Adoção animal

Chow Chow: como é a convivência com a família e outros pets? Saiba mais sobre o temperamento da raça

Publicado - 07 Junho 2023 - 11h20

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

O Chow Chow filhote e adulto é um cachorro com muitas particularidades. Apesar da aparência fofinha e que lembra um ursinho de pelúcia, os cães desta raça são independentes, reservados e com um temperamento forte e dominante. Eles não são muito fãs de afeto - a não ser de quem é da família - e exigem cuidados, principalmente na questão de socialização e adestramento. Isso facilita a convivência com o cachorro Chow Chow filhote e o deixa um pouco menos desconfiado na vida adulta.

Que tal conhecer um pouco mais sobre a personalidade do Chow Chow? Filhote ou não, esses cães podem ter uma ótima relação com seus donos e proporcionarem muita alegria para toda a família! A seguir, reunimos algumas informações importantes e relatos de quem sabe exatamente como é compartilhar a vida com um cachorro da raça Chow Chow. Confira!

O que preciso saber sobre o Chow Chow antes de adotar um?

Um Chow Chow pequenininho e recém-nascido é uma das coisas mais fofas! Mas, mesmo com toda a fofura, esses cães podem ser bem obstinados. Eles são extremamente leais aos humanos, e ao mesmo tempo são independentes, reservados e dominantes.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

É por isso que o Chow Chow filhote precisa de tanta atenção: é o processo de criação que "molda" o comportamento do cachorro. Significa que os cães mais novos precisam ser adestrados e socializados desde cedo, sempre com reforços positivos e uma pitada de pulso firme (mas sem castigos e punições envolvidos!). Com os cuidados certos, o Chow Chow é um cão muito parceiro, tranquilo e calmo. 

Também é importante ter em mente que para o Chow Chow, família tem um valor enorme. Esses cães são protetores com quem eles amam e são aumigos bastante fiéis. Não à toa, eles têm um comportamento muito dócil com os tutores, enquanto são um tanto desconfiados com estranhos.

Fotos de filhotes de Chow Chow

Um Chow-Chow pequenininho filhote deixa qualquer um encantadoO filhote de Chow Chow deve ser ensinado desde cedoAs fotos de cachorrinhos Chow Chow são apaixonantesPara o Chow Chow, família é super importanteChow-Chow filhote tem energia de sobra para gastar

A história de Kyra, uma Chow Chow preta resgatada de maus-tratos

Cada Chow Chow pode ter uma experiência de vida completamente diferente. É o caso da Kyra, cachorrinha do Thiago Leme: “A minha esposa viu um anúncio de um lar que cuida de cachorros abandonados e se apaixonou por ela, então fomos conhecer o abrigo. A Kyra veio de um histórico de abandono. A antiga dona deixava ela em um lugar pegando chuva, presa na coleira, mesmo ainda sendo filhotinha, e o intuito era usá-la como cachorro de reprodução. A mulher abandonou a casa, deixou a cachorra lá e aí fizeram o resgate dela”.

Mesmo com um passado difícil, Kyra é uma Chow Chow com temperamento bem dócil. “Geralmente, o cachorro Chow Chow que sofre maus-tratos desenvolve um lado mais agressivo, mas ela sempre foi dócil, só que mais na dela.”

O Aslan é outro Chow Chow que foi adotado ainda filhote

No caso do Aslan, cãopanheiro do Douglas Guedes, o processo de adoção foi mais tranquilo e não envolveu abandono nem maus-tratos, mas a necessidade de doação de filhotes. “O pai dele tinha 18 anos e teve 8 filhotes Chow Chow. A dona foi até a nossa casa conhecer o espaço e ver se tínhamos condições de dar uma vida legal pra ele. Assim que ele chegou, uma semana depois, a dona nos contou que os outros cachorros (irmãos dele) estavam com a doença do carrapato. Levamos o Aslan no veterinário, e ele também estava. A maioria dos filhotes morreu. Nós temos todo um cuidado mensal para ele não ser picado por nenhum carrapato para a doença não reagir.”

O Aslan é um cachorro Chow Chow muito tranquilo e independente!A maioria dos Chow Chow, como o Aslan, adora a companhia dos donos!Cachorro Chow Chow: o Aslan quase não dá trabalho e passa o dia dormindo

Ao contrário de Thiago, que acabou adotando a Kyra por obra do acaso, Douglas já tinha uma familiaridade com os Chow Chow e, por uma feliz coincidência, teve a oportunidade de adotar um. “Nosso Chow Chow foi adotado, porém era uma raça que eu e minha namorada apreciávamos muito.”

Personalidade independente é o que predomina no Chow Chow (filhote e adulto)

Quando o assunto é a personalidade do Chow Chow, é impossível não falar do quanto esses doguinhos são independentes! Não faltam histórias sobre isso. No caso do Douglas, esse foi, inclusive, um dos motivos que levaram à adoção do cachorro: “Já tínhamos conhecimento sobre a raça e aceitamos adotar por ser um cachorro independente, o que não atrapalharia no fluxo de trabalho e viagens”

No caso do Thiago, que ainda não conhecia muito bem a raça na época da adoção, a percepção de independência aconteceu desde o primeiro dia. “O primeiro contato que a gente teve com a Kyra foi meio estranho porque geralmente quando a gente se aproxima de um cachorro, ele faz uma festinha (mesmo que não te conheça). No caso da Kyra, ela nem deu bola. Até passeei com ela na coleira, mas ela sempre olhando pra frente, puxando pra onde queria ir, mas nunca olhava ou interagia. Parecia que ela tinha o universo dela ali.”

Agora, depois de cinco anos de convivência, o tutor já aprendeu a lidar melhor com isso. “A gente chega no nosso sítio e faz uma festinha ali de cinco minutos. Depois que esse tempo passa, a Kyra vai para o cantinho dela e é isso. Então, na nossa relação, a gente respeita muito o tempo dela. Ela chega, interage com a gente e depois de um tempo ela faz as coisas sozinha e é super independente”, conta.

Como é o lado territorialista do cachorro Chow Chow?

O Chow Chow tem um instinto territorialista aflorado, e por isso algumas pessoas acham que ele é bravo como um Rottweiler (mas não é para tanto, a não ser que seja um filhote de Chow-Chow com Rottweiler). De fato, ele está sempre em alerta e serve como um excelente cão de guarda, deixando a casa e os donos livres de qualquer ameaça, mas ele não é necessariamente agressivo.

Nesse sentido, o Thiago conta como é a experiência de ter um cachorro Chow Chow em um sítio: “Essa é uma raça que sempre quer ser a dominante. Ela toma conta do terreno e tem uma postura de vigilância diferente de tudo que eu já vi. A Kyra ouve um barulho e vai atrás.”

Mas não se engane: mesmo sendo um cachorro observador e territorialista, o Chow Chow não é um cachorro barulhento ou que late à toa. “Ela é super atenta pra vigiar o terreno, apesar de ser quieta. E é interessante, porque ela só late quando tem algum motivo pra latir mesmo. Teve uma vez que um assaltante entrou lá pra roubar e ela que avisou. Quando ela late é porque tem algum perigo. Ela sente que tem uma situação estranha e vocaliza. Então ela tem esse sentido super apurado.”

A Kyra é um Chow Chow preto de cinco anos que foi resgatada de maus-tratosChow Chow: cheia de personalidade, a Kyra tem um comportamento dominanteEssa é a Chow Chow Kyra com seus irmãs Lola e Banjo

A relação do Chow Chow com outros cães

Um dos motivos para Thiago adotar um Chow Chow preto foi porque em sua casa havia dois Berneses Mountain. Quando um deles faleceu, a cachorrinha que ficou - chamada Lola - nunca tinha vivido sozinha e estava prestes a entrar em depressão. Disso surgiu a necessidade de arrumar uma nova companhia canina para a Lola, e foi aí que a Kyra apareceu. Mas, mesmo tendo crescido ao lado da Bernese, existem alguns conflitos no relacionamento das duas.

“Peguei a Kyra quando ela tinha mais ou menos seis meses. Ela era um bebê e a Lola sempre foi a alfa da casa. Ela que manda, que anda na frente de todo mundo e que bota ordem. Quando a Kyra era menorzinha, a Lola até brincava um pouquinho com ela, mas sempre nessa relação de dominância. Só que aí a Kyra começou a ficar mais velha e a Lola também, que já é uma idosa com quase 10 anos. Com isso, os problemas ficaram mais sérios, porque a Kyra começou a querer dominar o espaço e as brigas de cachorro se intensificaram”, revela o tutor.

Para tentar controlar e minimizar os efeitos desse relacionamento “conturbado”, a alternativa encontrada foi tentar separar as duas doguinhas, que têm um padrão de comportamento dominante. De sete da manhã até cinco da tarde, a Lola fica solta; e de cinco da tarde até sete da manhã é a vez da Kyra. Assim elas não têm contato direto - nem confronto -, mas, segundo Thiago, elas sempre ficam uma do lado da outra no canil.

Vale destacar que no meio disso tudo também surgiu o Banjo, que é outro cachorro Bernese que foi adotado pela família e já tem três anos. Apesar de muito brincalhão, ele também tem mostrado seu lado mais “alfa” nos últimos tempos e por isso a relação com a Kyra ficou estremecida, mas no geral eles vivem bem juntos.

Chow-Chow costuma se dar melhor com humanos?

Por outro lado, a relação da Kyra com humanos é completamente diferente! Ela é dócil, mas pode não dar tanta confiança para quem não conhece. “Com qualquer pessoa ela é super dócil. Ela faz a festinha no tempo dela, e se você vai lá fazer carinho ela não vai morder nem fazer nada. Mas assim, ela pode ficar te olhando sem paciência ou simplesmente levantar e sair de perto.”

Já no caso de Douglas, o Aslan não apresenta qualquer problema de comportamento com outras pessoas e animais de estimação. A socialização no início da vida foi algo que ajudou muito nesse aspecto, como ele conta: “Aslan é extremamente desconfiado e era bem arisco quanto filhote. Adaptamos muito Aslan com crianças e outros cachorros, o que foi ótimo, pois hoje ele é zero agressivo. Nunca mordeu ou avançou em alguém ou em outro cachorro. Ele é super calmo. Quando recebemos outras pessoas em casa, apenas há uma curiosidade. Ele olha quem é e volta para o seu canto, às vezes sem nem cheirar a visita.”

Com pessoas que já fazem parte do convívio do doguinho, a relação muda. Aslan é ainda mais receptivo e não vê qualquer problema em presentear os membros da família com lambeijos. “As pessoas que convivem mais com o Aslan acabam recebendo um pouco mais de carinho, como uma lambidinha. Ele não é de obedecer ninguém, a não ser os donos, porém, quando viajamos, ele costuma ficar na casa dos meus sogros e é sempre bem tranquilo colocá-lo para dormir ou chamá-lo para comer quando não estamos por perto.”

A questão da convivência vai depender muito do ambiente que cada cãozinho vive. No caso de Kyra, por exemplo, a maior dificuldade não é com os humanos, e sim na hora de socializar com outros cachorros. Ainda assim, não é nada que não dê para resolver. Já no caso do Aslan, do Douglas, o trabalho é zero e o dia a dia ao lado do doguinho é super prazeroso! 

 

Ter um cachorro Chow Chow ensina sobre lealdade e paciência

Se você está decidido a ter um Chow Chow filhote, a doação de cães da raça não é impossível. Infelizmente poucas pessoas estão dispostas a lidarem com o temperamento forte da raça, e muitos se apegam ao estereótipo de cachorro bravo ou agressivo. Mas existe um outro lado da moeda: ao mesmo tempo em que o Chow Chow pode, sim, ser um pouco mais reservado e dominante, ele também é um excelente companheiro em muitas situações. Lealdade, parceria e amor não vão faltar!

Para Douglas, a convivência com um cachorrinho da raça foi de muito aprendizado: “O Aslan é muito companheiro. Como trabalho em casa, ele passa o dia do meu lado. Se vou para outro cômodo, vai sempre comigo. Ele se sente muito seguro quando eu ou minha namorada estamos com ele. Por mais independente que ele seja, ele gosta da nossa segurança e companhia. É muito gostoso quando, do nada, ele sai do quarto e aparece para dar uma lambidinha de "oi" e depois voltar ao quarto para dormir.”

Já para o Thiago, a experiência com certeza ensinou muito sobre paciência. “O Chow Chow é um cachorro extremamente teimoso. Na época das brigas, contratamos um adestrador profissional, mas ele disse que não seria possível adestrar Kyra. Eu achei estranho, mas hoje em dia a gente ensinou ela a dar a patinha, a sentar, a deitar. Geralmente o Chow Chow não segue a pessoa, ele que “dita” o caminho. Mas no momento que ela faz isso, eu a chamo e aí ela anda do lado. Isso foi depois de muita paciência e muito treino, porque é um cachorro teimoso. Não é qualquer um que pode ter um Chow Chow porque é um cachorro independente e mais reservado.”

Redação: Juliana Melo

Edição: Luana Lopes

Publicado originalmente em: 05/09/2022
Atualizado em: 07/06/2023

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Cachorro

Quais são os tipos da doença do carrapato em cachorro? Conheça as características de cada uma

A doença do carrapato em cachorro é um dos maiores temores dos tutores. O que nem todo mundo sabe é que existem diferentes tipos da ...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas