close
Saúde

Corticoide para cachorro: como funciona, para que serve e perigos do uso contínuo

Atualizado em 26 de Outubro de 2021 às 12h27

Publicado em 26 de Outubro de 2021 às 11h57

O corticoide para cachorro pode ser usado para tratamentos de vários problemas, mas deve ter acompanhamento contínuo
O corticoide para cachorro pode ser usado para tratamentos de vários problemas, mas deve ter acompanhamento contínuo

Com um potente efeito anti-inflamatório, o corticoide para cachorro é um medicamento que costuma gerar muitas dúvidas nos pais de pet. Embora seja indicado para o tratamento de alguns problemas de saúde, como alergias caninas e dermatites, o corticoide veterinário pode representar um perigo para os cães, especialmente se for usado de maneira contínua e sem acompanhamento profissional. Por isso, é fundamental se atentar aos efeitos do corticoide no cachorro para garantir que nada de ruim aconteça. Para entender melhor para que serve o corticoide para cães, em que casos o fármaco é indicado e quais são as contraindicações, conversamos com o médico veterinário Lucas Zagatto, de São Paulo. Veja o que ele explicou!

Como funciona o corticoide para cachorro?

O corticoide para cachorro é, na verdade, um hormônio produzido pelo próprio organismo canino e que geralmente é liberado em determinadas situações. Conforme Lucas explica, o corticoide é produzido a partir da molécula de colesterol no córtex (região mais externa) das glândulas adrenais. “Sua produção e secreção são reguladas através de um mecanismo de retroalimentação, ou seja, quando há liberação excessiva de corticoides pelas adrenais, a própria substância secretada age em pontos distintos do cérebro, fazendo com que este reduza sua secreção”. Essa liberação, por sua vez, é regulada por diversos estímulos, como dor, estresse, temperatura, exercícios físicos, entre outros.

E como funciona o corticoide para cães, afinal? O veterinário responde: “O corticoide para cachorro causa diversos efeitos, entre eles um potente efeito anti-inflamatório, muitas vezes superior a outros anti-inflamatórios não esteroides."

Em quais casos o remédio com corticoide para cachorro é indicado?

Segundo o especialista, o corticoide para cachorro é usado como um anti-inflamatório não esteroidal, sendo um hormônio sintético "mais potente". Dentre as indicações clínicas mais comuns para uso de corticoide, Lucas destaca: “Dermatologia, oftalmologia, alterações musculoesqueléticas, inflamações diversas, problemas metabólico diversos, alterações reprodutivas, casos de hipersensibilidade e quadro alérgico, tratamentos oncológicos como imunossupressor em doenças autoimunes”.

Ainda assim, é fundamental buscar orientações de um médico veterinário antes de começar a usar o corticoide. Cachorro nunca deve ser automedicado - assim como qualquer outro remédio, como antibiótico para cães -, e deve sempre ser acompanhado de perto por um profissional da área. Existem ainda diferentes tipos do medicamento, como a pomada corticoide para cachorro, comprimido, creme ou líquido injetável.

Vale lembrar também que existe uma diferença entre o corticoide humano e o corticoide veterinário. “A diferença são suas dosagens. Além disso, eles são classificados conforme seu tempo de ação no organismo e sua potência, formando três grupos principais: de ação curta, de ação intermediária e de ação longa”, explica Lucas. Para saber a dosagem de corticoide para cachorro certa, a avaliação de um médico veterinário é indispensável.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A pomada corticoide para cachorro é uma das opções do medicamento
    A pomada corticoide para cachorro é uma das opções do medicamento

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Quais são os efeitos do corticoide no cachorro?

    É importante destacar que o efeito de corticoide para cachorro normalmente acontece quando o medicamento é utilizado de forma inadequada, sem a devida orientação profissional. Nesse sentido, algumas alterações comportamentais podem ser observadas, como agitação, impaciência e latidos excessivos. Por outro lado, o médico veterinário também alerta que os efeitos do corticoide no cachorro são considerados inespecíficos, pois atuam no corpo todo e não só no local de inflamação. 

    Ainda assim, é possível perceber algumas manifestações, segundo Lucas: “Alguns dos efeitos colaterais do corticoide para cachorro podem incluir imunossupressão indesejada, hiperadrenocorticismo iatrogênico, alterações hepáticas, úlceras gástricas, hiperglicemia, catarata, entre outros. Em terapias prolongadas, o monitoramento frequente, com exame físico e exames complementares é uma importante forma de avaliação dos efeitos do corticoide no cachorro”. 

    Cuidados com o uso de corticoide para cachorro

    Os médicos veterinários cumprem uma função importante para cuidar da saúde animal. Por isso, é importante respeitar todas as orientações passadas por eles, como a dosagem de corticoide para cachorro e o tempo de duração do tratamento. Em alguns cenários, esses cuidados devem ser ainda maiores, pois o uso contínuo do corticoide para cachorro pode ser problemático. “É necessário ter cuidado nos casos de insuficiência renal, diabetes mellitus, gestação canina, infecções bacterianas ou virais crônicas, micoses sistêmicas ou profundas, processos oculares com comprometimento da córnea ou virais crônicas”, enfatiza.

    Redação: Juliana Melo

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Próxima matéria

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Passeio

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Ver Todas >

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?

    Se você reparar seu gato com sangue nas fezes, é importante ficar atento. Essa situação é um sintoma comum a inúmeras doenças que podem afetar o bichano. Ao defecar fezes com sangue, o gato pode estar com uma inflamação no cólon ou até mesmo com um tumor no sistema digestivo. O sangue nas fezes do gato é um sintoma presente até mesmo nas verminoses mais comuns. Seja qual for a causa do gato fazendo fezes com sangue, sempre significa que algo está errado com o animal. 

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação
    Saúde animal

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação

    Saber um pouquinho de primeiros socorros veterinários vai ser muito útil se você acha que um cachorro parece engasgado - inclusive, é algo que pode salvar a vida do seu pet nessas horas! Seja porque ele comeu muito rápido ou tentou engolir alguma coisa que não devia, se deparar com um cachorro engasgado em casa é sempre um momento de desespero para qualquer pai de pet. Não saber como resolver essa situação é super comum e, ao mesmo tempo, um hábito perigoso: nunca se sabe quando você vai precisar socorrer o seu amigo em casa. 

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!
    Saúde animal

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!

    Os sintomas de cinomose canina são facilmente confundidos com outras doenças de cachorro e infelizmente pode até mesmo levar o animal à morte. Mais comum em filhotes não vacinados, a cinomose é altamente contagiosa e em alguns casos pode deixar sequelas que vão acompanhar o pet por toda a vida. É importante estar atento a qualquer sinal da cinomose em cães que ainda não completaram o calendário de vacinação, pois é uma doença que evolui rapidamente para um quadro grave. Ou seja, é uma situação de emergência!

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir
    Saúde animal

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir

    A giárdia canina é uma doença com alta contaminação entre os cães. O cachorro que a contrai sente bastante desconforto no sistema digestivo, com diarreia e vômitos frequentes. Comum principalmente no verão, a giardíase canina pode se apresentar de maneira mais leve ou mais grave. Sem tratamento, a giárdia canina pode matar o cachorro contaminado se ele não receber o tratamento adequado logo no início da infecção. Além disso, a giárdia canina pega em humanos e tem maior chance de atacar filhotes de cachorro. 

    Ver Todas >