close
Saúde

Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

Atualizado · 10 de maio de 2021 · 17h37

Publicado · 10/05/2021 · 17h37

A pneumonia em gatos pode ter várias causas e evolui rapidamente se não for tratada
A pneumonia em gatos pode ter várias causas e evolui rapidamente se não for tratada

Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

O que pode causar a pneumonia em gatos?

A pneumonia em gatos tem diversas causas. Ela pode ocorrer, por exemplo, em virtude de algum problema de saúde do gato que o faça perder o reflexo dos movimentos respiratórios. Além disso, alergias e inalação de substâncias - como fumaça - também podem deixar o gato com pneumonia. A principal causa da doença, porém, é por meio da entrada de um agente infeccioso - vírus, bactérias, parasitas ou fungos - no organismo felino. Os tipos de pneumonia em gatos mais comuns são a bacteriana e a viral.

A pneumonia felina viral costuma ser uma porta de entrada para a bacteriana

A pneumonia viral pode acometer os gatos de forma aguda ou crônica. Geralmente, o quadro se estabelece em decorrência da rinotraqueíte, da calicivirose felina e da própria imunodeficiência. A infecção viral não costuma ser a causadora da doença em si, mas é a responsável por deixar o pulmão mais fraco, facilitando a ocorrência da pneumonia bacteriana.

Esse segundo quadro, por sua vez, é o tipo mais frequente de pneumonia em gatos. As bactérias mais comuns responsáveis por isso são a Escherichia coli e a Bordetella bronchiseptica, dentre outras. Como é uma doença que evolui de forma muito rápida, precisa de tratamento imediato para não se agravar e levar o gato a óbito.

Pneumonia: gato é contaminado pelo contato com animais doentes

A contaminação da pneumonia felina se dá pelo contato direto do gato com partículas no espirro, na tosse ou em secreções de nariz e olhos de outros animais que estejam infectados. Quando se trata de pneumonia, gato idoso ou filhote são os mais vulneráveis a contrair a doença, pois possuem a imunidade mais fragilizada.

Vale destacar ainda o gato com pneumonia fica com a respiração debilitada. Como a principal função do pulmão é realizar a troca gasosa entre oxigênio e gás carbônico, a inflamação deste órgão prejudica essa troca e pode trazer várias consequências desagradáveis para o bichano.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    Gato com pneumonia pode apresentar cansaço, tosse e sintomas de gripe de forma intensa
    Gato com pneumonia pode apresentar cansaço, tosse e sintomas de gripe de forma intensa

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Pneumonia em gatos: sintomas costumam ser parecidos com o da gripe 

    Antes de identificar a pneumonia felina, é importante ficar atento aos sintomas de uma gripe comum. Dentre eles, podemos destacar:

    • Secreção no nariz e nos olhos

    • Tosse

    • Espirros

    • Falta de apetite 

    • Febre

    Já quando se trata de um gato com pneumonia, outros sinais clínicos que podem surgir de forma bem mais intensa são:

    • Respiração ofegante

    • Tosse 

    • Cansaço

    • Perda de peso

    Gato com pneumonia: o que fazer para tratar o bichinho?

    Na própria anamnese o veterinário já consegue perceber alguns traços da pneumonia ao auscultar os ruídos nos brônquios. O hemograma e a radiografia são os exames mais comuns, mas uma amostra das vias aéreas pode ser solicitada para que o veterinário consiga analisar a situação com mais detalhe.

    O tratamento da pneumonia felina é feito com antibióticos para gatos e outros medicamentos, como anti-inflamatórios, além de repouso e boa alimentação. Em casos mais graves, o animal pode ter que ficar internado no hospital para o tratamento adequado. Algumas vezes, a fisioterapia também pode ajudar na recuperação das funções respiratórias. 

    A melhor forma de prevenir a pneumonia em gatos é com a vacina

    A vacinação do gato é a maneira mais eficaz de se prevenir da pneumonia felina. Existem algumas disponíveis, como a V3 e a V4. Elas protegem o gatinho de infecções que podem acometer o sistema respiratório. Por isso, é muito importante manter o calendário de vacinação em dia e a visita frequente ao veterinário.

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?

    Próxima matéria

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?

    Gangliosidose em gatos: como a doença hereditária se manifesta nos felinos?
    Saúde

    Gangliosidose em gatos: como a doença hereditária se manifesta nos felinos?

    Assim como os humanos, os felinos também podem sofrer com doenças hereditárias. A gangliosidose, por exemplo, é uma das patologias herdadas dos pais mais comuns em gato Siâmes, Korat e Birmanês. Com um desenvolvimento rápido e silencioso, a doença ocorre a partir de um erro na formação do metabolismo lipídico do animal, resultando em problemas neurológicos que podem ser fatais para o seu bichano. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, conversamos com a veterinária Gabriela Teixeira, que te conta tudo que você precisa saber sobre a gangliosidose em gatos a seguir!

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos
    Saúde

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos

    Um gato tossindo pode indicar uma série de problemas de saúde. No entanto, quando esse sintoma aparece para incomodar os felinos, está quase sempre associado a uma doença respiratória, como a bronquite em gatos – também conhecida como asma brônquica ou bronquite crônica. Apesar de haver muitas terminologias, o distúrbio é reconhecido clinicamente como o resultado da inflamação das vias aéreas inferiores, gerada pela sensibilidade a certos estímulos.

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!
    Saúde

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!

    A diabetes é muito comum entre os humanos, mas você sabia que os felinos também podem sofrer com a doença? A diabetes em gatos é uma doença grave e capaz de atrapalhar a qualidade de vida do felino em vários níveis se não for tratada corretamente. A patologia requer acompanhamento médico, tratamento constante e, muitas vezes, aplicação de insulina diariamente. É um caso específico de endocrinologia, que requer atenção para não prejudicar mais ainda a saúde do animal, principalmente se ele for um gato obeso. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e aprender a cuidar de gato com a doença, nós conversamos com o médico veterinário Rafael Cunha, do Rio de Janeiro!

    Ver Todas >

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?
    Saúde animal

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    A pasta e a escova de dente para gatos são os principais aliados para a boa higiene bucal dos felinos. Escovar os dentes do gato evita doenças, previne o mau hálito e preserva os dentinhos. Seja quando o gato troca de dente ou quando já é um bichano idoso, a dentição felina requer cuidados especiais em todas as fases da vida. Saber como escovar os dentes do gato corretamente é o primeiro passo para garantir a higiene bucal, além de uma alimentação balanceada. 

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    Ver Todas >