close
Saúde

Em quais casos o antialérgico para cachorro é indicado?

Antialérgico para cachorro: saiba quando usar o medicamento para cuidar do animal
Antialérgico para cachorro: saiba quando usar o medicamento para cuidar do animal

Será que pode dar antialérgico para cachorro? Essa é uma dúvida muito comum entre os pais de pet, principalmente porque as reações alérgicas ocorrem quando menos se espera e pode acometer cães de diferentes idades. O cachorro com alergia na pele precisa, sim, de um tratamento adequado, mas que somente pode ser indicado por um médico veterinário de confiança. Geralmente o antialérgico para pet é uma opção que pode ser considerada, desde que haja o devido acompanhamento. Dúvidas quanto ao tempo de uso, em que casos o remédio é recomendado e qual antialérgico cachorro pode tomar são bem comuns, por isso reunimos as principais informações sobre o assunto abaixo. Dá uma olhada!

Como funciona o remédio antialérgico para cachorro?

O antialérgico canino - também conhecido como anti-histamínico - é um medicamento que tem a função de tratar e conter reações alérgicas do organismo do cão. Na prática, esses fármacos servem para inibir e bloquear as ações da histamina, uma substância biologicamente ativa do sistema imunológico que é liberada durante os processos alérgicos. A função da histamina é basicamente destruir células estranhas que invadem o corpo do animal, atuando na defesa do organismo. Como consequência, o cachorro sofre com a alergia e pode ter diferentes sintomas atrelados a isso. O antialérgico para cães, por sua vez, busca amenizar o impacto provocado pela histamina e melhorar o bem-estar do pet.

Vale lembrar que a dose de antialérgico para cachorro vai depender principalmente da avaliação feita pelo veterinário, que vai verificar a gravidade da situação. Também é importante destacar que não se pode oferecer nenhum tipo de antialérgico humano para cachorro. Mesmo que a intenção seja ajudá-lo, isso pode acabar prejudicando ainda mais a saúde do animal.

Antialérgico: cachorro pode ser tratado com o medicamento em diversas situações

Em um caso de cachorro com alergia, o veterinário fará uma avaliação para determinar a causa exata do problema e, só então, receitar o remédio antialérgico para cães ideal. Antes de levá-lo para atendimento médico, é bom listar tudo aquilo que o cachorro comeu ou teve contato recentemente. Isso vai ajudar a identificar a origem do problema. Veja a seguir algumas situações em que o antialérgico pet é indicado:

1) Dermatite atópica canina pode ser contida com um antialérgico para cachorro

De origem genética, a dermatite atópica canina é desencadeada pelo contato direto com fumaça, poeira, pólen e ácaros. A atopia provoca o ressecamento intenso da pele, que pode desenvolver para feridas se não for cuidada desde o início. Nesse caso, a melhor forma de tratar é com um antialérgico veterinário, que deve ser receitado depois que o diagnóstico for confirmado. Como se trata de um problema que não tem cura, o acompanhamento deve ser feito pelo resto da vida do animal.

2) Piodermite canina: antibiótico e antialérgico pet são as melhores formas de tratamento

A piodermite canina é uma infecção bacteriana muito comum. O remédio antialérgico para cães faz parte do tratamento, e em alguns casos o uso de antibióticos também é indicado. Se o seu cãozinho anda se coçando com frequência, é bom ficar atento. Boa parte dos animais costuma apresentar coceira como um dos principais sintomas, mas outros sinais também podem ser observados, como o surgimento de caroços pelo corpo do animal e bolinhas de pus. A queda de pelos também pode ocorrer.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O antialérgico para cachorro é usado em diferentes casos, como dermatite atópica, piodermite e alergia alimentar
    O antialérgico para cachorro é usado em diferentes casos, como dermatite atópica, piodermite e alergia alimentar

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    3) Alergia alimentar em cães pode demandar o uso de antialérgico veterinário

    Os cães também podem ter alergia a determinados alimentos. Entre eles, estão a carne bovina, a soja, o milho e o trigo, ingredientes presentes na maioria das rações comerciais. Sendo assim, é importante estar atento à composição da ração de seu amigo e trocá-la caso ele manifeste qualquer sinal de alergia. Nesse caso, vômitos, diarreia, coceira, irritação na pele e dores intestinais podem indicar que algo não vai bem com o seu pet. Sobre o tratamento, pode dar remédio de alergia para cachorro como forma de aliviar os sintomas, caso seja indicado pelo veterinário.

    4) Cachorro pode tomar antialérgico para tratar alergia a pulgas

    Muitos tutores não sabem, mas a ação das temidas pulgas e carrapatos também pode desencadear reações alérgicas nos cães, sendo necessário o uso de antialérgico veterinário para amenizá-las. O grande problema está na saliva desses parasitas, que tendem a irritar a pele do seu amigo, levando a uma coceira extrema. Cães que sofrem com isso, inclusive, têm o hábito de se lamber e se esfregar em diferentes superfícies por conta do incômodo causado pela alergia. Nesse caso, um dos melhores tratamentos é por meio da administração de um antialérgico para cachorro. Mas lembre-se: é necessário levar o pet em um veterinário para ter o diagnóstico certo e, então, iniciar o tratamento com as doses adequadas.

    Antialérgico para cachorro dá sono? Veja algumas reações comuns

    Assim como acontece com os humanos, os cães também podem ter algumas reações ao antialérgico pet. Tanto o comprimido para alergia em cachorro quanto o medicamento injetável costumam dar sonolência, então é normal que o seu amiguinho passe algumas horinhas dormindo ou com preguiça após a administração do remédio. Por outro lado, é importante ficar atento a outras mudanças no corpo do cachorro que podem ser causadas pelo uso incorreto do antialérgico para cachorro, como alterações gastrointestinais ou a piora da coceira. No caso do antialérgico para cães filhotes, também é importante verificar se o remédio tem alguma contraindicação para a idade do animal e o que isso pode causar.

    Antialérgico: cachorro precisa de cuidados para evitar o problema

    Antes de se perguntar se “posso dar antialérgico para cachorro”, não se esqueça de que a prevenção é sempre o melhor remédio. Investir em uma tosa higiênica é uma delas. Desta forma, você evita que parasitas possam habitar no corpo do animal e, consequentemente, causar irritações na pele. Evitar o contato do seu pet com insetos, como abelhas e formigas, também é importante. Além disso, é fundamental manter uma alimentação saudável e equilibrada, respeitando as limitações do seu cãozinho e lembrando que as comidas humanas normalmente não são recomendadas para ele.

    Caso observe que o seu doguinho está se coçando mais do que o normal ou com a pele vermelha e irritada, não deixe de procurar um profissional para saber qual antialérgico pode dar para cachorro.

    Redação: Úrsula Gomes e Juliana Melo

    Publicada originalmente em: 07/05/2020

    Atualizada em: 25/085/2021

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Próxima matéria

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    Anti-inflamatório para cachorro: em quais casos o medicamento é indicado?
    Saúde

    Anti-inflamatório para cachorro: em quais casos o medicamento é indicado?

    O anti-inflamatório é um dos medicamentos mais comuns no dia a dia dos humanos. Mesmo sem prescrição médica, é a ele que a gente costuma recorrer para tratar dores e incômodos simples. Se essa prática não é recomendada nem para o nosso organismo, que dirá para o dos cachorros, que funciona de forma diferente. Se o anti-inflamatório para cachorro não pode ser usado deliberadamente, vale a pena em quais casos e como ele deve ser administrado no seu amigo.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    5 motivos pelos quais seu cachorro late em casa
    Adestramento

    5 motivos pelos quais seu cachorro late em casa

    O cachorro latindo pode significar várias coisas, já que os cães não usam os latidos apenas para se expressarem. É com essa comunicação que eles conseguem sinalizar para seus humanos o que querem e, até mesmo, se há algo incomodando ou alguém por perto que apresenta perigo. Cada cachorro tem uma personalidade e, por isso, alguns latem mais e outros menos. Há estudos também que apontam a diferença de latidos entre as raças. Agora, se você tem um cachorro que late muito a ponto de causar problemas com vizinhos, é necessário avaliar a melhor alternativa para ajudar o animal e conviver pacificamente com a vizinhança. 

    Ver Todas >

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas
    Saúde animal

    Outubro rosa pet: tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama em cadelas e gatas

    Assim como a campanha internacional com humanos, o Outubro Rosa Pet é uma oportunidade para conscientizar os tutores sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama em cães e gatos. Esse é um problema mais comum do que se imagina no universo animal. Por isso, a observação constante e a prevenção devem fazer parte da rotina de todo pai ou mãe de pet, principalmente no caso de fêmeas.

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro
    Saúde animal

    Piodermite canina: 10 perguntas e respostas sobre a doença que atinge a pele do cachorro

    A piodermite canina é uma das doenças de pele que podem atingir os cães, deixando-o com muita coceira e bastante desconfortável. Podendo ter inúmeras causas, a piodermite está relacionada ao sistema imunológico do animal e significa que a saúde do pet está debilitada. Apesar de comum, a piodermite em cães ainda gera muitas dúvidas nos pais e mães de pet, que não sabem muito bem como perceber os sintomas, o que causou a doença e como podem tratá-la. O Patas da Casa separou 10 perguntas e respostas sobre a piodermite em cachorro para acabar com qualquer questão que você possa ter sobre essa doença. Confira!

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães
    Saúde animal

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    A dirofilariose canina é uma doença silenciosa que pode afetar gravemente a saúde dos pets. Conhecida popularmente como a patologia do verme do coração, a transmissão da doença acontece por meio de uma simples picada de mosquito e pode levar o cachorro a óbito de maneira repentina. Para lidar com a dirofilariose, todo cuidado é pouco! 

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Ver Todas >