close
Vermífugo

Quais são os vermes em gatos mais comuns?

Atualizado · 11 de agosto de 2021 · 18h45

Publicado · 11/08/2021 · 18h44

Os vermes em gatos são mais comuns do que se imagina e podem trazer prejuízos para a saúde do pet
Os vermes em gatos são mais comuns do que se imagina e podem trazer prejuízos para a saúde do pet

Encontrar um felino com verme de gato é uma situação mais comum do que se pensa. Até mesmo os bichanos que não saem de casa com frequência podem acabar contaminados por esses parasitas. O contágio do gato com verme acontece principalmente por meio do contato com animais e objetos contaminados - que pode ser até mesmo uma simples peça de roupa do tutor. Quando vemos fotos de vermes de gato é possível perceber diferentes formatos e características físicas. Isso acontece porque não há apenas um verme de gato, mas vários. Portanto, é importante saber quais são os tipos de verme de gato mais comuns e como eles afetam a saúde de gato.

O que são os vermes em gatos?

O verme de gato é uma espécie de parasita conhecido pelo corpo sem membros. Os vermes podem habitar nos mais diferentes lugares: na água, na terra e no corpo de outros animais. Os casos mais comuns são de vermes intestinais. Gatos com esse problema apresentam diarreia, vômitos e sangue nas fezes quando o verme se aloja no intestino.

Mas como é verme de gato? O parasita pode ter dois formatos diferentes: vermes redondos e vermes chatos. Os vermes redondos em gatos têm o formato cilíndrico e possuem uma pele firme e estática. Se alojam no intestino e se alimentam do que o animal ingere, causando desnutrição e reações intestinais. Um exemplo é a Ancylostoma spp, que causa a ancilostomose. Já os vermes chatos são bem achatados e têm uma aparência semelhante à de uma fita. Assim como os vermes redondos em gatos, podem causar problemas intestinais. Um exemplo é a tênia, aquele famoso verme branco saindo do gato. A principal forma de transmissão do verme de gato é por meio da ingestão de um hospedeiro, como pulgas e outros animais infectados

Tipos de vermes em gatos

Dentro das classificações de vermes chatos e vermes redondos em gatos, pode-se reconhecer diferentes tipos de vermes em gatos. Eles são causados por uma variedade de parasitas e podem contaminar de maneiras distintas. Dentre os mais comuns estão:

Tênia em gatos: a tênia corresponde a um grande grupo de vermes chatos. Esse tipo de verme de gato se aloja no intestino e se alimenta de tudo que o felino consome. Além disso, a tênia em gatos possui mecanismos que ajudam a se fixar na parede intestinal. Também é comum ver em fotos de vermes em gatos a tênia em forma de segmentos nas fezes do felino. O contágio da tênia em gatos se dá a partir da ingestão dos ovos do parasita presentes em outro hospedeiro. Um dos tipos de tênia em gatos mais comuns é o Echinococcus, que é uma zoonose - ou seja, também pega em humanos. 

Lombriga: as lombrigas são tipos de vermes de gatos planos que primeiramente se alojam no intestino e, conforme a doença se agrava, podem migrar para outros órgãos. A contaminação pode acontecer de mãe para filho ainda no útero ou pelo contato com a larva em animais ou objetos contaminados. Esse tipo de verme de gato também causa diversos problemas intestinais.

Giárdia: um dos tipos de vermes em gatos mais comuns, a giárdia também é considerada uma zoonose. Causada pelo parasita Giardia lamblia, esse verme de gato contamina o felino depois que ele ingere algo contaminado com a doença. É comum aparecer em água não filtrada, alimentos que não foram bem lavados e objetos compartilhados entre animais infectados.

Verme do coração:dirofilariose felina é um dos tipos de vermes de gatos mais graves que existem. Como o próprio nome diz, o principal órgão afetado é o coração. A transmissão ocorre depois da picada de um mosquito contaminado. A larva passa pela pele, vai para as artérias e chega ao coração, onde causa inflamação e se propaga por todo o corpo através da corrente sanguínea. Como nesse tipo de verme de gato o intestino não é o principal órgão afetado, outros sintomas são mais comuns, como dificuldade respiratória, convulsões, problemas neurológicos, cegueira e falta de coordenação.

Ancilóstomo: o ancilóstomo é um tipo de verme em gatos que causa a ancilostomose. Apesar de ser mais comum em cães, a ancilostomose nos felinos também pode afetar os gatinhos, trazendo problemas digestivos ao animal por se alojar no intestino. A contaminação pode ocorrer ainda no útero - passando de mãe para filho - ou pelo contato com animais e ambientes contaminados. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O gato com verme pode ficar mais magro do que o normal de repente
    O gato com verme pode ficar mais magro do que o normal de repente

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Quais são os sintomas de verme em gatos?

    Se o seu pet estiver com essa condição, os sintomas de verme em gatos vão aparecer e deixar a condição fácil de perceber. Geralmente, o gato com verme apresenta uma série de sintomas que podem ser facilmente identificados pelo tutor. As fezes de gato com verme costumam ser o primeiro sinal, por conta da diarreia e até mesmo a presença de sangue. É possível perceber ainda sintomas de verme de gato na pele, no abdômen e no comportamento do gato. Como a maioria dos tipos de vermes de gatos se alojam no intestino, problemas digestivos são os mais frequentes a serem observados no gato com verme. Sintomas mais comuns são:

    • Diarreia
    • Sangue nas fezes
    • Vômito
    • Perda de peso
    • Verme nas fezes do gato
    • Febre
    • Letargia
    • Inchaço no abdômen
    • Pelo com aspecto seco ou áspero 

    Verme de gato pega em humano? Saiba mais sobre o contágio

    Uma das grandes dúvidas de quem tem um bichano em casa é se o verme de gato pega em humano. Existem sim alguns tipos de verme de gato que podem ser transmitidos para pessoas. Dentre eles estão o Echinococcus e a Giárdia. Esse contágio do verme de gato para humanos geralmente se dá a partir do contato com objetos contaminados. Por isso, se existe um caso de vermes em gatos - filhotes ou adultos - dentro de casa, é importante cuidar da higiene. Sempre que tocar nos brinquedos ou comedouro do animal infectado, é preciso lavar bastante as mãos, além de limpar bem os objetos e trocar a areia frequentemente. Lembrando que prestar atenção nos sintomas de verme de gato é a melhor maneira de como saber se o gato está com verme. Nos primeiros sinais, leve o gato para uma consulta veterinária e faça a higiene total do ambiente.   

    Como é o tratamento para gato com verme e o que fazer para prevenir?

    Ao identificar um ou mais sintomas de verme de gato, procure ajuda de um profissional para que o diagnóstico correto seja feito. Geralmente, o tratamento é realizado com o uso de remédio para verme de gato. Porém, em hipótese nenhuma tente automedicar seu animal de estimação. Somente o médico veterinário poderá indicar qual o melhor tipo de tratamento para o gato com verme de acordo com cada situação.

    No mais, vale investir na prevenção para seu amigo não sofrer com esses parasitas: a vermifugação do gato é uma ótima medida preventiva nesse caso. Ela evitará que seu animal sequer contraia a doença. Por isso, é importantíssimo manter o vermífugo do pet em dia. A primeira dose deve ser aplicada aos 30 dias de vida, com mais duas doses no intervalo de 15 dias entre elas. Depois, o reforço anual manterá seu pet sempre prevenido do verme de gato. Preste atenção também no local onde seu bichano vive. Em ambientes com menos saneamento básico e mais facilidade de contaminação do verme de gato, podem ser necessárias mais doses para garantir a proteção. 

    Redação: Juliana Melo e Maria Luísa Pimenta

    Publicada originalmente em: 27/11/2020

    Atualizada em: 11/08/2021

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Próxima matéria

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Vermífugo para cachorro: como dar e quais são os tipos de vermes mais comuns em cães
    Verme

    Vermífugo para cachorro: como dar e quais são os tipos de vermes mais comuns em cães

    O vermífugo para cães é o primeiro remédio que os filhotes devem tomar. Geralmente, os recém-nascidos adquirem vermes durante a gestação e através da amamentação. Para prevenir problemas futuros, é importante dar a primeira dose do remédio para o cachorro filhote entre o 15º e 20º dia de vida.

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?
    Saúde

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?

    A contagem da idade dos gatos é bem diferente do que a gente imagina: depois de completar um ano, o felino já atinge a fase adulta. O que poucas pessoas sabem é que algumas doenças de gato são mais comuns quando o animal é filhote, e outras são mais frequentes quando ele é adulto ou idoso. Por isso, depois de adotar um pet, é fundamental ficar atento a saúde do gato e saber quais patologias são mais comuns em cada fase de vida.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Ver Todas >

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Saúde animal

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Doença do carrapato é contagiosa?
    Saúde animal

    Doença do carrapato é contagiosa?

    A doença do carrapato é capaz de atacar todo o organismo do animal, o deixando frágil e debilitado. Por isso, é considerada uma das doenças mais graves que podem afetar um cão. Além da doença do carrapato em cachorro, existe a doença do carrapato em humanos, que causa sintomas parecidos e também é bastante grave. Entender a causa do problema é sempre a melhor maneira de evitar que ele apareça. Como o próprio nome sugere, a doença do carrapato é contagiosa por conta do aracnídeo. 

    Ver Todas >