A preocupação é inevitável ao ver um cachorro vomitando. Apesar de muitas vezes estar associado a algum problema de saúde, nem sempre quer dizer que se trata de um caso grave. Existem vários motivos por trás do vômito de cachorro, e por isso é importante ficar de olho em outros sinais. Para te ajudar a identificar melhor a situação, nós separamos as principais causas do problema e algumas dicas do que fazer quando o cachorro está vomitando. Confira!

Cachorro vomitando: o que pode ser?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Ao contrário do que algumas pessoas acreditam, o cachorro vomitando nem sempre é um sinal de que ele está doente. Às vezes situações do cotidiano podem ser responsáveis por isso, como uma alteração na dieta alimentar do doguinho ou porque o cachorro comeu rápido demais. Por isso, uma das principais formas de descobrir o que de fato está acontecendo com a saúde do animal é observando a frequência e como é o aspecto e a coloração do vômito.

Quando o vômito é amarelo, geralmente é porque o cachorro passou muito tempo sem se alimentar, comeu algo que não devia ou então foi com muita fome ao pote. Já o vômito de cachorro verde acontece quando o animal já vomitou algumas vezes e não melhorou. Quando o líquido vem acompanhado de uma espuma branca,  já é bom ligar o alerta, porque pode ser desde uma simples indigestão como algo mais sério, como problemas intestinais ou infestação de parasitas. Já o cachorro vomitando sangue é o mais grave de todos, pois pode estar associado a problemas mais complexos, como hemorragias e úlceras.


Cachorro vomitando: é importante prestar atenção na coloração e o aspecto do vômito para descobrir as causas
Cachorro vomitando: é importante prestar atenção na coloração e o aspecto do vômito para descobrir as causas

Saiba o que fazer quando o cachorro está vomitando!

A observação é fundamental nesse primeiro momento. Além de verificar a frequência do vômito de cachorro, o tutor também deve ficar atento a possíveis mudanças de comportamento do animal. Quando os motivos estão associados à doenças, outros sintomas podem ser observados, como apatia, falta de apetite e prostração. Já se o cachorro vomitou apenas uma vez e logo depois começou a agir normalmente, brincando, pulando e se divertindo, então é porque o vômito foi um caso isolado - provavelmente por culpa do cachorro ter comido algo que não devia -, mas que não representa nada grave. De qualquer forma, redobre a atenção com o pet por alguns dias para se certificar de que está tudo bem e, caso o vômito de cachorro persista, leve o cãozinho ao veterinário o quanto antes. Outra dica é dar bastante água para o cachorro, pois os vômitos em excesso podem acabar levando à desidratação, o que contribui para uma piora do quadro do animal.

Remédios caseiros podem ajudar a acabar com o vômito de cachorro?

Muitos tutores se perguntam o que dar para cachorro vomitando, mas é preciso ter muito cuidado nessas horas para não acabar prejudicando ainda mais o estado de saúde dele. A automedicação está longe de ser a solução, pois o uso de medicamentos sem supervisão médica oferece vários riscos para os cães. Por isso, antes de se render às receitas de remédios caseiros na internet, o ideal é sempre conversar com o médico veterinário do animal para analisar quais são as possibilidades para ajudar o cachorro vomitando. Geralmente, alguns chás podem ajudar a amenizar o problema, como o chá de gengibre, mas sempre natural e sem açúcar ou adoçante, que são ingredientes considerados proibidos para os cães.

Redação: Juliana Melo