Cachorro

Febre em cachorro: tudo que você precisa saber sobre o sintoma

Publicado - 05 Maio 2023 - 19h03

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Encontrar um cachorro com febre pode ser preocupante, ainda mais quando você não sabe o que originou aquilo. Diferentes causas podem ser associadas ao sintoma, e é sempre importante investigar isso com um médico veterinário de confiança. Mas como identificar um caso de febre em cachorro? Como medir a temperatura corporal dos cães? No geral, não costuma ser difícil detectar quadros febris porque o animal dá vários sinais de que não está bem. Mas para sanar todas as dúvidas, o Patas da Casa reuniu tudo que você precisa saber sobre o assunto aqui embaixo. Dá uma olhada!

Quanto é febre em cachorro? Entenda como funciona a temperatura corporal dos cães

Os cães são naturalmente mais quentinhos do que os humanos. Por isso, pode parecer um grande desafio descobrir se o cachorro está com febre ou não. Normalmente, um animal saudável costuma ter uma temperatura que varia entre 38ºC e 39ºC. Se passar disso, já pode ser considerado um quadro febril. 

Também é importante ficar atento com temperaturas muito altas: acima de 41ºC já é um sinal de alerta, pois é quando a febre em cachorro começa a afetar o funcionamento dos órgãos, colocando a saúde do animal em risco.

Imagem Quiz:Seu cachorro dorme demais? Descubra com esse teste!

Seu cachorro dorme demais? Descubra com esse teste!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Alguns fatores podem interferir na temperatura do cachorro, como o clima, doenças e uso de medicamentos. Além disso, dependendo da idade do pet, o parâmetro pode mudar. Filhotes de cachorro recém-nascidos costumam medir entre 35°C e 37ºC na primeira semana de vida. Cães idosos também podem ter uma pequena variação de temperatura, mas nada muito diferente do habitual. Já fatores como raça e porte não influenciam em nada.

Febre em cachorro: como saber se o animal está mais quente do que o normal?

Medir a temperatura do cachorro com febre não é difícil. Se houver qualquer desconfiança de que o animal está febril, você pode levá-lo direto no veterinário para checar a temperatura ou então fazer isso em casa. Existem termômetros específicos para pets, mas um termômetro digital de humanos também pode executar essa função sem problemas. Atenção: isso só vale para termômetros digitais, e não aqueles de mercúrio (que podem ser super perigosos)!

Para identificar a febre em cachorro com um aparelho digital, siga os passos abaixo:

Passo 1: Posicione o animal deitado ou em pé. É importante que ele se sinta confortável na posição escolhida.

Passo 2: Introduza o termômetro digital no ânus do cachorro até encostar na parede anal. Faça isso com muita delicadeza, pois é algo que pode incomodar o doguinho.

Passo 3: Aperte o botão do termômetro para começar a medir a temperatura do animal e aguarde o sinal sonoro que indica o resultado.

Passo 4: Caso identifique que a temperatura está acima de 39ºC, não deixe de levar seu pet ao veterinário para descobrir a causa da febre em cachorro. 

Golden Retriever deitado com febre e compressa na cabeça enquanto uma mão segura um termômetro digital
Cachorro com febre: é possível aferir a temperatura do animal com um termômetro digital

Termômetro sem contato x termômetro digital: qual é o melhor para conferir se há febre em cachorro?

Novidades tecnológicas sempre surgem, e uma que tem chamado bastante a atenção de tutores é o termômetro para cachorro que não precisa ser inserido no ânus. Trata-se de um aparelho sem contato que promete aferir a temperatura corporal do pet sem ser invasivo e sem causar qualquer incômodo ao animal. 

Esse tipo de termômetro vem com um sensor infravermelho que mede à distância, sem encostar no cachorro. Ele deve ser posicionado entre 3 e 5 centímetros dos ouvidos do cão e faz toda a medição a partir do canal auricular. No final, ele costuma emitir um “bip” para notificar o resultado.

Vale destacar que o produto precisa ser fabricado exclusivamente para cães. Ou seja, não vale usar aquele termômetro que os humanos normalmente usam para medir o pulso ou a testa, pois não terá a mesma eficiência. Ainda assim, na disputa entre termômetro sem contato e o termômetro digital (que deve ser inserido no ânus), o segundo continua sendo a opção mais segura para identificar casos de febre em cachorro.

Sintomas de febre em cachorro para ficar atento

O cachorro com febre não passa despercebido pelo tutor. Algumas mudanças no comportamento do animal são bastante visíveis, como a apatia e quietude repentina. Além disso, sintomas físicos também podem se manifestar. Como nem sempre o corpo mais quente é um sinal de febre em cachorro, sintomas abaixo devem ser observados em conjunto com o quadro:

  • Tremores;
  • Aumento da ingestão de água;
  • Falta de apetite;
  • Apatia;
  • Sonolência;
  • Focinho, orelhas e patas mais quentes do que o normal.

Vale lembrar que o focinho do cachorro é gelado e úmido a maior parte do tempo, mas fatores externos - como o clima - podem alterar a condição dele. Ainda assim, se você observar que o focinho está quente e seco por muito tempo, pode ser um forte indício de febre em cachorro (principalmente se estiver associado com outros sinais da lista).

Chihuahua branco apático ao lado de pote de ração
A febre em cachorro costuma deixar o animal apático e sem apetite

Saiba quais são as principais doenças que deixam o cachorro com febre

Primeiro, é necessário dizer que a febre em si não é uma doença, mas sim uma reação do organismo a algum problema, que - aí sim - pode estar associado a presença de doenças. Infecções em qualquer parte do corpo podem deixar o cachorro com febre, e elas costumam ser causadas por bactérias, fungos ou vírus. De quadros mais leves - como um problema dentário - aos mais graves - como cinomose e parvovirose -, existem inúmeras doenças que podem vir acompanhadas deste sintoma. Algumas delas são:

Pode dar dipirona para abaixar a febre em cachorro?

Mesmo que seja com a melhor das intenções, o tutor nunca deve automedicar o animal. Muita gente se pergunta se pode dar dipirona para cachorro, e a verdade é que até pode, mas somente um veterinário poderá prescrever a dosagem correta do medicamento e avaliar a condição do doguinho. Esse tipo de remédio também funciona como um analgésico em cães e ajuda a aliviar dores, mas só costuma ser indicado em casos leves ou moderados. Febre muito alta, por exemplo, pode exigir um medicamento mais forte.

Além disso, administrar dosagens erradas muitas vezes é até pior para os peludos, que podem desenvolver uma série de complicações como problemas renais, anemia e hipotensão. Por isso, consulte sempre um veterinário antes de começar a tratar o seu cachorro e não tente a automedicação!

Cachorro com febre: como baixar a temperatura do animal?

Ninguém gosta de ver o próprio cachorro com febre, e é claro que os tutores sempre buscam estratégias para tentar melhorar o bem-estar do animal e afastar o quadro febre. Felizmente, existem algumas dicas que podem ajudar a baixar a febre do animal. Para começar, ofereça bastante água para cachorro: além de hidratar, isso ajuda a regular a temperatura corporal e diminui a febre.

Passar uma toalha umedecida no rosto e corpo do cãozinho também é algo que pode ser feito, principalmente em casos onde a febre de cachorro não está muito alta. O único cuidado, nesse caso, é evitar fazer isso perto de correntes de ar. No final, seque muito bem o corpo do doguinho.

Outras dicas são dar banho em cachorro gelado e fazer compressas de gelo nas patas traseiras e na cabeça. O tempo do banho, assim como o da compressa, não deve ultrapassar 10 minutos e  é importante secar o animal depois disso. Vale lembrar também que, apesar de ajudar a diminuir a febre em cachorro, isso não resolve a raiz do problema: ou seja, se o cachorro está com alguma infecção, provavelmente terá reincidências de febre até ser diagnosticado e tratado corretamente por um especialista.

Redação: Juliana Melo

Edição: Luana Lopes

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Cachorro

Quais são os tipos da doença do carrapato em cachorro? Conheça as características de cada uma

A doença do carrapato em cachorro é um dos maiores temores dos tutores. O que nem todo mundo sabe é que existem diferentes tipos da ...

Cachorro

Como identificar a doença do carrapato em cachorro? Vets recomendam prestar atenção a esses 8 sinais na rotina do pet

A doença do carrapato em cachorro é uma das enfermidades mais perigosas e traiçoeiras que existem no universo canino. Infelizmente, ...

Gato

O gato Bengal é selvagem, híbrido ou doméstico? Curiosidades sobre os instintos da raça que parece um leopardo

O gato Bengal é uma das raças mais exóticas que existem por uma razão simples: eles são bem parecidos visualmente com o leopardo, um...

Adote um animal

8 características do Sphynx, o gato sem pelo

A aparência única e charmosa do Sphynx gera muita curiosidade. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um gato sem pelo por aí, ...

Adote um animal

Qual é o maior cachorro do mundo? Conheça 6 raças gigantes que batem recordes no quesito tamanho

Você já se perguntou qual é o maior cachorro do mundo? Existe uma grande variedade de raças com características físicas diferentes, ...

Cachorro

Qual o significado de sonhar com cachorro atacando?

O significado de sonhar com cachorro é muito variado. Não é possível dizer que isso sempre vai representar algo positivo ou negativo...

Ver todas