close
Cuidados

Cocô de cachorro: qual a importância de sempre recolher as fezes durante o passeio?

Atualizado · 01 de junho de 2021 · 19h00

Publicado · 01/06/2021 · 18h59

No passeio, é preciso recolher o cocô de cachorro para evitar doenças e sujeira na rua
No passeio, é preciso recolher o cocô de cachorro para evitar doenças e sujeira na rua

Recolher o cocô de cachorro durante o passeio é um ato de cidadania e a oportunidade de inserir os pets cada vez mais na sociedade. Passear com cachorro ao ar livre é sempre muito divertido e saudável para o pet, mas não recolher fezes do animal é, além de uma falta de respeito com os pedestres, um fonte de inúmeras doenças - para cães, outras espécies de animais e até para os humanos. Recolher as fezes de cachorro é fundamental para viver em sociedade e é essencial saber qual a importância desse ato.

Deixar o cocô de cachorro para trás suja a cidade e é desrespeitoso com os cidadãos

Quem já passou pela situação de pisar em um cocô de cachorro enquanto estava andando na rua sabe como é desagradável. Você precisa parar para limpar seu sapato sujo, se atrasa para os compromissos e fica irritado pelo resto do dia, além de deixar um cheiro não muito agradável. Quando o tutor não recolhe o cocô de cachorro, todos os outros cidadãos correm o risco de passar por esse constrangimento.

Além disso, as fezes deixam a cidade suja e com mau cheiro. Outro problema é a poluição da água. Quando chove, o cocô de cachorro pode parar em rios, lagos e lagoas. Ou seja, esse comportamento traz problemas para os moradores da cidade e para o meio ambiente.

Fezes de cachorro podem transmitir doenças

Mesmo que seu cachorro seja bem cuidado e esteja com as vacinas em dia, ele não está livre de contrair alguma doença. Além de sujar a cidade e ser um problema para os cidadãos, o cocô de cachorro pode ser fonte de inúmeras patologias. O contágio pode acontecer pela ingestão ou pelo contato com fezes de animais contaminados. As doenças mais comuns são as verminoses, que ficam no intestino dos cães e são expelidas nas fezes.

Cachorros que estejam passeando na rua podem se contaminar com os dejetos largados nas calçadas. Além disso, não são só os cachorros e outros animais que podem se tornar vítimas dessas doenças. Muitas delas, como a Parvovirose canina, se classificam como zoonoses, isto é, doenças que podem contaminar humanos e vice-versa. Nos humanos, o contágio pode se dar não pelo contato direto com as fezes, mas por objetos e alimentos contaminados. Dentre as doenças mais comuns estão:

  • Parvovirose canina: doença viral grave que causa vômito, diarreia e desidratação;
  • Bicho geográfico: atinge geralmente crianças que brincam descalças em parques e praias;
  • Giárdia canina: uma doença parasitária que se aloja no trato gastrointestinal;
  • Toxocaríase: um tipo de verminose que quando atinge o homem pode causar cegueira;
  • Tênia : uma verminose que vive fora do trato gastrointestinal e pode causar anemia e diarreia;
Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Você deve usar saquinhos para recolher fezes de cachorro durante os passeios
    Você deve usar saquinhos para recolher fezes de cachorro durante os passeios

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Como recolher fezes de cachorro?

    Não recolher o cocô de cachorro é um perigo para os animais e para toda a população. Por isso, muitas cidades até estabelecem multas para os tutores que deixam os dejetos de seus animais de estimação na rua. Se você quer saber como recolher as fezes de cachorro, separamos algumas dicas para fazer de maneira correta:

    Saquinhos para recolher fezes de cachorro biodegradável: vendidas em pet shops, os saquinhos biodegradáveis são melhores que as sacolas de plástico - material demora a se decompor, prejudicando o meio ambiente. Caso a sacola plástica seja sua única opção, tudo bem, importante é recolher as fezes. Mas assim que possível, invista em saquinhos para recolher fezes de cachorro biodegradável. É uma maneira simples e ecológica de cuidar do meio ambiente e da sua cidade. Ah, e lembre-se sempre de ter saquinhos extras, caso seu pet faça suas necessidades mais de uma vez.

    Pá para recolher fezes de cachorro: na hora de recolher o cocô de cachorro, é importante ter cuidado para não entrar em contato e recolher tudo sem deixar nada. Por isso, a pá para recolher fezes de cachorro é uma ótima opção. Ela é prática, higiênica e ajuda a colocar o cocô de cachorro no saquinho sem sujeira.

    Como descartar as fezes de cachorro?

    Além de saber como recolher fezes de cachorro, saber como descartar é muito importante. Não adianta nada usar os saquinhos para recolher fezes de cachorro se apenas jogá-lo na rua, próximo a bueiros e terrenos baldios. O ideal é jogar as fezes de cachorro no vaso sanitário, para ser tratada pelo sistema de esgoto. Você também pode jogar no lixo, mas prefira as lixeiras de lixo orgânico. Além disso, lembre-se de amarrar bem o saquinho para evitar que se rompa.

    A limpeza do cocô de cachorro também deve ser feita em casa

    Além de recolher o cocô de cachorro durante o passeio, é importante recolher em casa também. Muitas vezes estamos ocupados e deixamos para limpar depois, achando que não tem problema. Mas, se seu cachorro estiver com alguma doença, os dejetos em casa também podem ser uma forma de contaminar as pessoas que vivem nela. Além disso, deixar o cocô de cachorro muito tempo exposto no ambiente do seu lar contribui para o mau cheiro e deixa o local sujo. A limpeza das fezes do cachorro deve ser feita diariamente para deixar sua casa sem sujeira e livre da exposição a possíveis doenças.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Próxima matéria

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    Seu cachorro só faz necessidades na rua? Veja 5 dicas de um adestrador para o animal fazer xixi e cocô em casa
    xixi

    Seu cachorro só faz necessidades na rua? Veja 5 dicas de um adestrador para o animal fazer xixi e cocô em casa

    Muitos cachorros domésticos são acostumados a fazer suas necessidades apenas na rua. Alguns tutores preferem acostumar os amiguinhos peludos assim por questões de higiene e limpeza e aproveitam para passear com os animais na hora de fazer xixi e cocô. Mas, nesse período de isolamento social e quarentena, pode não ser uma boa ideia levar seu cão para a rua. Uma alternativa para isso é acostumar seu cachorro a fazer as necessidade dentro de casa, em um local selecionado por isso. Para quem não sabe como fazer isso, o Patas da Casa conversou com o Max Pablo, passeador e adestrador de cães, que contou 5 dicas para fazer a adaptação.

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?
    Adestramento

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?

    Não importa a idade do cachorro: quando ele chega num lugar novo, sendo filhote ou adulto, aprender a fazer as necessidades no lugar certo é sempre parte da adaptação. Para quem mora em casas em que o animal fica no lado de fora a maior parte do tempo, esse processo acaba sendo mais simples, mas quem divide os cômodos com ele normalmente precisa de um pouco mais de paciência.

    Ver Todas >

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?
    Cuidados dos animais

    Caixa de transporte para gatos que abre por cima é melhor?

    Se você pretende abrir as portas de casa para um felino, deve saber que um acessório que não pode faltar na sua lista de compras é a caixa de transporte para gatos. Ao contrário dos cães, que têm o hábito de passear nas ruas com mais frequência, a maioria dos bichanos é criada dentro de casa e quase não tem acesso às ruas por questões de segurança. Por isso, qualquer saída deve ser feita com a caixa de transporte. Gato vai usá-la para ir ao veterinário, viagens, passeios e muito mais.

    Ver Todas >