close
Saúde

FIV felina: veterinário esclarece as principais características da doença

Atualizado · 02 de dezembro de 2021 · 16h47

Publicado · 02/12/2021 · 16h47

A FIV felina é uma das doenças mais graves que um gato pode ter
A FIV felina é uma das doenças mais graves que um gato pode ter

A FIV felina é uma das doenças mais temidas pelos tutores de gato. Esse problema de saúde animal é popularmente conhecido como AIDS felina e, assim como a doença humana, o vírus ataca o sistema imunológico do gato, podendo levá-lo a complicações graves. Justamente por conta da gravidade da doença é preciso saber mais informações sobre a FIV em gatos, transmissão, sintomas e diagnóstico. O Patas da Casa conversou com o médico veterinário Matheus Moreira para esclarecer todas as dúvidas e explicar as principais características da doença. Confira abaixo!

FIV felina: o que é?

A doença FIV pode ser muito grave. Por isso, a testagem nos filhotes é fundamental para um diagnóstico precoce. Mas será que você sabe realmente o que é FIV felina? O profissional Matheus Moreira deu mais detalhes para que você entenda tudo sobre essa complicação de saúde tão temida: “O vírus da imunodeficiência felina (FIV) é um retrovírus classificado na subfamília Lentivirinae, identificado em 1986, que gera distúrbios imunológicos nos felinos semelhantes aos humanos portadores de HIV. É uma doença que está presente no mundo todo e principalmente aqui no Brasil. Os gatos infectados com FIV são predispostos a infecções crônicas e recorrentes. A neoplasia é cerca de cinco vezes mais comum em gatos com FIV.”

Como ocorre a transmissão da FIV em gatos?

Quando falamos de FIV felina, sintomas e manifestações da doença no corpo do gato são uma das maiores curiosidades dos tutores. Entretanto, saber como ocorre a transmissão também é de extrema importância. Afinal de contas, dessa forma você poderá entender como prevenir que seu gatinho pegue FIV. “O principal modo de transmissão da FIV é por feridas que introduzem saliva contendo o vírus. Transmissão por arranhaduras é incomum, porém podem acontecer. A transmissão sexual pode ocorrer - apesar do sêmen do gato infectado conter o vírus, a forma mais comum de transmissão é pela mordida na hora do acasalamento”, explica o veterinário.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    FIV em gatos pode impedir o convívio com outros felinos saudáveis
    FIV em gatos pode impedir o convívio com outros felinos saudáveis

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Sintomas: FIV felina possui fases com manifestações específicas

    Saber como são os sintomas da FIV em gatos é muito importante para identificar a doença, até porque o diagnóstico no início da infecção vai fazer diferença no tratamento. A FIV felina possui a fase crônica e aguda, e cada uma delas terá manifestações clínicas específicas. O veterinário Matheus listou as características de cada uma:

    • Fase aguda: pode estar associada a febre transitória, aumento de linfonodos, muitas vezes passando de forma despercebida pelos tutores. Os gatos entram em um longo estágio assintomático que pode durar muitos anos. À medida que seus anticorpos tentam combater o vírus, eles vão diminuindo gradualmente até chegar à próxima fase da doença;

    • Fase crônica ou terminal: durante esse estágio, pode ocorrer disfunção progressiva do sistema imunológico. Assim, os gatos infectados com FIV ficam predispostos a infecções crônicas e recorrentes. É comum aparecer neoplasias, doenças do trato urinário e lesões em cavidade oral. É a fase onde o sistema imunológico já não consegue mais ser eficiente com qualquer infecção que apareça no animal.

    FIV: gatos diagnosticados precisam de cuidados por toda a vida

    Meu gatinho foi diagnosticado com FIV felina: e agora? Assim como a FeLV, a FIV não tem cura. O tratamento, porém, servirá como suporte para que ele tenha mais qualidade de vida. Quanto antes for diagnosticado, maiores as chances do felino responder bem ao tratamento, mesmo que a infecção não seja eliminada. Sobre os cuidados com o bichano com FIV o especialista recomenda: “O principal é o bem-estar do gatinho, reduzir o estresse e evitar quebras de rotina dentro de casa. Qualquer mal estar pro gato pode fazer com que caia a imunidade e o vírus se aproveite disso. Exames laboratoriais periódicos de acordo com o protocolo do médico veterinário responsável são necessários.”

    Além disso, o ideal é que o gato com FIV não conviva com outros felinos para não transmitir a doença. “A vacinação FIV é classificada como 'não essencial’ de acordo com o Feline Vaccination Advisory (AAFP) de 2013. Por não ser tão eficiente como deveria, aqui no Brasil ainda não está disponível”, completa Matheus.

    Redação: Hyago Bandeira

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Próxima matéria

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Golden Retriever: veja o infográfico e conheça as principais características da raça de cachorro
    Grandes

    Golden Retriever: veja o infográfico e conheça as principais características da raça de cachorro

    O Golden Retriever é um cachorro grande, com um coração maior ainda. Não é à toa que esse é um dos dogs mais queridos entre os brasileiros, principalmente por conta do seu companheirismo e jeitinho extrovertido e brincalhão. Assim como acontece com outras raças de cachorro, a raça Golden também tem alguns traços que se sobressaem mais do que outros - tanto na sua personalidade, quanto fisicamente.

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!
    Saúde

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!

    Cães e gatos podem contrair a Covid-19? Será que gato pega covid de humano? O coronavírus humano tem algum impacto na saúde do gato ou cachorro? Fomos atrás de respostas para todas essas dúvidas!

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos
    Saúde

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos

    Os gatinhos, ao longo da vida, podem se deparar com três doenças muito graves: a FIV (Imunodeficiência Felina - também conhecida como a AIDS felina), a FeLV (Leucemia Felina) e a PIF. A última, conhecida como Peritonite Infecciosa Felina, é menos comum que as outras duas, mas tão prejudicial quanto. A doença também não possui cura e nem tratamento. Quer saber mais sobre essa doença tão prejudicial à saúde dos gatos? Conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Chega mais!

    Ver Todas >

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período
    Saúde animal

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Durante o cio de cadela, a cachorra passa por algumas mudanças comportamentais. Isso acontece porque nesse período há um aumento nos níveis de hormônios, o que acaba influenciando diretamente o comportamento da cachorra. Assim, o momento do cio de cachorro fêmea acaba sendo um momento sensível tanto para ela quanto para o tutor. Entender o que se passa com a cadela no cio é o primeiro passo para aprender a lidar melhor com o pet nesse período.

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Ver Todas >