Cachorro

Conheça as principais doenças de cachorro que afetam o sistema gastrointestinal

Publicado - 10 Junho 2020 - 19h18

Atualizado - 28 Abril 2024 - 23h22

Existem várias doenças de cachorro que podem comprometer a saúde do seu amigo. Entre elas, estão as que afetam o sistema gastrointestinal do animal. Incômodas e muitas vezes perigosas, tanto as doenças intestinais em cães quanto aquelas que atingem o estômago, por exemplo, podem ser causadas por fatores diferentes que vão desde a ingestão de alimentos contaminados até quadros de estresse ou ansiedade. Nesses casos, os sintomas mais comuns são cachorro vomitando, diarreia e desidratação. Por isso, é importante redobrar a atenção e a qualquer sinal de que algo não vai bem com o seu amigo buscar a ajuda de um médico veterinário. Ficou com dúvidas? Nós separamos as principais doenças que podem atingir o sistema gastrointestinal do seu cachorro e merecem a sua atenção. Dá uma olhada!

A gastrite em cachorro pode ser evitada com uma alimentação equilibrada e adequada à idade do bichinho

Não é raro encontrar um cachorro com gastrite, principalmente quando se trata de um animal que não segue uma dieta balanceada e saudável. Isso porque uma rotina alimentar inadequada pode favorecer a inflamação da mucosa que reveste o estômago, resultando no quadro. A doença é bastante comum em cães da raça Bulldog, Maltês e Shih Tzu e pode ocorrer em qualquer fase da vida do animal. Por isso, é importante ter atenção a sintomas como: vômito, dores abdominais, falta de apetite, perda de peso e diarreia.

Ao notar qualquer sinal fora do comum, é importante procurar um veterinário para que o diagnóstico seja feito por meio de uma endoscopia e o controle da doença seja iniciado. Normalmente, o médico indica mudanças na alimentação do cachorro.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Pancreatite canina: alimentos gordurosos são as principais causas da doença

pancreatite canina é uma doença grave e que pode ser adquirida por alguns motivos. O principal deles é a ingestão de alimentos ricos em carboidratos e gorduras. Ou seja: aquele pedacinho de bolo ou biscoito que você insiste em dar para o seu amigo pode resultar na inflamação do pâncreas, causando a famosa pancreatite em cachorro. Em geral, os sinais clínicos mais comuns da doença são febre, falta de apetite, dor abdominal e ofegância. Cachorro vomitando ou com diarreia também pode ser um sinal de que a saúde do seu amigo está prejudicada. Neste caso, um hemograma completo e um ultrassom do abdômen podem ajudar a diagnosticar a doença. O tratamento quase sempre é feito com analgésicos para a dor e antibióticos para melhorar o funcionamento pancreático do animal. Por isso, na maioria das vezes, a internação é recomendada pelos veterinários.

 

Cachorro branco pequeno comendo pedaço de fruta da mão de tutor

 

Gastroenterite em cães: diagnóstico precoce é fundamental

A gastroenterite canina é uma doença de cachorro que pode ser adquirida de diferentes formas. Ela pode ser viral, bacteriana e até mesmo por intoxicação ou inflamação. Mas, independente da variação da doença, uma coisa é certa: ela não demora a dar seus primeiros sinais. Quadros simples de vômitos que evoluem para diarreia combinados a falta de apetite e fezes com sangue podem indicar que o seu pet está sofrendo com o problema. Nesse caso, o tratamento pode variar de acordo com o caso do animal. Quando a doença é bacteriana, é comum que o tratamento seja à base de antibióticos e vitaminas. Já nos quadros inflamatórios, existem também outras medicações que podem ser receitadas.

A colite canina é muito comum em animais na fase adulta

Uma das principais causas de desconforto e quadros de diarreia, a colite em cães é o resultado da inflamação da mucosa intestinal do animal. Comum na fase adulta dos animais, a doença pode se apresentar de duas formas: aguda ou crônica. Na primeira, os sintomas costumam ser repetidos e de longa duração. Já na segunda, o quadro pode se estender por cerca de três semanas ou ser recorrente. A sua origem, na maioria das vezes, está relacionada à alergias alimentares em cães, parasitas e estresse. Os sintomas mais recorrentes da doença são presença de muco ou sangue nas fezes, diarreia, perda de peso e desidratação. Quanto ao tratamento, costuma ser feito com dietas especiais ricas em fibras e probióticos. Entretanto, em alguns casos, pode ser necessário o uso de antibióticos. 

A giárdia em cães causa vômitos, falta de apetite e dores abdominais no animal

Apesar de não ser uma doença gastrointestinal, provoca muitos efeitos nesse sistema do cachorro. Causada por um protozoário que age na corrente sanguínea, a giárdia em cães ocorre a partir do contato direto com as fezes de um animal contaminado. Também existe a transmissão pela amamentação, quando o filhote se infecta pelo aleitamento materno. Ela causa vômito, apatia alimentar e até mesmo diarreia sanguinolenta, que é quando há presença de muco ou pequenos cistos. Além disso, mal-estar, queda nos pelos, gases e desidratação podem indicar que o seu cachorro está contaminado.

Apesar de parecer inofensiva, a giárdia canina quando não tratada pode ser fatal para o seu cãozinho - principalmente para os que ainda são filhotes, fase em que a doença é mais agressiva. Por isso, você deve evitar expor o seu cachorro a locais públicos, com outros animais, onde há a suspeita da doença e fazer visitas frequentes ao veterinário. Considere também dar a vacina de giárdia, que não é uma imunização obrigatória. O tratamento da doença geralmente é feito com antibióticos por cerca de cinco a sete dias.

Redação: Úrsula Gomes 

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Comportamento

Vira-lata caramelo invade casamento e rouba a cena no momento da entrada da noiva

Os vira-latas têm um lugar especial no coração dos brasileiros. Quando o assunto é um vira-lata caramelo, então, há quem diga que es...

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Ver todas