close
Saúde

Dermatite em cachorro: o que é, tipos de alergia, causas e tratamentos

Atualizado · 09 de fevereiro de 2022 · 18h48

Publicado · 09/02/2022 · 18h48

A dermatite em cachorro se manifesta principalmente com coceira constante e incômoda
A dermatite em cachorro se manifesta principalmente com coceira constante e incômoda

A dermatite canina é um problema de pele bem frequente em cães, e que pode ser causada por diferentes fatores - ou seja, também tem manifestações diversas. Mas, como o termo “dermatite” já indica, a inflamação da pele é um sintoma comum em todos os casos, normalmente junto com uma coceira insistente que muitas vezes acaba adquirindo um aspecto de ferida. Apesar de não ser perigoso, o quadro alérgico compromete significativamente a qualidade de vida do animal e precisa de certa atenção.

E quais são os tipos de dermatite em cachorro, afinal? Qual o melhor remédio para dermatite canina e as melhores formas de prevenir a patologia? Para entender tudo sobre essa doença de pele em cachorro, preparamos um guia com todas as informações para cuidar da saúde da pele do seu amigo de quatro patas. Confira!

O que é dermatite canina?

Para entender o que é dermatite em cachorro de uma maneira bem simples, é necessário resgatar alguns conceitos de gramática. O termo “dermatite” é composto pelo prefixo “derma”, que significa “pele", e pelo sufixo “ite”, que remete à inflamação. Ou seja, na prática, a dermatite canina nada mais é do que a inflamação da pele do cachorro (de qualquer tipo).

Um dos principais sinais que indicam essa inflamação é quando o animal começa a coçar demais uma região do corpo, demonstrando estar incomodado com alguma coisa. Por isso, ao observar uma coceira em cachorro mais frequente do que o normal, é bom considerar uma consulta com o veterinário para verificar se ele está sofrendo com uma dermatite canina ou algum outro problema.

O que causa dermatite em cachorro?

Antes de buscar formas de como tratar dermatite canina é fundamental entender quais são as causas por trás do problema, que podem ser variadas. Às vezes o cachorro comeu algo que não deveria e isso acabou desencadeando uma reação alérgica no organismo, que se manifesta por meio de inflamações cutâneas. O quadro pode se desenvolver a partir de picadas de pulgas e carrapatos, por exemplo, como também pode ter uma origem genética - como no caso da dermatite atópica canina - ou ser causada por meio do contato direto com substâncias nocivas para pets, como produtos de limpeza.

Logo, de uma maneira geral, pode-se dizer que cada tipo de dermatite em cachorro tem uma causa específica associada. Para não haver erros, somente um médico veterinário poderá avaliar a situação e definir o diagnóstico correto, que normalmente é feito com base em exames laboratoriais e com a identificação de outros sintomas.

Quais são os tipos de dermatite canina?

A dermatite canina se divide em vários tipos e pode gerar certa confusão por conta disso. Como as formas de tratamento variam de acordo com as causas, bem como a prevenção, é importante entender exatamente quais são os tipos de dermatite e as suas especificidades. Saiba tudo abaixo:

1) Dermatite atópica canina

Esse é o tipo de dermatite em cachorro mais comum. De origem genética e sem cura, a manifestação a atopia canina ocorre por meio do contato direto com alérgenos presentes no ambiente, como poeira, ácaros e pólen. Geralmente os cães que sofrem com a dermatite atópica canina têm uma deficiência na estrutura da pele, possuindo menos ceramidas que favorecem a entrada de agentes etiológicos que causam a alergia. 

Trata-se de uma doença de origem genética, então muitas vezes ela é transmitida dos pais para os filhotes. Algumas raças de cachorro têm maior predisposição para a dermatite atópica canina, como:

2) Dermatite de contato

Um cachorro com alergia de contato é aquele que apresenta inflamações na pele após entrar em contato com substâncias consideradas nocivas para os cães. Os principais agentes causadores disso são os produtos de limpeza, mas outros componentes presentes em shampoos, sabonetes e perfumes  também podem desencadear esse tipo de alergia em cachorro. Além de substâncias químicas, alguns tecidos - como lã e poliéster - costumam provocar esse tipo de dermatite.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A dermatite canina pode causar também perda de pelos, vermelhidão e inchaço na pele do animal
    A dermatite canina pode causar também perda de pelos, vermelhidão e inchaço na pele do animal

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    3) Dermatite alérgica à picada de pulgas e carrapatos

    Uma possível infestação de parasitas, como pulgas e carrapatos em cachorro, pode ser o motivo por trás da dermatite canina. A dermatite alérgica à picada de pulgas e carrapatos também pode ser reconhecida pela sigla DAPP, e acontece principalmente quando o animal possui alergia a algum componente presente na saliva desses parasitas. Ou seja, não é necessariamente a picada em si que vai provocar a alergia em cachorro, mas o contato com a saliva da pulga ou carrapato. 

    4) Dermatite alérgica alimentar

    A alergia alimentar em cães é um outro problema mais comum do que se imagina, e que pode provocar sintomas na pele como coceira e vermelhidão. É algo que acontece quando o organismo canino possui algumas restrições alimentares e, caso o animal ingira algum dos componentes “proibidos”, pode acabar manifestando reações alérgicas. Nessa situação, é sempre bom anotar tudo aquilo que o cachorro come por precaução, já que o pet geralmente tem alergia a mais de um ingrediente.

    5) Dermatite acral por lambedura

    Um cachorro lambendo a pata compulsivamente pode desencadear o que chamamos de dermatite canina acral por lambedura. Ou seja, o animal lambe tanto uma determinada região do corpo que acaba ferindo a pele. É importante, porém, observar o que acontece primeiro: o comportamento compulsivo de lamber as patas (ou qualquer outra região) ou a ferida. Se a ferida originar das lambidas, é provável que o cãozinho esteja com algum transtorno psicológico, como ansiedade ou depressão.

    6) Dermatite seborreica canina

    A dermatite seborreica canina atinge a parte mais superficial da pele e deriva de alterações na produção de sebo e queratina do organismo do cachorro. Isso compromete o processo de renovação celular que acontece a cada 22 dias, causando uma inflamação na pele do animal. É um quadro que pode ser primário ou secundário, sendo que os quadros primários são de origem genética e os secundários são decorrentes de doenças pré-existentes.

    7) Dermatite por infecção bacteriana ou fungos

    Esse tipo de dermatite canina acontece por consequência da ação de bactérias no corpo do cachorro, e também recebe o nome de dermatite úmida em cães. São feridas com aspecto inflamado e úmido, caracterizadas por lesões dolorosas com presença de pus e mau cheiro. Geralmente é uma manifestação que acontece após traumas, arranhões ou até mesmo infestação de parasitas que não foram tratados devidamente. Sendo assim, as bactérias, consideradas oportunistas, se aproveitam do desequilíbrio para aumentar a proliferação de novos agentes e abrindo espaço para infecções mais graves.

    Conheça os principais sintomas da dermatite em cachorro

    Dependendo do que causou a dermatite canina, os sintomas e manifestações podem ter uma diferença ou outra. Mas, de uma maneira geral, é válido sempre aumentar a observação com a saúde do seu pet se ele apresentar uma coceira excessiva e muito frequente em determinada parte do corpo. Para não restarem dúvidas, anote os principais sinais clínicos que podem surgir quando ocorre algum tipo de dermatite em cachorro:

    • coceira intensa
    • vermelhidão
    • queda de pelos
    • descamação
    • feridas na pele do cachorro com ou sem pus
    • descoloração da pele e dos pelos
    • escurecimento do local
    • formação de crostas
    • cachorro lambendo a pele sem parar

    Vale lembrar ainda que alguns sintomas mais específicos também podem variar. Por exemplo, no caso de uma alergia alimentar, o cachorro pode apresentar dificuldade respiratória, vômitos e diarreia. 

    O shampoo para dermatite canina ameniza os impactos causados pela inflamação e deve ser prescrito pelo veterinário
    O shampoo para dermatite canina ameniza os impactos causados pela inflamação e deve ser prescrito pelo veterinário

    Dermatite em cachorro: como tratar o problema?

    Uma dúvida muito comum entre os pais de pet é como curar dermatite em cachorro. Infelizmente, alguns casos não têm cura - como a dermatite atópica canina -, mas é totalmente possível controlar os seus sintomas e dar mais qualidade de vida ao seu amigo de quatro patas. Ainda assim, a melhor forma de saber como tratar dermatite em cachorro, remédios mais indicados e cuidados importantes é consultando um médico veterinário (de preferência especializado em dermatologia).

    O uso de remédio para dermatite canina vai depender da raiz do problema, ou seja, daquilo que originou a inflamação na pele do animal, então somente com um diagnóstico fechado é que é possível determinar o melhor tratamento. Em todo caso, para amenizar os incômodos no pet, os veterinários costumam recomendar produtos específicos - como o shampoo para dermatite canina - que devem ser aplicados no cachorro durante o banho. 

    Por isso, fica a dica: não dá para saber qual remédio é indicado na dermatite canina sem saber qual é a causa do problema. Até mesmo porque, dependendo da situação, outros medicamentos também podem ser prescritos pelo veterinário, auxiliando no tratamento da doença de base ou até mesmo no combate a bactérias, fungos e parasitas.

    Dermatite em cachorro: remédio caseiro é uma opção válida?

    O que não faltam são receitas naturais na internet que prometem ser uma maneira de como tratar dermatite em cachorro. Mas será que realmente vale a pena arriscar em algo desse tipo? Bom, a recomendação é sempre seguir à risca as orientações passadas pelo médico veterinário, mas vale a pena também conversar com um profissional de sua confiança sobre a possibilidade de incluir tratamentos alternativos e “caseiros”.

    Dentre as opções de remédio caseiro para dar banho em cachorro com dermatite, destacam-se os óleos naturais, como o óleo de coco e o óleo de amêndoas. O óleo do coco atua como um antisséptico, acalmando a pele irritada; enquanto o óleo de amêndoas tem um poder anti-inflamatório e analgésico. O aloe vera também é comumente usado para inibir reações alérgicas, ajudando a melhorar o quadro de dermatite canina.

    Alguns cuidados podem ajudar a prevenir a dermatite canina

    Não basta apenas saber o que é bom para dermatite em cachorro depois do diagnóstico, o tutor também precisa entender que algumas medidas preventivas podem e devem ser implementadas para evitar esse tipo de transtorno. E nem precisa de muito para conseguir isso: com alguns cuidados básicos no dia a dia, já é possível manter o problema longe (pelo menos em certos casos). Confira uma pequena lista de cuidados para incluir na rotina:

    1) Evitar o contato do animal com produtos de limpeza e substâncias potencialmente problemáticas;

    2) Investir em bons remédios antipulgas e carrapatos para evitar possíveis infestações no corpo do animal;

    3) Cuidar muito bem da higiene do cachorro com banhos periódicos, escovação semanal dos pelos e tosas regulares;

    4) Após o banho de cachorro, secar muito bem todo o corpo do animal para evitar proliferação de fungos e bactérias;

    5) Observar se o animal apresenta algum quadro de alergia alimentar e oferecer rações de alta qualidade para o pet;

    6) Manter o ambiente limpo e longe de agentes causadores da dermatite canina.

    Redação: Juliana Melo

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Dermatite atópica canina: qual o melhor tratamento caseiro para o cachorro que está com queda de pelo
    Saúde

    Dermatite atópica canina: qual o melhor tratamento caseiro para o cachorro que está com queda de pelo

    Algumas raças de cachorro, como os Pugs e Bulldog Francês, têm uma propensão maior a desenvolver alergias por causa de sua anatomia, mas se engana quem acha que essas irritações na pele acontecem apenas com eles. A dermatite atópica canina é uma alergia de cachorro e afeta uma série de raças, como Boxer, Labrador, Dálmata, Maltês e Shih Tzu da mesma forma. A coceira é um dos principais sintomas e, por isso, costuma ser um dos primeiros a serem reparados pelos donos. Para te ajudar a identificar a condição no seu animal, o Patas da Casa juntou uma série de informações sobre a dermatite em cachorro: confira mais sobre o assunto aqui embaixo!

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >