Nos últimos dias, a febre maculosa foi destaque nas manchetes de todo o país devido a um surto ligado à fazenda Santa Margarida, localizada no interior de São Paulo. Após um evento ocorrido no local, quatro pessoas morreram por febre maculosa, doença causada pela picada do carrapato-estrela infectado com a bactéria Rickettsia Rickettsii

Você sabe como limpar o ambiente que seu pet vive?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Esse acontecimento criou uma série de dúvidas em relação à doença, como por exemplo, o que é a febre maculosa, quais são seus principais sintomas e o que fazer. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou um guia para esclarecer suas dúvidas. Se liga!


O que é a febre maculosa?

A febre maculosa, também conhecida como febre do carrapato, é uma zoonose, ou seja, é uma doença que pode ser transmitida entre pessoas e animais. Como os principais hospedeiros são as capivaras, a incidência dos casos é mais comum em zonas rurais, mas também pode ocorrer em locais com infestação de carrapatos.

A febre maculosa é uma doença infecciosa causada pela bactéria Rickettsia. No Brasil, há dois tipos dessa bactéria, a Rickettsia Rickettsii, responsável pelos casos mais graves, inclusive os que culminaram em morte, e a Rickettsia Parkeri, que apresenta sintomas mais leves. 

Segundo a atualização lançada pelo Ministério da Saúde no dia 13 de junho, só esse ano o Brasil registrou 49 casos, sendo que 6 culminaram em morte. Ano passado, foram registrados 190 casos e 70 mortes. 


Febre maculosa: cachorros podem contrair a doença?

Mas se a febre maculosa é transmitida pela picada do carrapato, será que meu cachorro pode contrair? A resposta é sim! Assim como os humanos, cachorros e gatos também podem ser hospedeiros e contrair a doença caso o animal fique fixado na pele por 4 a 6 horas. Por isso, é importante saber como eliminar o carrapato de cachorro, já que a transmissão também pode ocorrer se o parasita não for retirado corretamente.


Como a febre maculosa é transmitida? É contagiosa?

carrapato-estrela

Com o noticiamento de casos fatais provocados pela doença, muitas pessoas ficaram em dúvida se a febre maculosa pode ser transmitida de uma pessoa para outra, então  fiquem tranquilos, porque a doença não é contagiosa. Isso significa dizer que cães, pessoas e animais contaminados NÃO podem propagar. 

O carrapato-estrela é um parasita que se alimenta de sangue e é infectado após ingerir a bactéria Rickettsia presente em cavalos e capivaras. Nos humanos, a transmissão da febre maculosa é feita através da picada de um carrapato infectado com a bactéria. Isso significa que, por mais que a doença não seja contagiosa, se o carrapato infectado picar o cachorro e logo após picar o dono, a doença pode ser transmitida para ele.


O ciclo de vida do carrapato estrela, transmissor da febre maculosa

Para entender a gravidade do caso, é importante ressaltar que o carrapato-estrela precisa de 3 hospedeiros diferentes para realizar seu ciclo reprodutivo. Até completar o ciclo de vida, a fêmea se alimenta de sangue do primeiro hospedeiro por aproximadamente 10 dias, até formar os ovos e se soltar. No chão, ela é capaz de colocar até mil ovos, que viram larvas. Por isso, é necessário manter a casa sempre limpa para evitar que o cachorro pegue carrapato, já que o ambiente pode estar cheio de ovos de parasita.

Essas larvas podem ficar até 6 meses à espera do segundo hospedeiro. Quando encontram,  elas completam seu ciclo de ninfas e aguardam pelo terceiro hospedeiro, que é quando o carrapato atinge a vida adulta.

O principal problema é que se o carrapato ingeriu a bactéria Rickettsia Rickettsii no primeiro ciclo, ela consegue ser passada adiante nos ciclos seguintes, comprometendo todos os hospedeiros.

Principais sintomas da febre maculosa em cachorros

Normalmente, os primeiros sintomas da febre maculosa costumam se manifestar de dois a 14 dias após a picada do carrapato. Fique atento e confira a lista dos principais sintomas de febre maculosa nos cães:

  • Febre alta
  • Coceira intensa
  • Náuseas e vômitos
  • Dores abdominais 
  • Diarreia
  • Inchaço e vermelhidão pelo corpo
  • Sangramento
  • Problemas respiratórios

Alguns desses sintomas se assemelham aos da erliquiose, outra doença provocada pelo carrapato. Por isso, se o seu animal apresentar qualquer um desses sintomas, é necessário levá-lo a um médico veterinário para o diagnóstico. 

Os sintomas nos humanos não são muito diferentes dos animais, com exceção da gangrena nos dedos e nas orelhas, dores de cabeça intensas e dores musculares constantes. 

cachorro se coçando


A febre maculosa pode matar o cachorro?

A febre maculosa é bastante perigosa e requer bastante atenção dos tutores, já que ela pode ser fatal para os cães e também para os humanos.  Por isso, os donos devem sempre estar de olho no comportamento do animal  e ficar atento a qualquer sinal de que algo não está certo.

A febre maculosa tem cura? 

Mesmo que as mortes provocadas pela febre maculosa tenham chamado bastante atenção na mídia nos últimos dias, é importante ressaltar que esse tipo de doença do carrapato pode sim ser curada, desde que o tratamento indicado comece entre os primeiros dois ou três dias do início dos sintomas. 

Como é feito o tratamento da febre maculosa 

Há algumas formas de tratar a febre maculosa após a manifestação dos primeiros sinais que podem indicar a doença. Nos humanos, o tratamento é feito por meio de antibióticos que entram em ação eliminando as bactérias do organismo, mas em casos mais graves, é necessário a internação. 

Já nos cães, o tratamento também é feito a partir da administração de antibióticos para cachorros, que agem atacando a bactéria causadora da doença. Por isso, atente-se ao período indicado para a medicação e não faça a interrupção do antibiótico antes do previsto, para  garantir a eliminação completa de todas as bactérias. Além disso, como tratamento complementar, existem shampoos e sabonetes com propriedades anti parasitas que ajudam no controle da infestação de carrapatos.

Remédios para carrapatos tradicionais previnem a febre maculosa?

A febre maculosa e qualquer outra doença do carrapato pode ser um pesadelo para os os cachorros. Então, independente se é fatal ou não, é importantíssimo proteger os cães a partir de remédios para carrapato. Confira abaixo os principais produtos disponíveis com essa finalidade: 

  • Remédio palatável

Um dos métodos mais indicados para proteger os cães de parasitas é o remédio palatável. Conhecido por ser seguro e eficaz, após a ingestão o princípio ativo entra na corrente sanguínea do cachorro, e os carrapatos, ao picarem o animal, morrem. Normalmente, o remédio costuma fazer efeito durante 90 dias. 

  • Versão líquida

Há também a versão líquida contra carrapatos e pulgas, mas é preciso bastante cuidado na hora da aplicação. Além de serem mais baratos, geralmente, seu tempo de proteção é de 1 mês.

  • Coleira anticarrapatos 

Outra forma bastante conhecida de prevenção canina é a coleira antipulgas e anticarrapatos. Nesse caso, o princípio ativo é liberado aos poucos e tem um efeito contínuo, que protege o animal por até oito meses. Há opções mais baratas, que duram menos tempo, e as mais caras de duração mais longa.

 

Há maneiras de prevenir contra a febre  maculosa?

Cachorro se coçando em meio a vegetação alta

A melhor maneira de se prevenir da febre maculosa é a partir da eliminação dos carrapatos do ambiente. Existem algumas receitas caseiras que ensinam como acabar com carrapatos dentro de casa utilizando principalmente componentes cítricos. Para dentro de casa, também é possível preparar um repelente natural de camomila para afastar os carrapatos do cachorro e do ambiente.

Como o carrapato-estrela vive em áreas de mato, o indicado é aplicar carrapaticida no quintal e manter a vegetação sempre baixa. Dessa forma, evita que os animais se reproduzam e se mantenham no mesmo local.

O que fazer em caso de suspeita da febre maculosa? 

Em caso de suspeita de febre maculosa, leve o seu cachorro para o veterinário imediatamente. No caso do tutor, se qualquer sinal for sentido, o indicado é procurar uma unidade de saúde. Quanto antes for identificada a doença e o tratamento começar, melhores serão os resultados.