Saúde

Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

A pneumonia em gatos pode ter várias causas e evolui rapidamente se não for tratada
A pneumonia em gatos pode ter várias causas e evolui rapidamente se não for tratada

Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

O que pode causar a pneumonia em gatos?

A pneumonia em gatos tem diversas causas. Ela pode ocorrer, por exemplo, em virtude de algum problema de saúde do gato que o faça perder o reflexo dos movimentos respiratórios. Além disso, alergias e inalação de substâncias - como fumaça - também podem deixar o gato com pneumonia. A principal causa da doença, porém, é por meio da entrada de um agente infeccioso - vírus, bactérias, parasitas ou fungos - no organismo felino. Os tipos de pneumonia em gatos mais comuns são a bacteriana e a viral.

A pneumonia felina viral costuma ser uma porta de entrada para a bacteriana

A pneumonia viral pode acometer os gatos de forma aguda ou crônica. Geralmente, o quadro se estabelece em decorrência da rinotraqueíte, da calicivirose felina e da própria imunodeficiência. A infecção viral não costuma ser a causadora da doença em si, mas é a responsável por deixar o pulmão mais fraco, facilitando a ocorrência da pneumonia bacteriana.

Esse segundo quadro, por sua vez, é o tipo mais frequente de pneumonia em gatos. As bactérias mais comuns responsáveis por isso são a Escherichia coli e a Bordetella bronchiseptica, dentre outras. Como é uma doença que evolui de forma muito rápida, precisa de tratamento imediato para não se agravar e levar o gato a óbito.

Pneumonia: gato é contaminado pelo contato com animais doentes

A contaminação da pneumonia felina se dá pelo contato direto do gato com partículas no espirro, na tosse ou em secreções de nariz e olhos de outros animais que estejam infectados. Quando se trata de pneumonia, gato idoso ou filhote são os mais vulneráveis a contrair a doença, pois possuem a imunidade mais fragilizada.

Vale destacar ainda o gato com pneumonia fica com a respiração debilitada. Como a principal função do pulmão é realizar a troca gasosa entre oxigênio e gás carbônico, a inflamação deste órgão prejudica essa troca e pode trazer várias consequências desagradáveis para o bichano.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Gato com pneumonia pode apresentar cansaço, tosse e sintomas de gripe de forma intensa
    Gato com pneumonia pode apresentar cansaço, tosse e sintomas de gripe de forma intensa

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Pneumonia em gatos: sintomas costumam ser parecidos com o da gripe 

    Antes de identificar a pneumonia felina, é importante ficar atento aos sintomas de uma gripe comum. Dentre eles, podemos destacar:

    • Secreção no nariz e nos olhos

    • Tosse

    • Espirros

    • Falta de apetite 

    • Febre

    Já quando se trata de um gato com pneumonia, outros sinais clínicos que podem surgir de forma bem mais intensa são:

    • Respiração ofegante

    • Tosse 

    • Cansaço

    • Perda de peso

    Gato com pneumonia: o que fazer para tratar o bichinho?

    Na própria anamnese o veterinário já consegue perceber alguns traços da pneumonia ao auscultar os ruídos nos brônquios. O hemograma e a radiografia são os exames mais comuns, mas uma amostra das vias aéreas pode ser solicitada para que o veterinário consiga analisar a situação com mais detalhe.

    O tratamento da pneumonia felina é feito com antibióticos para gatos e outros medicamentos, como anti-inflamatórios, além de repouso e boa alimentação. Em casos mais graves, o animal pode ter que ficar internado no hospital para o tratamento adequado. Algumas vezes, a fisioterapia também pode ajudar na recuperação das funções respiratórias. 

    A melhor forma de prevenir a pneumonia em gatos é com a vacina

    A vacinação do gato é a maneira mais eficaz de se prevenir da pneumonia felina. Existem algumas disponíveis, como a V3 e a V4. Elas protegem o gatinho de infecções que podem acometer o sistema respiratório. Por isso, é muito importante manter o calendário de vacinação em dia e a visita frequente ao veterinário.

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    Gatos braquicefálicos: como o problema se manifesta, quais os cuidados e raças que têm o focinho achatado

    Próxima matéria

    Gatos braquicefálicos: como o problema se manifesta, quais os cuidados e raças que têm o focinho achatado

    Gangliosidose em gatos: como a doença hereditária se manifesta nos felinos?
    Saúde

    Gangliosidose em gatos: como a doença hereditária se manifesta nos felinos?

    Assim como os humanos, os felinos também podem sofrer com doenças hereditárias. A gangliosidose, por exemplo, é uma das patologias herdadas dos pais mais comuns em gato Siâmes, Korat e Birmanês. Com um desenvolvimento rápido e silencioso, a doença ocorre a partir de um erro na formação do metabolismo lipídico do animal, resultando em problemas neurológicos que podem ser fatais para o seu bichano. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto, conversamos com a veterinária Gabriela Teixeira, que te conta tudo que você precisa saber sobre a gangliosidose em gatos a seguir!

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos
    Saúde

    Bronquite em gatos: entenda mais sobre a ação da doença respiratória nos felinos

    Um gato tossindo pode indicar uma série de problemas de saúde. No entanto, quando esse sintoma aparece para incomodar os felinos, está quase sempre associado a uma doença respiratória, como a bronquite em gatos – também conhecida como asma brônquica ou bronquite crônica. Apesar de haver muitas terminologias, o distúrbio é reconhecido clinicamente como o resultado da inflamação das vias aéreas inferiores, gerada pela sensibilidade a certos estímulos.

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!
    Saúde

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!

    A diabetes é muito comum entre os humanos, mas você sabia que os felinos também podem sofrer com a doença? A diabetes em gatos é uma doença grave e capaz de atrapalhar a qualidade de vida do felino em vários níveis se não for tratada corretamente. A patologia requer acompanhamento médico, tratamento constante e, muitas vezes, aplicação de insulina diariamente. É um caso específico de endocrinologia, que requer atenção para não prejudicar mais ainda a saúde do animal, principalmente se ele for um gato obeso. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e aprender a cuidar de gato com a doença, nós conversamos com o médico veterinário Rafael Cunha, do Rio de Janeiro!

    Ver Todas >

    Cio de cadela: quanto tempo dura, quais as fases, quando começa e quando termina? Saiba tudo!
    Saúde animal

    Cio de cadela: quanto tempo dura, quais as fases, quando começa e quando termina? Saiba tudo!

    O cio de cachorro costuma ser um momento delicado tanto para o tutor quanto para a cadela. Com os hormônios aflorados, o comportamento da cadela no cio passa por mudanças - o que pode demandar alguns cuidados mais específicos para garantir o bem-estar do animal. Além disso, caso o tutor não tenha interesse na procriação, a atenção deve ser redobrada para evitar o cruzamento durante o cio da cadela.

    Coleira contra leishmaniose: como funciona?
    Saúde animal

    Coleira contra leishmaniose: como funciona?

    Você provavelmente já conhece a coleira antiparasitária, mas sabia que alguns modelos têm ação contra a leishmaniose? O acessório indicado para doença é usado para afastar parasitas e insetos como o mosquito-palha, que é o vetor da leishmaniose canina. A doença está entre uma das maiores preocupações dos pais de pet, uma vez que se trata de um quadro capaz de debilitar bastante o organismo do cãozinho, podendo até mesmo levar à morte. 

    5 formas de prevenir a infecção urinária em gatos
    Saúde animal

    5 formas de prevenir a infecção urinária em gatos

    A infecção urinária em gatos é uma das doenças mais comuns que podem atingir os felinos. Geralmente, a doença se desenvolve devido à baixa ingestão de água. Ela causa dor, desconforto e afeta órgãos fundamentais para o bom funcionamento do corpo do animal. A infecção urinária, apesar de atingir muitos bichanos, pode ser prevenida com cuidados especiais e muito simples.

    Acupuntura veterinária: entenda como a terapia é utilizada para melhorar a saúde e bem-estar dos cães
    Saúde animal

    Acupuntura veterinária: entenda como a terapia é utilizada para melhorar a saúde e bem-estar dos cães

    A acupuntura é uma especialidade médica muito conhecida no mundo dos humanos, mas você sabia que ela também pode ser muito benéfica para a saúde do cachorro? É isso mesmo: a acupuntura em cães pode ajudar os bichinhos de diversas formas, desde que seja aplicada por um profissional qualificado. Para entender um pouco melhor sobre a acupuntura veterinária, os benefícios e quando a terapia é indicada, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Ana Carolina Villela.

    Ver Todas >