close
Saúde

Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

Atualizado · 06 de janeiro de 2022 · 14h09

Publicado · 22/11/2019 · 17h33

Insuficiência renal em gatos é um problema muito sério, que requer atenção e cuidados especiais!
Insuficiência renal em gatos é um problema muito sério, que requer atenção e cuidados especiais!

A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Izadora Souza, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

Patas da Casa: O que causa a insuficiência renal em gatos?

Izadora Souza: Os gatos têm uma maior tendência a sofrer com insuficiência renal do que os cães por uma questão de hábito e de manejo. Eles precisam ingerir uma quantidade de água diária que dificilmente vai ser ingerida só com potinho de água e às vezes nem com a própria fonte (que a gente sempre indica porque os gatos, muitas vezes, preferem beber água corrente do que a água do potinho). Então, isso acaba causando uma sobrecarga no rim, já que o organismo não recebe a quantidade de água necessária.

PC: A insuficiência renal em gatos pode ter relação com outras doenças?

IS: A insuficiência renal até pode [ter relação com outras doenças]. Pode acontecer em um gato que tenha cistite (processo de inflamação do trato urinário inferior muito comum em gato com estresse). Às vezes, várias cistites por estresse podem predispor a uma infecção bacteriana que pode subir para o trato urinário superior e causar um problema renal. Além disso, não é muito comum que gatos sejam cardiopatas, mas a cardiopatia pode ser uma doença primária a uma insuficiência renal. Então sim, existem algumas doenças que podem predispor a uma insuficiência renal.

PC: Existe alguma idade para o animal se tornar renal ou isso não faz diferença?

IS: Não existe idade para que o gato se torne renal. Mas, na maioria das vezes, quando a gente tem um gato renal que é pura e simplesmente por questão de hábitos de vida e de manejo, a tendência é que isso vá se manifestar quando o gato já estiver mais velho. Temos um número maior de pacientes renais já com uma idade mais avançada, a partir de 6 ou 7 anos. Mas isso não impede que um gato novo tenha insuficiência renal. Como eu falei, pode ser, inclusive, congênita, ter uma predisposição a desenvolver isso.

PC: Existe diferença entre cálculo renal e insuficiência renal?

IS: Na insuficiência renal, acontece um acometimento da função do rim. Esse rim não está funcionando como deveria. Já o cálculo renal é uma formação sólida que fica ali dentro do rim. Tem vários tipos de cálculos renais, de materiais diferentes e que se formam por motivos diferentes (como diferença de ph ou uma alimentação inadequada). Muitas coisas predispõem a formação de cálculos, mas é muito possível e comum ter um gato que é insuficiente e não tem cálculo renal. E também tem pacientes que têm os dois. Mas uma coisa é diferente da outra.

PC: Quais os sintomas da insuficiência renal em gatos?

IS: Ele pode aumentar a ingestão de água, ficar com o apetite diminuído (porque o aumento da ureia no sangue, que é uma consequência da insuficiência renal, deixa o animal enjoado), pode vomitar e ter hálito urêmico (um odor de acetona bem forte na boca quando está com o nível de ureia alto). O gato também pode ficar apático, prostrado e um pouco mais quietinho.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O gato com problema renal precisa de acompanhamento regular do veterinário.
    O gato com problema renal precisa de acompanhamento regular do veterinário.

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    PC: Existe cura para a insuficiência renal em gatos?

    IS: A insuficiência renal não tem cura. O rim não é como o fígado. Enquanto o fígado é um órgão que se regenera, o rim não. Se ele estiver lesionado, vai continuar lesionado. O que a gente consegue fazer é tratar em alguns casos, acompanhar com um nefrologista e fazer reidratação desse animal com soro. É um acompanhamento para sempre e não tem cura.

    PC: Existe tratamento para a insuficiência renal em gatos?

    IS: O tratamento é basicamente reidratar esse animal, fazer fluido e fazer soro pelo resto da vida. A forma como isso será feito depende dos exames e da resposta ao tratamento. Vamos adequando como vai ser realizado e com qual frequência. Será preciso acompanhamento com um especialista para sempre e mudar a alimentação desse animal. Às vezes, a gente pode entrar com medicações de suporte, mas é basicamente reidratar.

    PC: Como prevenir que um gato se torne renal? 

    IS: A prevenção da insuficiência renal é muito baseada em manejo. Uma alimentação adequada com ração balanceada e aumento da ingesta hídrica. Isso significa, pelo menos, um sachê de alimento úmido para gato por dia. Alguns especialistas em gato até recomendam que toda alimentação do gato seja úmida e não dar ração seca, mas às vezes isso não é viável. Então, o recomendado mínimo é que o animal coma pelo menos um sachê de alimentação úmida com água adicionada. Eles gostam do caldo, então podemos adicionar água nesse sachê, misturar e colocar para o gato comer todos os dias. Também é sempre bom que o animal faça check-up anual para ter acompanhamento. 

    PC: Quais os cuidados que um gato renal precisa ter?

    IS: O gato renal precisa ser acompanhado por um nefrologista. A minha orientação é sempre acompanhar com um especialista, porque é a pessoa que de fato estudou tudo sobre aquela doença e que vai conseguir fazer o acompanhamento desse gato pelo resto da vida. É uma doença de altos e baixos. A gente pode conseguir estabilizar o animal mas, como eu falei, não tem cura, então pode agudizar a qualquer momento. É basicamente seguir o que o especialista pedir. Se for pra fazer soro todos os dias, deve fazer todos os dias, além de repetir os exames quando precisar e seguir o que for pedido sobre alimentação, sobre o que deve mudar e quais medicações vai ou não tomar.

    PC: Existe transplante de rim nesses casos de insuficiência renal em gatos?

    IS: Existe transplante renal sim. Tem um doador que faz um teste de compatibilidade, igual como é nos humanos. O rim saudável é retirado de um gato e colocado no outro. Mas não é uma coisa muito simples, não é algo que todo mundo faz. Existir, existe. Mas se eu já vi fazer ou indicarem? Não. Já vi indicação de hemodiálise, que é uma coisa um pouco mais viável, mais barata e mais possível. O transplante de rim existe, mas, em geral, se indica a hemodiálise. 

    Redação: Júlia Cruz e Maria Luísa Pimenta 

    Displasia de quadril em cães: o que é, causas, sintomas e tratamentos

    Próxima matéria

    Displasia de quadril em cães: o que é, causas, sintomas e tratamentos

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos
    Saúde

    As 5 doenças de gato mais graves que podem atingir os felinos

    Ter um bichinho em casa vai muito além dos momentos de diversão e das trocas de carinho com o seu amigo de quatro patas. Por isso, cuidar de um gatinho também significa saber identificar quando há algo de errado com a saúde dos felinos. Dentre as doenças mais comuns - e graves - que podem afetar o bichano, estão a FIV, FeLV e a PIF felina. Além delas, a clamidiose e a insuficiência renal em gatos também precisam de atenção, já que podem trazer graves consequências se não forem tratadas ou devidamente controladas. Mas não precisa se desesperar: o Patas da Casa reuniu as principais informações sobre cada uma dessas doenças de gatos domésticos para que os tutores fiquem bem atentos. Chega mais!

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos
    Saúde

    Pancreatite em gatos: entenda mais sobre a doença que atinge os felinos

    Uma das doenças gastrointestinais mais sérias e conhecidas entre os humanos também possui a sua versão no universo felino: a pancreatite em gatos tem uma ação bastante similar no corpo dos nossos bichanos e também precisa de tratamento imediato para não causar danos à saúde do gato. É claro que isso se torna motivo de preocupação para os gateiros, mas não se assuste! A pancreatite felina tem tratamento e é possível diminuir o avanço da doença com alguns cuidados simples. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!
    Saúde animal

    Novo coronavírus: cães e gatos podem contrair e transmitir a Covid-19? Esclarecemos as principais dúvidas!

    Cães e gatos podem contrair a Covid-19? Será que gato pega covid de humano? O coronavírus humano tem algum impacto na saúde do gato ou cachorro? Fomos atrás de respostas para todas essas dúvidas!

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Saúde animal

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!
    Saúde animal

    Gato pega cinomose? Descubra a resposta!

    Você já ouviu falar de cinomose em gatos? Muito se sabe sobre a cinomose em cães, doença altamente contagiosa e que traz diversas complicações à saúde do cachorro. Essa condição é temida por muitos tutores de cães, mas também tutores de gatinhos. Existe uma doença conhecida por “cinomose em gatos”, que parece ser exatamente igual à que atinge os cães. Porém, existem muitas dúvidas se esse termo é realmente o mais adequado para se referir a essa condição. Afinal, a cinomose pega em gato ou a doença acontece unicamente com cães? O Patas da Casa te explica tudo sobre a “cinomose em gatos”!

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina
    Saúde animal

    Verme do coração: veterinário tira todas as dúvidas sobre a dirofilariose canina

    Você já ouviu falar em doença do verme do coração? Se você é tutor de cachorro, é bom se preocupar com ela. A dirofilariose é uma doença muito perigosa, que pode afetar órgãos vitais dos cãezinhos e levá-los à morte. Diferente de outras doenças causadas por verminoses, o verme do coração é transmitido pela picada de mosquitos e, por isso, acaba sendo mais incidente no verão. Mas como identificar o verme no coração do cachorro? Dirofilariose tem cura? Como é feito o tratamento? E o mais importante: como manter o pet longe da doença? Descubra tudo sobre verme do coração em cães a seguir.

    Ver Todas >