Vacina para cachorro

Passo a passo de como fazer o ciclo vacinal de um cachorro filhote ou recém-adotado

Publicado - 01 Dezembro 2022 - 18h32

Atualizado - 28 Junho 2024 - 11h51

Aplicar a vacina para cachorro pode salvar a vida do seu animal de estimação. Com a imunização, o pet fica protegido de algumas das doenças mais perigosas. Não é difícil saber o que fazer, já que existe uma tabela de vacina para cachorro que deve ser seguida pelo tutor. Entender como funciona o ciclo vacinal, quais vacinas o cachorro deve tomar, quantas doses são necessárias e em que momento da vida cada uma deve ser aplicada é essencial.

Se você acabou de adotar um cachorro, não precisa se desesperar, pois é comum ter dúvidas quanto a vacinação de cachorro. Para te ajudar a compreender o ciclo de vacina para cachorro filhote ou adulto recém-adotado, o Patas da Casa preparou o passo a passo a seguir. Confira!

Passo 1) Antes de tomar a primeira vacina, cachorro deve passar por avaliação médica

 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Cão Dachshund em consultório médico sendo examinado por veterinário
Antes de tomar as vacinas, o cachorro precisa fazer exames para checar se está tudo certo

 

O ideal após adotar um cãozinho é levá-lo para tomar as vacinas. O cachorro, porém, precisa ser avaliado antes. O motivo é que cães doentes não devem ser vacinados. Caso seu pet tenha alguma doença, como cinomose canina, raiva canina ou qualquer outra condição, a aplicação da vacina pode acabar piorando o quadro. Por isso, antes de aplicar qualquer vacina, cachorro filhote ou adulto recém adotado deve passar por exames. Caso ele esteja saudável, pode ser vacinado. Caso seja constatada alguma doença, é preciso primeiro tratá-la para depois aplicar a vacina de cachorro. 

Passo 2) Tire todas as dúvidas sobre a tabela de vacina para cachorro

 

Tutora segurando cachorro no colo enquanto fala com veterinário
Conversar sobre a tabela de vacina para cachorro com veterinário ajuda a esclarecer dúvidas

Muitos tutores têm dúvidas sobre a tabela de vacina para cachorro. Entender o calendário vacinal pode ser realmente complicado para pais e mães de pet, principalmente de primeira viagem. Por isso, antes de aplicar a vacina para cachorro, busque tirar todas as dúvidas. A dica é aproveitar a consulta com o veterinário para perguntar tudo. 

Um dos questionamentos mais comuns é: quantas vacinas o cachorro tem que tomar? Normalmente, são cinco, sendo duas obrigatórias e três não obrigatórias (ou seja, nem sempre o animal precisará delas). E quais vacinas o cachorro deve tomar? As obrigatórias são a V10 ou a V8 e a vacina antirrábica. Cachorro pode tomar ainda as imunizações não obrigatórias, são elas: vacina contra giárdia canina, vacina contra gripe canina e vacina contra leishmaniose

Passo 3) É hora de tomar a V10, a primeira vacina para cachorro 

 

Cachorro filhote tomando algo em seringa das mãos de veterinário
A vacina de cachorro V10 ou V8 é a primeira que deve ser aplicada

 

Com o animal saudável e todas as dúvidas respondidas, é hora de aplicar a primeira vacina. O cachorro deve começar o ciclo vacinal com uma vacina múltipla. São duas opções: a V10 ou a V8. As duas previnem contra as seguintes doenças: cinomose, parvovirose, coronavirose, hepatite infecciosa, adenovirose, parainfluenza e leptospirose. A diferença entre as duas é que a V8 protege o animal contra dois tipos de leptospirose e a V10 protege contra quatro tipos da doença. 

No total, a vacina múltipla precisa de três doses. Para tomar a primeira dose da primeira vacina, o cachorro deve ter completado 45 dias de vida. Depois da aplicação, é preciso esperar 21 dias e, então, tomar a segunda dose. Após mais 21 dias, deve ser aplicada a terceira e última dose da vacina. Um cachorro adulto recém-adotado ou que não foi vacinado quando filhote também deve seguir as mesmas etapas. Assim que tiver certeza que o animal está saudável, deve-se aplicar a primeira dose de V8 ou V10 e esperar o mesmo intervalo de 21 dias entre cada dose. Nesse tipo de vacina, cachorro filhote ou adulto vai precisar tomar um reforço anualmente. 

Passo 4) Após a vacina de cachorro múltipla, é hora de tomar a antirrábica 

 

Cachorro filhote deitado descansando em sofá
Para tomar a vacina antirrábica, o cachorro deve ter quatro meses de vida

 

A segunda imunização é a vacina antirrábica. O cachorro pode tomá-la a partir dos 120 dias de vida (cerca de quatro meses). Diferentemente das vacinas múltiplas, a vacinação contra raiva só vai precisar de uma dose. Porém, é necessário tomar o reforço anual. Vale ressaltar que, independentemente dos tipos de vacina, o cachorro precisa esperar cerca de duas semanas para começar a sair de casa. Esse é o período que a vacina tem para imunizar o animal e começar a fazer efeito. 

Passo 5) Só então pode começar a aplicar as vacinas de cachorro não obrigatórias

 

Cãozinho Poodle tomando vacina das mãos de veterinário
Após tomar as primeiras vacinas, cachorro pode tomar aquelas que não são consideradas obrigatórias

 

Após aplicar os dois tipos obrigatórios de vacina para cachorro, é hora de avaliar se o animal vai precisar tomar as imunizações não obrigatórias. O ideal é conversar com o veterinário para entender se há necessidade ou não de acordo com o estilo de vida que o pet leva. A vacina contra leishmaniose canina, por exemplo, é ideal para cães que vivem em áreas onde o mosquito-palha (vetor da doença) é mais comum. Já a vacina contra a giárdia canina é recomendada para pets que vivem em locais com saneamento básico escasso, onde a doença é mais frequente. Por fim, a vacina contra a gripe canina é ideal para cães que têm o costume de conviver com muitos cachorros, pois o risco de transmissão é maior. 

Vale ressaltar que mesmo que o seu pet não se enquadre nessas situações, ele pode tomar qualquer um desses tipos de vacina. Cachorro filhote ou adulto só tem a ganhar com mais imunização. 

Passo 6) As vacinas para cachorro precisam de reforço a cada 12 meses

 

Cão branco e marrom tomando vacina em consultório veterinário
O reforço anual das vacinas de cachorro garantem a eficácia da imunização

 

A tabela de vacina para cachorro não termina após oprimeiro ano de imunização. As vacinas protegem o animal por um tempo limitado. Por isso, o tutor precisa levar o cão para tomar uma dose de reforço anualmente pelo resto da vida para cada tipo de vacina. O cachorro necessita da imunização todo ano para se manter protegido. Lembre-se também de não atrasar a vacina de cachorro, pois isso pode comprometer a saúde do animal. Seguindo esse passo a passo de como fazer o ciclo de vacina para cachorro corretamente, pode ter certeza que o seu animal estará bem protegido!

Redação: Maria Luísa Pimenta

Edição: Luana Lopes

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Cachorro

Samoieda: saiba como ter um cachorro da raça russa e outras curiosidades sobre a convivência com esse pet

O Samoieda é um dos cachorros mais bonitos que existem! Com uma pelagem branquinha e uma fisionomia que lembra bastante um lobo, a r...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Gato

Tipos de gato Savannah: curiosidades sobre a raça híbrida que é uma das mais caras do mundo

Considerado um dos felinos mais caros do mundo, o gato Savannah é cheio de curiosidades e características impressionantes. A raça, q...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Adote um animal

Os nomes para gatos fêmeas mais famosos do momento: 100 dicas para escolher como chamar seu novo pet em 2024

Existem muitas opções de nomes para gatos fêmeas para escolher depois da adoção.  A inspiração para nomes de gatos pode vir de ...

Ver todas