Comportamento animal

Esse acessório vai deixar as viagens de carro com o cachorro muito mais seguras

Publicado - 07 Maio 2024 - 17h30

Você já ouviu falar em cinto de segurança para cachorro? Se você tem um pet que adora passear de carro e é um integrante frequente das viagens em família, provavelmente já conhece essa peça. Assim como o de humanos, esse acessório é um item fundamental e indispensável para transportar o cão em segurança na estrada.

Quando colocado de forma certa, o cinto de segurança de cachorro evita que o pet seja arremessado em casos de acidentes e machuque a si mesmo ou outros passageiros. Além disso, esse acessório é muito benéfico para o motorista – principalmente se ele estiver viajando sozinho com o cão – pois evita que ocorram distrações durante o trajeto. Saiba mais detalhes do cinto de segurança para cachorro!

Como funciona o cinto de segurança para cachorro?

O cinto de segurança para cachorro é ligado à coleira do cão através de uma ponta que fica presa no carro. Para usar o acessório, o ideal é que a coleira seja do tipo peitoral, para que o pet não se machuque, principalmente em casos de acidente. O melhor modelo de cinto de segurança de cachorro é aquele que se encaixa em um dos bancos traseiros do veículo, para evitar que o animal fique pulando para o banco da frente ou de um lado para o outro no carro. 

Imagem Quiz:Seu cãozinho está pronto para viajar com a família?

Seu cãozinho está pronto para viajar com a família?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Além disso, o cinto de segurança para cachorro – mesmo quando preso – permite que o animal levante, ande, sente e deite de modo confortável. Ou seja, ao mesmo tempo que o protege, esse acessório não se torna um inimigo para o seu pet.

Como escolher o modelo ideal de cinto de segurança para cachorro?

Primeiro de tudo, é importante considerar o tamanho do cão na hora de escolher um modelo de cinto de segurança de cachorro. É essencial que o pet fique 100% seguro e se sinta bastante confortável. Após isso, observe se o modelo do cinto já vem com um encaixe para ser preso em um dos bancos traseiros do carro, como o dos humanos. Esses modelos são os mais seguros e práticos para os cães.

É fundamental checar também se o cinto de segurança de cachorro tem trava de segurança ou se o seu mosquetão – um rosqueador que não deixa o item abrir sozinho – é bem firme. Alguns modelos de cinto de segurança pet já vêm com esse adicional e promovem mais segurança ao animal. Além disso, o tamanho do cinto de segurança para cachorro precisa ser curto: não ao ponto do cão não conseguir se mexer ou deitar, mas para evitar que o pet tente pular para o banco da frente.

O uso do cinto de segurança de cachorro não é obrigatório por lei

Apesar da legislação brasileira não estabelecer o uso do cinto de segurança de cachorro em viagens de carro, não é permitido que os animais fiquem soltos dentro do veículo. A Lei Nº 9605/1997 permite que qualquer ser vivo seja transportado no automóvel, contanto que o condutor do veículo não seja atrapalhado e incomodado. Ou seja, o cão não pode ir no colo, deitado nos pés do motorista e nem atrapalhá-lo de alguma forma. 

Entretanto, o problema é que a legislação não é clara sobre o modo que o animal deve ser transportado dentro do carro. O uso do cinto de segurança para cachorro não é obrigatório por lei, assim como o da cadeirinha e o da caixa de transporte. Sendo assim, isso deve partir do bom senso do tutor.

cachorro usando cinto de segurança para cachorro dentro do carro
O cinto de segurança para cachorro promove mais segurança para o animal e passageiros

Cinto de segurança para cachorro x cadeirinha para cachorro: qual é o mais seguro?

A cadeirinha para cachorro – ou assento para cachorro – também é uma excelente opção para as viagens de carro. Ela mantém o cão seguro e confortável ao mesmo tempo. Contudo, a cadeirinha para cachorro é um item mais adequado para raças pequenas ou filhotes de raças grandes, com menos de 12 quilos.

Assim, para escolher o acessório ideal, é preciso levar em consideração o tamanho e o peso do animal, além do tempo de viagem. Como a cadeirinha para cachorro fica elevada, o cão consegue viajar olhando pela janela, o que pode ajudar a distrair o pet durante o caminho, principalmente em longas distâncias. Todo mundo sai ganhando: o animal garante o seu entretenimento e o motorista evita distrações durante a viagem.

Outros cuidados para ter ao viajar de carro com cachorro

Além do cinto de segurança para cachorro, alguns outros cuidados são importantes para viajar de carro com o pet. A viagem precisa ter paradas suficientes ao longo do percurso para que o animal consiga andar um pouco, beber água e fazer as suas necessidades. Isso garante que o pet não se sinta preso no carro e fique menos estressado durante o caminho.

Em casos de distâncias mais longas, uma boa opção também é considerar um pernoite no meio do percurso, para garantir o bem-estar do animal – principalmente se ele for de porte médio ou grande. Mas não se preocupe: tudo é questão de costume. Primeiro acostume o animal com passeios de carro de curtas distâncias. Após um tempo, pegar a estrada será cada vez mais fácil para o pet.
 

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Já ouviu falar no reflexo de Flehmen? O gato respirando de boca aberta pode apenas estar tentando sentir melhor os cheiros

Ver um gato respirando de boca aberta pode ser mais comum do que a gente imagina. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem ...

Gato reage de jeito engraçado aos cheiros que não gosta - e explicação tem a ver com um sentido poderoso da espécie

Você sabia que um cheiro que gato não gosta pode desencadear reações bem inusitadas nos felinos? Isso acontece porque o olfato dos g...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Já ouviu falar no reflexo de Flehmen? O gato respirando de boca aberta pode apenas estar tentando sentir melhor os cheiros

Ver um gato respirando de boca aberta pode ser mais comum do que a gente imagina. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem ...

Ver todas