close
Saúde

Quais são as 5 fases da cinomose?

Atualizado · 20 de abril de 2022 · 13h10

Publicado · 20/04/2022 · 12h02

Cada fase da cinomose canina afeta um sistema do corpo do animal
Cada fase da cinomose canina afeta um sistema do corpo do animal

cinomose canina é, sem dúvidas, uma das doenças mais graves que podem atingir os cães. Causada por um vírus, é extremamente contagiosa e pode levar à morte em pouco tempo. O que faz a cinomose canina ser considerada tão perigosa é o fato da doença ter diferentes fases que vão debilitando gradualmente o organismo do animal. Desde a fase inicial até a fase terminal da cinomose, vários sistemas são afetados. Quando são curados, frequentemente a cinomose deixa sequelas por toda a vida do animal. O Patas da Casa te explica quais são as 5 fases da cinomose em cachorro e quais são os sintomas apresentados em cada uma delas. Confira!

Existem 5 fases da cinomose canina

Antes de tudo, é importante entender que cada cachorro tem um organismo único. A cinomose canina pode se manifestar de uma maneira diferente em cada cão. Existem 5 fases da cinomose, mas não necessariamente elas acontecem na mesma ordem. Além disso, nem sempre o cão vai apresentar sintomas comuns a todas elas. A única exceção é a fase neurológica, que sempre será a fase terminal da cinomose.

1ª fase da cinomose canina: fase oftálmica

Existem vários estágios da cinomose. Fase inicial é conhecida como a oftálmica, que recebe esse nome por ter como característica principal o surgimento de secreções nos olhos e casos de conjuntivite canina que podem ser graves. Por serem sintomas comuns a outras doenças, é difícil perceber de início que se trata de uma cinomose canina, dificultando um diagnóstico rápido.

2ª fase da cinomose canina: fase respiratória

Logo depois vem a segunda fase da cinomose. Nesse momento, a fase inicial se mistura com a fase respiratória e aparecem secreções nasais, tosse, cachorro com febre, cansaço e dificuldade de respirar, Durante essa fase da cinomose canina, os sintomas podem se agravar e levar a quadros graves de pneumonia no cachorro. O animal vai ficando cada vez mais cansado e apático. Com esses sinais, é importante que o tutor leve o animal ao veterinário logo para evitar as outras fases da cinomose.

3ª fase da cinomose canina: fase tegumentar 

Na fase tegumentar da cinomose canina, os sintomas físicos começam a ficar mais evidentes. Normalmente, é nesse momento que o tutor passa a se preocupar mais, já que os sintomas vão além dos respiratórios (que podem ser confundidos com uma gripe). Durante essa fase da cinomose canina, o cão apresenta pústulas abdominais (bolinhas com pus na pele). Além disso, é possível ver hiperqueratose dos coxins das patas, que é caracterizado pela pele ressecada e descamando no local. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Cinomose canina: sintomas variam em cada fase da doença e vão debilitando o animal gradualmente
    Cinomose canina: sintomas variam em cada fase da doença e vão debilitando o animal gradualmente

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    4ª fase da cinomose canina: fase digestiva

    Conforme a cinomose canina avança, outros sistemas do corpo vão sendo afetados. Depois da fase tegumentar, é a vez do sistema digestivo do cachorro sofrer as consequências. Na fase digestiva da cinomose canina, os sintomas mais comuns são vômito, diarreia, dores no abdômen e falta de apetite, além de fraqueza. Esses sinais podem até começar de maneira mais leve, mas vão se agravando. O animal pode ficar desidratado por conta dos vômitos e diarreia em excesso. 

    5ª fase da cinomose canina: fase neurológica 

    A fase terminal da cinomose, e também a mais grave, é o estágio neurológico. Nesse momento, a doença está muito avançada, a ponto de afetar o sistema nervoso do cachorro e comprometer suas funções motoras. Na fase terminal, cinomose é extremamente grave e pode deixar sequelas. Os sintomas mais comuns são: contrações involuntárias, tremores, dificuldades motoras, paralisia de membros e mudanças de comportamento. 

    Quanto tempo dura a fase neurológica da cinomose? 

    Nas outras fases da cinomose, os sintomas podem ser mais brandos e, por isso, alguns tutores não percebem a gravidade. Já quando entra na fase terminal, cinomose passa a ser muito mais grave e, por isso, muitos pais e mães de pet só percebem a doença nesse momento. Assim, é bem comum que o animal sofra com sequelas ao chegar nesse nível. Elas são uma consequência do desgaste que a cinomose canina causa na bainha de mielina, que é a capa de proteção dos neurônios. A bainha fica destruída, o que dá margem ao aparecimento de sequelas como:

    • Paralisia dos membros

    • Convulsões frequentes

    • Tiques nervosos

    • Andar desgovernado

    Por isso, é difícil definir quanto tempo dura a fase neurológica da cinomose. Se o animal começar o tratamento antes de atingir esse nível, não terá sequelas. Mas, caso o tratamento só inicie depois que os danos neurológicos já se instauraram, a fase neurológica pode durar muito tempo, com alta probabilidade de deixar sequelas pelo resto da vida. A cinomose canina é mais comum em filhotes não vacinados, mas também pode atingir idosos que não estão devidamente imunizados. A vacina v10, que requer a aplicação de três doses na primeira vez e reforço anual, é a principal forma de prevenir a cinomose no cachorro. 

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Idade de cachorro: quais doenças são mais comuns em cada fase da vida?
    Saúde

    Idade de cachorro: quais doenças são mais comuns em cada fase da vida?

    A idade de cachorro é bem diferente da idade humana, o que causa bastante confusão em quem tenta descobrir quantos anos seu pet tem. Mesmo que a expectativa de vida de um cão e sua contagem de idade sejam diferentes da nossa, o cachorro também passa por todas as fases da vida: infância, fase adulta e velhice. Em cada uma delas, o pet passa por mudanças em seu corpo que podem favorecer o aparecimento de algumas doenças. Por isso, o cachorro filhote fica mais suscetível a alguns problemas, enquanto o cachorro adulto e o cachorro idoso costumam lidar com outras enfermidades.

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!
    Alimentação

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!

    Quando falamos da alimentação dos nossos peludos, sempre surge aquela preocupação em relação aos nutrientes. A ração é suficiente para que se mantenham fortes e saudáveis ou é necessário inserir uma vitamina para cachorro nessa rotina? A verdade é que depende de muitos fatores e um deles é o estado geral da saúde e a idade do animal. A escolha de uma ração de qualidade é determinante para oferecer todos os nutrientes que ele precisa. Cães filhotes, idosos e cadelas prenhas, por outro lado, podem acabar precisando de um suplemento vitamínico. Para entender melhor em quais situações a vitamina para cachorro é recomendada, conversamos com a Caroline Mouco Moretti, médica veterinária e diretora clínica do Grupo Vet Popular. Veja o que a especialista falou!

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >