close
Comportamento

Comportamento do gato e instintos selvagens: quais hábitos permanecem mesmo depois da domesticação?

Atualizado · 11 de dezembro de 2020 · 19h18

Publicado · 11/12/2020 · 19h18

 Saiba sobre a domesticação dos gatos e como o instinto selvagem ainda influencia o comportamento felino
Saiba sobre a domesticação dos gatos e como o instinto selvagem ainda influencia o comportamento felino

O gato é um dos animais de estimação mais populares do mundo. Domesticados há cerca de nove mil anos, hoje existem mais de 600 milhões de gatos vivendo nos lares de pessoas por todo o globo terrestre. No entanto, quem é pai de pet sabe que, mesmo domesticados, os gatos ainda apresentam comportamento e instintos que podem ser considerados selvagens. O comportamento felino encanta, pois ao mesmo tempo que apresentam muita independência, não deixam de demonstrar carinho e companheirismo para com seus tutores. Sabendo disso, o Patas da Casa separou informações sobre o comportamento felino que é herdado do tempo antes da domesticação e como lidar com isso! Dá só uma olhada!

Como ocorreu a domesticação dos gatos?

O indício do gato mais antigo em contato com um humano foi encontrado no Chipre. Em Shillourokambos, na região sul da ilha do Chipre, em um sítio arqueológico, foi encontrado um esqueleto de gato com cerca de 9.500 anos enterrado perto de uma sepultura de um humano. Este é considerado o primeiro indicativo de uma relação especial entre os humanos e felinos na história. Entretanto, acredita-se que o felino do fóssil tinha um comportamento bem diferente dos gatos domésticos de hoje em dia.

Um estudo recente analisou o DNA mitocondrial de 209 gatos e revelou que os gatos domésticos de hoje em dia tem herança genética dos gatos selvagens que viviam no Oriente Médio e no antigo Egito. É, fica claro que não é de hoje que os gatos são considerados animais intrigantes e curiosos. O Egito antigo é percebido tradicionalmente como um local de adoração pelos gatos. Levando o amor aos felinos a outro nível, o povo egípcio chegou a tratar um gato como uma divindade, Bastet, responsável, entre outras coisas, pela proteção do lar.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Comportamento de gatos: significado dos instintos selvagens dizem muita coisa sobre os bichanos
    Comportamento de gatos: significado dos instintos selvagens dizem muita coisa sobre os bichanos

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Qual comportamento de gato ainda demonstra herança selvagem?

    Se você tem um bichano em casa, provavelmente já ficou encucado com algum comportamento de gato e buscou o significado dele. Como dito antes, muitos traços do comportamento felino estão ligados aos instintos selvagens. Desde enterrar as fezes a obsessão do gato com caixas de papelão, todos esses hábitos têm uma explicação que tinha muito utilidade na vida selvagem.

    Se você já se perguntou porque gato enterra fezes, provavelmente imaginou que seja por ele ser um animal muito limpo. Apesar da ligação com essa característica incontestável dos bichanos, o gato enterra suas fezes também para esconder o cheiro. Esse comportamento felino faz com que outros predadores e outros gatos não consigam localizar seu território.

    Dentre as manias e ações que acontecem puramente por instinto, o gato arranhando os móveis da casa é um grande clássico. Isso acontece de forma natural, afinal os gatos possuem a necessidade de de afiar as garras. As unhas deles crescem em camadas e, por isso, eles precisam dar uma aparada de vez em quando. O ato de arranhar as coisas também é visto pelos bichanos como uma forma demarcar território, já que os arranhões mostram que aquele local tem dono. Os felinos, inclusive, possuem glândulas nas patas que deixam um cheiro característico nos lugares em que eles arranham, ajudando nessa função de demarcação territorial.

    Já o fascínio do gato na caixa de papelão pode ser explicado por um instinto caçador muito comum. O hábito de se esconder em lugares pequenos, além de facilitar a caça, permite que os felinos passem despercebidos por predadores. Por isso
    , a caixa de papelão é tão atrativa para os gatos.

    Caixa de papelão: para gatos é significado de pura diversão
    Caixa de papelão: para gatos é significado de pura diversão
    O arranhador para gatos é essencial para a casa de qualquer tutor de bichano
    O arranhador para gatos é essencial para a casa de qualquer tutor de bichano
    O instinto selvagem pode explicar porque o gato enterra suas fezes
    O instinto selvagem pode explicar porque o gato enterra suas fezes
    Caixa de papelão: para gatos é significado de pura diversão
    O arranhador para gatos é essencial para a casa de qualquer tutor de bichano
    O instinto selvagem pode explicar porque o gato enterra suas fezes

    Como lidar com instinto selvagem no comportamento felino?

    Cada gato tem um comportamento único e é importante que você não se preocupe caso o seu gato deixe as fezes expostas, por exemplo. Afinal de contas, o contrário também pode acontecer. Nesses casos o gato pode estar tendo o objetivo de marcar o território. Conhecer os hábitos e manias e do seu felino é essencial para boa convivência. Mas caso o seu bichano apresente comportamentos estranhos, ligados a falta de apetite, apatia e perda de peso, é importante consultar um médico veterinário.

    Há uma forma muito simples de lidar com o gato que está arranhando muito a casa. Ao adotar ou comprar um felino, é muito importante que se faça a gatificação da casa. Além de objetos essenciais como a caixa de areia, o felino precisam de brinquedos e estímulos para o melhor bem-estar e saúde. O arranhador para gatos é ótimo para solucionar o problema dos móveis arranhados. Existem inúmeros modelos de arranhadores disponíveis nas pet shops, sendo compostos por sisal, papelão e até pelúcia. Muitos deles podem ser colocados em qualquer lugar da casa, mas também existem as versões que foram criadas para ser ajustadas aos móveis, como uma proteção.

    Para estimular ainda mais e melhorar a qualidade de vida do seu bichinho, deixe ele brincar à vontade com aquela velha caixa de papelão. Para gatos, esses objetos de pouca utilidade na vida humana, servem como um ótimo refúgio. Além disso, um estudo realizado na Universidade de Utrecht, na Holanda, indicou que deitar em caixas reduz consideravelmente os níveis de estresse nos gatos. Além de deixar aquela caixa de papelão à disposição de seu gato, você também pode fazer brinquedos incríveis com o material. Afinal, o papelão ajuda a manter as unhas do seu bichano bem afiadas e ainda possui uma ação antitérmica que oferece a temperatura ideal para o seu bigodudo, seja ela mais fresca ou quente.

    Redação: Hyago Bandeira

    Cio de gato: como fica o comportamento da fêmea no período?

    Próxima matéria

    Cio de gato: como fica o comportamento da fêmea no período?

    Gata prenha: quais os principais cuidados que você deve ter durante e depois da gestação?
    Saúde

    Gata prenha: quais os principais cuidados que você deve ter durante e depois da gestação?

    Com uma gestação de gato à vista, é fundamental que o tutor tome alguns cuidados para que a gravidez da felina transcorra da melhor maneira possível. Mesmo que os gatos sejam animais autossuficientes na maioria dos casos, há diversas tarefas simples, mas essenciais, que você pode fazer para deixar a gata prenha confortável, feliz e tranquila. Após dar à luz, a mamãe e seus gatinhos recém-nascidos continuam precisando de atenção, especialmente se algo fora da normalidade ocorrer e você precisar ligar para o veterinário. Se sua gata está esperando uma ninhada, não se preocupe! O Patas da Casa reuniu as informações necessárias para que você prepare a futura mamãe para a chegada dos filhotes, além de dicas pós-parto. Confira!

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento
    Idoso

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento

    Com uma média de 16 anos de expectativa de vida, o gato idoso precisa de alguns cuidados específicos para uma velhice tranquila. A fase de vida requer algumas mudanças alimentação do gato, exercícios físicos, brincadeiras e cuidados básicos. A idade mais avançada ainda requer mais visitas ao veterinário, já que o bichano mais velhinho está propenso a desenvolver alguns problemas de saúde, como a Síndrome da Disfunção Cognitiva.

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?
    Cuidados

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?

    Ninguém pode negar: os gatos são verdadeiros fãs da voltinhas noturnas. Mas, como bem sabemos, a rua nem sempre é um lugar seguro e criar o seu bichano em casa pode garantir uma vida mais longa. Por isso, a criação indoor tem se tornado cada vez mais popular entre os gateiros de plantão, uma vez que gatos criados dessa forma podem chegar até o dobro da idade em comparação aos que vivem de forma livre. Para saber mais sobre essa modalidade, o Patas da Casa separou as principais vantagens da criação de gatos indoor. Dá uma olhada!

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Ver Todas >

    Por que cachorro boceja?
    Comportamento animal

    Por que cachorro boceja?

    O bocejo dos cães pode ter diferentes significados, e nem sempre está associado somente ao sono ou cansaço (embora estes também sejam possíveis motivos). Na realidade, é bem comum ver um cachorro bocejando e logo depois virando um poço de alegria e energia. Em alguns casos, o comportamento também pode estar relacionado ao estresse e ansiedade, sendo importante aumentar a observação com seu amigo de quatro patas. 

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida
    Comportamento animal

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    O Gato-do-deserto é uma raça de gato selvagem que vista de longe parece um filhote fofinho. Mas se engana quem pensa que essa pode ser uma raça de gato indefesa e carinhosa como os felinos que estamos acostumados. O nome científico dele é Felis Margarita (também chamado de Gato-da-areia Árabe): uma raça de gatos que se esconde no intenso calor diurno e extremo frio noturno de desertos do Oriente Médio. 

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?
    Comportamento animal

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?

    O pelo de gato exerce uma função importante tanto na proteção do corpo e da pele, como também na linguagem corporal felina. Sim, é isso mesmo: mesmo sem um vocabulário, os bichanos são capazes de expressar sentimentos e vontades com movimentos, posições específicas e até mesmo com o estado da pelagem. Se você já viu um gato arrepiado, deve entender do que estamos falando!

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?
    Comportamento animal

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?

    O termo “pet friendly” nunca esteve tão em alta quanto agora. Todo mundo sabe que os cães são grandes companheiros dos humanos e carregam até o título de melhores amigos. Mas, mesmo fazendo parte da nossa família há tanto tempo, foi recentemente que esses pets conquistaram um “espaço” definitivo nos momentos de lazer dos tutores. É aqui que entra a ideia de pet friendly: hotéis, pousadas, restaurantes, shoppings, mercados e vários outros estabelecimentos hoje em dia recebem os peludos de braços abertos (em alguns cidades, como no Rio de Janeiro, é lei!).

    Ver Todas >