Saúde

Hiperadrenocorticismo em gatos: o que é, quais os sintomas e como cuidar do felino com esse problema de saúde

O   hiperadrenocorticismo em gatos pode deixar os felinos mais sedentários e cansados
O hiperadrenocorticismo em gatos pode deixar os felinos mais sedentários e cansados

Você já ouviu falar em hiperadrenocorticismo? Essa é uma grave doença que atinge cachorros e gatos, embora seja mais rara nos felinos. O termo pode ser complicado e difícil de gravar, mas existe uma explicação lógica por trás dele: “O termo 'hiper' significa muito, o termo 'adreno' significa adrenal e o termo 'corticismo' está relacionado com a liberação de cortisol”, explica o médico veterinário Gabriel Mora, do Hospital 24h Vet Popular. Isso, na prática, quer dizer que existe uma produção exagerada do hormônio do estresse (cortisol) no organismo do animal, o que pode desencadear diversos problemas na saúde do gato. Para entender um pouquinho mais a fundo sobre o hiperadrenocorticismo em gatos, entrevistamos o veterinário Gabriel. Veja só o que ele nos contou!

Hiperadrenocorticismo em gatos: o que é e quais as causas da doença?

O hiperadrenocorticismo felino (HAF), também chamado de Síndrome de Cushing, é uma doença caracterizada pelo excesso do hormônio cortisol no sangue dos gatos. “As principais causas do hiperadrenocorticismo são: tumores de glândulas adrenais; tumores de glândulas hipofisárias e também o que chamamos de causa iatrogênica, que é causado quando há um uso indiscriminado de corticoides”, destaca Gabriel. Esse último cenário normalmente acontece quando os animais recebem uma alta dosagem de cortisona para algum tratamento em específico ou para aliviar coceiras sem o acompanhamento de um profissional veterinário, segundo ele.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Gatos com   hiperadrenocorticismo também podem apresentar ganho de peso, especialmente no abdômen
    Gatos com hiperadrenocorticismo também podem apresentar ganho de peso, especialmente no abdômen

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Gato

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Gato

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Gato

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Gato

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    9 sinais do hiperadrenocorticismo para ficar atento

    - Aumento da sede e do volume de urina

    - Aumento gradual ou descompensado do apetite

    - Ganho de peso, em especial no aumento do abdômen

    - Pele mais fina e mais propensa a machucados

    - Visualização de vasos no abdômen

    - Perda de pelos e/ou perda da qualidade dos pelos

    - Fraqueza com perda de massa muscular

    - Tendência ao sedentarismo

    - Tremores musculares e cansaço

    Além disso, Gabriel destaca que na síndrome de Cushing, gatos e cachorros também podem apresentar quadros de vômitos e diarreia. Por isso, normalmente eles precisam ficar internados também.

    Hiperadrenocorticismo em gatos: diagnóstico da doença é fundamental

    Percebeu um ou mais sintomas da doença? Chegou a hora de levar o seu amigo de quatro patas para uma consulta com um veterinário. Somente um especialista é capaz de definir o quadro clínico do seu gatinho e, então, indicar o melhor tratamento para ele. “O diagnóstico é feito com a associação de alterações clínicas compatíveis com a doença, exames laboratoriais de triagem, exames de imagem como ultrassonografia abdominal e tomografia e os exames hormonais específicos solicitados pelo veterinário endocrinologista”, explica Gabriel.

    Saiba mais sobre o tratamento do hiperadrenocorticismo em gatos

    Depois de diagnosticado com o hiperadrenocorticismo ou a doença de Cushing, gatos precisam de um tratamento para melhorar sua qualidade de vida. De acordo com Gabriel, isso vai depender muito da condição clínica de cada paciente. “Existem possibilidades cirúrgicas e clínicas para o tratamento dessa doença e cada caso deverá ser avaliado por um médico veterinário especializado. Mas independentemente do caso, o paciente fica dependente de medicações e isso o torna um portador de doença crônica”, explica.

    A melhor alternativa para prevenir ou tratar precocemente esse tipo de doença é através de check-ups regulares da saúde do animal. Assim, o médico veterinário consegue detectar o hiperadrenocorticismo em gatos ainda no início e faz o encaminhamento do animal para um endocrinologista, que vai ser o responsável por acompanhar e tratar a saúde do seu bichano.

    Redação: Juliana Melo

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Próxima matéria

    Mastite em gatos: saiba tudo sobre a doença que atinge as fêmeas

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento
    Idoso

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento

    Com uma média de 16 anos de expectativa de vida, o gato idoso precisa de alguns cuidados específicos para uma velhice tranquila. A fase de vida requer algumas mudanças alimentação do gato, exercícios físicos, brincadeiras e cuidados básicos. A idade mais avançada ainda requer mais visitas ao veterinário, já que o bichano mais velhinho está propenso a desenvolver alguns problemas de saúde, como a Síndrome da Disfunção Cognitiva.

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Ver Todas >

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto
    Gato

    Como secar o leite da gatinha? Veterinária dá dicas para fazer do jeito correto

    As primeiras semanas do filhote de gato são extremamente importantes para o desenvolvimento do animal. A amamentação felina é um dos principais passos para que o filhotinho receba os nutrientes necessários para crescer saudável e forte, já que o leite materno fortalece o sistema imunológico. No entanto, entre a sétima e oitava semana de vida dos filhotes de gato, a produção de leite da mãe gata deve parar. Caso contrário, uma complicação comum é quando a gata fica com leite empedrado.

    Como ajudar uma ong de animais? Veja algumas dicas!
    Gato

    Como ajudar uma ong de animais? Veja algumas dicas!

    As ongs são instituições que fazem um trabalho de conscientização e apoio a causas específicas. As ongs focadas na causa animal ajudam os bichinhos abandonados, vítimas de maus-tratos e que precisam de um lar. Esse trabalho tem um elevado custo e, por isso, essas organizações precisam da ajuda financeira para tudo, da alimentação dos pets até a manutenção do abrigo. Mas você sabia que você pode ajudar ongs de animais de outras formas além do dinheiro? 

    Gato frajola: tutores compartilham histórias com esses gatinhos que são puro amor
    Gato

    Gato frajola: tutores compartilham histórias com esses gatinhos que são puro amor

    O gato frajola não é uma raça de gato. Na verdade, esse curioso nome se refere ao padrão de pelagem de gato preto e branco ou cinza e branco. Poucas pessoas sabem que a cor da pelagem pode ter relação com as características comportamentais do bichano - e isso já foi comprovado por diversos estudos -, então na hora de adotar um felino, isso também pode ser levado em conta. E não dá para negar que o gato branco e preto é apaixonante. 

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?
    Gato

    Quais as características da panleucopenia felina que merecem atenção?

    A panleucopenia felina, que também é chamada incorretamente de cinomose em gatos, é uma doença viral extremamente contagiosa que tem o parvovírus felino como agente causador. A doença pode ser fatal em gatinhos jovens, com menos de 1 ano e que não foram vacinados. Por isso, é muito importante manter a vacinação de seu pet em dia. 

    Ver Todas >