Gato

Como acostumar um gato com outro?

Publicado - 22 Março 2022 - 11h56

Atualizado - 17 Maio 2024 - 18h22

Os felinos são apaixonantes e quem é tutor de um sempre fica com vontade de adotar outro, mas você sabe como acostumar dois gatos? Mesmo que seja muito difícil, não é impossível que isso aconteça e existem algumas dicas que podem te ajudar a aprender como socializar gatos. Apesar dos bichanos serem animais mais reservados, com um processo de adaptação feito de maneira cuidadosa, o gato residente e o novo membro da família podem construir uma grande amizade. O Patas da Casa reuniu algumas dicas e informações importantes sobre o assunto. Veja a seguir!

“Meu gato não aceita outro filhote de gato”: o que fazer?

A adoção animal é um ato de amor, que muitas vezes acaba sendo feito por impulso. Por conta disso, muita gente não planeja a chegada de outro gatinho em casa. Isso pode dificultar o processo de como acostumar um gato com outro. Um dos maiores erros na hora de adaptar um novo gato na casa é colocar os os dois de frente para o outro logo de cara, como se estivessem apresentando duas pessoas. Esse tipo de situação costuma ser traumática para ambos e com certeza deixará os gatos estressados. Tanto o gato adotado como o residente vão se se estranhar se forem introduzidos dessa forma.

Para entender como fazer um gato se acostumar com outro, você precisa levar em conta que o processo deve ser feito de forma gradual. É normal que a ansiedade e a animação estejam presentes nesse momento, até porque a adoção animal gera esse sentimento. Entretanto, para os gatinhos, a adaptação será melhor caso seja feita com calma e de forma planejada.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo


 

Dois gatos escuros bebendo leite no mesmo pote
Como socializar gatos? Contato visual deve ser evitado nos primeiros dias

 

Adaptação: filhote de gato costuma ser aceito com mais facilidade

A idade do gato adotado costuma ter certa influência no processo de adaptação. Geralmente, o gato filhote tende a ser mais aceito por ser mais vulnerável e pequeno. Entretanto, isso não é uma regra e, em alguns casos, a adaptação de um filhote pode ser tão difícil quanto a de um gato adulto.

Já quando falamos da fase da vida mais difícil para aceitar um novo amigo peludo em casa, os gatos idosos saem na frente. Os felinos de mais idade tendem a ter uma tolerância menor para a convivência  animais estranhos em seu ambiente. Entretanto, esse tipo de adaptação não é impossível. Esse processo demanda calma e deve ser feito aos poucos, seja para qual for a idade dos felinos. A paciência é algo fundamental nessa hora, assim como acostumar gato com cachorro.

Como acostumar um gato com outro filhote?

Agora que você já sabe que tudo deve ser feito aos poucos, deve estar se perguntando: afinal de contas, como fazer um gato se acostumar com outro? Para te ajudar nessa missão, preparamos um passo a passo da forma ideal que o processo deve ser feito.

Como a chegada de outro animal é algo muito importante, vale investir em muitos brinquedos para gatos para receber o novo amigo. Além disso, lembre-se que os custos com ração e cuidados vão aumentar. Por isso, é sempre importante analisar bem a situação antes de receber um novo gatinho em casa. Veja abaixo como acostumar um gato com outro:

  • 1) Prepare o lar para a chegada do novo pet

Antes da chegada do novo animal de estimação, o ideal é que a casa já esteja preparada para recebê-lo. Para que a adaptação ocorra de forma gradual. O recomendado é separar um cômodo do lar para que o novo gatinho fique sozinho nos primeiros dias (sem contato com o gato residente). Para que ele se sinta seguro no local, o cômodo já deve ter potes de ração, bebedouros, caminha, arranhador, brinquedos e caixa de areia. Não deixe que os dois felinos tenham contato visual durante esse período.

  • 2) Faça com que os gatos conheçam o cheiro um do outro

Nos primeiros dias o novo felino deve ficar dentro do quarto, enquanto o gato residente fica livre pela casa. O ideal é fazer com que eles se conheçam pelo cheiro. Fazendo carinho em um logo após ter feito no outro ou mesmo levando algum objeto do quarto para foram, ou vice-versa. Dessa forma, os felinos irão perceber o odor do outro, mesmo sem ter se visto. Uma outra técnica possível é colocá-los para comer na mesma hora, sem o contato visual. Você pode colocar os potes de ração entre a porta do cômodo. Isso fará com que eles se alimentem sentindo o cheiro do outro e associem esse odor a algo positivo.

  • 3) Coloque o novo gatinho para conhecer a casa nova

Assim que perceber que o gatinho novo está bem à vontade no cômodo temporário, você pode promover um tour pela casa nova. Para isso, você deve deixar o bichano residente restrito em um cômodo (que não seja o que o adotado está ficando). Deixe o novo companheiro peludo livre pela casa por algum tempo e depois leve-o de volta para o cômodo.

  • 4) Faça um encontro dos dois gatos usando caixas de transporte

Para que os gatinhos tenham o primeiro contato visual, você pode utilizar uma caixa de transporte. Deixe o gatinho adotado dentro dela e deixe o bichano residente vê-lo pela primeira vez. Enquanto isso, dê petiscos aos dois e os envolvam em brincadeiras. Caso a reação seja negativa, os felinos não vão conseguir se machucar e estarão protegidos. Ao perceber que eles estão se “estranhando”, será preciso dedicar mais alguns dias de adaptação.

  • 5) Promova o primeiro encontro livre

Caso você perceba que a reação dos dois foi negativa, promova o primeiro encontro livre em outro dia. Nesse momento, os gatos poderão ter contato físico é necessário que o tutor esteja sempre em alerta. Lembre-se que não existe tempo certo para um gato se acostumar com o outro e esse processo exige paciência. Brinquedos como a varinha para gatos é uma ótima forma de tirar o foco deles de um do outro. Os petiscos para gatos também ajudam muito.

Redação: Hyago Bandeira

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Comportamento

Como saber se o gato te escolheu como dono: 6 coisas para observar e descobrir se você é o humano favorito do seu pet

O sonho de todo gateiro é ser a pessoa favorita dos bichanos. Mas como saber se o gato te escolheu como dono? Será que existem indíc...

Comportamento

Sonhar com gato é bom ou ruim? Veja o que os especialistas têm a dizer sobre o significado desses sonhos

Existem diferentes formas de se interpretar um sonho, principalmente quando envolvem animais de estimação. Sonhar com gato, por exem...

Adoção

Gato frajola dá trabalho? Veja como é a convivência com um gato preto e branco dentro de casa

Com manchas brancas e pretas espalhadas pelo corpo, o gato frajola tem um charme que não passa despercebido. Donos de uma personalid...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas