close
Passeio

Quando é a hora certa de trocar o peitoral para cachorro?

Atualizado · 09 de junho de 2020 · 16h22

Publicado · 26/03/2020 · 17h59

Coleira peitoral para cachorro: descubra quando é a hora de trocar o acessório e os sinais mais comuns de desgaste
Coleira peitoral para cachorro: descubra quando é a hora de trocar o acessório e os sinais mais comuns de desgaste

A coleira peitoral é uma das escolhas mais populares para os cachorros. Ela é indicada para o passeio com cães de todos os portes e tamanhos, principalmente aqueles de focinho curto - como o Pug, Shih Tzu e Buldogue Francês. A principal vantagem do modelo é a segurança que proporciona durante o passeio, já que envolve o dorso e grande parte do abdome do cachorro - dificultando assim uma possível fuga. Mas, para manter o conforto e a segurança do seu peludinho, é necessário trocar a coleira peitoral para cachorro periodicamente. Você sabe quando fazer isso e como decidir se já está na hora de comprar uma nova coleira? O Patas da Casa te ajuda a decidir o momento ideal para isso. Confira 3 fatores que podem ser determinantes para adquirir um novo peitoral de cachorro e deixar o atual de lado.

1. Se o seu pet cresceu e o peitoral para cães não cabe mais

Quem adotou um filhote e opta pela coleira peitoral sabe que, em pouco tempo, pode ser necessário trocar o acessório por um maior, que se adeque melhor ao novo tamanho do animal. Isso pode acontecer algumas vezes até o seu cachorro chegar na fase adulta e parar de crescer. Por isso, é importante checar com frequência se o peitoral não está apertando o cãozinho.

A dica é colocar dois dedos entre a coleira e o corpo do animal. Se os seus dedos ficarem muito apertados, é um sinal de que está na hora de adquirir um novo peitoral. Já se tiver uma pequena folguinha entre os seus dedos e a coleira, ela ainda está no tamanho adequado para o seu peludinho. Também vale ficar atento se a coleira está folgada demais (e não é possível ajustar ao corpo do animal). Neste caso, os riscos do animal se soltar durante o passeio aumentam.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Fique atento ao estado da coleira peitoral para garantir a segurança do seu cachorro
    Fique atento ao estado da coleira peitoral para garantir a segurança do seu cachorro

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    2. Se a coleira peitoral está desgastada e comprometendo a segurança do cachorro

    Cães mais agitados tem o hábito de morder a coleira peitoral. É claro que essa não é uma boa ideia, já que pode danificar o material e diminuir a segurança na hora dos passeios - principalmente se o seu amigo de quatro patas costuma puxar a coleira. Quem tem peludinhos que costumam gastar a energia mordendo ou roendo objetos precisa ficar atento ao estado das coleiras. 

    Se você observar que o hábito do cachorro de morder o peitoral está danificando a coleira, troque o acessório por um novo e mantenha-o guardado em um local fora do alcance do animal. O mesmo vale ao usar uma coleira peitoral muito antiga, que também pode deixar o seu cão em risco. Com o tempo de uso, o material fica mais frágil e pode arrebentar. Por isso, sempre dê uma olhada no estado geral das costuras e travas de segurança para não correr o risco.

    3. Se o seu cão já é idoso e/ou tem a pele sensível

    Muitas pessoas não ficam atentas a esse fator, mas a pele dos cães idosos é mais sensível que a dos animais mais jovens. Por isso, é preciso ter alguns cuidados especiais com os cachorros velhinhos, inclusive na frequência de troca das coleiras. O indicado é comprar um novo peitoral uma vez ao ano, trocando o modelo antigo por um produto novo, que tem menos chance de machucar o animal. Algumas vezes, mesmo trocando a coleira peitoral, o cachorro pode continuar tendo feridas ou reações alérgicas no corpo. Nesse caso, vale a pena considerar a troca do modelo de coleira usada. Além disso, não deixe de procurar um veterinário para investigar a origem das lesões na pele. 

    Se o seu animal possui alguma doença de pele, é preciso também ficar atento ao material da coleira peitoral. As trocas podem se tornar mais frequentes nesse caso. 

    Redação: Gabrielle Nunes

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Próxima matéria

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)
    xixi

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)

    Ter um cãozinho vai muito além dos momentos de diversão e fofura: é preciso também saber como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo. Caso contrário, uma situação que pode se tornar muito comum (e desagradável) é encontrar xixi de cachorro pela casa toda. Felizmente, existem algumas técnicas que são bastante úteis na hora de ensinar o animal a fazer xixi e cocô no local adequado.

    Dente de cachorro: um guia completo sobre a anatomia, troca de dentes e cuidados	com a saúde bucal do pet
    Cuidados

    Dente de cachorro: um guia completo sobre a anatomia, troca de dentes e cuidados com a saúde bucal do pet

    Apesar de não serem muito lembrados no dia a dia, os dentes de cachorro exercem um papel super importante na vida do animal: alimentação, brincadeiras e comportamentos são influenciados por eles. Para começar, é com essa parte do corpo que os cães (principalmente os bebês) conhecem muitas coisas no mundo. Quando ainda são cachorros filhotes, aprendem sobre limites: se morder o irmãozinho e ele reclamar, é porque precisa diminuir a força e morder com carinho - ele vai lembrar disso por toda a vida. O processamento dos alimentos que o cachorro come fica por conta deles também.

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?
    Adestramento

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?

    Não importa a idade do cachorro: quando ele chega num lugar novo, sendo filhote ou adulto, aprender a fazer as necessidades no lugar certo é sempre parte da adaptação. Para quem mora em casas em que o animal fica no lado de fora a maior parte do tempo, esse processo acaba sendo mais simples, mas quem divide os cômodos com ele normalmente precisa de um pouco mais de paciência.

    Ver Todas >

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?
    Cuidados dos animais

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?

    Se você pretende abrir as portas de casa para um felino, deve saber que um acessório que não pode faltar na sua lista de compras é a caixa de transporte para gatos. Ao contrário dos cães, que têm o hábito de passear nas ruas com mais frequência, a maioria dos bichanos é criada dentro de casa e quase não tem acesso às ruas por questões de segurança. Por isso, qualquer saída deve ser feita com a caixa de transporte. Gato vai usá-la para ir ao veterinário, viagens, passeios e muito mais.

    Ver Todas >