Adoção animal

Cachorro filhote: como se preparar para a chegada de um cãozinho na sua casa?

Publicado - 17 Outubro 2019 - 13h17

Atualizado - 19 Abril 2024 - 15h31

Se você passou pela experiência divisora de águas de olhar para um cachorro filhote, não resistir e levar ele com você para casa, parabéns: agora você é um pai ou mãe de pet! Assim como acontece com qualquer outra grande mudança na sua vida, dividir o espaço de casa com um cachorrinho novo é algo que precisa de adaptações e mudanças no funcionamento e na estrutura do lugar onde você mora e na sua rotina. Para saber se adotar cachorro de forma responsável é algo que cabe no seu dia a dia, nós listamos uma série de fatores que devem ser levados em consideração na preparação para a chegada de filhotes de cachorro na sua casa. Vem ver! 

1) A tela para cachorro deve ser instalada em janelas e varandas

Quem mora em apartamentos ou casas com com mais de um andar deve instalar a tela de proteção em janelas e varandas antes de levar o filhote de cachorro para casa. Mesmo que você mantenha o animal sob supervisão constante, é provável que não consiga observar o animal 24 horas por dia e nem vai poder levá-lo para a rua sempre que precisar sair antes da vacinação completa. Por isso e para evitar acidentes, telar essas superfícies é sempre uma das primeiras coisas a fazer antes de abrir as portas da sua casa para um filhotinho. 

 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Mulher segurando cão filhote com olhar de ternura, carinho e cuidado
Cachorro filhote precisa que tutor adote diversos cuidados de segurança dentro de casa  

 

2) Reorganize objetos cortantes e tóxicos

Uma das principais marcas dos filhotes de cachorro é a curiosidade, ou seja: pode apostar que ele vai querer passear para descobrir detalhes de todos os cantinhos possíveis da casa assim que tiver a oportunidade. Nessa exploração, ele pode acabar encontrando, por exemplo, objetos de vidro que, se quebrarem, viram o cenário perfeito para um corte. Os produtos de limpeza tóxicos, como cloro, alvejante e desengordurante, também podem ser perigosos para os animais mais destemidos. Por isso, o ideal é mudar a organização e tirar do alcance do animal qualquer coisa que possa causar algum dano a ele. 

No meio dessa reorganização, também é uma boa tirar de perto deles os sapatos e objetos que podem virar o alvo preferido de destruição do filhotinho curioso na fase da troca de dentição. As semanas de adaptação também servem para que ele seja ensinado sobre o que pode ou não morder pela casa, mas enquanto o animal ainda não está adestrado ou educado, vale a pena prevenir os acidentes, certo?

3) Separe um espaço do cachorro na casa

Assim como qualquer outro morador da residência, o seu cachorro também vai precisar de um ou mais espacinhos exclusivos na casa. O cantinho do descanso deve ser o que vai reunir a caminha e os potes de água e ração. Em outro lugar (ou, pelo menos, a uma distância confortável), separe o espaço do xixi e do cocô, com jornal, tapete higiênico ou banheirinho plástico. Ter uma rotina bem estabelecida torna a hora de educar o seu animal mais simples: ele aprende mais rápido se tiver que ir sempre para o mesmo lugar quando precisar comer, dormir ou fazer as necessidades. 

4) O portão para cachorro também é necessário para a segurança do animal

Além das janelas e varandas, casas que têm escadas também precisam de proteção antes de receber um cachorro filhote. Enquanto ele não se acostuma com ou degraus ou é grande o suficiente para subir e descer sem correr o risco de se machucar, o ideal é que o portão para cachorro seja instalado para impedir que o animal sofra um acidente. Nessa fase, eles ainda têm os ossinhos bem frágeis e uma queda pode causar complicações sérias ao desenvolvimento. 

O portão para cachorro também pode ser usado para impedir o acesso do animal a cômodos específicos ou para restringir a área em que ele pode ficar quando estiver sozinho em casa. Por isso, acaba sendo uma ótima opção para quem passa o dia todo fora de casa. Mas lembre-se sempre que, nesses casos, o animal vai precisar passear para gastar a energia acumulada e se movimentar diariamente, ok? 

5) Prepare o orçamento para as primeiras despesas do animal

Caminha, potes de água e comida, coleira, guia, tapete higiênico, banheirinho, ração, primeiras consultas no veterinário, vacinas… você vai precisar de tudo isso para dar as boas vindas ao seu novo amigo, então é bom, além de preparar o coração, separar uma parte do orçamento do primeiro mês para não se assustar com o gasto. Nos meses seguintes o valor acaba sendo mais baixo, mas ainda assim, ter um cachorro é um gasto constante: não esqueça! 

Redação: Ariel Cristina Borges

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Cachorro

Esses são os 6 sinais que seu cachorro te ama mais visíveis - e provam que você é a "casca de bala" dele e vice-versa

Frases para cachorro de amor podem revelar muito sobre os sentimentos humanos sobre os fortes vínculos que são criados com os pets. ...

Cuidados

Direitos dos animais em condomínios: advogada lista o que os condomínios podem proibir ou não sobre a presença de cães e gatos

Já ouviu falar nos direitos dos animais? Pois saiba que, assim como nós, os nossos pets também são protegidos pela lei. Existe a lei...

Comportamento

Aprenda a interpretar cada miado de gato: foi com essas dicas que consegui me aproximar mais ainda do meu pet

Mesmo que os gatos não saibam falar, a linguagem felina é muito rica e expressiva. Além da postura corporal, o miado de gato tem uma...

Saúde

O que acontece no corpo da gata no cio? Dos miados estridentes aos picos hormonais, veja todas as mudanças que ela enfrenta

Não precisa ser expert no universo felino para conseguir identificar uma gata no cio. Dos miados estridentes aos picos hormonais, o ...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Ver todas