close
Comportamento

Como funciona a língua do gato?

Atualizado · 08 de novembro de 2021 · 14h05

Publicado · 05/11/2021 · 20h40

A língua do gato tem funções desde a apreciação dos sabores até a autolimpeza
A língua do gato tem funções desde a apreciação dos sabores até a autolimpeza

A língua de gato é a parte da anatomia do gato que mais gera curiosidade. Afinal, ela é responsável pela incrível capacidade de autolimpeza dos felinos - e, em alguns casos, há animais que usam a língua felina para expressar aquele comportamento particularmente canino de lamber seus donos. No entanto, uma coisa que chama a atenção na língua áspera dos gatos é o seu formato, que é cheio de pelos pequenos pontos que parecem espinhos.

A sua função, porém, vai além do “banho de gato” e influencia o comportamento dos bichanos em vários aspectos. Como tudo tem uma explicação, vamos mostrar como a língua do gato funciona e suas habilidades para facilitar o dia a dia do animal. Então, se você quer saber por que a língua do gato é áspera, por que os gatos ficam com a língua pra fora, como é a anatomia da língua felina, significado de suas funções e até mesmo como a língua de um gato pode revolucionar a tecnologia humana, é só continuar lendo!

Por que a língua do gato é áspera?

Se você já olhou a língua do gato de perto ou recebeu uma lambida deles já deve ter reparado que sua textura é bem diferente da língua humana. É uma língua áspera, lembrando até mesmo uma lixa. Mas por que a língua de gato é áspera? A resposta está relacionada às papilas filiformes. Gatos têm a língua áspera pois possuem, em sua superfície, essas estruturas que nada mais são do que pequenas espículas de queratina que lembram espinhos. Isso explica porque língua de gato é áspera: quando tocamos nela, na verdade estamos em contato com as papilas filiformes feitas de proteína bastante resistente.

A anatomia da língua felina auxilia desde a mastigação até a autolimpeza do animal

Afinal, como é a língua do gato? A anatomia desse órgão auxilia não só em funções voltadas à alimentação, mas também à higiene pessoal. Podemos dividir a língua do gato em ápice (parte mais externa, próxima do rosto), corpo (região mais central, próxima aos dentes) e raiz (parte mais interna, perto da faringe). A língua dos gatos possuem papilas gustativas, encontradas nas bordas da língua. Gato consegue, através delas, sentir o sabor dos alimentos.faz parte do sistema digestivo do gato

As papilas são chamadas de papilas filiformes. Gatos as utilizam para diversas funções. Como explicamos, elas são o motivo do porquê a língua de gato é áspera. Com sua anatomia rígida e curvada, elas ajudam a retirar a carne que fica presa nos dentes, escovar os pelos ao longo do corpo do animal e promover a autolimpeza. Outra função importante da língua felina é a de beber água. A ponta da língua de um gato é a parte que vai entrar em contato com a água, garantindo a hidratação. Resumindo, as línguas dos gatos possuem uma anatomia perfeita para auxiliar nas mais diversas funções, como:

  • Sentir o sabor dos alimentos
  • Beber água
  • Controlar a temperatura do corpo
  • Auxiliar na mastigação
  • Remover restos de comida dos dentes
  • Autolimpeza do corpo
  • Escovar os pelos do corpo

Como a língua de gato funciona na hora dos banhos diários?

A língua felina é composta por várias cerdas, que na verdade são chamadas de papilas filiformes. Esses “espinhos” na língua de um gato carregam muitas funções, entre elas armazenar saliva para distribuir entre o pelo e a pele na hora da autolimpeza. Como esse hábito é diário, não é recomendado dar banhos tradicionais com muita frequência nos felinos, já que eles conseguem fazer isso sozinhos usando a própria língua. Gato também remove os pelos mortos na autolimpeza. Sim, os felinos possuem uma “escova” natural dentro deles. Mas essa função acaba trazendo um problema: as bolas de pelos, que normalmente são eliminadas nas fezes ou no vômito. É por isso que você deve escovar os pelos do seu gato sempre para que não o prejudiquem.

Ainda que o hábito de usar a língua de gato para se lamber várias vezes durante o dia seja comum, é importante observar se o bichano não está fazendo isso de forma exagerada. A lambedura em excesso pode significar estresse e até problemas mais graves de saúde, como a dermatite atópica. Se as lambidas estiverem acompanhadas de falhas na pelagem ou feridas pelo corpo, leve o bichano para o veterinário para que o profissional analise o quadro e indique a melhor forma de tratamento.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A língua do gato tem papilas filiformes que conferem uma textura áspera
    A língua do gato tem papilas filiformes que conferem uma textura áspera

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    A língua de um gato ajuda no controle da temperatura corporal

    Existe uma função muito interessante da língua de gato: animal consegue controlar sua temperatura corporal ao lamber o corpo. A saliva presente nas línguas dos gatos em contato com os pelos dá uma sensação de frescor, pois, ao evaporar, reduz a temperatura corporal. Além disso, você já parou para pensar por que o gato fica com a língua para fora? Um dos motivos está relacionado à temperatura corporal. Quando o felino abre a boca, as salivas na língua de gato evaporam no ambiente. Ao fazer isso, sua temperatura também reduz. Isso explica porque os gatos ficam com a língua pra fora, principalmente nos dias mais quentes. Portanto, fique atento a esse sinal - afinal, para saber como falar a língua dos gatos é preciso observar seus comportamentos. Para um gato, língua de fora durante um passeio pode ser sinal de que ele está com muito calor e é hora de hidratar e descansar. 

    A língua do gato não reconhece todos sabores e tem papel importante na hidratação

    A língua de um gato só consegue sentir os sabores salgados, azedos ou amargos. Isso acontece porque as línguas dos gatos só possuem 400 papilas gustativas, enquanto nós humanos temos entre 2 mil e 8 mil. Na verdade, a língua do gato é o que os torna tão exigentes e criteriosos no paladar. O que ocorre é que eles não identificam a comida pelo gosto, mas sim pelo cheiro. O olfato dos felinos é altamente desenvolvido e trabalha junto com o paladar para que o gatinho reconheça os alimentos mais saborosos. Isso explica a ação de rejeitar a ração que fica muito tempo no potinho, já que o alimento não tem um cheiro tão agradável e atrativo. As papilas gustativas dos gatos não são capazes de reconhecer os sabores doces - é por isso que eles são mais atraídos pelos alimentos salgados.

    A língua do gato possui um papel importante não só na alimentação, mas na hidratação também. Os felinos utilizam desse órgão para beber água de uma maneira diferente. Eles molham a ponta da língua na água como se estivessem batendo nela. Isso faz as gotinhas se levantarem e, antes de caírem, fecham a boca bebendo um pequeno gole. Para reparar tem que ficar bem atento, pois é um movimento muito rápido!

    A estrutura da língua dos gatos é motivo de pesquisas tecnológicas

    As propriedades anatômicas da língua de gato áspera são tão fascinantes que inspiram cientistas em pesquisas tecnológicas que podem ser muito importantes para os humanos. A engenheira mecânica Alexis Noel foi uma das primeiras a analisar e pesquisar o órgão . Ela começou a observar a biomecânica da língua do gato após perceber como seu próprio gatinho a utilizava, e reparou que as papilas eram muito boas na retirada de nós do próprio pelo do gato e também de cobertores. Então, ela e outros pesquisadores da Georgia Tech passaram a analisar amostras de línguas dos gatos, percebendo que as papilas presentes pareciam garras. Por conta do seu formato de gancho, conseguem torcer nós, fazendo-os se soltar com mais facilidade que uma escova de cabelos tradicional. 

    Os pesquisadores realizaram um molde perfeito de língua de gato e imprimiram uma versão em 3D com tamanho 400% maior que o de uma língua normal, imitando uma escova de cabelos. Ao testar, perceberam que as funções da língua de gato funcionam com muito mais eficiência que uma escova de cabelo clássica de cerdas retas. Além de remover nós com maior eficácia, também é mais fácil de limpar, pois os fios não ficam grudados nas cerdas. A língua de gato, além de melhorar a eficácia de escovas, pode ter um papel importantíssimo na robótica! Cientistas têm dificuldades em criar materiais que consigam fazer um robô segurar objetos lisos sem deixar escorregar. A língua de gato áspera e toda a sua mecânica podem ajudar a contornar essa situação, pois facilitaria o tato. Isso significa que a língua de gato pode revolucionar a ciência!

    Redação: Júlia Cruz e Maria Luísa Pimenta

    Publicada originalmente em: 18/12/2019
    Atualizada em: 28/10/2021

    Signo de cachorro: o que esperar do pet de áries, touro e gêmeos?

    Próxima matéria

    Signo de cachorro: o que esperar do pet de áries, touro e gêmeos?

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia
    Saúde

    Veterinário online é uma boa ideia? Como funciona? Veja como profissionais e tutores se adequaram na pandemia

    Já pensou em ter uma consulta com um veterinário online? Embora seja um serviço relativamente recente, esse tipo de atendimento chegou para facilitar a vida dos tutores. O grande diferencial é que, com a possibilidade de um veterinário gratuito online, fica muito mais fácil tirar eventuais dúvidas sobre o comportamento e cuidados com o animal sem precisar sair de casa.

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Ver Todas >

    5 coisas que gatos podem prever (de terremotos a doenças)
    Comportamento animal

    5 coisas que gatos podem prever (de terremotos a doenças)

    O misticismo envolvendo os bichanos não é novidade. Afinal, quem nunca ouviu dizer que gato preto dá azar ou que os gatos têm sete vidas? No primeiro caso, não passa de mera superstição (e quem tem um gatinho com essa cor de pelagem pode confirmar isso). Já o outro é claramente um mito, pois eles têm apenas uma vida, assim como nós. Mas uma coisa que ninguém pode negar é que os felinos têm uma sensibilidade e tanta, que vai muito além dos seus instintos felinos selvagens. 

    O que é preciso para se tornar um adestrador de cães? Saiba tudo sobre o assunto!
    Comportamento animal

    O que é preciso para se tornar um adestrador de cães? Saiba tudo sobre o assunto!

    O adestramento de cães é uma prática muito conhecida e necessária para quem convive com um amigo de quatro patas. É por meio dele que o cãozinho consegue distinguir o que é certo ou errado e aprende vários comandos básicos de obediência. Quem sabe como adestrar cachorro - filhote ou adulto - dificilmente terá problemas comportamentais em casa, já que o animal vai saber como se portar corretamente. 

    Cachorro bocejando sempre é sono?
    Comportamento animal

    Cachorro bocejando sempre é sono?

    O bocejo dos cães pode despertar muita curiosidade em quem tem um pet e flagra o animal no ato. Mas acredite: cachorro bocejando nem sempre é sinal de sono, e pode ter vários outros significados. Trata-se de uma forma de comunicação do universo canino e, apesar de muitas vezes ter relação com o cansaço e recarga de energia, também pode revelar um cachorro entediado ou ansioso.

    Caixa de areia para gatos: por que os felinos enterram a urina e fezes?
    Comportamento animal

    Caixa de areia para gatos: por que os felinos enterram a urina e fezes?

    Se você convive com um felino, é bem provável que a pergunta “por que os gatos enterram as fezes” já tenha passado pela sua cabeça. Afinal, é um hábito extremamente peculiar e que você não vê animais de outras espécies fazendo, como os cachorros. Então por que será que quando usam a caixa de areia para gatos, a maioria dos animais escondem os dejetos? Será que a explicação está ligada à higiene, ou é algo meramente instintivo? 

    Ver Todas >