Comportamento animal

Vagina de cachorro: saiba tudo sobre o órgão reprodutor das fêmeas

Publicado - 15 Agosto 2022 - 13h00

Atualizado - 22 Maio 2024 - 17h12

Você já se perguntou se cachorra menstrua? Tem ideia do que é uma vulvovaginite em cadelas? Ou então sabe o que acontece no corpo durante o cio de cachorro fêmea? O sistema reprodutor da cadela é um assunto que muitos tutores não entendem bem e que desperta muitas dúvidas. Um dos principais órgãos desse sistema é a vagina de cadela, mas a verdade é que poucas pessoas entendem a anatomia e a fisiologia dessa região. Muitas até mesmo a confundem com a vulva de cadela, outro órgão do sistema reprodutor feminino. Conhecer todas as partes do corpo de um cachorro é importante pois ajuda a oferecer a ele uma vida muito mais saudável e de maior qualidade. Por isso, o Patas da Casa te explica tudo sobre a vagina de cachorro e responde diversos questionamentos acerca do ciclo reprodutivo da cadela. Confira!

Ovário, útero, vagina, vulva: cadela tem diferentes órgãos em seu sistema reprodutor

O sistema reprodutor da cadela é composto por diferentes órgãos que agem em conjunto. O órgão externo é a vulva, que conta com dois grandes lábios que se encontram. Muitas pessoas confundem a vulva com a vagina de cachorro e acabam trocando seus nomes. Por isso, é importante ressaltar que a parte externa que nós conseguimos visualizar é a vulva da cadela. A vagina, por outro lado, é o órgão interno, uma cavidade que se localiza dentro da vulva. Trata-se de um órgão em formato de tubo com comprimento longo. Depois, temos o útero de cadela, um órgão oco que fica na região abdominal. É o útero quem capta os espermatozoides que vieram do cachorro macho para que eles sejam fertilizados e também abriga o feto até a hora do parto da cadela. Já os ovários são os responsáveis por produzir os óvulos e secretar hormônios que ajudam a regular o cio da cadela.

Qual a função da vagina de cadela?

A vagina de cachorro, conforme explicamos, é um órgão interno - por isso, não pode ser confundida com a vulva. Cachorro macho, na hora do cruzamento, libera seu sêmen na cadela. Uma das principais funções da vagina é servir de passagem para esse sêmen, que contém os espermatozoides do cão. Outras funções da vagina de cadela são proteger o sêmen, diminuir a contaminação do cérvix (barreira que protege o útero) durante a gestação e servir de passagem para que os filhotes de cachorro saiam na hora do parto.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

A anatomia da vagina de cachorro evita infecções no local

A vagina de cadela tem o formato de um tubo que possui três camadas: mucosa, muscular e serosa. Apesar de haver muco, ele não é produzido pela vagina em si, mas pelo cérvix. Uma curiosidade é que no interior da vagina de cadela o PH é mais ácido do que em outras partes do corpo. O motivo para isso é que o PH mais ácido ajuda a evitar infecções no local. Porém, vale ressaltar que é possível sim haver infecções na vagina de cachorro em algumas circunstâncias.

Qual deve ser a aparência normal da vagina e da vulva de cadela?

É muito importante que o tutor sempre se atente a qualquer sinal diferente na vagina ou na vulva. Cadela normalmente apresenta a região da vulva numa coloração rosada. O ideal é que não haja nenhum secreção, caroços, machucados e erupções no local. Como a vagina da cadela é um órgão interno, não temos como visualizar. Portanto, para saber se há algum problema nessa região, é bom ficar de olho em secreções e sangramentos anormais, pois eles podem indicar que há algo anormal com esse órgão.

 

Cachorro marrom peludo usando fralda deitado em cima de tapete
Quando a cachorra menstrua, o tutor pode colocar uma fralda para ajudar a conter o sangramento

 

O que é cio de cadela?

A vagina de cadela é um órgão fundamental no sistema reprodutor e está envolvida no cio de cachorro. Mas afinal, o que é o cio? O cio é o período em que a cadela já está pronta para fecundar e, possivelmente, ter filhos. Ele faz parte do ciclo estral, que é dividido em 4 fases. A primeira fase do cio de cadela é o Proestro, que acontece quando e fêmea começa a liberar feromônios para atrair os machos. Nessa fase, há aumento da vulva da cadela, mas ela não está apta para fecundar. Então, vem o Estro, a fase considerada o cio de cachorro em si. A cadela está fértil e pode fecundar. Depois, vem o Diestro, fase em que os hormônios estão bem estimulados e permitem que a gestação de um cachorro se mantenha. Esses estímulos de hormônios acontecem com a cadela grávida ou não. Por isso, é comum que as cachorras que não engravidaram tenham gravidez psicológica nessa fase. Por fim, vem o Anestro, que é um intervalo entre as fases do ciclo. Nessa fase, os hormônios diminuem e há uma inatividade sexual.  

Cachorra menstrua? Entenda se existe menstruação de cachorro

Todo o ciclo estral da cadela lembra a menstruação humana. Por isso, muitos tutores se perguntam: cachorro menstrua? Durante o cio de cadela, a cachorra pode sim ter sangramento. Porém, é importante ressaltar que o que acontece com a cadela não é menstruação, mas sim um ciclo estral. O sangramento que ocorre durante o cio não é igual ao que acontece nas mulheres que estão menstruadas. Assim, dizer que cachorra menstrua não está correto.

Quantos dias a cachorra fica "menstruada"?

Outro questionamento comum é “quantos dias a cachorra fica ‘menstruada’?". Como explicamos, não se trata de uma menstruação, mas há sim um sangramento. Esse sangramento na vulva de cadela no cio é normal na fase de proestro e dura cerca de 9 dias. Porém, vale ressaltar que essa média de “quantos dias a cachorra fica ‘menstruada’” não é precisa, já que o ciclo estral pode variar em cada animal. 

Outra dúvida frequente é quando a cadela “menstrua” pela primeira vez. A idade varia de acordo com  o porte. As cachorras pequenas têm o primeiro cio entre os 6 e 12 meses. Já as de médio e grande porte têm seu primeiro cio até completar 1 ano e 6 meses. As cadelas de porte gigante, por sua vez, podem ter o primeiro cio até os 2 anos. Tudo isso é uma média, então pode variar para cada pet. 

O que fazer quando a cachorra "menstrua"?

Depois do primeiro cio, a cadela costuma passar por esse processo novamente a cada 6 meses (mas pode demorar mais ou menos tempo de acordo com cada animal). Portanto, se sua cadela não é castrada, é importante saber lidar com ela durante esse período. Mas afinal: o que fazer quando a cachorra “menstrua”? Nesse período, é comum encontrar respingos de sangue pela casa. Uma solução para esse problema é a calcinha absorvente ou a fralda para cachorro. Esses acessórios evitam o sangramento espalhado pela casa e aliviam um pouco o desconforto da peluda. Porém, não se deve usar por longos períodos de tempo, pois a cadela também precisa fazer suas necessidades.

Outra dica de o que fazer quando a cachorra “menstrua” é evitar o estresse do animal. O comportamento da cadela no cio pode se tornar agressivo, então separe-a de outros animais e a deixe confortável para evitar problemas. Por fim, fique de olho na região da vulva e vagina. Cadela pode acabar sofrendo inflamações no local, já que a vulva naturalmente incha e isso faz com que a bichinha lamba a região, o que favorece a proliferação de bactérias. 

 

Cão Beagle usando roupa pós-cirúrgica
A vaginite canina é uma inflamação na vagina de cadela que pode ser previnida com castração

 

Secreções na vagina: cachorro fêmea pode apresentar essa condição por diversos motivos 

Como explicamos, a cachorra “menstrua” e, quando isso acontece, ela libera uma secreção com sangue. Durante o cio, o sangramento é comum e logo passa. Porém, quando ocorre fora desse período é bom prestar atenção, pois pode significar que a cadelinha está com alguma doença. Uma possibilidade é a piometra em cadelas, uma infecção que acomete o útero da cachorra após o cio. Quando ela é do tipo aberta, libera uma secreção que costuma ter aspecto sanguinolento. Outra causa comum de secreção fora da época do cio é a vaginite canina, uma infecção na vagina de cachorra. Ao observar que a vagina de cadela está liberando uma secreção (com ou sem sangue) fora do período do cio e/ou em quantidades muito grandes, leve a cachorrinha ao veterinário para uma avaliação. 

Vaginite canina é uma das doenças mais comuns na vagina da cadela

A vaginite canina nada mais é do que uma inflamação na vagina da cadela. Trata-se de uma doença que pode acometer cachorras de qualquer raça e idade, independentemente da fase do ciclo reprodutivo em que se encontra. Os motivos que levam à vaginite canina são muitos. Os mais comuns são infecções bacterianas ou fúngicas, alterações hormonais, imaturidade do sistema reprodutor (cadela ainda não teve o primeiro cio), cio recente e piometra em cadelas. Um dos sintomas mais frequentes da vaginite canina é a liberação de corrimento vaginal. Normalmente, a secreção é translúcida, mas pode ter variações de cores e até mesmo um pouco de sangue de acordo com a causa. Outros sintomas são febre, vômito, dor ao urinar e letargia. 

Também é comum ver a cachorra com vaginite canina lambendo sua genitália numa tentativa de aliviar o desconforto - o que é perigoso, já que a lambedura em excesso acaba ajudando a proliferar ainda mais os fungos e bactérias no local. Porém, como a vaginite canina pode ter diferentes causas, os sintomas variam bastante. Vale ressaltar que além da vaginite canina (que afeta vagina de cadela), existe a vulvite, quando é a vulva da cadela quem sofre a inflamação. Pode acontecer ainda de haver uma inflamação nos dois órgãos ao mesmo tempo. Quando isso acontece, temos uma vulvovaginite em cadelas. 

Castração é a melhor forma de evitar problemas na vagina de cadela 

Seja uma vaginite canina, uma piometra ou qualquer outra condição que afete os órgãos do sistema reprodutor da cadela, a prevenção é a mesma: castração. Durante o cio, a cadela sofre com muitas alterações hormonais que acabam deixando todo o sistema reprodutor mais propenso a desenvolver infecções. Ao realizar a cirurgia de castração, a cachorrinha sofre bem menos com os efeitos dos hormônios e, consequentemente, o risco de doenças e até mesmo câncer diminuem consideravelmente. 

Uma dúvida comum é se cachorra castrada "menstrua", e a resposta é não. Na cirurgia de castração, o ovário e o útero são removidos e a cadela não entra mais no cio. A castração de cadela é muito benéfica para o animal e normalmente é recomendado realizá-la a partir dos 6 meses. Castrar a cadela é uma forma de cuidar da saúde da vulva, da vagina de cachorra e de todo o seu organismo, garantindo um desenvolvimento saudável.

Redação: Maria Luísa Pimenta

Edição: Mariana Fernandes

 

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Cachorro

"Tapete de lamber": esse brinquedo interativo para cachorro ajuda a reduzir ansiedade, tédio e estresse. Veja como funciona!

Um brinquedo interativo para cachorro que vem conquistando cada vez mais pais de pet é o tapete de lamber. Se você nunca ouviu falar...

Adote um animal

Essas são as 8 melhores raças de cachorro para apartamento: eles se adaptam facilmente e não precisam de muito espaço

Quem vive em grandes centros urbanos e mora em condomínios sempre se pergunta qual é o melhor cachorro para apartamento. A verdade é...

Comportamento

Frases de gatos para qualquer situação: postar no status, legenda de fotos e homenagens para o bichano

Assim como existem frases de cachorro para várias situações, também existem frases de gato bem legais que podem ser usadas em difere...

Gato

Gato solta pum? Descubra se é normal os felinos terem gases ou não e o que fazer

Você já se perguntou se o gato solta pum igual os humanos? Por mais estranho que pareça, essa é uma dúvida que pode surgir quando se...

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Gato

Gato se lambendo muito: esses são os motivos mais comuns para a lambedura excessiva, segundo os especialistas

É muito comum ver um gato se lambendo no dia a dia para se limpar. Isso faz parte da rotina de higiene deles. A língua desses animai...

Cuidados

Como fazer o gato beber mais água: essas são as 6 dicas dadas por um veterinário para aumentar a hidratação do pet

Saber como fazer o gato beber água é uma das grandes preocupações entre os tutores. Isso porque é da natureza dos felinos não se hid...

Ver todas