Cuidados

6 coisas que você deve observar no corpo do seu cachorro

Cuidar de cachorro inclui observar todo o corpo do animal em busca de qualquer alteração que pode virar algo mais grave
Cuidar de cachorro inclui observar todo o corpo do animal em busca de qualquer alteração que pode virar algo mais grave

Todo cuidado é pouco quando se tem um animal de estimação em casa. Qualquer coisa inofensiva pode se tornar algo maior: uma feridinha no corpo, uma dor de dente ou um caroço sempre merecem a sua atenção. Cuidar de cachorro inclui observar o animal para detectar qualquer mínimo problema que possa evoluir para algo mais grave. Portanto, separe um momento na rotina do animal para fazer essa checagem. Veja abaixo 6 partes do corpo do cachorro que você precisa sempre verificar. Caso perceba alguma alteração, leve-o ao veterinário para um diagnóstico e tratamento adequados!

Cuidar de cachorro: observe seu pet, mesmo que ele não esteja doente

Um erro bem comum é só perceber algo estranho com o peludo quando a situação já está mais grave. Não ignore nenhum sinal, mesmo que seu cão aparente boa saúde. Se ele vomita com frequência depois que come ou está se coçando mais que o normal, por exemplo, sempre há um motivo por trás. Fique sempre de olho no seu animal, principalmente se ele costuma aprontar ou comer o que não deve.

1) Orelha de cachorro precisa de uma rotina de limpeza para evitar doenças

A orelha e o ouvido são partes do corpo do cachorro que precisam de cuidados específicos. Qualquer pequena ferida ou excesso de cera, seja na parte externa ou interna, precisa ser observado para que não evolua para um quadro de otite ou sarna de ouvido - problemas que, dependendo da gravidade, podem comprometer a audição do animal. Sempre faça a limpeza com produtos recomendados pelo veterinário.

2) Pata de cachorro: observe os coxins e as unhas

Os coxins são as almofadinhas da pata do cachorro e precisam de cuidados específicos. Como é uma área que está sempre em contato com o chão, pode ressecar facilmente e até queimar em dias mais quentes. Além disso, um cachorro muito ansioso e estressado pode se lamber em excesso e causar feridas.

É importante sempre limpar as patinhas depois do passeio e observar se há machucados ou corpos estranhos nas almofadinhas ou entre os “dedos”. As unhas também merecem cuidados: além de verificar se o tamanho não está atrapalhando o animal a andar, veja se não há inflamações ou sangramentos.

3) Ferida na boca do cachorro pode ocorrer pela ingestão de objetos proibidos

Os cachorros não costumam ter um filtro do que podem ou não comer. Já falamos aqui que esse comportamento de roer e destruir objetos e móveis tem uma explicação. Em alguns casos, dependendo do que o seu cachorro estragar, ele pode se machucar. Na hora de observar a boca dele, veja se não há feridas (tanto na parte interna quanto externa) ou resquícios presos entre os dentes.

Além disso, aproveite para checar a cor da língua e gengiva: o ideal é que essas partes tenham uma coloração bem rosada. Se perceber que as mucosas estão com o aspecto esbranquiçado, leve o animal para um check-up no veterinário, pois isso pode indicar problemas como a doença do carrapato.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    A orelha de cachorro, assim como a boca e patas, são partes do corpo que rprecisam de cuidados específicos
    A orelha de cachorro, assim como a boca e patas, são partes do corpo que rprecisam de cuidados específicos

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino
    Cuidados dos animais

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino

    A caixa de areia é só um objeto, mas para novos donos de gatos ela pode envolver uma série de dúvidas que ninguém sonhou em ter antes de ter um felino. Desde qual tipo de areia escolher até o tamanho e o formato do objeto, tudo isso influencia na forma como o gato vai usar a caixa. Como não poderia ser diferente, o lugar onde você coloca o sanitário do seu gatinho é primordial para que ele faça o xixi e cocô no lugar certo — principalmente se você mora em apartamentos e tem um espaço limitado. Hoje, o Patas da Casa vai te ajudar a resolver essa questão: dá uma olhada aqui embaixo!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    4) Observe os dentes de cachorro

    A boca do cachorro é porta de entrada para muitas doenças. É uma região com tendência de acumular muitas bactérias, que podem transformar problemas pequenos em infecções mais sérias. Na hora de escovar os dentes do animal, observe os dentes e gengiva. Veja se não há sangramentos, algum dente quebrado ou tártaro - que é um problema bem comum que, caso evolua, pode provocar a perda da dentição e dificultar a alimentação do animal. 

    5) Fique atento às feridas na pele do cachorro

    As feridas na pele do cachorro podem ter muitas causas, inclusive brincadeiras com outros animais. Pulgas e carrapatos são os motivos mais comuns: sempre confira se o controle de parasitas do animal está em dia e se não há infestação no ambiente. Por outro lado, machucados podem indicar dermatites. Esse tipo de alergia é provocado por aspectos genéticos ou até mesmo pelo contato com acessórios como roupas e peitorais apertados, que podem friccionar a pele. Os diferentes tipos de sarna também se manifestam com feridas pelo corpo. Se observar algo estranho, converse com seu veterinário de confiança para que ele possa indicar o melhor tratamento. 

    6) Observe as mamas e órgãos genitais dos cachorros

    Na hora de dar uma checada na saúde do seu cachorro, deite ele de barriga para cima (aproveite para fazer aquele carinho que ele ama) e observe todo o abdômen. Verifique se ele não demonstra incômodo ao apertar a região. No caso das cadelas, verifique todas as mamas em busca de carocinhos e observe a vulva também. Inchaço, sangramento ou corrimentos podem indicar problemas mais graves, como a piometra ou tumores. O mesmo vale para os machos. É importante observar se o seu cachorro lambe essa região excessivamente, se há sangramento ou pus. Se notar alguma diferença, procure um veterinário. 

    Redação: Júlia Cruz

    5 cuidados que você deve ter ao dar banho em cachorro

    Próxima matéria

    5 cuidados que você deve ter ao dar banho em cachorro

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Raças

    Schnauzer: tamanho, pelagem, saúde e preço... tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    A raça de cachorro Schnauzer é conhecida pela cabeça em formato quadrado e o bigode característico. Ele é um dos cachorros mais queridos no Brasil e seu temperamento dócil e brincalhão contribui muito para isso. Mas muitas pessoas não conhecem a fundo as principais características do Schnauzer. Por exemplo, você sabia que existem três tamanhos dessa raça? Se você já ama esse cãozinho e está pensando em adotar um Schnauzer, é importante saber o máximo possível sobre a raça antes de tomar a decisão. O Patas da Casa te conta tudo o que você precisa saber sobre a origem do Schnauzer, suas características físicas, temperamento, saúde e até os valores caso você queira comprar um. Confira tudo!

    6 coisas que você precisa saber antes de adotar um cachorro vira-lata (filhote ou adulto)
    Adoção

    6 coisas que você precisa saber antes de adotar um cachorro vira-lata (filhote ou adulto)

    Adotar cachorro é um ato de amor! Ainda mais se ele for um cão sem raça definida (SRD), que é popularmente conhecido como vira-lata aqui no Brasil. Esses animais geralmente vivem nas ruas e só procuram um lar para chamar de seu. Felizmente, de uns tempos pra cá eles se tornaram os queridinhos dos amantes de cachorros. Não é à toa que o vira-lata caramelo virou praticamente um verdadeiro símbolo brasileiro! Mas afinal de contas, o que é importante saber antes de adotar um cachorro vira-lata? Que características são próprias desse cãozinho e que cuidados são necessários com ele? Reunimos 6 coisas que você precisa saber antes de ter um vira-latinha em casa. Chega mais!

    5 coisas que você pode fazer pelos cachorros abandonados da sua cidade
    Cuidados

    5 coisas que você pode fazer pelos cachorros abandonados da sua cidade

    Poucas cenas partem tanto o nosso coração quanto ver um cãozinho abandonado pelas ruas da cidade, né? Mas o que poucas pessoas sabem é que é totalmente possível fazer pequenas coisas que podem mudar completamente a vida daquele bichinho. Nem sempre adotar um cachorro é uma opção palpável pelos mais diferentes motivos, mas isso não significa que não dá para ajudar os animais abandonados a ter uma qualidade de vida um pouquinho melhor. E como é possível fazer isso, afinal de contas? Vem que a gente te mostra como pequenas atitudes podem melhorar - e muito! - a vida de um cachorrinho abandonado.

    Ver Todas >

    Tudo o que você precisa saber sobre o banho de cachorro!
    Cuidados dos animais

    Tudo o que você precisa saber sobre o banho de cachorro!

    Ter um cãozinho é tudo de bom, mas é algo que também exige muitos cuidados, principalmente no que se refere à alimentação, saúde e higiene. Dar banho em cachorro, inclusive, é essencial não apenas por uma questão de deixá-lo limpinho e cheiroso, mas também como uma forma de evitar doenças de pele e até mesmo a proliferação de parasitas. Além do banho, outra medida fundamental é a tosa de cachorro em algumas raças específicas, que é o que ajuda a manter a pelagem do animal bonita e saudável.

    Cuidar de cachorro: como evitar acidentes domésticos com o seu pet?
    Cuidados dos animais

    Cuidar de cachorro: como evitar acidentes domésticos com o seu pet?

    Você já se perguntou se a sua casa é segura para o seu cachorro? Apesar de extremamente inteligentes, os cães não têm discernimento de alguns perigos. São curiosos e normalmente utilizam a boca, focinho e patas para explorar o mundo - principalmente se estamos falando de um filhote de cachorro, que ainda não passou por todas as experiências. E é aí que surgem alguns riscos: como prevenir um acidente com cachorro dentro de casa?

    Cat sitter: o que se deve considerar antes de contratar o serviço?
    Cuidados dos animais

    Cat sitter: o que se deve considerar antes de contratar o serviço?

    O serviço de cat sitting vem ganhando cada vez mais popularidade ao longo dos últimos anos. Os pais e mães de pet às vezes precisam se ausentar por períodos mais longos, e deixar o seu bichano em casa sozinho está fora de cogitação, né? Portanto, é necessário contratar alguém para cuidar de gato durante o tempo em que o tutor precisa ficar fora de casa - seja por causa de uma viagem a trabalho ou lazer, por exemplo. 

    Vestido para cachorro: como escolher o ideal para a sua cadela?
    Cuidados dos animais

    Vestido para cachorro: como escolher o ideal para a sua cadela?

    A roupa para cachorro consegue deixar qualquer animal ainda mais fofinho e charmoso. Seja para um simples passeio na rua ou para uma ocasião especial, os acessórios para cães são ótimos para dar um outro visual ao seu bichinho. No caso das cadelas, as opções conseguem ser ainda maiores, já que é possível desfrutar do vestido para cachorro e vários outros acessórios como lacinhos, tiaras e coisas do tipo. 

    Ver Todas >