Comportamento animal

7 situações que cachorros podem prever, de terremotos a doenças dos tutores

Publicado - 10 Agosto 2023 - 11h31

Atualizado - 28 Abril 2024 - 15h21

O cachorro entende quando o outro morre e muitos afirmam também que o cachorro sente quando o dono vai morrer. Geralmente, família e conhecidos apontam mudanças comportamentais no animal momentos antes do tutor falecer. Outros relatos garantem que eles são tão sensíveis que conseguem captar doenças, gravidez na família, desastres naturais e até quando alguém é mal intencionado.

Mas o que a ciência tem a dizer sobre isso? Bom, é certo que sim, eles possuem grandes capacidades olfativas e auditivas que são maiores que as habilidades humanas. Mas será que eles também têm um “sexto sentido” e o cachorro sente quando algo vai acontecer? Para responder essas dúvidas, reunimos alguns estudos sobre os sentidos do cachorro.

1) Afinal, os cachorros podem prever a morte? 

Muito se especula sobre o que cachorro pode prever, incluindo a morte de alguém próximo. Ainda não há uma pesquisa mostrando se isso é possível. No entanto, o professor de psicologia e pesquisador de habilidades caninas, Stanley Coren, publicou no jornal científico Psychology Today, um relato denominado Can Dogs Sense When Someone Is About to Die? (Os cães podem sentir quando alguém está prestes a morrer?, em tradução livre).

Imagem Quiz:Como é o comportamento do seu cachorro com visitas?

Como é o comportamento do seu cachorro com visitas?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

No depoimento, a também psicóloga Phyllis Brentzel contou que acredita que sim, cachorro pressente a morte do dono ou de alguém próximo. Ela conta que a Beagle que vivia em seu quintal previu a morte da matriarca da família, pois a cadela começou a uivar constantemente, emitindo um som triste que só parou quando a mãe faleceu. Um detalhe interessante é que, de acordo com ela, a cachorra não tinha contato com a mãe e não houve mudanças na rotina dela naquele dia. Isso quer dizer que cachorro sente quando o dono vai morrer, se for de causas naturais.

2) Cachorro sente cheiro de doença, é o que aponta um estudo irlandês

Um artigo sobre cães farejadores publicado em 2006, no Jornal Veterinário Irlandês, concluiu a eficácia do uso desse tipo de serviço. Foi revisado diversos estudos sobre o uso dos cães para detectar odores não biológicos (como explosivos e entorpecentes) e biológicos (como o odor dos humanos e de outros animais). Um exemplo é o uso deles para encontrar pessoas desaparecidas.

Os cachorros farejadores também podem ser úteis no diagnóstico de câncer, segundo o estudo. Foi constatado que há indícios de 100% de precisão devido às substâncias químicas produzidas pelas células cancerígenas que alcançam o olfato canino.

3) Cachorro pode prever até uma crise convulsiva

A pesquisa “Dogs demonstrate the existence of an epileptic seizure odour in humans ” (Cães demonstram a existência de um odor de convulsão epiléptica em humanos) mostrou que existe uma espécie de “odor convulsivo” que é perceptível para eles e que antecede uma crise. O método reuniu cinco cães para sentir amostras de cheiro humano, durante e fora da convulsão. O resultado foi que o “cheiro da crise” despertou o interesse canino.

Inclusive, o uso deles é tão eficaz nesses casos que alguns são treinados para reagir durante a crise convulsiva de alguém. Eles aprendem a pedir ajuda, buscar remédio e até ficar ao lado ou paralisar um indivíduo para dar mais segurança.

cachorro pode prever coisas: cão olhando para a câmera
<span style="-webkit-text-stroke-width:0px;color:rgb(0, 0, 0);display:inline !important;float:none;font-family:Poppins, sans-serif;font-size:16px;font-style:normal;font-variant-caps:normal;font-variant-ligatures:normal;font-weight:400;letter-spacing:normal;orphans:2;text-align:start;text-decoration-color:initial;text-decoration-style:initial;text-decoration-thickness:initial;text-indent:0px;text-transform:none;white-space:normal;widows:2;word-spacing:0px;">O cachorro sente quando algo vai acontecer por causa do olfato e audição potentes</span>

4) Cachorro sente gravidez da tutora por causa das mudanças hormonais

 

Há quem acredite ainda que o cachorro sente quando a dona está grávida. Segundo o American Kennel Club (AKC), um especialista em comportamento e treinamento canino, chamado Russ Hartstein, acredita que sim: eles podem sentir a mudança hormonal que o corpo da mulher grávida exala.

O que reforça essa teoria é uma pesquisa publicada na University of Nebraska feita pela PhD em psicologia, Kristen Cunningham. A cientista observou 23 mulheres e seus respectivos cães que participaram de uma competição de agility. Após a coleta do cortisol salivar antes e depois da prova, o resultado apontou que boa parte das cadelas tiveram um aumento do hormônio do estresse. Ela explica que um dos motivos para isso é um processo inconsciente do cachorro em responder às emoções humanas. Não à toa, o comportamento de cachorro quando a dona está grávida muda e eles ficam mais protetores.

5) A potente audição do cachorro pode prever até mesmo um terremoto

Já é certo que a audição canina consegue captar mais sons do que os ouvidos humanos. Mas há indícios de que eles conseguem ouvir (e prever) até desastres naturais. Em 2012, Stanley Coren fez uma pesquisa em parceria com a University of British Columbia, localizada no Canadá, que reuniu 193 cães diante de um terremoto em Seattle, nos EUA.

Acontece que o desastre foi tão potente que, 24h antes do evento, metade dos cães apresentaram ansiedade, sendo que 14 deles eram surdos, mas ainda assim ficaram ansiosos como os demais. Há relatos, inclusive, de histórias em que o cachorro uiva antes do terremoto.

O cientista mostrou que a capacidade auditiva dos cães é a responsável por captar frequências altas, por isso eles escutam os sons agudos das rochas se quebrando sob a terra, antes mesmo do terremoto. Um detalhe é que os cachorros com orelhas grandes e caídas tiveram menos reação do que aqueles de orelhas para cima, como o Pastor Alemão.

Mas não para por aí! O cientista alemão Helmut Tributsch afirma que, assim como os cães, os gatos podem prever terremotos. De acordo com ele, todos os animais entram em sintonia e compartilham o sentimento de que algo está por vir.

6) Pesquisadores descobriram que cachorro sente quando a pessoa é ruim

É o que diz o estudo Third-party social evaluations of humans by monkeys and dogs (Avaliações sociais de terceiros de humanos por macacos e cachorros). A investigação abordou a reação negativa de crianças a pessoas mal intencionadas. O objetivo era avaliar o mesmo em cachorros e macacos-prego.

Os cães assistiram duas cenas: na primeira, indivíduos pediam ajuda para abrir uma lata. Alguns ajudavam, outros não. A segunda atuação contava com duas pessoas e cada uma segurava uma bolinha. Em seguida, uma emprestava para outra e pediam de volta. Enquanto alguns devolveram, outros se recusaram. Por fim, as mesmas cenas foram reproduzidas com cães, seus donos e aqueles que atenderam e não atenderam aos pedidos. O mesmo foi feito com os macacos.

A conclusão foi que aqueles que ajudaram a abrir a lata e devolveram as bolas, foram bem recebidos e conseguiram interagir com os animais. Já aqueles que não foram solidários, não conseguiram, pois cachorro e macaco se recusaram.

7) Cães também podem detectar emoções humanas por meio do olfato, audição e visão

Segundo um artigo publicado na Royal Society, os cachorros são capazes de perceber como os humanos e até outros cães se sentem. A pesquisa, intitulada "Dogs recognize dog and human emotions" ("Cães reconhecem emoções caninas e humanas", em português) revela que esses animais utilizam a combinação de diferentes sentidos — como olfato, audição e visão — para decifrar essas emoções. É por isso que os cachorros podem farejar estresse, tristeza, felicidade e outros sentimentos.

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes

Publicado originalmente em: 03/03/2023
Atualizado em: 10/08/2023

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Cachorro

Pancreatite em cachorro: aprenda a reconhecer 6 sinais da doença que vão ajudar no diagnóstico mais rápido

A pancreatite em cachorro é uma doença que merece a atenção dos tutores. A patologia afeta o pâncreas, órgão essencial para a produç...

Adote um animal

Cachorro pequeno: essas são as 10 menores raças de cachorro do mundo todo

Ter um cachorro pequeno em casa é sinônimo de fofura e alegria. Como são menores, esses doguinhos se adaptam mais facilmente ao espa...

Comportamento

Gato miando: 8 segredos que não te contaram sobre a principal forma de comunicação dos felinos

Qualquer pai de pet está acostumado a ouvir o gato miando em casa pelos mais diversos motivos. Às vezes é fome, vontade de receber c...

Ver todas