A parvovirose canina é uma doença séria que afeta o sistema gastrointestinal do pet. Sendo altamente contagiosa, é importante que o tutor fique atento aos sintomas da parvovirose. Mesmo esse problema de saúde sendo extremamente grave, muitas pessoas ainda não sabem como ocorre a contaminação. Pensando nisso, o Patas da Casa conversou com o médico veterinário Frederico Lima para esclarecer todas as questões sobre parvovirose, sintomas, prevenção e tratamento. Dá só uma olhada!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Sintomas: parvovirose afeta células do intestino do cachorro

Os sintomas de parvovirose são fáceis de identificar, mas podem ser associados com outras complicações de saúde. Mas afinal de contas, você sabe o que é parvovirose canina? “É uma doença viral, causada pelo parvovírus, e que acomete principalmente cães filhotes e adultos não vacinados”, explica Frederico. Por ser causada por um vírus, muita gente fica em dúvida se a parvovirose canina pega em humanos. Apesar de ser altamente contagiosa nos doguinhos, o parvovirus (CPV-2) não se desenvolve em humanos. Por isso, os tutores que suspeitarem que o cão está passando pelo problema podem ficar despreocupados, pois a parvovirose não se caracteriza como zoonose. No entanto, é preciso prestar atenção nas manifestações da parvovirose canina e sintomas que geralmente são associados a problemas gastrointestinais. Quando falamos de um cãozinho infectado por parvovirose, sintomas associados geralmente são:

  • diarreia
  • fezes com sangue
  • náusea
  • vômito
  • apatia
  • febre
  • falta de apetite
  • perda de peso

 

Sintomas da parvovirose: manifestações geralmente são relacionadas a complicações gastrointestinais

Sintomas da parvovirose: manifestações geralmente são relacionadas a complicações gastrointestinais

 

 

Como prevenir a parvovirose canina?

 

A parvovirose é causada por um vírus e muita gente fica em dúvida sobre como prevenir a doença. “O vírus CPV-2, conhecido como parvovírus, é resistente a diversos desinfetantes e detergentes comuns”, explica o veterinário. Pouca gente sabe que um esquema vacinal completo é muito mais eficiente que qualquer produto de limpeza.

“A prevenção é feita com o protocolo vacinal completo, além de impedir que o filhote tenha contato com ambiente externo ou outros animais, principalmente os de origem desconhecida ou não vacinados”, alerta o especialista. Portanto, se o seu pet está com a vacina para cachorro em dia, você pode ficar mais despreocupado. É importante não atrasar as doses para manter o cãozinho sempre protegido.

Parvovirose canina: tratamento pode envolver internação do pet

Se você suspeita que seu cachorrinho está sofrendo com a parvovirose canina é essencial levá-lo a um veterinário para ter um diagnóstico preciso. A confirmação pode vir por meio de um exame de teste rápido, com amostra de fezes ou da técnica de PCR. A partir do resultado, o profissional vai indicar o tratamento mais adequado para o caso do seu cão. “Na maioria dos casos o tratamento exige internação do paciente, requerendo uma boa fluidoterapia, reposição de eletrólitos, suporte medicamentoso para náusea, e antibioticoterapia por causa da evolução da gastroenterite aguda”, completa Federico.

Redação: Hyago Bandeira