Cuidados dos animais

6 coisas que você deve observar no corpo do seu cachorro

Publicado - 03 Janeiro 2020 - 15h00

Atualizado - 23 Abril 2024 - 10h19

Todo cuidado é pouco quando se tem um animal de estimação em casa. Qualquer coisa inofensiva pode se tornar algo maior: uma feridinha no corpo, uma dor de dente ou um caroço sempre merecem a sua atenção. Cuidar de cachorro inclui observar o animal para detectar qualquer mínimo problema que possa evoluir para algo mais grave. Portanto, separe um momento na rotina do animal para fazer essa checagem. Veja abaixo 6 partes do corpo do cachorro que você precisa sempre verificar. Caso perceba alguma alteração, leve-o ao veterinário para um diagnóstico e tratamento adequados!

Cuidar de cachorro: observe seu pet, mesmo que ele não esteja doente

Um erro bem comum é só perceber algo estranho com o peludo quando a situação já está mais grave. Não ignore nenhum sinal, mesmo que seu cão aparente boa saúde. Se ele vomita com frequência depois que come ou está se coçando mais que o normal, por exemplo, sempre há um motivo por trás. Fique sempre de olho no seu animal, principalmente se ele costuma aprontar ou comer o que não deve.

1) Orelha de cachorro precisa de uma rotina de limpeza para evitar doenças

A orelha e o ouvido são partes do corpo do cachorro que precisam de cuidados específicos. Qualquer pequena ferida ou excesso de cera, seja na parte externa ou interna, precisa ser observado para que não evolua para um quadro de otite ou sarna de ouvido - problemas que, dependendo da gravidade, podem comprometer a audição do animal. Sempre faça a limpeza com produtos recomendados pelo veterinário.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

2) Pata de cachorro: observe os coxins e as unhas

Os coxins são as almofadinhas da pata do cachorro e precisam de cuidados específicos. Como é uma área que está sempre em contato com o chão, pode ressecar facilmente e até queimar em dias mais quentes. Além disso, um cachorro muito ansioso e estressado pode se lamber em excesso e causar feridas.

É importante sempre limpar as patinhas depois do passeio e observar se há machucados ou corpos estranhos nas almofadinhas ou entre os “dedos”. As unhas também merecem cuidados: além de verificar se o tamanho não está atrapalhando o animal a andar, veja se não há inflamações ou sangramentos.

3) Ferida na boca do cachorro pode ocorrer pela ingestão de objetos proibidos

Os cachorros não costumam ter um filtro do que podem ou não comer. Já falamos aqui que esse comportamento de roer e destruir objetos e móveis tem uma explicação. Em alguns casos, dependendo do que o seu cachorro estragar, ele pode se machucar. Na hora de observar a boca dele, veja se não há feridas (tanto na parte interna quanto externa) ou resquícios presos entre os dentes.

Além disso, aproveite para checar a cor da língua e gengiva: o ideal é que essas partes tenham uma coloração bem rosada. Se perceber que as mucosas estão com o aspecto esbranquiçado, leve o animal para um check-up no veterinário, pois isso pode indicar problemas como a doença do carrapato.

 

Tutora limpando ouvido de cachorro
A orelha de cachorro, assim como a boca e patas, são partes do corpo que precisam de cuidados específicos

 

4) Observe os dentes de cachorro

 

A boca do cachorro é porta de entrada para muitas doenças. É uma região com tendência de acumular muitas bactérias, que podem transformar problemas pequenos em infecções mais sérias. Na hora de escovar os dentes do animal, observe os dentes e gengiva. Veja se não há sangramentos, algum dente quebrado ou tártaro - que é um problema bem comum que, caso evolua, pode provocar a perda da dentição e dificultar a alimentação do animal. 

5) Fique atento às feridas na pele do cachorro

As feridas na pele do cachorro podem ter muitas causas, inclusive brincadeiras com outros animais. Pulgas e carrapatos são os motivos mais comuns: sempre confira se o controle de parasitas do animal está em dia e se não há infestação no ambiente. Por outro lado, machucados podem indicar dermatites. Esse tipo de alergia é provocado por aspectos genéticos ou até mesmo pelo contato com acessórios como roupas e peitorais apertados, que podem friccionar a pele. Os diferentes tipos de sarna também se manifestam com feridas pelo corpo. Se observar algo estranho, converse com seu veterinário de confiança para que ele possa indicar o melhor tratamento. 

6) Observe as mamas e órgãos genitais dos cachorros

Na hora de dar uma checada na saúde do seu cachorro, deite ele de barriga para cima (aproveite para fazer aquele carinho que ele ama) e observe todo o abdômen. Verifique se ele não demonstra incômodo ao apertar a região. No caso das cadelas, verifique todas as mamas em busca de carocinhos e observe a vulva também. Inchaço, sangramento ou corrimentos podem indicar problemas mais graves, como a piometra ou tumores. O mesmo vale para os machos. É importante observar se o seu cachorro lambe essa região excessivamente, se há sangramento ou pus. Se notar alguma diferença, procure um veterinário. 

Redação: Júlia Cruz

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Ver todas