Já parou para se perguntar se pode dar banho em gato? Esse é um assunto bastante polêmico e que desperta muita dúvida na maioria dos tutores (principalmente nos pais de primeira viagem). Como muitos sabem, os felinos são animais que cuidam da sua própria higiene e fazem a autolimpeza diariamente com a própria língua, então em muitos casos os médicos veterinários não indicam o banho em gato . Para entender melhor o motivo disso, fomos atrás de algumas informações importantes sobre esse tipo de higiene felina e por que não se pode dar banho em gato filhote, adulto ou idoso. Veja o que descobrimos!

Por que não pode dar banho em gato?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Algumas pessoas podem até achar que não faz mal dar banho no gato, mas antes de submeter o felino a uma experiência dessas é importante levar em consideração vários fatores. O primeiro deles é que os gatos não se sujam com frequência e normalmente são auto suficientes para executar a própria higiene, então o banho acaba sendo algo totalmente dispensável e que só vai irritar o bichano. Aliás, esse acaba sendo o segundo ponto que precisa de atenção: a maioria dos gatos não gosta de ser molhado com água porque isso gera muito estresse para o animal

Além do mais, o banho no gato também é desnecessário por motivos fisiológicos. O contato excessivo com a água tende a retirar a proteção natural do pelo do gato, o que pode desencadear problemas dermatológicos. Os feromônios produzidos pelo organismo felino também são retirados nesse processo: o cheiro dessas substâncias são super importantes em vários aspectos da rotina dos gatos. É por isso que logo após um banho, os costumam lamber todo o corpo na tentativa de restabelecer os feromônios perdidos.


Banho em gato? Os bichanos são capazes de fazerem a própria higiene com a língua
Banho em gato? Os bichanos são capazes de fazerem a própria higiene com a língua

Antes do banho, gato precisa de recomendação médica

Para inserir o banho na rotina do gato, o ideal é conversar com o médico veterinário antes de qualquer coisa. Geralmente, a limpeza com água, shampoo e sabonete só é indicada em casos de problemas de saúde, como para o tratamento e controle de doenças de pele (como as dermatites). Dessa forma, os produtos utilizados para o banho no gato são bastante específicos e devem ser indicados por um profissional qualificado.

Já se a ideia é dar banhos regulares no seu amigo por uma questão de higiene, talvez não seja a melhor ideia. Como já foi dito, os gatos são animais capazes de se limparem sozinhos.

Se o banho no gato for permitido, é importante ter alguns cuidados

Supondo que o seu gatinho precisa tomar banho por causa de uma orientação médica, também é importante saber como fazer isso da melhor forma sem prejudicar o seu amigo de quatro patas. Então, como dar banho em gato? Veja algumas dicas importantes:

• Verifique sempre a temperatura da água, que não pode ser muito fria. Como a temperatura corporal dos felinos é de 38º a 39ºC, o bichano pode sofrer um choque térmico e ficar mais vulnerável a doenças.

• A banheira para gatos ou uma bacia grande são os acessórios mais adequados para o banho, pois permitem que você consiga molhar o animal sem perder o controle da situação.

• Muito cuidado para não entrar água nos olhos, ouvidos, boca e nariz do gato. O ideal é deixar para lavar a cabeça por último para evitar qualquer problema.

• Não esqueça de secar muito bem o gatinho após o banho com uma toalha. O uso de secadores não é recomendado porque pode assustá-los.

Redação: Juliana Melo