Qualquer tipo de intoxicação em cachorro precisa de atenção e cuidado, seja uma intoxicação alimentar, por medicamentos ou outras substâncias potencialmente tóxicas (como produtos de limpeza). O desespero de ver um cachorro envenenado é inevitável, mas ao mesmo tempo é importante manter a calma para não piorar a situação. Saber o que fazer - e principalmente o que não fazer - é algo que com certeza vai ajudar a socorrer o bichinho da melhor forma possível.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Para tirar as dúvidas sobre como desintoxicar cachorro e quais atitudes são evitadas ou tomadas para salvar a vida do pet, nós conversamos com a dra. Laís Campos, que é médica veterinária da clínica Vet Popular . Veja o que ela nos contou e saiba como agir nessas situações!

Cachorro intoxicado precisa de atendimento veterinário urgente

Se você suspeita de um cachorro intoxicado por chumbo, medicamentos, alimentos ou outros produtos nocivos, o primeiro passo a ser tomado é levá-lo para uma consulta de emergência. Somente um profissional qualificado poderá tomar as medidas necessárias para salvar a vida do bichinho. “Ao encontrar o cachorro intoxicado, o tutor deverá levá-lo ao hospital veterinário imediatamente. O sucesso do tratamento, neste caso, depende da agilidade com que o animal chega ao hospital”, orienta a veterinária.

Para identificar um cachorro intoxicado, sintomas são os seguintes:

Caso observe os sintomas de intoxicação em cachorro, mas seja difícil chegar ao consultório rapidamente, existe uma alternativa que pode amenizar o desconforto do animal. No entanto, não deve ser visto como um remédio caseiro para intoxicação em cachorro, pois isso não existe. É o que explica Laís: “Não há medicações que tratem intoxicação em casa, mas diante da dificuldade em chegar ao hospital, pode-se administrar carvão ativado para cachorro via oral. Lembrando que a administração não anula a necessidade de atendimento veterinário urgente”.


O cachorro intoxicado precisa passar por uma avaliação veterinária com urgência
O cachorro intoxicado precisa passar por uma avaliação veterinária com urgência

Como desintoxicar cachorro: saiba o que NÃO fazer nessas horas

1) Não pode dar leite para cachorro. “Não é indicado administrar produtos lácteos para cães e gatos pois este pode agravar o quadro que o animal se encontra, desencadeando quadro de diarreia e vômito”, justifica a médica veterinária.

2) Não pode dar água para cachorro. “A indicação é que o animal intoxicado, seja por produtos químicos, plantas ou até mesmo raticidas, é de atendimento veterinário urgente”.

3) Não pode dar nenhum tipo de remédio caseiro para desintoxicar cachorro envenenado. “O risco de administrar medicação sem orientação veterinária é de agravar o quadro, pois existem diversas substâncias que não são indicadas para os animais. Além disso, o tratamento para intoxicação é muito mais complexo do que apenas medicações via oral, sendo necessário, em muitos casos, lavagem gástrica, medicações injetáveis, oxigenioterapia, anticonvulsivantes e outras drogas”.

4) Não pode dar nada que possa piorar a situação do cachorro intoxicado. “É extremamente contra indicado administrar medicações, ovo cru, leite, água oxigenada ou quaisquer outras condutas sem orientação veterinária”.

5) A indução de vômito em cães intoxicados até pode ajudar, mas deve ser feita por veterinário. “Dependendo do tempo que o produto intoxicante foi ingerido, pode ser induzido o vômito de cachorro, mas apenas pelo médico veterinário, uma vez que a maioria das intoxicações causam alterações neurológicas e o animal pode aspirar o conteúdo, causando pneumonia aspirativa e agravando o prognóstico”.

Redação: Juliana Melo