close
Ração

Como inserir o patê para gatos na dieta do seu pet?

Atualizado · 10 de janeiro de 2022 · 18h55

Publicado · 10/01/2022 · 18h55

O patê para gatos é uma opção de alimento nutritivo e saboroso, mas que deve ser oferecido com moderação
O patê para gatos é uma opção de alimento nutritivo e saboroso, mas que deve ser oferecido com moderação

O patê para gatos é um dos alimentos preferidos dos bichanos por vários motivos. Além de muito saboroso e cheiroso, esse tipo de ração úmida se aproxima bastante da alimentação natural felina e, por isso, é muito bem recebida por esses animais. Como se isso não bastasse, o patê de gato também fornece vários benefícios aos nossos amigos de quatro patas, mas é necessário saber como inseri-lo corretamente na dieta dos bichanos.

Quer saber como oferecer o patê para gatos filhotes, adultos ou idosos? Então chega mais: nós reunimos tudo que você precisa saber sobre esse tipo de comida úmida para gatos e as melhores maneiras de incluí-la na rotina do seu pet!

Patê para gatos: o que é e quais são os benefícios do alimento?

O patê de gato costuma ser vendido na versão enlatada e é bem semelhante ao famoso sachê: ambos são considerados uma espécie de ração úmida para gatos, podendo servir como um alimento completo ou como um mero acompanhamento (petisco). Na prática, isso quer dizer que, dependendo de recomendações médicas e do produto escolhido, o patê de gato e o sachê podem substituir a ração seca.

Essa é uma opção de comida úmida para gatos muito apetitosa e que faz muito bem para a saúde desses animais. O alimento completo contém todos os nutrientes importantes para o organismo felino, como proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais e é ideal para manter uma alimentação balanceada e nutritiva. Ah, e não para por aí: um dos grandes benefícios do patê de gato é que ele também auxilia na hidratação do pet, já que possui uma alta concentração de água. Isso é uma ótima forma de prevenir contra problemas renais, que são muito comuns nos animais felinos.

A ração úmida para gatos deve ser escolhida de acordo com a idade do pet

Assim como qualquer outra ração para gatos, o patê deve atender às especificidades do seu animal de estimação. Logo, as condições de saúde e idade do seu felino devem ser levadas em consideração para fazer uma boa escolha de patê. Gato tem diferentes necessidades nutricionais em cada uma de suas fases de vida.

Os filhotes, por exemplo, geralmente consomem alimentos muito mais calóricos do que animais adultos e idosos. Já os adultos precisam de uma maior estabilidade na dieta para evitar o sobrepeso, e os idosos - que normalmente têm a saúde mais fragilizada - necessitam de um alimento de acordo com suas condições de saúde.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A ração úmida para gatos, seja sachê ou patê, pode servir como alimento completo ou petisco
    A ração úmida para gatos, seja sachê ou patê, pode servir como alimento completo ou petisco

    Mais Lidas

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção
    Alimentação animal

    Frutas para gatos: um guia completo dos alimentos liberados e benefícios de cada opção

    Cuidar da alimentação do gato é dever de todo tutor, e para isso é importante saber o que o animal pode ou não comer. Além das tradicionais rações para gatos, algumas pessoas também gostam de oferecer outras opções de comida para o seu bichano e procuram alternativas mais naturais, como frutas e legumes. Porém, por mais saudáveis que esses alimentos sejam para os humanos, é importante ter em mente que o organismo dos felinos não funciona da mesma maneira que o nosso e algumas frutas para gatos, por exemplo, podem fazer mal ao seu amigo de quatro patas. Para sanar todas as dúvidas sobre o assunto, confira as frutas que gatos podem comer a seguir!

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!
    Alimentação animal

    Verduras e legumes para cachorro: opções saudáveis para incluir na dieta do seu cãozinho!

    Quando o assunto é a alimentação de um pet, muitas dúvidas podem surgir: o que o cachorro não pode comer? cachorro pode comer couve? Pode dar brócolis para cachorro? Ou ainda se cachorro pode comer abobrinha? Muitos tutores questionam se podem oferecer verduras e legumes para cachorro. A resposta é sim! Além de serem muito saudáveis, esses tipos de alimentos ajudam a abrir e instigar o apetite dos caninos, podendo ser oferecidos como petiscos e até recompensas.

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos
    Alimentação animal

    O que gato pode comer? Veja alguns alimentos liberados para os felinos

    Mesmo que os gatinhos não tenham aquela gula característica dos cachorros, eles podem amar alguns alimentos. A dúvida, porém, sempre permanece nessa hora: além da ração, sachê e petiscos específicos, o que gato pode comer? A não ser que seu gatinho tenha um problema de saúde, você pode oferecer algumas frutas, legumes e proteínas de vez em quando. Mas atenção! Não são todos os alimentos que os gatos podem comer. O chocolate, por exemplo, está na lista dos itens proibidos pelo risco de intoxicar o seu pet.

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos
    Alimentação animal

    Meu cachorro não quer comer ração, o que eu faço? Entenda os motivos

    Os cachorros têm fama de serem comilões e, na maioria dos casos, eles não abrem mão das refeições - seja a ração ou um snack. Todo dono de cachorro, provavelmente, já passou pela situação de estar comendo enquanto o amigo de quatro patas fica pedindo um pedaço do lanche. Mas, e quando o apetite do seu cachorro parece desaparecer, você sabe o que fazer?

    Saiba como inserir o patê de gato na rotina do seu bichinho de estimação

    Se você pretende oferecer o patê para gato como um simples petisco, não existe muito mistério para incluí-lo na dieta do seu bichinho. A única atenção, na verdade, é não exagerar na quantidade, pois o excesso de patê de gato pode acabar causando um sobrepeso nesses animais. Então mesmo que o seu gatinho te olhe com aquela carinha pidona, é importante resistir à tentação e não ultrapassar o limite indicado pelo veterinário, ok?

    Já se a ideia é investir em uma ração úmida para gatos completa e balanceada, seja sachê ou patê, a sugestão é trocar a ração do gato gradativamente. Os felinos têm certa dificuldade em lidar com mudanças, então até mesmo a sua alimentação precisa passar por um processo de adaptação para evitar uma situação em que “meu gato não quer comer”. Para começar a incluir esse tipo de ração, patê de gato deve ser misturado aos poucos com a ração seca na seguinte proporção:

    • 1º e 2º dia: 75% da ração antiga e 25% do patê de gato;
    • 3º e 4º dia: 50% da ração antiga e 50% do patê de gato;
    • 5º e 6º dia: 25% da ração antiga e 75% do patê de gato;
    • 7º dia: 100% do patê de gato.

    Ah, e fica a dica: se você quer aprender como fazer patê para gatos, existem várias receitas bem práticas na internet que podem te ajudar nessa missão!

    Redação: Juliana Melo

    Gato pode comer frango?

    Próxima matéria

    Gato pode comer frango?

    Você está pronta para ser
    Adoção

    Você está pronta para ser "mãe" de cachorro ou gato? As alegrias e desafios de adotar um pet

    Muito se discute sobre o termo “mãe de pet”. Algumas pessoas defendem o óbvio: não é biologicamente possível ter um filho de outra espécie. Mas quem já passou pela experiência de adotar cachorro ou gato sabe que os sentimentos que vão sendo construídos dia após dia, na convivência com o pet, são realmente fortes. Quando menos se espera, a palavra “filho” é utilizada para chamar o animal ou em um momento de carinho. Isso sem falar nas mudanças na rotina e na companhia constante. Naturalmente essas relações se estreitam e viram lindas histórias de família.

    Gato laranja: o que essa cor de pelagem pode indicar sobre a personalidade do pet?
    Comportamento

    Gato laranja: o que essa cor de pelagem pode indicar sobre a personalidade do pet?

    Não tem quem resista à fofura de um gato laranja. Mas você já parou para se perguntar como é a personalidade do gato alaranjado? Muitas pessoas acreditam que algumas características dos felinos estão intimamente relacionadas com a cor da sua pelagem e, segundo um estudo da Universidade da Flórida e Califórnia, nos Estados Unidos, há evidências de que isso é verdade. 

    Jogos para gatos: 5 brinquedos interativos para distrair e aguçar o comportamento caçador do seu pet
    Brinquedos

    Jogos para gatos: 5 brinquedos interativos para distrair e aguçar o comportamento caçador do seu pet

    Um dos principais erros de quem não conhece muito bem o universo dos gatos é achar que eles não ligam para brinquedos. Quem tem um gatinho sabe que eles adoram brincadeiras que desenvolvam não só os músculos, mas também os instintos primitivos da espécie e que ajudem eles a desestressar. Arranhadores, varetas, locais para subir são os preferidos. Para orientar os novos donos, montamos uma lista com brinquedos interativos para gatos que podem ser usados sozinhos, com os donos ou com a companhia de outros animais.

    Bolo de banana para cachorro: veja receita para inserir a fruta na dieta do pet
    Alimentação

    Bolo de banana para cachorro: veja receita para inserir a fruta na dieta do pet

    Pode dar banana para cachorro? Essa é uma dúvida comum de muitos tutores. Essa fruta faz parte do cotidiano dos humanos, mas quem é pai de pet com experiência sabe que existem alimentos que cães não podem comer. A banana é um alimento nutritivo, muito rico em cálcio e que pode ser incrementado em diversas receitas. Uma boa dica para inserir frutas na dieta do cachorro é com um bolo canino, utilizando a banana como ingrediente principal. 

    Ver Todas >

    O que cachorro pode comer nas festas juninas?
    Alimentação animal

    O que cachorro pode comer nas festas juninas?

    É normal qualquer pai de pet se perguntar o que cachorro não pode comer, principalmente em datas comemorativas. Com a chegada do mês de junho, vem aí também uma das comemorações mais amadas pelos brasileiros: as festas juninas! Além de muitas brincadeiras, quadrilhas e roupas caipiras, uma boa festa junina precisa ter muitas comidas típicas. Pipoca, cachorro quente, milho, paçoca, canjica... entre outros pratos fazem a alegria do nosso povo. 

    Cachorro pode tomar suco de frutas?
    Alimentação animal

    Cachorro pode tomar suco de frutas?

    Existem diversas frutas que pode dar para cachorro comer no dia a dia. Super saudáveis, as frutas para cachorro - quando certas - trazem diversos benefícios nutricionais ao animal. Uma grande vantagem das frutas é que elas permitem uma enorme variedade de formas de uso, e uma das preferidas de todo mundo é o suco de fruta. Mas será que o cachorro pode tomar suco assim como nós? Na verdade, depende! O Patas da Casa te explica quando o suco para cachorro pode ser oferecido ao pet e quando deve ser evitado. Confira!

    Pode trocar a ração do gato com qual frequência?
    Alimentação animal

    Pode trocar a ração do gato com qual frequência?

    Assim como o cachorro enjoa de ração, o gato também pode enjoar e deixar de se alimentar direito por causa disso. Todo mundo sabe que não é exatamente fácil agradar o exigente e criterioso paladar felino, então pode ser que depois de um tempo comendo do mesmo alimento, o gatinho simplesmente fique enjoado e queira experimentar coisas novas. Por outro lado, saber como conduzir essa situação é extremamente importante para evitar um gato estressado com a troca repentina de comida ou apático. 

    Ração para gatos castrados: tudo sobre o alimento e como escolher a melhor para seu pet
    Alimentação animal

    Ração para gatos castrados: tudo sobre o alimento e como escolher a melhor para seu pet

    A ração para gato castrado é um cuidado essencial que se deve ter com o bichinho após a cirurgia. A castração do gato traz inúmeros benefícios ao animal, pois acaba com certos comportamentos (como saidinhas e marcação de território) e ainda evita algumas doenças, como o câncer de mama. Por outro lado, o animal tende a ganhar mais peso, o que pode ser prejudicial à sua saúde. É aí que entra a ração para gatos castrados, recomendada sempre que o animal passa pela cirurgia. 

    Ver Todas >