Cuidados

O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

O que gato pode comer: antes de dar qualquer coisa diferente ao seu felino, é preciso se certificar que aquele alimento não fará mal. Descubra alguns alimentos liberados!
O que gato pode comer: antes de dar qualquer coisa diferente ao seu felino, é preciso se certificar que aquele alimento não fará mal. Descubra alguns alimentos liberados!

Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê para gatos e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

Exigentes, os felinos são bem seletivos na hora de comer e não aceitam qualquer coisa (e nem merecem, não é?!). Escolha sempre comidas frescas, bem lavadas e, de preferência, cozidas. Além disso, esses alimentos não podem substituir as refeições principais, ou seja: devem ser oferecidos como petiscos e com moderação. Caso você esteja pensando em substituir a ração pela alimentação natural, procure um veterinário especialista em nutrição. Somente o profissional pode indicar a necessidade, quantidade e proporção ideal.

Para te ajudar, listamos alguns alimentos que gatos podem comer. Chega mais e descubra!

Frutas que gatos podem comer

As frutas podem ser oferecidas ao gatinho sem problemas, desde que seja em poucas quantidades. Mas, nem todas são permitidas! Alguns desses alimentos podem ter uma quantidade elevada de açúcares e outras substâncias que não fazem bem à saúde dos gatos. É preciso também estar atento com as sementes e cascas: essas partes devem ser retiradas antes de oferecer aos gatinhos. Veja algumas frutas permitidas:

Melancia: rica em minerais e vitaminas A e C, a melancia é uma ótima opção para manter os gatinhos hidratados nos dias mais quentes. A fruta também ajuda a aumentar a imunidade;

Melão: assim como a melancia, o melão tem um alto poder de hidratação. É rico em vitaminas C e B6, potássio e fibras. Sementes e cascas precisam ser descartadas;

Morango: poderoso antioxidante, o morango ajuda a fortalecer a imunidade e tem função anti-inflamatória. A fruta também é rica em vitaminas A, B e C;

Maçã: fonte de vitaminas do complexo B, C e E, a maçã possui muitas fibras e componentes que previnem algumas doenças. Antes de dar ao seu gatinho, retire o talo e as sementes: essas partes possuem uma substância chamada ácido cianídrico, que pode ser tóxica aos animais;

Pera: rica em fibras e vitaminas A, B e C, a pera evita a diabetes e ajuda no funcionamento do intestino. Assim como a maçã, deve ser oferecida sem sementes e talo.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Gato pode comer ovo, sim, e faz muito bem para a saúde!
    Gato pode comer ovo, sim, e faz muito bem para a saúde!

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: 15 opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Muitos tutores questionam se podem oferecer legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de ser muito saudável, esse tipo de alimento ajuda a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas. Mesmo se alimentando de ração diariamente, não há uma restrição que impede o cão de comer alimentos gostosos por fora, como vegetais e frutas variadas. O importante é que o tutor respeite a saúde do cachorro e ofereça com moderação, é claro - lembrando que sempre vale conversar com o veterinário antes de qualquer decisão.

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!
    Alimentação animal

    Cachorro pode comer banana? Descubra os benefícios da fruta e como inserir na alimentação do seu peludo!

    As frutas para cachorro são ótimas opções de petiscos para agradar o seu amigo de quatro patas. Os pets podem sim tirar proveito da ingestão de determinadas frutas que são liberadas e não fazem mal. Mas afinal, cachorro pode comer banana? Quais os benefícios dessa fruta para cachorros? Qual a quantidade correta? Posso fazer um petisco para cachorro com esses alimentos? Veja as respostas para todas essas dúvidas!

    Gato pode comer ovo? Veja os alimentos ricos em proteínas que podem ser oferecidos aos felinos

    Ovos de galinha são um dos alimentos mais consumidos pelos humanos no mundo inteiro, seja cozido, frito ou em variadas receitas. E não é à toa: o ovo faz muito bem para a saúde e é uma fonte riquíssima de proteínas magras. Ou seja, quase não tem carboidratos e a gordura é mínima. Mas e em relação aos felinos? Sim, o gato pode comer ovo e faz super bem para eles. Os macronutrientes presentes no alimento podem ser um complemento à dieta do seu bichano.

    Por serem carnívoros, os gatinhos precisam de uma alimentação rica em proteínas. Uma ração de qualidade oferecerá a quantidade ideal que eles necessitam para uma vida saudável. No entanto, você pode oferecer alguns agrados ao seu felino. Além do ovo, veja outros alimentos ricos em proteína permitidos: 

    Queijo: a maioria dos gatos amam queijos e eles podem comer com moderação, desde que não estejam com sobrepeso. Prefira queijos mais durinhos e com menos quantidade de sal, como a ricota, e ofereça como petiscos para agradá-los. Cremes de queijo também podem ser dados de vez em quando;

    Iogurte desnatado: você pode, sem medo, dar para o seu gatinho aquele restinho de iogurte que fica no pote. Eles amam o gosto mais azedo do alimento. O ideal é que seja o iogurte desnatado, que tem menor concentração de gorduras e açúcar;

    Atum: gatos amam esse peixe, mas nada de dar aquele atum em lata que encontramos nos supermercados. Algumas substâncias presentes na latinha da conserva podem intoxicar o animal. O ideal é oferecer o peixe fresco e sem espinhos, levemente cozido.

     

    Os alimentos que gato pode comer precisam ser frescos e bem limpos. Afinal, seu felino merece o melhor, não é mesmo?!
    Os alimentos que gato pode comer precisam ser frescos e bem limpos. Afinal, seu felino merece o melhor, não é mesmo?!
    Cenoura, abóbora e batata doce são alguns legumes liberados para os gatinhos, mas precisam estar cozidos.
    Cenoura, abóbora e batata doce são alguns legumes liberados para os gatinhos, mas precisam estar cozidos.
    Os alimentos que gato pode comer precisam ser frescos e bem limpos. Afinal, seu felino merece o melhor, não é mesmo?!
    Cenoura, abóbora e batata doce são alguns legumes liberados para os gatinhos, mas precisam estar cozidos.

    Quais vegetais o gato pode comer?

    Batata doce: rica em vitaminas A, B e C, a batata doce ajuda a fortalecer dentes e gengivas, além de prevenir doenças respiratórias. Ofereça cozida na água ou no vapor;

    Cenoura: levemente cozida na água, a cenoura é o petisco ideal para dar ao seu gatinho. Rico em fibras e vitamina A, C e K, o legume ajuda a manter a pelagem saudável e melhora o metabolismo de nutrientes;

    Abóbora: fonte de fibras e proteínas, a abóbora ajuda a melhorar o trato intestinal dos felinos. Deve ser oferecida sempre cozida e sem a casca e sementes;

    Alface: boa fonte de hidratação, a alface é rica em ferro, cálcio, antioxidantes e vitamina A. Faz bem para os ossos e ajuda a melhorar o funcionamento do intestino. O alimento pode ser oferecido cru, mas precisa estar bem lavado;

    Ervilhas: rica em magnésio e proteínas, a ervilha é de fácil digestão e pode ajudar na saúde do seu gatinho. Sempre ofereça o alimento fervido;

    Brócolis: poderoso antioxidante e fonte de vitaminas A, B1, B2, B6 e C, o brócolis é amado pelos animais. Também ajuda na saúde dos ossos, já que contém cálcio, ferro e potássio. Cozinhe antes de dar ao seu gatinho.

    O que o gato NÃO pode comer!

    Assim como os cachorros, muitos alimentos não podem fazer parte da dieta dos felinos em hipótese alguma. O organismo dos pets são sensíveis a algumas substâncias que os humanos toleram e o consumo pode, inclusive, matar o seu bichinho. Veja a lista de alguns alimentos proibidos:

    • Uva e uvas passas
    • Cebola
    • Alho
    • Cogumelos
    • Abacate
    • Leite de vaca
    • Ossos
    • Chocolate
    • Tomate
    • Café

    Na dúvida, sempre pesquise ou fale com um veterinário antes de dar um novo alimento ao seu gatinho!

    Redação: Luana Lopes

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Próxima matéria

    5 alimentos que gatos não podem comer de jeito nenhum

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Gatos podem comer ração de cachorro? Saiba o que é permitido na alimentação dos felinos
    Ração

    Gatos podem comer ração de cachorro? Saiba o que é permitido na alimentação dos felinos

    Se seu amor por pets não consegue se restringir a apenas gatos ou cachorros e, na sua casa, eles convivem em harmonia, provavelmente a hora da comida é uma das mais aguardadas pelos seus amigos de quatro patas. Num mundo ideal, cada um come a ração no seu potinho: gatos com gatos, cachorros com cachorros. Mas a gente sabe bem que se não ficar de olho, uma troca pode acontecer nesse momento. Afinal de contas, gatos podem comer ração de cachorro? Se sim, essa prática pode trazer algum malefício para a saúde do seu felino? Como fazer para evitar o troca-troca? Descubra mais sobre esse assunto aqui embaixo!

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Ver Todas >

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?
    Alimentação animal

    Pode misturar a ração seca com o sachê para gatos?

    A alimentação do gato é, sem dúvidas, uma das formas mais eficientes de cuidar da saúde do animal. O problema é que os felinos possuem um paladar bem rigoroso, e não é todo tipo de comida que os agrada. A ração seca para gatos até pode ser uma opção bem nutritiva (e também econômica para os tutores), mas o interesse dos bichanos pelos famosos sachês é muito maior. E se desse para unir o melhor dos dois mundos? 

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?
    Alimentação animal

    Alimentos proibidos para cachorro: qual o efeito das gorduras no organismo do animal?

    Cuidar da nutrição é fundamental para que seu cãozinho tenha uma vida saudável. Saber quais são os alimentos proibidos para cachorro, que nutrientes são fundamentais e como eles agem no corpo do animal ajudam o tutor a fornecer uma dieta mais balanceada e benéfica para o animal. A gordura - ou lipídio - é um dos principais nutrientes que precisam fazer parte da alimentação do cão. Sua presença no organismo traz inúmeros benefícios à saúde do animal. Mas como tudo em excesso, a gordura também pode trazer malefícios se não houver controle. 

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?
    Alimentação animal

    Como o comedouro lento para cachorro ajudará seu pet que come muito rápido?

    Quando o cachorro come muito rápido, ele fica mais propenso a desenvolver vários probleminhas de saúde relacionados com a má digestão. Para evitar que isso aconteça, o comedouro lento para cães é um acessório que faz toda a diferença e serve para ensinar o cachorro a comer mais devagar. Dentre os vários benefícios que o item oferece, a mudança no comportamento do cãozinho - e, consequentemente, na sua saúde - é uma das mais perceptíveis.

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?
    Alimentação animal

    Quais os nutrientes mais importantes da ração de cachorro e o impacto na saúde do animal?

    A alimentação do cachorro tem um papel muito importante na saúde do animal. A ração para cachorro é um alimento completo - ou seja, possui diversos nutrientes essenciais que trazem inúmeros benefícios ao organismo do pet. Os macronutrientes (como proteínas e lipídios) ou micronutrientes (como minerais e vitaminas) atuam em diferentes órgãos, como o coração de cachorro, e funções do organismo, como o sistema nervoso do cachorro. 

    Ver Todas >