Cuidados dos animais

Cachorro idoso: tudo sobre a terceira idade dos cães

Publicado - 20 Abril 2022 - 16h18

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Ninguém está verdadeiramente preparado para ver o cachorro está envelhecendo, não é mesmo? Já que não há como parar o tempo e a expectativa de vida média dos cães fica entre 10 e 13 anos, não demora muito para os sinais da terceira idade canina ficarem mais evidentes: pelos esbranquiçados, maior lentidão, perda dos dentes, diminuição da audição…

Nessa fase da vida do cachorro, ele merece ainda mais atenção e carinho. Confira a seguir alguns cuidados especiais para cachorros idosos que vão ajudar a manter a saúde do bichinho em dia e garantir que ele se sinta querido como um filhote.

Com quantos anos o cachorro fica idoso?

Em média, um cachorro com 7 anos é idoso, mas esse marco pode variar de acordo com o porte do animal. Raças pequenas que pesam até 10kg, como o Pinscher e o Poodle Toy, passam para a terceira idade com 7 ou 8 anos. Quanto maiores, mais cedo a velhice chega. Cachorros grandes podem ser considerados idosos a partir dos 5 anos. Esse é o caso de raças como o Dogue Alemão ou mesmo um Pastor Belga.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Cães idosos também brincam! Saiba como entretê-lo nessa fase

Na terceira idade, os cachorros vão se tornando mais lentos e menos ativos, consequência da degeneração dos tecidos e do sistema nervoso. Seu cãozinho pode não ter mais a mesma disposição de antes, mas ele ainda precisa movimentar o corpo com regularidade. Por isso, passear com o cachorro é um hábito que não pode ser deixado de lado. Esse é, inclusive, um dos segredos para a longevidade desses animais de estimação: quando ele se sente feliz, ele é mais saudável!

Faça pequenas caminhadas de manhã cedo ou no fim da tarde, quando o sol não está muito quente. Reserve tempo para poder andar lentamente, deixando que o cão idoso fareje bastante. Assim, seu instinto de caça se mantém ativo. Caminhar também ajuda a manter a musculatura do animal em forma, além de afastar as chances de ele desenvolver obesidade canina. Mas atenção: se perceber que seu cão está muito cansado, respirando de forma ofegante e salivando em excesso, não force os limites e interrompa o passeio imediatamente. Não se esqueça de levar água para o passeio! 

As brincadeiras de cachorro também são super importantes na velhice da espécie. Cada cachorro tem uma brincadeira preferida, e ela não deixa de ser uma fonte de diversão quando eles envelhecem! Se ele sempre gostou de pegar a bolinha, por exemplo, você pode tornar a brincadeira mais interessante escolhendo uma bola com dispenser para a ração. Em vez de correr para pegar o brinquedo - atividade que pode cansá-lo rapidamente - o cão vai poder gastar tempo tentando capturar os grãozinhos de alimento.

Não esqueça dos exercícios mentais, que não deixam de ser importantes nessa fase! Continue utilizando os comandos que ele aprendeu ao longo da vida e ensine alguns comandos novos também. Depois, recompense seu bichinho com petiscos e muito carinho!

 

cachorro idoso brincando com bolo

Ração para cachorro idoso tem fórmula específica para um envelhecimento saudável

 

Dentre os cuidados com cães idosos, a alimentação é a que mais requer atenção dos tutores. Isso porque as necessidades nutricionais vão se transformando conforme a idade do animal avança. Enquanto o filhote precisa de um aporte de proteínas caprichado para que se desenvolva bem, o adulto precisa de uma fórmula equilibrada para se manter saudável, sem engordar demais. No caso do cachorro idoso, a forma como os nutrientes são absorvidos já mudou bastante, se tornando bem mais lenta que nos primeiros anos de vida. Nessa fase, o essencial é evitar a perda de nutrientes, utilizando a alimentação como ferramenta para deixar os ossos mais fortes e evitar obesidade e problemas cardíacos, por exemplo.

Assim como o gasto de energia e o metabolismo de um cãozinho idoso diminuem consideravelmente, a oferta de calorias também deve ser menor. Por outro lado, rações para cachorro idoso com uma boa quantidade de fibras pode contribuir muito para o bem estar do bichinho, que pode precisar de uma ajuda extra para manter um ritmo gastrointestinal adequado. Proteínas de qualidade seguem tendo um papel importante na dieta canina, ajudando a impedir a perda de massa muscular característica da senilidade.

Ração sênior: variações e formas de servir as refeições

Na hora de servir a ração para cachorro idoso, uma boa dica é fracionar a quantidade diária recomendada - que varia de acordo com o porte do animal - em duas ou três pequenas porções e servir ao longo do dia, em horários espaçados. Outra opção bem tolerada por cães mais velhos é a ração úmida. A consistência pastosa, o cheiro mais forte e o sabor mais marcante desse tipo de ração são capazes de conquistar o paladar e o olfato já debilitado dos idosinhos.

Aposte em uma dessas formas de estimular o apetite do cão, que geralmente decai na velhice, e garantir que ele esteja ingerindo a quantia ideal de comida diariamente. Não se esqueça de deixar água em locais variados da casa, para que o cachorro possa se hidratar onde estiver.

 

Vitamina para cachorro idoso: como a suplementação pode ajudar o organismo canino a funcionar corretamente 

 

Mesmo trocando a ração de adulto pela ração de idoso - o que deve ser feito gradativamente -, é comum a inserção de algum tipo de vitamina para cães idosos na dieta. Vale destacar que o diagnóstico dessa necessidade, bem como a dose adequada, devem ser determinadas por um veterinário. Somente este profissional pode solicitar exames para identificar deficiências nutricionais e indicar a melhor opção de suplemento para prevenir ou tratar doenças. Veja a seguir uma lista de vitaminas que podem ser receitadas para cães idosos:

  • Vitamina A 
  • Vitamina B
  • Vitamina D 
  • Vitamina E 
  • Cálcio 

Fralda para cachorro idoso: veja como tornar o uso mais confortável para seu melhor amigo

A incontinência urinária em cães é uma condição que geralmente surge na etapa final da vida, sejam machos ou fêmeas, de qualquer raça. Quando o animal já não consegue reter a urina, a fralda para cachorro vira uma necessidade, tanto para o conforto do bicho, quanto para a higiene da casa. O maior desafio é fazer com que o cachorro se acostume a usá-la, mas algumas táticas podem ajudar.

Escolha o tamanho correto: nem apertada demais, nem tão larga que possa ser retirada com facilidade. Antes de vesti-la no cachorro, seque bem a barriguinha dele. Troque a fralda assim que perceber que ela está molhada. Esses dois passos evitam a proliferação de fungos e bactérias.

 

Cuidados com cães idosos são uma forma de demonstrar gratidão

 

Depois de uma vida inteira de bons momentos, vivenciar uma terceira idade tranquila e segura é tudo que seu cachorro precisa! Passe tempo de qualidade com ele, seja levando-o para passeios leves na natureza ou focando no seu conforto em casa mesmo. Que tal fazer uma massagem relaxante no cãozinho idoso? Não custa nada, ajuda a melhorar a flexibilidade e o sistema circulatório do animal e tem o poder de estreitar os laços entre vocês, pode apostar! Deslize as mãos fazendo uma pressão suave pela coluna vertebral do animal. A cabeça e as orelhas também são áreas que, ao serem massageadas, promovem muito relaxamento aos cachorros. É simples fazer com que seu melhor amigo se sinta muito amado na terceira idade!

Redação: Mariana Fernandes

 

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Cachorro

Cientistas usam Inteligência Artificial para traduzir o que os cachorros "falam" quando estão latindo

Existem pesquisas que apontam que o cachorro entende o que a gente fala — mas seria muito bom entender exatamente o que eles ‘falam’...

Adestramento

Dia dos Namorados Pet: Golden Retriever teve a missão de entregar um presente especial para a dona

No Dia dos Namorados, vários casais que têm bichinhos de estimação gostam de incluir os pets nesse momento especial. Afinal, muitas ...

Raças

Bull Terrier, um cachorro misterioso e encantador: 8 curiosidades impressionantes sobre a raça de focinho "estranho"

O Bull Terrier é uma raça de aparência exótica que nunca passa despercebida. Isso porque o cãozinho tem uma cabeça com formato oval ...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Ver todas