Passeio

Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

Passear com cachorro pode trazer muitos benefícios para a saúde e qualidade de vida do animal. Veja os motivos para incluir esse hábito na rotina!
Passear com cachorro pode trazer muitos benefícios para a saúde e qualidade de vida do animal. Veja os motivos para incluir esse hábito na rotina!

Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

É claro que existem variáveis em relação a idade, porte, raça e até se o cãozinho tem predisposição para alguma doença, mas em todos os casos, o passeio é essencial para manter a saúde do seu pet. Para que você possa entender melhor os benefícios desse hábito, listamos 9 motivos para não deixar de passear com seu cachorro e aproveitar melhor esse momento!

1) Gasta a energia do seu peludo

Cachorro com energia acumulada é um prato cheio para destruição, principalmente se estamos falando de um filhote com ânsia para conhecer o mundo com seus dentinhos. Se o cão passa algumas horas sozinho em casa, então, as chances de aprontar aumentam mais ainda. Passear com cachorro é um aliado para evitar que ele fique entediado ou até muito agitado: latidos em excesso e móveis roídos são algumas manifestações desses comportamentos. Adestradores costumam dizer que o ideal é manter o cachorro cansado a maior parte do tempo. Depois de um longo passeio, tudo que seu peludo vai querer é água fresca e um lugar confortável para relaxar.

2) Aflora o instinto natural do cão

Sabe quando seu cachorro cheira todos os lugares possíveis durante o passeio? Essa é uma característica natural dos caninos. O olfato é a melhor forma de conhecerem o mundo, um instinto herdado dos seus antepassados. Cães precisam conhecer novos lugares e cheiros a todo momento. Se você mora em uma casa com quintal, pode ajudar, mas ainda assim é importante que tenham a experiência de um novo contato com algo desconhecido.

3) Deixa o cachorro menos ansioso e estressado

Se engana quem pensa que os caninos não podem ter problemas psicológicos. Um dos fatores que mais causa ansiedade e estresse no cachorro é justamente a falta de atividades físicas. Cães precisam de estímulos diários e o passeio é uma forma de deixá-los mais tranquilos e felizes. Vale lembrar que eles também precisam brincar e receber carinho, combinado?!

4) Queima calorias e previne a obesidade canina

O cachorro obeso pode até ser associado a fofura, mas saiba que uns quilinhos a mais não é nada saudável para o seu amigo. A obesidade canina geralmente vem acompanhada de dores nas articulações, aumento da pressão cardíaca e frequência respiratória, acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos e outros problemas que podem comprometer o bem-estar do animal. Além de oferecer uma alimentação balanceada e adequada, passear com cachorro todos os dias é uma forma de queimar calorias e manter o bichinho no peso ideal.

O passeio contribui, ainda, para fortalecer os músculos do seu peludo e evita outros problemas de saúde. Se você não tiver disposição para acompanhar esse ritmo, vale contratar um passeador de cães para revezar com você!

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Passear com cachorro ajuda a manter a saúde do peludo e evita a obesidade canina!
    Passear com cachorro ajuda a manter a saúde do peludo e evita a obesidade canina!
    O passeio com cães pode ser um momento para você relaxar na companhia do seu amigo!
    O passeio com cães pode ser um momento para você relaxar na companhia do seu amigo!
    O passeio ajuda a estreitar os vínculos com o seu cachorro!
    O passeio ajuda a estreitar os vínculos com o seu cachorro!
    Passear com cachorro é muito importante para ele socializar com outros animais, pessoas e ambientes!
    Passear com cachorro é muito importante para ele socializar com outros animais, pessoas e ambientes!
    Você pode contratar um passeador de cães para revezar as caminhadas. Seu peludo vai adorar!
    Você pode contratar um passeador de cães para revezar as caminhadas. Seu peludo vai adorar!
    Passear com cachorro ajuda a manter a saúde do peludo e evita a obesidade canina!
    O passeio com cães pode ser um momento para você relaxar na companhia do seu amigo!
    O passeio ajuda a estreitar os vínculos com o seu cachorro!
    Passear com cachorro é muito importante para ele socializar com outros animais, pessoas e ambientes!
    Você pode contratar um passeador de cães para revezar as caminhadas. Seu peludo vai adorar!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    5) Socialização com humanos e outros animais

    A socialização é um processo que determinará muitos comportamentos do seu cachorro. Geralmente, começa ainda na fase de filhote, quando o cãozinho é apresentado a outros animais, pessoas, barulhos e movimentos. Isso precisa continuar quando o cachorro é adulto: é uma garantia de relações saudáveis com tudo que esteja ao seu redor e evita o desenvolvimento de comportamentos agressivos, medos e traumas. Uma forma muito legal de promover a socialização é levando seu bichinho em parques de cachorros (que sejam fechados e seguros): ele vai pular, correr e brincar bastante com outros cães.

    6) Cria vínculos com o tutor

    O passeio é um momento muito especial para um tutor e seu cãozinho. Uma chance de estreitar vínculos e, até mesmo, criar uma relação de mais obediência, confiança e controle. É muito importante que o seu cachorro tenha você como um líder: portanto, não deixe que ele guie o passeio. Mas, você também precisa dar a atenção que ele merece durante as caminhadas. Deixe o celular em casa e aproveite esse momento com seu amigo de quatro patas.

    7) Marcar território

    O seu cachorro não marca território na rua por acaso: essa é uma forma de comunicação entre os caninos. Cada cãozinho tem um cheiro de urina único e isso permite mostrar que tem a dominância daquele espaço, identificar os mais submissos e, no caso das fêmeas, avisar para os machos que está no cio. 

    8) Fazer as necessidades fisiológicas

    Esse acaba sendo o motivo mais comum para os tutores levarem seus cachorros para passear, com exceção dos filhotes que precisam tomar todas as vacinas antes de sair na rua. E, de fato, esse hábito pode ser um aliado para manter a casa sempre limpa. Nesse caso, você precisa ter o compromisso de sair de duas a três vezes por dia com seu peludo, mas é muito importante não restringir o xixi e cocô à rua: mantenha o banheiro do cachorro em casa e o ensine a usar aquele espaço para as necessidades fisiológicas sempre que precisar. Não faz bem ele ter que esperar sair de casa para esvaziar a bexiga.

    9) Você, humano, pode se exercitar também

    Além de todos os motivos que listamos, passear com cachorro também pode livrar você, humano, do sedentarismo. Que tal usar esse momento para também se exercitar junto com seu peludo? Vale uma caminhada mais longa ou até uma corridinha. Tênis, garrafa de água cheia, guia de passeio no cachorro e partiu! Ah, lembre-se de sempre passear cedinho ou no fim do dia, heim?! A saúde dos dois agradece.

    Redação: Luana Lopes

    Como combinar as prateleiras para gatos com a decoração da sua casa?

    Próxima matéria

    Como combinar as prateleiras para gatos com a decoração da sua casa?

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Ração

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa
    Passeio

    Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa

    Em um período de quarentena, será que realmente vale a pena arriscar e passear com cachorro na rua? Desde que o novo coronavírus surgiu, as recomendações dos principais órgãos de saúde são para que a população evite ao máximo sair de casa. Entretanto, para quem tem um bichinho que está acostumado com os passeios diários, isso pode ser um problema. Mas e se a gente te dissesse que é totalmente possível resolver isso? Existem várias formas de fazer o seu doguinho gastar energia dentro de casa - ou até mesmo dentro do prédio - e, em tempos de quarentena, essa é a melhor maneira de garantir que tanto você quanto o seu pet vão estar seguros! Confira algumas dicas a seguir!

    Meu cachorro tem medo de passear na rua, o que fazer? Dicas parar preparar o cão para o passeio
    Passeio

    Meu cachorro tem medo de passear na rua, o que fazer? Dicas parar preparar o cão para o passeio

    Todos os cachorros, independente de raça e porte, precisam passear na rua. Além de ser um ótimo exercício físico, ajuda o cachorro a desestressar, liberar energia, socializar com outros cães e estreitar os laços com seus donos. Os cachorros são animais muito sociáveis e ativos e, por isso, a hora do passeio é sempre de muita euforia. Se esse é o caso do seu cachorro, aproveite cada minuto e o leve para dar uma volta na rua sempre que possível. Mas alguns cachorrinhos podem desenvolver o medo de passear. Nesses casos, você precisa ler essa matéria porque nós vamos te ajudar com algumas dicas!

    Ver Todas >

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet
    Comportamento animal

    Cachorro feliz: veja em infográfico as coisas que mais despertam os hormônios da felicidade no seu pet

    Todo cachorro tem um jeitinho brincalhão que é capaz de despertar a felicidade em qualquer humano. Mas o que é mais importante na hora de deixar o cachorro feliz? A verdade é que os cães não exigem muita coisa: uma ração gostosa, alguns brinquedinhos, passeios e carinho dos donos já são suficientes para ativar os hormônios da felicidade nesses seres maravilhosos.

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência
    Comportamento animal

    Como encontrar um cachorro perdido? Veja as dicas de quem passou pela experiência

    Um cachorro desaparecido tem chances de ser encontrado, principalmente se estiver com uma coleira de identificação e os tutores agirem imediatamente na busca. Os cães são animais ágeis e a fuga é uma situação que pode ocorrer por diferentes motivos - em viagens, passeios ou até com aquela porta entreaberta ao receber uma visita. Foi o que aconteceu com o cãozinho Caju, que fugiu depois da família se envolver em um acidente de carro na região de Curitiba.

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?
    Comportamento animal

    Pode passear com cachorro nos dias de muito calor? Qual a melhor forma de fazer isso?

    Passear com cachorro é um momento que estreita laços e ainda faz bem para a saúde, tanto do animal quanto do tutor. Cães precisam de exercícios na rotina para gastar energia e evitar quadros de estresse e ansiedade. Apesar de ser um momento muito prazeroso e necessário, é preciso ter cuidado com a saúde e a segurança do seu animal, principalmente nos dias de muito calor. 

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável
    Comportamento animal

    Gato na janela: veja acessórios e produtos que deixam a experiência do bichano mais segura e confortável

    Quem tem gato em casa sabe bem que esses animais adoram ficar nas alturas! As janelas são praticamente os lugares preferidos da casa para os gatinhos. De lá eles conseguem ver o movimento da rua sem perder nada que acontece dentro de casa. Para que esse hábito do bichano fique mais agradável e seguro, nada melhor do que personalizar esse espaço para que ele se torne mais “gatificado” ainda.

    Ver Todas >