação, que é a proliferação de certas doenças de cachorro que ocorrem nessa época. Otite canina, desidratação e até mesmo infestação de pulgas e carrapatos são problemas bastante comuns no verão. 

    Ver Todas >