close
Saúde

Veja 5 fatos sobre a cadela no cio que você precisa saber

Atualizado · 23 de julho de 2021 · 15h56

Publicado · 23/07/2021 · 15h55

A cadela no cio precisa de cuidados em todas as fases
A cadela no cio precisa de cuidados em todas as fases

A cadela no cio pode ser um momento delicado tanto para o tutor como para o pet. O período acaba gerando muitas curiosidades e dúvidas como: “com quantos meses a cadela entra no cio?” ou “de quanto em quanto tempo a cadela entra no cio?”. Saber as respostas para todos esses questionamentos vai ajudar o tutor do cachorro a lidar com o período. Reunimos 5 fatos sobre a cadela no cio para esclarecer todas as dúvidas!

1) Com quantos meses a cadela entra no cio? 

A cadela entra no cio quando atinge a maturidade sexual. A idade em que isso vai ocorrer varia de animal para animal e, por isso, não existe uma data exata para o primeiro cio de cachorra. Apesar disso, o porte do cachorro influencia bastante. As cachorrinhas de porte pequeno costumam passar pelo período entre 6 e 12 meses de idade; as de porte médio entre 7 e 13 meses de idade; já as de porte grande entre 16 e 24 meses.

2) Cadela no cio: como saber? Entenda os principais sinais

Muita gente ainda fica com dúvida em como saber se a cadela está no cio. A coisa mais importante para identificar o período é se atentar aos sinais. A cadela no cio costuma apresentar algumas manifestações características como: cólica, aumento do volume da vulva, vermelhidão e escurecimento da região genital, secreção vaginal, agressividade, inquietação e carência. A receptividade ao macho vai depender da fase do cio.

Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    O uso da fralda para cadela no cio é recomendado em caso de sangramentos
    O uso da fralda para cadela no cio é recomendado em caso de sangramentos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    3) Fralda para cadela no cio pode ser necessária para conter secreções e sangramento

    A secreção vaginal é um dos sintomas da cadela no cio. Além do líquido, o sangramento também é comum. Para evitar que o animal fique lambendo a vulva - e consequentemente cause irritações - o uso da fralda para cadela no cio é recomendado como um cuidado para evitar problemas no período. Também é uma forma de impedir que as secreções suje a caminha da cadela e outros móveis da casa. Vale ressaltar que a fralda não impede o cruzamento e não pode ser usada durante o dia todo. É importante retirar o acessório para que a cadela consiga fazer xixi e cocô.

    4) Quantos dias a cadela sangra no cio?

    O cio da cachorra é dividido em várias fases e, em cada um, ela apresentará comportamentos diferentes. O sangramento da cadela no cio, por exemplo, dura de 5 a 10 dias e marca a primeira fase, chamada proestro. Nessa parte do ciclo, as fêmeas atraem os machos pelo cheiro dos feromônios que ela libera, mas a cadela ainda não permite a aproximação.

    A cadela passa a aceitar o macho na fase seguinte, o proestro, por isso é fundamental manter ela em segurança caso o tutor não queira filhotes. Nessa fase, ocorre a ovulação e o animal costuma ficar mais carinhoso e com vontade de sair de casa. O diestro é a fase responsável por garantir a manutenção da gestação e pode durar entre 56 e 90 dias, mesmo em pets que não tiveram fecundação. Por isso, é comum que algumas cadelas desenvolvam a gravidez psicológica nessa etapa.

    Já a última fase, chamada de anestro é basicamente o intervalo entre as principais fases do cio. Em cadelas grávidas, essa etapa é caracterizada pelo parto. As cadelas que não foram fecundadas não costumam apresentar nenhum sinal evidente nessa fase, que costuma durar de 3 a 10 meses. 

    5) A castração de cachorro é a maneira mais segura de evitar o cio

    Muitos tutores se perguntam com quantos anos a cadela para de entrar no cio. As fêmeas de cachorro podem se reproduzir até o final da vida. O que acaba se alterando com a chegada da idade é o espaço de tempo entre um cio e outro. Ou seja, não existe menopausa canina e a melhor maneira de impedir o cio por definitivo é a castração de cachorro. Além de afastar os efeitos do cio e impedir a gestação, a esterilização também previne uma série de doenças graves que podem acometer a cadela, como a piometra canina e câncer de mama. 

    Caso você queira evitar o cio da cadela, em hipótese alguma recorra ao anticoncepcional canino. O método não é indicado por veterinários e pode trazer graves consequências para a saúde do pet. Antes de adotar qualquer procedimento com seu cachorro, é fundamental conversar com um veterinário de confiança.

    Redação: Hyago Bandeira

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Próxima matéria

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande
    Grandes

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande

    O Bernese Mountain é um cachorro grande com um charme irresistível. No Brasil, ele também é conhecido como Boiadeiro de Berna, Boiadeiro Bernês ou apenas Bernese, para os íntimos. Embora não seja um dos mais populares, esse cãozinho tem várias qualidades: ele é muito ágil, atlético, companheiro e já foi muito utilizado como cão de pastoreio no passado. Como a raça Bernese surgiu na Suíça, também tem alta resistência às baixas temperaturas.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Ver Todas >

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?
    Saúde animal

    Sarna em gatos: o que é e o que fazer?

    A sarna em gatos é um dos problemas de pele mais comuns que podem afetar o bichano. Causada por ácaros que ficam na pelagem dos felinos, a doença também pode acometer cachorros e até mesmo humanos. O gato com sarna sofre bastante com coceiras e problemas na pele. Felizmente, existe tratamento de sarna em gatos capaz de eliminar os parasitas e garantir conforto ao peludo. 

    Tosse de cachorro: o que pode ser?
    Saúde animal

    Tosse de cachorro: o que pode ser?

    O cachorro com tosse é algo que pode assustar muitos tutores, principalmente quando acontece de forma recorrente e não tem um motivo aparente. O sintoma indica algum incômodo no sistema respiratório canino e pode estar associado a diferentes causas que variam desde problemas mais simples, como um engasgo na hora de comer, até algo mais sério, como doenças cardíacas e vermes pulmonares.

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?
    Saúde animal

    O que o anticoncepcional para gatos pode causar?

    O anticoncepcional para gatos é usado por muitos tutores como alternativa à castração. A injeção é vista por muitas pessoas como um método mais barato e menos invasivo de impedir o cio de gata. Mas é comum surgir a dúvida sobre o anticoncepcional para gatos: quando aplicar é recomendado? A verdade é que o anticoncepcional para gatas traz muitos problemas à saúde e nunca é a solução para o cio de gato. O Patas da Casa te explica quais os perigos da injeção anticoncepcional para gatos e porque a castração é a melhor opção. Confira!

    Ver Todas >