Comportamento animal

Como ensinar o cachorro a andar corretamente com a coleira anti-puxão?

Publicado - 15 Dezembro 2021 - 18h00

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

O peitoral para cachorro é um tipo de coleira que faz toda a diferença na hora de sair com os doguinhos na rua. Afinal, como todos sabem, os passeios precisam fazer parte do dia a dia de um cachorro, seja ele morador de apartamento ou casa. É na rua que eles colocam em prática tudo o que aprendem sobre socialização e, em muitos casos, esse também é o momento em que o animal se movimenta e se exercita.

Para que esse momento tão necessário seja mais tranquilo e divertido para você e para o seu amigo, a coleira anti-puxão te dá mais controle sobre os movimentos do cachorro. Por isso, ela acaba sendo um acessório indispensável para caminhadas e corridas com o pet. Para tirar dúvidas e ensinar como você pode fazer o seu cachorro se acostumar com o peitoral anti-puxão, nós conversamos com a Renata Bloomfield, que é veterinária e comportamentalista animal. Olha o que ela contou!

Qual o melhor modelo: coleira peitoral anti-puxão, cabresto ou enforcador?

A primeira coisa que você precisa saber é que, assim como existem vários tipos de coleira peitoral, também existem outros modelos que são indicados para evitar os temidos puxões - como é o caso da coleira cabresto e enforcador. Mas como funciona cada uma delas? Saber a resposta para essa pergunta muitas vezes é o que vai te ajudar a encontrar os melhores peitorais e outros tipos de coleira para cachorro. Confira abaixo quais são as principais características de cada modelo:

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Coleira anti-puxão: é um modelo em que o encaixe da guia fica posicionado na frente da coleira. Dessa forma, quando o cão tenta puxar durante o passeio, o corpo dele gira automaticamente de volta para o tutor.
  • Cabresto: com o modelo de coleira cabresto, cachorro tem o acessório preso na região do focinho. Muitos, inclusive, confundem com uma focinheira, mas o cabresto para cachorro tem como principal função o adestramento do pet.
  • Enforcador para cachorro: é um tipo de coleira que vai ficando mais justo conforme o animal puxa, sendo ideal para cães de porte grande. O colar de elos ajuda no treinamento, mas deve ser usado do jeito certo para não ferir o cão.

Para explicar melhor as diferenças entre cada versão, Renata destaca: “A coleira easy walker, que é a peitoral para cachorro, tira um pouco da estabilidade do animal para você ter mais controle na hora que ele fizer a puxada lateral. O cabresto segura bem no focinho, então te dá bastante controle sobre o animal. O enforcador para cachorro tem uma altura certa para ser colocado no pescoço e vai ficando mais justo se ele puxar muito”.

 

A coleira cabresto para cachorro precisa ficar justinha para não machucar o cachorroO enforcador para cachorro não é recomendado pelos profissionais

 

Em quais casos a coleira-anti puxão é recomendada e quando ela deve ser evitada?

 

“A coleira anti-puxão pode ser usada por qualquer animal, mas é mais indicada para cães que puxam e que não têm noção do que é a rua. Essa coleira também é uma boa para cachorro com medo de passear, que tem fobia e pode sair de uma coleira peitoral normal, por exemplo. O modelo dá um controle maior sobre o cão”, conta a profissional.  Mas atenção: mesmo que todos os animais possam usar esse tipo de coleira, existem algumas condições que fazem o uso dela não ser recomendado.

É  o explica Renata: “a coleira para cachorro anti-puxão não é indicada para animais com artrose, artrite, alguma dor de locomoção ou problemas ósseos — principalmente se isso acontecer nas patas da frente. Já a cabresto para cachorro só não é indicada para animais que têm o focinho muito curto porque fica desconfortável: para não machucar, ela precisa ficar justinha (com folga de um ou dois dedos) e não vai ficar bem presa no rosto desses cães. O enforcador, por sua vez, não é recomendado porque se não for usado da maneira correta você pode enforcar ou causar uma lesão na cervical do pet”.

Portanto, tudo isso deve ser levado em consideração na hora de escolher uma boa coleira. Cachorro precisa de um acessório que atenda às suas necessidades, mas sem machucá-lo ou comprometer a sua saúde. Como todos os modelos podem causar algum tipo de dano ao animal, você deve levar em consideração as restrições indicadas pela veterinária para descobrir qual coleira vai te ajudar a lidar melhor com o cachorro passeando

“Isso vai muito da dupla dono/animal. Se você tem uma boa interação com a easy walker (ou coleira anti-puxão), não precisa usar a cabresto. Mas se é uma pessoa idosa, que tem algum problema no braço ou que não quer fazer muita força, a cabresto para cachorro é recomendada — principalmente no caso de animais que puxam muito ou que estão na fase de aprender a andar do lado”, explica Renata. O enforcador, por outro lado, geralmente é uma coleira para cachorro macho de porte grande, pois facilita o seu controle (mas que tem vários lados negativos, como já foi dito).

Cachorro não aceita coleira? Veja como ensiná-lo a andar com a coleira anti puxão!

Depois de descobrir qual é o melhor modelo de coleira anti-puxão para você e o seu cachorro, chega o momento de ensinar o peludo a ficar bem enquanto estiver usando o acessório. Por isso, se você quer saber como colocar coleira em cachorro bravo ou grande, veja algumas dicas passadas pela especialista:

  • É fundamental adaptar o pet com o uso da coleira. Cachorro não está acostumado a ter alguma coisa no focinho ou no corpo e pode ficar relutante por causa disso em um primeiro momento.

  • Coloque a coleira anti-puxão em casa. O ideal é deixar um pouquinho ou o dia inteiro para dar início ao processo de adaptação.

  • Mostre que a coleira anti-puxão não é punição ou algo ruim. Os estímulos positivos podem ajudá-lo a associar a uma coisa legal e boa: dê a comida com ele de coleira e brinque com o cachorro usando a guia.

Depois da etapa de ensino em casa, você vai precisar começar a treinar seu amigo o costume com a coleira na rua. Nesse caso, outras dicas que podem ajudar nesse momento são:

  • Leve petisco ou ração nos passeios. Tente dar uma das refeições ao animal fora de casa. Ande um pouquinho e vá dando comida para ajudar a criar uma conexão com o cão na rua.

  • A atenção do cachorro deve ser trabalhada com associações positivas. Assim fica mais fácil do cachorro te olhar e entender o que aconteceu quando for corrigido. 

Agora que você já sabe como colocar coleira em cachorro grande ou bravo, adaptando-o com o uso do acessório, como escolher os melhores peitorais ou coleira anti-puxão para seu pet? Além das versões que são vendidas em pet shops ou lojas da internet, você também pode aprender como improvisar uma coleira para cachorro com alguns materiais que tem em casa. Mas lembre-se: esse “improviso” não substitui o uso de uma coleira mais reforçada.

Redação: Ariel Cristina Borges e Juliana Melo

Publicada originalmente em: 06/02/2020

Atualizada em: 15/12/2021

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas