close
Saúde

Como medir a temperatura do gato?

Atualizado · 10 de dezembro de 2021 · 10h42

Publicado · 09/12/2021 · 18h11

O gato com febre é um sinal de que há alguma alteração na saúde do animal
O gato com febre é um sinal de que há alguma alteração na saúde do animal

O gato com febre é um dos sintomas mais comuns que podem aparecer em um bichano doente. O aumento na temperatura de gato indica que há algo de errado no corpo do felino e que precisa de atenção especial. O problema é que os bichanos têm uma dificuldade maior de demonstrarem que estão com algum incômodo. Por isso, é papel do tutor ficar bem atento a possíveis sinais de aumento da temperatura. O gato até fica com algumas regiões do corpo mais quentes, assim como os humanos. Porém, apenas tocar nelas e sentir a temperatura não é a melhor maneira de como saber se o gato está com febre. Para aprender como medir a temperatura do gato, como saber se seu gato está com febre e o que pode estar por trás desse sintoma, confira a matéria que o Patas da Casa preparou!

A temperatura de gato é naturalmente mais alta

Antes de aprender como saber se o gato está com febre e como medir febre de gato, você deve saber: qual é a temperatura de gato considerada normal? Os bichanos são animais que possuem o corpo naturalmente mais quente que os humanos. Assim, a temperatura de gato costuma ficar em torno de 38° e 39°. Podemos definir um gato com febre, então, quando o animal apresenta uma temperatura superior a 39,5°.

Como medir temperatura de gato: o ideal é que o veterinário realize o procedimento

Existem algumas maneiras de como medir a temperatura do gato. A primeira, e mais indicada, é pelo termômetro via retal. O instrumento é inserido no reto do animal. Porém, essa forma de como medir temperatura de gato requer muita cautela, já que pode causar lesões ou desconforto no pet se for feita da maneira errada. Por isso, esse procedimento deve ser realizado, preferencialmente, apenas por um médico veterinário.

A segunda maneira de como medir febre de gato é com o termômetro digital auricular. Esse instrumento é mais prático, bastando apenas encostá-lo na parte interna da orelha do gato. Qualquer tutor pode ter esse termômetro e medir a temperatura de gato em casa. Esse procedimento, porém, não é tão confiável quanto o de via retal, podendo não trazer resultados muito precisos. Por isso, ao suspeitar de aumento de temperatura, o ideal é levar o gato ao veterinário para que o profissional faça a medição de maneira correta.

Como saber se o gato está com febre? Fique atento a mudanças físicas e comportamentais

Os bichanos são animais que não costumam expressar muitos sinais quando sentem algum incômodo ou dor. O gato com febre consegue disfarçar muito bem o que está sentindo. Como medir a temperatura do gato pode não ser tão prático no dia a dia, já que é necessário ou ter o aparelho ou que o próprio veterinário faça isso, é preciso descobrir se seu felino apresenta esse quadro de outras formas. A melhor maneira de como saber se o gato está com febre é prestando atenção em outros sinais associados ao sintoma, tanto físicos como comportamentais.

O gato com febre tende a ficar mais cansado e dormir por mais tempo. Além disso, passa a comer menos, sua respiração fica mais acelerada e apresenta fraqueza. Outra maneira de como saber se meu gato está com febre é reparar se o nariz, as patinhas e as orelhas do animal estão avermelhadas. Ao tocar nessas regiões, fique atento à temperatura. Gato febril costuma ter essas extremidades mais quentes. Como saber se o gato está com febre pode não ser tão rápido, já que ele escondem os sinais por muito tempo, é fundamental que o tutor já fique alerta ao aparecer qualquer um desses sintomas.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A melhor maneira de como medir a temperatura do gato é com o termômetro via retal
    A melhor maneira de como medir a temperatura do gato é com o termômetro via retal

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    A temperatura de gato elevada pode ter diferentes causas 

    O gato com febre é um sintoma comum a diferentes doenças. Por isso, não adianta tentar descobrir sozinho: apenas o veterinário, por meio de exames e anamnese, poderá descobrir o real motivo. Entre as causas de temperatura de gato elevada mais comuns podemos citar infecções causadas por vírus ou bactérias, alergia, gripe felina, inflamações em diferentes regiões do corpo, doenças autoimunes e vermes. Além disso, é importante lembrar que a temperatura de gato pode ficar naturalmente mais alta após exercícios intensos ou no verão. Porém, nesses casos de aumento de temperatura, o gato logo recupera seu estado normal. Se continuar quente por muito tempo, é fundamental levá-lo ao veterinário.

    Diagnóstico preciso é fundamental para tratar o gato com febre

    Os motivos que causam o gato com febre são os mais variados possíveis. Assim, não é possível definir um tratamento específico. O ideal é sempre levar o pet ao veterinário quando ele apresentar qualquer sinal de febre. Somente após o diagnóstico, o tratamento do gato com febre será prescrito de acordo com a causa. Se o problema for uma infecção, os cuidados serão voltados a acabar com ela. Se for uma gripe, o médico receitará medicamentos específicos para esse quadro. 

    O gato com febre não é uma doença em si, mas um sintoma. Portanto, é a doença que origina o quadro. É muito importante ressaltar que nunca se deve automedicar o gato. Ao fazer isso, você pode acabar dando um remédio que não fará efeito e até mesmo piorar a saúde do pet.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?
    Cuidados

    Cuidar de gato: qual é a média de gastos mensais com um felino?

    Ter um gatinho em casa vai muito além da parte divertida. Isso porque, na prática, adotar um gato requer uma série de responsabilidades e cuidados com o seu novo amigo de quatro patas. Afinal de contas, você quer que ele tenha uma boa qualidade de vida, certo? Por isso, para cuidar de gato, alguns custos devem fazer parte da sua rotina. Para saber mais sobre isso e te ajudar a se planejar financeiramente, preparamos uma matéria com os principais gastos mensais de um gato. Confira!

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Ver Todas >

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?
    Saúde animal

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?

    Levar uma mordida de cachorro é sempre uma situação inesperada. Seja de um animal desconhecido ou do seu próprio pet, um ataque pode ser muito perigoso. Pela mordida, o cachorro pode transmitir muitas doenças ao homem, sejam infecções mais brandas ou doenças graves, como a raiva. Como não podemos prever que um cão vai nos atacar, é importante estar sempre preparado. 

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?
    Saúde animal

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?

    Quando o cachorro desenvolve pancreatite canina, é muito importante começar a tratar desde cedo. A doença é considerada uma das mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro, além de uma das mais graves. A pancreatite no cachorro acomete o pâncreas e debilita todo o sistema digestivo, trazendo sintomas bem desconfortáveis ao animal. A demora no diagnóstico pode acabar levando o animal a óbito. O cachorro com pancreatite canina precisa iniciar o tratamento o quanto antes para conseguir se recuperar. 

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?
    Saúde animal

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    A pasta e a escova de dente para gatos são os principais aliados para a boa higiene bucal dos felinos. Escovar os dentes do gato evita doenças, previne o mau hálito e preserva os dentinhos. Seja quando o gato troca de dente ou quando já é um bichano idoso, a dentição felina requer cuidados especiais em todas as fases da vida. Saber como escovar os dentes do gato corretamente é o primeiro passo para garantir a higiene bucal, além de uma alimentação balanceada. 

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Ver Todas >