Comportamento

Como funciona a língua do gato?

Língua do gato: da autolimpeza à apreciação dos sabores, essa parte do corpo dos felinos tem diversas funções!
Língua do gato: da autolimpeza à apreciação dos sabores, essa parte do corpo dos felinos tem diversas funções!

A língua dos gatos é a parte do corpo desses animais que mais gera curiosidade. Afinal, ela é responsável pela incrível capacidade de autolimpeza dos felinos. Alguns gatos também expressam com ela aquele comportamento particularmente canino de lamber seus donos. Com uma textura áspera, a língua felina chama a atenção pelos pequenos pontos que parecem espinhos. A sua função, porém, vai além do “banho de gato” e influencia o comportamento dos bichanos em vários aspectos. Como tudo tem uma explicação, vamos mostrar como funciona a língua de gato e suas habilidades para facilitar o dia a dia do animal.

Língua de gato: como ela funciona na hora dos banhos diários?

A língua felina é composta por várias cerdas, que na verdade são chamadas de papilas filiformes. Esses “espinhos” carregam muitas funções, entre eles armazenar saliva para distribuir entre o pelo e a pele na hora da autolimpeza. Como esse hábito é diário, não é recomendado dar banhos tradicionais com muita frequência nos felinos, já que eles conseguem fazer isso sozinhos usando a própria língua.

É também na autolimpeza que os gatinhos removem os pelos mortos. Sim, os felinos possuem uma “escova” natural dentro deles. Mas essa função acaba trazendo um problema: as bolas de pelos, que normalmente são eliminadas nas fezes ou no vômito. É por isso que você deve escovar a pelagem do seu gato sempre para que os pelos não o prejudique.

A língua do gato não reconhece todos sabores

Os felinos só conseguem sentir os sabores salgados, azedos ou amargos - eles só possuem 400 papilas gustativas, enquanto nós humanos temos entre 2 mil e 8 mil. Na verdade, a língua do gato é o que os torna tão exigentes na hora de comer. O que ocorre é que eles não identificam a comida pelo gosto, mas sim pelo cheiro.

O olfato dos felinos é altamente desenvolvido e trabalha junto com o paladar para que o gatinho reconheça os alimentos mais saborosos. Isso explica a ação de rejeitar a ração que fica muito tempo no potinho, já que o alimento não tem um cheiro tão agradável e atrativo. As papilas gustativas da língua de gato não são capazes de reconhecerem os sabores doces - é por isso que eles são mais atraídos pelos alimentos salgados.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças muito independentes Golden Retriever e Yorkshire são cães que gostam de curtir a companhia dos humanos Border Collie e Jack Russell Terrier são cheios de energia e amam aventura
    A língua felina possui várias cerdas, que conferem aquela textura mais áspera
    A língua felina possui várias cerdas, que conferem aquela textura mais áspera

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Língua felina: lambidas em excesso podem significar problemas de saúde

    Ainda que os gatos tenham o hábito de se lamber várias vezes durante o dia, é importante observar se o bichano não está fazendo isso de forma exagerada. A lambedura em excesso pode significar estresse e até problemas mais graves de saúde, como a dermatite atópica. Se as lambidas estiverem acompanhadas de falhas na pelagem ou feridas pelo corpo, leve o bichano para o veterinário para que o profissional analise o quadro e indique a melhor forma de tratamento. 

    Redação: Júlia Cruz

    Por que o cachorro

    Próxima matéria

    Por que o cachorro "cisca" depois de fazer as necessidades? Entenda esse comportamento canino!

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: como acostumar os pets com a nova rotina!

    A rivalidade entre cães e gatos é tão histórica que até ditado popular ela já virou. Mesmo assim, no dia a dia o que não falta por aí são donos de pet que não conseguem decidir entre uma das espécies e dividem o amor com os cachorros e gatos ao mesmo tempo e embaixo do mesmo teto. A parte boa disso é que você não precisa aceitar que eles vão viver sempre em pé de guerra: juntar cachorro e gato em casa é possível, sim! Descubra, aqui embaixo, como você pode aproveitar a companhia de dois animaizinhos completamente diferentes, mas que também podem se tornar super amigos!

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza
    Raças

    Gato Chartreux: saiba tudo sobre a raça de pelagem cinza

    O Chartreux é uma de raça gato cinza bastante querida entre os apaixonados por felinos. E não é à toa, né? Extremamente dócil e carinhoso, é muito fácil entender o motivo por trás da paixão dos gateiros por esse bichano de pelagem cinza e focinho gordinho, o que lembra bastante um ursinho de pelúcia. No entanto, a características desse gatinho não se resumem apenas à sua aparência. Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações sobre a origem, o temperamento, os cuidados e as curiosidades sobre o gato Chartreux. Vem se apaixonar por esse felino com a gente!

    Ver Todas >

    Como recolher o cocô de cachorro sem agredir o meio ambiente? Veja opções sustentáveis!
    Comportamento animal

    Como recolher o cocô de cachorro sem agredir o meio ambiente? Veja opções sustentáveis!

    Passear com cachorro na rua é essencial para saúde e o bem-estar do doguinho. Mas o que fazer com o cocô de cachorro? Certamente deixar na rua não é a forma mais educada. Você deve estar se perguntando: existe algum problema com os saquinhos de plástico? A resposta é sim! Acontece que esses materiais demoram muito tempo para se decompor no meio ambiente. Por isso, uma possível solução é buscar opções mais sustentáveis na hora de descartar o cocô de cachorro. 

    Relação entre cachorro e dono: 3 percepções que o animal pode ter sobre o tutor
    Comportamento animal

    Relação entre cachorro e dono: 3 percepções que o animal pode ter sobre o tutor

    Só quem tem cachorro em casa sabe como esses animais podem demonstrar sentimentos inexplicáveis para a nossa compreensão. Alguns cães são tão inteligentes que até parecem humanos. A convivência com os donos e a observação da rotina faz com que eles tenham algumas percepções incríveis, como identificar tristeza e até doenças. A forte ligação de amizade entre o cachorro e seu dono acontece porque os caninos possuem mecanismos cerebrais semelhantes ao dos humanos para processar informações emocionais. 

    Gato marcando território: o que fazer?
    Comportamento animal

    Gato marcando território: o que fazer?

    O comportamento animal é cheio de situações intrigantes. Tanto os cães quanto os gatos, por exemplo, têm o hábito de demarcar território. O problema é que quando se trata dos felinos, isso pode dar certa dor de cabeça para os tutores, pois os arranhões e xixi espalhados pela casa são inevitáveis. Mas afinal, o que leva os gatos a se comportarem dessa forma? O gato castrado marca território, ou isso é uma exclusividade de animais que não passaram pela cirurgia da castração? 

    Cheiro que gato não gosta: conheça alguns odores que os bichanos simplesmente não suportam
    Comportamento animal

    Cheiro que gato não gosta: conheça alguns odores que os bichanos simplesmente não suportam

    Que os felinos são animais com os cinco sentidos muito aguçados não é segredo para ninguém. Assim como a audição, o olfato de gato é extremamente apurado, já que possui cerca de 67 milhões de células olfativas. Este sentido é usado como instrumento de sobrevivência para os bichanos: o olfato do gato ajuda desde os filhotes a encontrarem o leite da mãe até decifrarem outros animais. 

    Ver Todas >