close
Filhotes

Filhote de cachorro: tudo que você precisa saber antes de levar um cãozinho para casa

Atualizado · 03 de fevereiro de 2022 · 19h27

Publicado · 03/02/2022 · 19h00

As fotos de cachorros filhotes deixam qualquer um com o coração quentinho, mas você sabe como cuidar de um?
As fotos de cachorros filhotes deixam qualquer um com o coração quentinho, mas você sabe como cuidar de um?

Não há quem resista a um filhotes de cachorro. Pequenos e peludos, esses cãezinhos conquistam um lugar no coração de qualquer pessoa facilmente. Mas, antes de tomar a decisão de adquirir um filhotinho, é muito importante saber a melhor forma de adaptar o pet na sua nova casa. Ou seja, além de saber como alimentar filhote de cachorro, você também precisa saber tudo sobre as primeiras vacinas, banho, remédios, adestramento, sono e muito mais.

Se você está pensando em abrir as portas da sua casa para um doguinho com poucos meses de idade, chegou a hora de entender como cuidar de cachorro filhote. O Patas da Casa te ajuda nessa missão: separamos um guia com os cuidados mais importantes antes de levar um cachorrinho para casa.

Afinal, quando o cachorro deixa de ser filhote?

Essa é uma pergunta muito importante para entender por quanto tempo, em média, o filhote de cachorro vai demandar cuidados especiais. Afinal, como todos sabem, os doguinhos ainda são muito frágeis nos primeiros meses de vida e por isso precisam ter uma atenção redobrada com a sua higiene, alimentação, primeiras vacinas e aspectos sociais. Então, quando o cachorro deixa de ser filhote?

A resposta vai depender principalmente da raça e do porte do animal. Geralmente, o período para um cachorro deixar de ser filhote varia entre 10 e 24 meses, que é quando eles atingem a maturidade sexual. No caso de cachorros pequenos ou de porte médio, eles se tornam adultos entre 10 e 12 meses de idade. Já cachorros grandes ou gigantes têm um desenvolvimento menos acelerado, e por isso deixam de ser filhotes somente entre 18 e 24 meses.

Como alimentar filhote de cachorro?

Existe todo um processo pelo qual os filhotes passam antes de começarem a se alimentar com a ração, e é importante entender cada uma dessas etapas. Para começar, logo nos primeiros 30 dias de vida, a alimentação de filhotes de cachorro deve ser pautada exclusivamente no leite materno. É com esse leite que o animal recebe nutrientes essenciais para o seu crescimento e imunidade (como o colostro).

Caso o filhote esteja sem a mãe nesse período, outra opção é o leite artificial, que possui uma fórmula bem parecida com o leite materno canino e é produzido especialmente para os cães nessa faixa etária. Ah, e nada de tentar oferecer leite de vaca ou derivados para o seu amiguinho, hein? Eles são mais pesados e podem prejudicar a saúde do animal.

Entre 30 e 45 dias de vida, você já pode dar início ao processo de desmame com papinha: basta misturar um pouco de leite artificial para pets com alguns grãos de ração para filhote de cachorro. A proporção indicada é de 30% de leite + 70% de alimento, e você pode bater tudo no liquidificador ou amassar os ingredientes até formar uma consistência pastosa.

Após o desmame, é hora de introduzir os alimentos sólidos na dieta do seu pet. Como ainda estão em fase de crescimento, os filhotes de cachorro demandam um gasto calórico maior do que animais mais velhos. Por isso, a ração deve ser específica para essa idade, mantendo um equilíbrio nutricional no organismo canino. Já a quantidade de vezes que o pet deve ser alimentado é a seguinte:

  • 2 meses: 4 a 6 vezes ao dia
  • 3 meses: 4 vezes ao dia
  • 4 a 6 meses: 2 a 3 vezes ao dia
  • 6 meses em diante: 2 vezes ao dia ou de acordo com a recomendação do veterinário

Outra dúvida comum, inclusive, é quanto de ração dar para cachorro filhote. Nesse caso, as orientações costumam vir indicadas na própria embalagem do produto, mas para não ter erros é aconselhável conversar com um médico veterinário de confiança.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A alimentação de um cachorro filhote passa por diferentes etapas como amamentação, desmame e introdução de comida sólida
    A alimentação de um cachorro filhote passa por diferentes etapas como amamentação, desmame e introdução de comida sólida

    Mais Lidas

    Nome de cachorro macho: 100 ideias para chamar o seu novo filhote
    Adote um animal

    Nome de cachorro macho: 100 ideias para chamar o seu novo filhote

    Escolher como chamar o seu novo amigo é uma das tarefas mais desafiadoras para os tutores. No caso de nome para cachorro macho, existe uma infinidade de opções que podem entregar as características físicas e até mesmo a personalidade do animal. Com uma boa dose de criatividade e paciência, é possível criar nomes incríveis e bem peculiares - mas é claro que não podemos esquecer dos clássicos e queridinhos entre os pais e as mães de pet. 

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Adote um animal

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Poucos sabem, mas existe uma classificação para determinar cada tipo de Pinscher: tamanhos 0, 1, 2 e 3 são as variações comuns da raça. A numeração que normalmente acompanha o nome da raça do cãozinho pode até parecer estranha, mas é algo que ajuda a diferenciar os tipos de cachorro Pinscher de acordo com as peso e altura. Essa classificação, embora não seja reconhecida oficialmente, é adotada por muitos criadores e pais de pet por aí. 

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!
    Adote um animal

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!

    A maioria das pessoas acha quase impossível descobrir o sexo do gato filhote. De fato, diferenciar o órgão genital do gato macho e gato fêmea nos primeiros meses de vida não é fácil. Mas descobrir esse "detalhe" é importante antes de levar um filhotinho pra casa. Não parece, mas é muito normal achar que adotou um gato fêmea e descobrir, depois, que se trata de um gato macho. !

    Nomes de cachorro fêmea: listamos 200 opções para você nomear a sua cadela
    Adote um animal

    Nomes de cachorro fêmea: listamos 200 opções para você nomear a sua cadela

    Dar as boas vindas a um pet em casa é ótimo, mas escolher nomes para cachorrinhas pode ser uma tarefa bem desafiadora. São tantas opções que achar um único apelido pode ser complicado. Quando se trata de nome para cachorra fêmea pequena, é comum que os nomes mais fofos e meigos sejam os preferidos entre os tutores. Você pode ir dos mais comuns exemplos de nome de cachorro - Meg ou Belinha - , apostar em um mais excêntrico - Faísca ou Medusa - ou tentar um mais engraçado.

    Como ensinar filhote de cachorro fazer necessidades no lugar certo

    Os primeiros meses de vida são ideais para ensinar o cachorro a fazer xixi e cocô no lugar certo, porque o processo de aprendizagem é mais rápido nessa fase. Mas como fazer isso? Bom, a primeira atitude a ser tomada é escolher onde vai ser o banheiro do cachorro. Ah, e lembre-se: o ideal é que o local não seja perto de onde o animal realiza suas refeições por uma questão de higiene. Depois disso, é só comprar um material adequado - como tapetes higiênicos - para servir como o banheirinho do pet.

    Para ensinar os filhotes de cachorro, a atenção do tutor é crucial: você deve observar os sinais de quando o cãozinho está prestes a evacuar para direcioná-lo para o lugar certo. Uma tática que funciona é ter um horário certo para alimentar o cão, pois assim você consegue “prever” quando ele vai fazer suas necessidades. Além disso, o reforço positivo é outra tática que ajuda para quem deseja aprender como adestrar filhote de cachorro: recompensas, como petiscos e elogios, estimulam o animal a repetir aquela ação mais vezes.

    Com quantos dias pode dar banho em filhote de cachorro?

    Ao contrário do que muitos pensam, o banho em cachorro filhote não é algo recomendável nos primeiros meses de vida. Por ter uma imunidade ainda frágil e a pele muito sensível, o melhor a se fazer é esperar até que o cãozinho complete 2 ou 3 meses de idade por precaução. Antes disso, a higiene do pet deve ser feita com o uso de lenços umedecidos, sempre de forma bem sutil para não agredir ou machucar a pele do animal.

    Depois que o filhote completar o esquema vacinal e estiver com a saúde mais resistente, os banhos podem começar a fazer parte da sua rotina. Para saber como dar banho em filhote de cachorro, uma dica valiosa é escolher momentos em que o doguinho esteja mais tranquilo. Em seguida, além de separar todo o material necessário - toalha, shampoo, sabonete, entre outros -, é bom colocar algodão no ouvido do pet para proteger da água.

    Na hora do banho em si, não esqueça de verificar a temperatura da água, que deve estar fria ou, no máximo, morninha (mas nunca quente). Comece molhando o corpo do filhotinho de forma bem suave, deixando a cabeça por último. Depois é só passar o shampoo para cachorro e massagear muito bem toda a extensão dos pelos (ah, e não esqueça de comprar produtos específicos para pets, combinado?). Por fim, seque muito bem o seu peludinho com um secador de cabelo ligado com o vento frio e uma toalha bem sequinha.

    Como fazer filhote de cachorro dormir a noite toda?

    Essa pode parecer uma tarefa difícil no início, mas não é impossível. Nos primeiros dias, é comum encontrar um filhote de cachorro chorando à noite, e existem vários motivos que explicam isso. A falta do colo materno, o medo do desconhecido, ansiedade de separação e situações como fome ou frio são apenas algumas das razões por trás desse comportamento. Para saber como fazer filhote de cachorro dormir a noite toda, é só ficar de olho nas dicas abaixo:

    1) Coloque uma peça de roupa sua junto da caminha do cachorro. Esse cheirinho vai fazer com que o animal se sinta menos só até se familiarizar com o novo ambiente.

    2) Algumas músicas para cachorro ajudam a tranquilizar o pet. Deixe o som ligado à noite bem baixinho para surtir o efeito desejado.

    3) Gaste bastante a energia do cachorro antes do horário de dormir. Assim ele vai ficar tão cansado que vai cair no sono logo, e dificilmente irá acordar no meio da noite.

    Bônus: não esqueça de escolher uma cama para cachorro apropriada para o seu amiguinho. Também é bom deixá-la o mais confortável possível com lençóis, almofadas e brinquedos de pelúcia.

    O filhote de cachorro pode ter dificuldade para dormir à noite toda, mas algumas artimanhas ajudam nisso
    O filhote de cachorro pode ter dificuldade para dormir à noite toda, mas algumas artimanhas ajudam nisso

    Qual a primeira vacina do filhote de cachorro?

    Um dos pontos mais importantes de como cuidar de filhote de cachorro é com relação a sua saúde. A vacinação é super necessária em toda a vida do animal, ajudando a protegê-lo de várias doenças perigosas. A primeira vacina para cachorro deve ser aplicada a partir dos 45 dias de vida e pode ser a Óctupla (V8) ou Déctupla Canina (V10). A V8 protege contra 8 doenças, que são:

    • cinomose;
    • parvovirose;
    • coronavirose;
    • hepatite infecciosa;
    • adenovirose;
    • parainfluenza;
    • peptospirose.

    A grande diferença entre ela e a V10 é que a V8 protege contra 2 subtipos de leptospirose, enquanto a V10 protege contra 4 subtipos da doença. Já o esquema vacinal deve ser feito da seguinte forma: 

    1ª dose: a partir de 45 dias de vida
    2ª dose: entre 21 a 30 dias após a primeira dose
    3ª dose: entre 21 a 30 dias após a segunda dose

    Se por acaso ocorrer algum atraso entre uma dose e outra, é necessário recomeçar o ciclo vacinal do zero. Além disso, fora a vacina V8 e V10, a vacina contra a raiva também é muito importante e obrigatória. Ela pode ser aplicada após 4 meses e deve ser reforçada anualmente, assim como as demais.

    Ah, e tem mais: além das vacinas, a vermifugação é outro ponto igualmente importante. Se você quer saber com quanto tempo pode dar remédio de verme para cachorro filhote, a resposta é a partir dos primeiros 15 dias de vida, dividido em três doses. Nesse caso, é importante ter uma orientação profissional para não haver erros.

    Como tirar pulga de cachorro filhote?

    Se você adotou um cãozinho de rua, é sempre bom verificar se há ou não infestação de parasitas no animal. Caso isso se confirme, uma forma de como tirar pulga de cachorro filhote é dando um banho no pet e passando um pente antipulgas para remover os parasitas. Além disso, é importante que o animal seja avaliado por um médico veterinário para saber como está sua saúde. Ele também poderá indicar medicamentos e outras formas de controlar a situação sem prejudicar o seu doguinho, sendo a maneira mais segura de cuidar disso.

    Redação: Juliana Melo

    Nomes para gatos laranjas: 100 opções para chamar o seu bichano dessa cor

    Próxima matéria

    Nomes para gatos laranjas: 100 opções para chamar o seu bichano dessa cor

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Gato de Pelo Curto Inglês: guia completo sobre a raça de pelagem cinza
    Adote um animal

    Gato de Pelo Curto Inglês: guia completo sobre a raça de pelagem cinza

    O gato de Pelo Curto Inglês - também chamado de gato British Shorthair - é uma raça de gato cinza encantadora (mas que pode ser encontrada em outras cores)! Além da aparência exuberante e felpuda, o bichano tem várias qualidades que fazem dele um bichinho de estimação único. Não é à toa que, apesar da origem inglesa, o gato de Pelo Curto Inglês conquistou a simpatia de muitos gateiros ao redor do mundo.

    Gato frajola: conheça as características do gato preto e branco
    Adote um animal

    Gato frajola: conheça as características do gato preto e branco

    O gato preto e branco - também conhecido como gato frajola, graças ao personagem de desenho animado de mesmo nome - é muito querido entre os gateiros. Não faltam motivos para isso: além da aparência mesclada, os bichanos com o padrão de pelagem preto e branco geralmente são cheios de personalidade e carisma! Grandes parceiros dos humanos, todo mundo que conhece um gato frajola acaba ficando com vontade de ter um igual.

    Gato Ashera: conheça todas as características do gato mais caro do mundo
    Adote um animal

    Gato Ashera: conheça todas as características do gato mais caro do mundo

    O Ashera é um gato híbrido que não é tão conhecido quanto outras raças, mas que leva a fama de gato mais caro do mundo. Isso se deve à sua origem, já que, diferentemente dos bichanos que nós conhecemos, o gato Ashera foi criado em laboratório e é uma mistura de várias raças de felinos domésticos e selvagens. A ideia era reproduzir um animal com aparência exótica e, ao mesmo tempo, dono de uma personalidade dócil, carinhosa e sociável. 

    100 dicas de nomes para gatos brancos
    Adote um animal

    100 dicas de nomes para gatos brancos

    A hora de escolher um bom nome para gatos (branco ou de qualquer outra cor) é sempre muito delicada. Afinal, essa é uma denominação que vai acompanhar o seu amigo de quatro patas pelo resto da vida! Portanto, a decisão deve ser pensada com muita cautela para depois não haver nenhum arrependimento (as trocas constantes podem acabar confundindo a cabeça do bichano e por isso devem ser evitadas).

    Ver Todas >