Cachorro

Câncer em cachorro: 6 cuidados ao longo da vida que podem evitar o desenvolvimento da doença

Publicado - 11 Outubro 2022 - 15h27

Atualizado - 23 Abril 2024 - 19h41

O câncer em cachorro  pode afetar diferentes órgãos e é capaz de debilitar toda a saúde do animal, podendo levar até mesmo à morte. Existem muitos tipos de câncer em cachorro, com causas e tratamentos variados. É por isso que na hora de como saber se o cachorro está com câncer, os sintomas podem confundir. O que muitos tutores não se atentam é que determinados tipos de tumor em cachorro podem ser prevenidos com alguns cuidados muito simples no dia a dia. O Patas da Casa listou 6 dicas que ajudam a evitar o desenvolvimento do câncer em cachorro. Confira!

1) Dieta saudável e equilibrada previne o câncer em cachorro

Acredita-se que existe uma relação entre os tipos de câncer em cachorro e obesidade canina. Cães com sobrepeso costumam produzir uma maior quantidade de substâncias inflamatórias. Além disso, é mais difícil identificar nódulos, o que retarda o tratamento. A alimentação do animal influencia diretamente na saúde, prevenindo assim o desequilíbrio das células.

Fique atento aos alimentos proibidos para cachorro ou com baixo valor nutritivo. Seu pet precisa receber os nutrientes de forma equilibrada, coisa que a ração para cachorro de qualidade garante. Petiscos e frutas para cachorro, por exemplo, devem ser oferecidos apenas de vez em quando. A alimentação natural para cães também é uma opção, mas a dieta precisa ser prescrita e supervisionada por um médico veterinário especializado em nutrição animal. A má alimentação é uma porta de entrada para a obesidade e, consequentemente, para o câncer em cachorro.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) Seu cachorro precisa se manter ativo para não ficar obeso

Uma boa alimentação não é a única forma de prevenir a obesidade canina. Praticar exercícios físicos é super indicado no combate ao sedentarismo e, consequentemente, ao sobrepeso. Todos os tipos de câncer em cachorro têm menor risco de se desenvolverem em cães que contam com uma rotina de exercícios físicos. Passear com cachorro, correr, brincar de jogar a bolinha, fazer brincadeiras ao ar livre ou dentro de casa… qualquer coisa que faça o pet se exercitar tá valendo! Pode ter certeza que, além de se divertir, o seu cãozinho será mais saudável e terá menos chance de desenvolver câncer no futuro.

3) Evitar a exposição solar previne o câncer de pele em cachorro 

O câncer de pele em cachorro está entre os tipos mais comuns, mas também é um dos mais fáceis de prevenir. A melhor maneira de evitar o câncer de pele em cachorro é ter atenção à exposição solar. Evite passear com cachorro nos horários mais quentes do dia - entre 10h e 16h - pois a incidência de raios solares é muito intensa, o que aumenta os riscos para a doença.

Passar protetor solar para cachorro, especialmente nas partes do corpo que ficam mais expostas (barriga, orelha, focinho e regiões com pouco ou nenhum pelo), mantém a pele protegida dos raios UV. O câncer de pele em cachorro é mais comum naqueles com pelos brancos, mas cães de todas as cores precisam receber esses cuidados.

câncer em cachorro: cão doente deitado
<strong>Diferentes tipos de câncer em cachorro podem ser evitados com alimentação de qualidade e atividades físicas</strong>

4) Castração é a melhor forma de afastar o câncer de mama em cachorro

O câncer de mama em cadelas é um dos tipos mais graves e, infelizmente, mais comuns da doença. O motivo é que a doença costuma ser diagnosticada apenas quando já está em estágio avançado, o que diminui as chances de um tratamento eficaz. A cadela com câncer de mama costuma apresentar um inchaço do tecido mamário, além de uma sensibilidade maior na região e presença de secreção. Trata-se de uma doença dolorosa.

câncer de mama em cachorro pode ser prevenido de um jeito muito simples: a  cirurgia de castração de cadela diminui os níveis hormonais que são responsáveis pelo desenvolvimento de tumores quando estão em desequilíbrio. A esterilização não é 100% eficaz contra o câncer de mama em cadelas, mas a probabilidade da doença aparecer é mínima em uma cachorra castrada. 

5) A castração também evita o câncer de testículo em cachorro 

A castração não é benéfica apenas para a saúde das fêmeas. Um dos tipos de câncer em cachorro macho mais diagnosticados é o de testículo, chamado neoplasia testicular canina. O câncer de testículo em cachorro só ocorre em cães que não são castrados, já que os testículos são removidos durante a cirurgia. A castração do macho previne ainda o câncer de próstata em cachorro, um tipo mais raro, mas ainda assim perigoso. 

6) Visitas regulares ao veterinário possibilitam o diagnóstico precoce do câncer de cachorro

Seja câncer de mama, de testículo, câncer de pele em cachorro ou de qualquer outro tipo: o acompanhamento veterinário pode salvar o seu animal. O motivo é simples. O tumor em cachorro é uma doença que pode se alastrar de maneira muito intensa e rápida por diferentes órgãos, podendo levar à morte rapidamente em casos muito graves. Porém, se você faz check-ups e exames de rotina com frequência no seu animal de estimação, é possível encontrar um tumor em cachorro quando ele ainda é pequeno e não se alastrou. Assim, o tratamento é iniciado rapidamente e o tumor pode até mesmo ser removido, evitando que ele se espalhe e se torne algo grave. Portanto, não deixe para visitar o veterinário apenas quando o cão estiver doente. O acompanhamento regular pode evitar que o câncer em cachorro se desenvolva, assim como prevenir muitas outras doenças.

Redação: Maria Luísa Pimenta

Edição: Luana Lopes

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Adote um animal

Fiapo de manga: a nova "raça" de cachorro vira-lata que tem feito sucesso na internet

Há quem diga que vira-lata caramelo representa mais o Brasil do que samba e futebol - não à toa que existem propostas de lei para el...

Cachorro

Cruzamento de cachorro: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O cruzamento de cachorro é um assunto que desperta a curiosidade da maioria dos tutores. Enquanto alguns se preocupam em evitar que ...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas