Gato

Como saber se a gatinha cruzou? Tudo sobre o acasalamento de gatos!

Publicado - 27 Fevereiro 2023 - 17h11

Atualizado - 28 Maio 2024 - 15h27

O acasalamento de gatos é um tema que costuma despertar curiosidade em qualquer pessoa, principalmente em quem convive com um felino diariamente. Entender quando e como acontece o cio de gato é fundamental não apenas para proteger os pets de fugas e brigas, como também para conseguir identificar se a gatinha cruzou ou não. Isso pode render frutos (ou melhor, filhotes) e cabe ao tutor tentar decifrar tudo sobre o ciclo reprodutivo e cruzamento de gatos para garantir uma boa gestação à mamãe gata.

Se você tem dúvidas sobre um gato cruzando e é dono de animais que ainda não foram castrados, é bom ficar por dentro do assunto. Abaixo, te contamos os detalhes de como saber se a gatinha cruzou, quais são as fases do ciclo reprodutivo e como exatamente ocorre o acasalamento de gatos.

Cruzamento de gato: entenda as fases do ciclo reprodutivo felino

Antes de chegar na parte do gato cruzando, é bom entender como acontece o ciclo reprodutivo das gatas. Ele passa por quatro fases distintas, que são: proestro, estro, anestro e diestro. A parte do acasalamento dos gatos ocorre quando a fêmea está no estro, ou seja, no cio de gato. Veja as principais características de cada fase:

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Proestro: é uma fase que dura cerca de dois dias e antecede o estro. Nesse momento, a gata ainda não está pronta para cruzar, mas já começa a liberar feromônios que vão atrair os machos. A fêmea também fica mais manhosa e, fisicamente, pode sair um pouco de muco da vulva.

Estro: é uma fase que costuma durar seis dias, mas pode durar até 19. No estro, há alta concentração de estrogênio e é quando a gata fica mais receptiva para se aproximar do macho, deixando que ele faça a monta para acasalar. Também é quando ocorre a ovulação.

Diestro: é a fase lútea do ciclo, que vem logo depois da ovulação. É aqui que a gravidez pode se consolidar, caso a gatinha tenha cruzado. Se a fêmea ovulou e foi fecundada, ocorre a gestação e o diestro dura entre 35 e 70 dias. Já se no período da ovulação não houver fecundação, a fêmea não engravida e o diestro dura cerca de 30 dias.

Interestro: é uma fase em que não ocorre a ovulação entre um estro e outro. A duração aproximada é de sete dias, de forma que não há atividade ou comportamentos sexuais por parte da fêmea.

Anestro: é uma fase marcada pela completa inatividade sexual. A fêmea não se interessa e nem aceita a aproximação do macho, e não há qualquer manifestação do cio. A fase dura cerca de 90 dias e costuma ocorrer nas estações de dias curtos. Os níveis de estrogênio e progesterona se mantêm em níveis normais de repouso.

Os principais indícios de que a gatinha está pronta para o cruzamento

Os cruzamentos de gatos não acontecem sem que a fêmea esteja disposta a aceitar o macho. Isso porque, enquanto os machos estão sempre prontos para acasalar, as fêmeas precisam estar no período fértil para isso acontecer. É por esse motivo que o processo de acasalamento só acontece com a gata no cio, que é quando a fêmea apresenta mudanças no comportamento que indicam que ela está pronta para cruzar.

 

Gato preto e branco em pé
Antes dos cruzamentos de gatos, a fêmea anda rebolando e fica mais dengosa

 

Durante a fase do proestro e do estro, a gata entra no cio e fica mais dengosa e carente. É comum ver a gatinha se esfregando nas pessoas e nos móveis, e os ronronados se intensificam. Além disso, o miado de gato no cio é difícil de passar despercebido: ele é estridente, longo e frequente, podendo lembrar um grito e às vezes um choro. O som, apesar de ser bastante incômodo, é uma tentativa da fêmea chamar a atenção do macho.

Outros comportamentos que podem ser percebidos são a demarcação do território com jatos de urina e a busca constante por atenção. Fisicamente, também é possível notar que a gata fica com o quadril elevado e joga a cauda para o lado, deixando a vulva exposta. A fêmea anda rebolando para se exibir e mostrar para os machos da vizinhança que ela está disponível para a cópula.

Como acontece o acasalamento de gatos?

O pênis de gato quase nunca fica exposto, exceto quando ele vai acasalar ou realizar a própria higiene. O órgão, que geralmente fica guardado dentro do prepúcio, tem uma característica bem particular: ele é repleto de pequenos espinhos - chamados de espículas - que surgem quando o animal atinge a puberdade.

Durante o cruzamento de gato, esses espinhos causam muita dor na fêmea - e é por isso que o barulho dos gatos copulando chega a ser ensurdecedor. Por mais que a gata tente fugir do incômodo, o comportamento natural do macho é morder as costas da fêmea e prendê-la até o final da relação. Essa é uma maneira de garantir que ocorra a fecundação dos óvulos - e, consequentemente, a gestação da gata.

Gato cruzando: quanto tempo dura o cio?

Não existe uma resposta certa de quanto tempo dura o cio de gato, mas a fase do proestro e do estro geralmente dura entre cinco e 20 dias. Se não houver o acasalamento de gatos durante esse período, pode ser que a gatinha entre no cio novamente pouco tempo depois.

Também é interessante saber que os felinos atingem a maturidade sexual antes mesmo de completarem um ano de vida. Geralmente, é entre o 8º e 10º mês quando a gata entra no cio pela primeira vez. Depois disso, a fêmea pode entrar no cio a cada dois ou três meses, mas é algo que vai depender de alguns fatores externos como peso, convivência com machos, exposição à luz solar e raça. Nos meses com dias mais longos, a frequência é maior, de forma que o cio pode ocorrer a cada duas semanas.

 

Gato usando roupa pós-cirúrgica
Para evitar um gato cruzando e com chances de engravidar, a castração é altamente recomendada

 

Como saber se a gatinha cruzou?

Depois do cruzamento de gato, existem alguns sinais que indicam que a fêmea cruzou. Ela se comporta de uma maneira bem parecida com a gata no cio, se mostrando mais dengosa e carente de atenção. Ela, por exemplo, pode se esfregar nas suas pernas para ganhar carinho e fica mais apegada aos tutores. Outras mudanças também são perceptíveis, como:

  • Aumento e vermelhidão dos mamilos;
  • Inchaço do abdômen;
  • Ganho de peso;
  • Maior apetite;
  • Maior frequência urinária;
  • Xixi de gato com cheiro forte e fora da caixinha.

É importante destacar que esses sinais são mais fáceis de serem percebidos especialmente após a terceira semana de gestação. Se perceber essa mudança de comportamento, não deixe de consultar um médico veterinário para confirmar a gravidez da gatinha e tomar todas as providências necessárias para receber os filhotes.

Para evitar o cruzamento de gatos, a castração é a melhor alternativa

Mesmo que o gato cruzando seja algo natural para a espécie, o número de animais abandonados cresceu consideravelmente nos últimos anos e tende a crescer ainda mais com acasalamentos não planejados. Para evitar ainda mais gatinhos nas ruas, a cirurgia de esterilização é fundamental.

A castração de gato traz vários benefícios: além de evitar a gravidez indesejada e diminuir o abandono de animais, o procedimento é capaz de prevenir uma série de doenças perigosas, como o câncer de mama em gatos. Para completar, a castração evita brigas, diminui fugas (que geralmente tem o intuito do cruzamento) e elimina o comportamento de marcar território.

O ideal é que a castração de gato aconteça entre seis e dez meses, antes mesmo do primeiro cio. Se a gata já tiver iniciado o ciclo reprodutivo, o ideal é esperar o período do cio acabar para castrá-la. Já se foi uma gatinha que cruzou e está prenha, a recomendação é esperar pelo menos dois meses após o nascimento dos filhotes para seguir com a castração.

Redação: Juliana Melo

Edição: Luana Lopes

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Adote um animal

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas