close
Saúde

PIF felina: veterinário desvenda todas as características da doença

Atualizado · 27 de janeiro de 2022 · 18h19

Publicado · 27/01/2022 · 18h19

A pif felina é considerada uma das doenças mais graves que podem atingir o gato
A pif felina é considerada uma das doenças mais graves que podem atingir o gato

Você sabe o que é PIF felina? A Peritonite Infecciosa Felina é uma doença viral extremamente perigosa que pode afetar o bichano. Gatos infectados com a PIF felina ficam com o organismo debilitado e podem desenvolver outros problemas de saúde. Infelizmente, em muitos casos o animal não sobrevive. Por ser uma das doenças mais graves que podem atingir os felinos, é importante entender melhor sobre a doença PIF e seus efeitos no gato. Para isso, nós conversamos com Erica Baffa, médica veterinária pós-graduada em medicina felina. Ela explicou exatamente o que é a peritonite felina, quais os tipos da doença PIF em gatos, seus sintomas e como é possível melhorar a qualidade de vida de um animal infectado. Confira!

O que é a PIF? Doença de gato viral é considerada uma das mais graves que existem

PIF felina é uma doença infectocontagiosa grave causada por um tipo de coronavírus. “A PIF é conhecida como Peritonite Infecciosa Felina e ocorre principalmente em pacientes jovens com imunidade imatura concomitante a eventos estressores”, explica Erica. Os coronavírus têm em seu material genético um RNA de fita simples com alta capacidade de mutação. A doença PIF é causada pelas modificações do coronavírus entérico felino. “O coronavírus entérico felino tem uma sequência de aproximadamente 11 genes. O vírus da PIF acontece quando há alteração de um desses genes, o que faz, de alguma forma, a patogenia acontecer”, esclarece. A transmissão acontece de um gato com PIF para um saudável, normalmente pelo contato com fezes de animais infectados, ambientes contaminados e objetos compartilhados. Vale ressaltar que o coronavírus causador da PIF não é o mesmo que afeta os humanos e não tem nenhuma relação com o vírus causador da Covid-19..

A PIF felina pode ser dividida em PIF seca e PIF úmida

A doença PIF em gatos pode se manifestar de duas maneiras: PIF seca ou PIF efusiva, também chamada de PIF úmida. Na PIF felina seca, surgem formações inflamatórias em órgãos muito vascularizados. “Ela tende a ser menos agressiva e se caracteriza pela presença de granulomas em região mesentérica, em intestino, baço, fígado entres outros órgãos. Ela tem a característica de atuar por via linfática”, explica a veterinária. Já na PIF felina efusiva, acontece acúmulo de líquidos. “A PIF efusiva ou úmida se caracteriza, principalmente, pelo acúmulo de líquidos cavitários, gerando uma vasculite. Tende a ser mais agressiva quando comparada à PIF não efusiva, além de atuar por via sanguínea, formando imunocomplexos”, esclarece Erica.

Pif felina: sintomas da doença costumam ser muito variados

Ao serem infectados pela PIF, gatos apresentam alguns sintomas que ajudam a identificar a doença. Porém, trata-se de uma doença silenciosa. Erica explica que os sinais clínicos são bem inespecíficos e podem variar. Na PIF felina, os sintomas mais comuns são: “febre alta recorrente, efusões e edemas no caso da pif felina úmida, linfadenopatia mesentérica (inflamação dos nódulos), anorexia, perda progressiva de peso, desidratação, icterícia, diarreia, espessamento de alças intestinais e dispneia (dificuldade de respirar)”. Além disso, a PIF felina pode causar aumento do abdômen, alterações neurológicas como incapacidade de coordenação (ataxia), pupilas de tamanhos desiguais (anisocoria), alterações oculares como edema na córnea, uveíte, sangramento no olho (hifema), efusão ocular, lesões granulomatosas e resistência a tratamentos convencionais. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A doença PIF em gatos causa sintomas como febre, edemas, desidratação e aumento do abdômen
    A doença PIF em gatos causa sintomas como febre, edemas, desidratação e aumento do abdômen

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Diagnóstico precoce da doença PIF ajuda na eficácia no tratamento

    Como a PIF felina é uma doença grave, é importante realizar o diagnóstico o mais rápido possível. “É possível chegar à conclusão do diagnóstico presuntivo de PIF felina pelo histórico do paciente e pela junção de vários exames, entre eles os hematológicos de rotina, exames de imagem como ultrassonografia e radiografia, biópsia, histopatológico, PCR das efusões ou granulomas e análise do líquido cavitário”, explica a veterinária.  

    PIF: gatos precisam de tratamento de suporte 

    A PIF felina não tem cura. Apesar de não haver um tratamento regulamentado e específico para a doença no Brasil, é possível tratar os sintomas do animal. Assim, o gato com PIF pode sobreviver por mais tempo. A veterinária Erica explica que hoje existe um possível tratamento para a PIF em gatos que tem se mostrado eficaz, mas que ainda não é legalizado no Brasil. “Atualmente existe uma possibilidade de tratamento e cura por meio de um medicamento, o qual foi citado em um trabalho recente e atual de 2018. Porém, no Brasil, existe uma portaria que limita e impede a prescrição medicamentosa por parte dos médicos veterinários”, conta. Ela explica que para tratar a PIF em gatos, é indicado o tratamento de suporte cujo objetivo é curar as manifestações clínicas.

    O gato com PIF precisa de cuidados no dia a dia

    A peritonite felina é grave, mas o bichano pode viver se tomar todos os cuidados e fazer visitas frequentes ao veterinário, mantendo a saúde em dia.  A expectativa de vida de um gato com PIF depende do tratamento escolhido e da resposta do paciente. Um gato com PIF que recebe todos os cuidados corretamente e está sempre fazendo check-ups viverá por bastante tempo. Por outro lado, a expectativa de vida de um gato com PIF que não se trata é baixa. 

    O gato com PIF pode sobreviver com muito mais qualidade de vida através de cuidados especiais no dia a dia. “Evitar fatores estressores e aglomeração entre os gatos, oferecer uma alimentação adequada, manter o ambiente e as caixas de areia higienizadas e dar a ele todo amor e carinho que ele merece”, são as orientações que Erica dá para quem tem um bichano com PIF. Gatos com a doença podem ter uma vida mais saudável e longa se receberem toda a atenção e cuidados especiais.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Próxima matéria

    Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos
    Saúde

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos

    Os gatinhos, ao longo da vida, podem se deparar com três doenças muito graves: a FIV (Imunodeficiência Felina - também conhecida como a AIDS felina), a FeLV (Leucemia Felina) e a PIF. A última, conhecida como Peritonite Infecciosa Felina, é menos comum que as outras duas, mas tão prejudicial quanto. A doença também não possui cura e nem tratamento. Quer saber mais sobre essa doença tão prejudicial à saúde dos gatos? Conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Chega mais!

    Ver Todas >

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento
    Saúde animal

    Lama biliar em cães: o que é, como se desenvolve e qual o tratamento

    A lama biliar em cães é uma doença que afeta o sistema digestivo do cachorro. Apesar de ser pouco conhecida, a condição está relacionada com a produção de bile, substância essencial no processo de digestão. Muitas vezes confundida com a colecistite em cães, a lama biliar não causa no cachorro tantos transtornos à saúde de início, mas pode levar a uma inflamação mais grave do órgão. Por ser uma doença mais desconhecida, muitas dúvidas surgem: o que causa a lama biliar? 

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?
    Saúde animal

    PIF felina: como prevenir a grave doença que afeta os gatos?

    Sem dúvidas, a PIF felina é um dos maiores medos de pais e mães de pet. Considerada uma das doenças mais graves em gato, a peritonite infecciosa felina é altamente infecciosa e causa diversos transtornos para a saúde. O gato com PIF sofre com falta de apetite, perda de peso, aumento do abdômen, dificuldade de respirar, problemas de coordenação… são tantas consequências que deixam o animal extremamente frágil. O pior de tudo é que a doença PIF não tem cura e nem vacina. 

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw
    Saúde animal

    Se viu a terceira pálpebra do gato exposta, fique atento! Pode se tratar da Síndrome de Haw

    A Síndrome de Haw em gatos é um quadro que ocorre quando a terceira pálpebra (que deveria ficar escondida) se projeta para fora, cobrindo parte do olho do gato. Essa doença ocular felina é de fácil diagnóstico e tem um tratamento simples, mas é importante que o auxílio veterinário entre em ação logo no início. O tutor deve observar se existe algo diferente nos olhos do gato!

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!
    Saúde animal

    Cachorro tem tireoide? Veja a resposta!

    Você sabia que cachorro com hipotireoidismo é uma condição mais comum do que se imagina? A anatomia canina ao mesmo tempo que é bem diferente da humana, tem muitas coisas bastante parecidas. Diversos órgãos presentes no nosso corpo também existem - em diferentes proporções, é claro - no corpo do animal. Um deles é a tireoide. Todo cachorro tem tireoide e essa glândula é tão importante para eles quanto é para nós. Inclusive, é bem comum que o animal sofra com disfunções relacionadas a ela. 

    Ver Todas >