Cachorro

Cinomose tem cura? Mitos e verdades sobre a doença de cachorro

Publicado - 12 Janeiro 2024 - 15h18

Atualizado - 22 Abril 2024 - 12h04

A cinomose é uma grave doença canina que não vê a idade, raça ou o porte do cachorro. Ela é transmissível e pode abalar a saúde do seu pet, deixando sequelas caso você não tenha o devido cuidado com o animal. Por ser transmissível e, infelizmente, ainda muito comum entre os cães, algumas dúvidas sobre a cinomose podem surgir: o que é cinomose? Cachorro vacinado pode pegar cinomose? Cinomose tem cura para cachorro? O tutor pode contrair cinomose?

Para ajudar, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Raquel de Rezende sobre os mitos e verdades mais comuns: o que é cinomose em cachorro, tem cura e muito mais. Confira os esclarecimentos da profissional a seguir!

O que é cinomose canina?

A cinomose canina é uma infecção viral aguda causada por um vírus da família Paramyxovirus, popularmente conhecido como Vírus da Cinomose Canina (VCC), que atua de formas diferentes e em regiões diferentes do organismo do cão. A doença pode afetar de forma simultânea ou isolada o sistema respiratório, gastrointestinal e neurológico do cachorro.

Imagem Quiz:Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Sobre a forma como o cachorro pega cinomose, a transmissão dessa doença ocorre quando o cão saudável tem contato com um cão infectado pelo vírus, seja por secreções do nariz ou boca do animal, o que pode acontecer durante um latido ou um espirro do cão doente.

Se tratando da cinomose, sintomas vão desde mudanças no comportamento até dificuldades motoras do cachorro, entre outros desconfortos que fazem parte da cinomose. Sintomas iniciais, por outro lado, dificilmente são percebidos. A grande questão é que a doença de cão cinomose pode ser fatal quando o cão não recebe tratamento imediato, além de infectar outros cães. Por isso, todo cuidado é pouco com a cinomose canina. Veja alguns mitos e verdades sobre o quadro!

Cinomose pega em humano?

Mito! Conforme a veterinária explica, a cinomose é transmitida por um vírus que acomete somente cães. A ideia de que a cinomose passa para humanos é bem equivocada pois, ao contrário da raiva e da leishmaniose, a cinomose não é considerada uma zoonose - uma doença transmissível do animal para o ser humano.

A causa da doença é o Vírus da Cinomose Canina (VCC), que sobrevive e se desenvolve entre os cães. Mas mesmo sem infectar seus humanos, um cão hospedeiro do vírus pode infectar e colocar em risco a saúde dos seus outros amigos de quatro patas. Também é impossível os tutores não ficarem mal ao ver seu pet sofrendo com essa doença, que pode debilitar completamente o animal.

Cinomose é uma doença silenciosa?

Verdade! Para Raquel, a explicação é a seguinte: "Porque [a cinomose é uma doença que] pode demorar a apresentar sintomas". Ou seja, é uma doença que muitas vezes se inicia de maneira silenciosa e sem sintomas tão aparentes. Em alguns casos, porém, pode ser que o cão comece a apresentar mudanças de comportamento - e aí já é bom ligar o alerta de sintomas. Cinomose começa assim!

Sobre sintomas, cinomose, cachorro, vale dizer que os primeiros sinais são falta de apetite e desânimo, e por isso é importante que os tutores sempre prestem atenção em como anda o comportamento do pet. A forma como o vírus vai agir no organismo do cão infectado pode variar e impactar de diferentes maneiras a saúde física do animal. Em outras palavras, quando falamos da cinomose canina, sintomas surgem conforme a doença evolui. São sintomas comuns da cinomose:

  • Febre
  • Fraqueza
  • Vômitos e diarreia
  • Dificuldades na respiração
  • Secreções no nariz e olhos
  • Tiques nervosos e dificuldades para se movimentar

Todos esses sintomas são distribuídos em cinco fases da cinomose canina, com o predomínio de um sintoma entre uma fase e outra:

Primeira fase: nesse estágio da cinomose, olhos do cão começam a sofrer com secreções em excesso e é comum que os tutores confundam esse sintoma da cinomose com outras doenças oftalmológicas caninas, como conjuntivite ou alergias.


Segunda fase: após afetar os olhos, os sintomas seguem seu curso afetando o sistema respiratório do cão. O pet começa a apresentar febre e dificuldades para respirar, além de tosse e muita secreção no nariz. Mesmo com os sintomas de cinomose se agravando, ainda é comum os tutores confundirem os sintomas com outras doenças, como a gripe canina.


Terceira fase: nesta fase, a pele do cão começa a ser impactada pela cinomose. Bolhas de pus e ressecamento surgem. Essas condições são extremamente desconfortáveis e é neste momento que o cachorro com cinomose sente dor.


Quarta fase: chamada de fase digestiva, todo o sistema digestivo do cão sofre as consequências da cinomose. Além da falta de apetite, o cão começa a vomitar e ter diarreias que causam fraqueza. Infelizmente, nesta fase é possível que o cão sinta muitas dores e fique sem energia.


Quinta fase: Na quinta e última fase, os sintomas da cinomose são perceptíveis, pois é capaz do cão estar com todos os sintomas se manifestando, mas não para por aí. Ele também pode desenvolver problemas neurológicos e é aqui que ele começa a ter dificuldades para se movimentar, além de ter vários tiques nas patas ou todo o corpo.

Vale dizer que o cachorro com cinomose sente dor, principalmente conforme a doença avança. Isso causa um desconforto enorme para o pet! Na verdade, são tantos os prejuízos à saúde, que é difícil acreditar que se trata de uma doença breve: de duas semanas a três meses é quanto tempo dura a cinomose no cão.

Além disso, para quem se pergunta se o cachorro com cinomose pode tomar banho, a resposta é não. O ideal é que, enquanto estiver doente, o animal não tome banho pois isso pode agravar os sintomas respiratórios, que podem se transformar em uma pneumonia em cachorro.

cachorro tomando vacina de cinomose canina
<strong>Cinomose tem cura? Vacinação ajuda na prevenção da doença</strong>

Cinomose pega em cachorro vacinado?

Verdade! "A vacina tem eficácia de 95% de imunização", revela a veterinária. Portanto, o cachorro vacinado pega cinomose e pode transmitir para outros cães também vacinados. No entanto, a cinomose em cachorro vacinado costuma ser mais branda que naqueles que estão sem o seu ciclo vacinal completo.

É a forma como anda a saúde do cachorro vai dizer como ele vai reagir à cinomose: cachorro saudável pode ter mais chances de sobrevivência sem sequelas do que um cão que, por inúmeros motivos, está sem os devidos cuidados. Sobre quanto tempo a cinomose fica no cachorro, a média é de 14 dias em animais saudáveis.

Cachorro só pega cinomose durante o inverno?

Mito! "Apesar de ser mais comum no inverno, pode-se contrair [a cinomose] em qualquer época de ano", alerta a dra. Raquel. O vírus tem mais resistência ambiental e fora do seu hospedeiro durante o frio. Portanto, os cuidados para prevenir a cinomose devem ser redobrados nesta época do ano. Neste clima, os cães também se tornam propícios a desenvolverem outras condições respiratórias, como gripes caninas e pneumonia, o que pode dificultar o diagnóstico correto da doença de cachorro cinomose.

Cinomose tem cura?

Verdade! A cinomose em cachorro tem cura, mas isso vai depender de quando o diagnóstico foi feito. Há uma triste maioria de casos em que o cachorro com cinomose não sobrevive. Isso acontece, principalmente, quando o diagnóstico é tardio e a doença já está muito avançada. Nesses casos, a cinomose canina mata e é um grande perigo.

Em todo caso, pode-se dizer que cinomose canina tem cura e essa é uma doença tratável. A forma como o cão reage à ela vai depender de como anda a sua saúde e predisposição para combater o vírus por conta própria. Um cachorro com uma boa qualidade de vida tem muito mais chances de sobrevivência e sem muitas sequelas que impactam em sua saúde.

Sobre o tratamento, a profissional esclarece: "Por se tratar de vírus não existe tratamento específico. O tratamento consiste em tratar os sintomas." Ou seja, o tratamento do cão infectado envolve visitas periódicas ao veterinário, que vai avaliar o avanço da doença e também prescrever a melhor medicação para cada fase da cinomose, além de verificar a possibilidade de sequelas que podem surgir após a cura do cachorro. Por isso é comum dizer que a cinomose não tem cura: quando ela não é fatal, o cão pode desenvolver outras enfermidades que levam à morte.

Se o seu cão conseguiu sobreviver e você agora está se perguntando “meu cachorro teve cinomose, e agora?”, orientamos que se prepare para redobrar o amor e cuidado com o seu pet, pois ele precisará de atenção especial para tratar as sequelas da doença. Vale lembrar que as sequelas mais comuns da cinomose são convulsões frequentes e paralisia dos membros que impactam na qualidade de vida do peludo.

cachorro com cinomose deitado no chão
<strong>Cachorro com cinomose pode ficar mais prostrado que o normal</strong>

Gatos também podem ser infectados pela cinomose?

Mito! "É um vírus que acomete somente os cães", justifica Raquel. No entanto, tutores de gatos devem ficar alertas. Mesmo sem a cinomose, felinos podem sofrer com outra condição semelhante que recebe o nome de panleucopenia felina. Essa é uma doença viral transmitida entre os gatos pelo vírus VPF (Vírus da Panleucopenia Felina) através de secreções, espirros e água contaminada. Os sintomas são bem parecidos com os sintomas de cinomose em cachorro e infelizmente também é uma condição que, sem o tratamento adequado, pode ser fatal.

Dá para prevenir a cinomose?

Verdade! De acordo com a médica veterinária, a vacina é a melhor forma de prevenção, pois reduz em 95% a possibilidade de contagio. A vacinação contra a cinomose é uma importante medida de prevenção contra a doença. Mesmo sem impedir que o animal seja infectado e desenvolva a doença, a vacina vai ser eficaz contra uma queda na imunidade do cachorro, além de impedir que os sistemas respiratório, neurológico e digestivo do cão sofram algum impacto da doença.

As doses de V6, V8 e V10 devem ser aplicadas a partir dos 45 dias de vida, respeitando o intervalo de 21 a 30 dias entre as aplicações. Essa forma de precaução melhora a imunidade do cachorro e traz mais força contra o vírus em caso de infecção.

É importante que os tutores busquem vacinar os pets antes de fazer a socialização com outros animais, incentivando outros tutores a buscar o esquema vacinal completo dos doguinhos, além de participar de campanhas de vacinação gratuita. Sabendo o que é cinomose em cães fica muito mais fácil prevenir. Cuidados constantes com a saúde do cachorro, com visitas regulares ao veterinário e boas rações, são outras medidas que reforçam a prevenção contra a cinomose no cachorro.

Publicado originalmente em: 02/09/2022
Atualizado em: 12/01/2024

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Cachorro

Quais são os tipos da doença do carrapato em cachorro? Conheça as características de cada uma

A doença do carrapato em cachorro é um dos maiores temores dos tutores. O que nem todo mundo sabe é que existem diferentes tipos da ...

Cachorro

Como identificar a doença do carrapato em cachorro? Vets recomendam prestar atenção a esses 8 sinais na rotina do pet

A doença do carrapato em cachorro é uma das enfermidades mais perigosas e traiçoeiras que existem no universo canino. Infelizmente, ...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas