close
Grandes

Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

O Dálmata é um cachorro grande que tem tudo para ser o seu melhor amigo!
O Dálmata é um cachorro grande que tem tudo para ser o seu melhor amigo!

Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

Origem da raça Dálmata é incerta

Embora não seja possível afirmar com certeza qual é a origem do cachorro Dálmata, o nome da raça provém de uma região chamada Dalmácia, que hoje se localiza na Croácia. Ainda não se sabe a data em que isso aconteceu, mas foi lá que encontraram os primeiros vestígios deste cãozinho. No entanto, acredita-se que esta raça de cachorro é ainda mais antiga do que os vestígios apontam, já que várias pinturas antigas de tumbas no Egito registraram cachorros com as mesmas características físicas de um Dálmata, levantando a hipótese de que a existência desse animal data dessa época. O registro oficial da raça, porém, só aconteceu em 1888 pelo American Kennel Club.

Dálmata: características físicas vão além das manchinhas escuras pelo corpo

Não dá para negar: a pelagem do Dálmata é a marca registrada desse cãozinho. Mas o mais curioso é que, ao contrário do que se pensa, os cachorros desta raça não nascem com as manchinhas pretas espalhadas pelo corpo. Na verdade, nas duas primeiras semanas de vida o filhote de Dálmata é completamente branco, e só depois desse período é que as manchas começam a aparecer, dando o toque charmoso que a gente já conhece. Essas marcas espalhadas pelo corpo, inclusive, podem ter duas variações de cor: preto ou marrom, sendo que a cor predominante da pelagem sempre é o branco. Além do mais, vale destacar também que essas manchinhas são únicas em cada Dálmata, ou seja, você nunca vai conseguir encontrar dois cãezinhos da raça com o mesmo padrão!

Ainda sobre os pelos do cachorro Dálmata: embora a raça tenha uma pelagem curta e lisa, é preciso ter certos cuidados, porque são cães que costumam soltar bastante pelo. Quanto ao porte do animal, é importante ter em mente que se trata de um cachorro grande, sendo que um Dálmata adulto pode ter uma altura entre 54 e 60 cm e pesar por volta de 18 a 27 kg. Sim, eles são realmente bem grandinhos - não é à toa que algumas pessoas se referem a eles como Dálmata Gigante.

Dálmata: temperamento do cachorro é dócil, mas cheio de energia

Para quem sonha em ter um companheiro cheio de amor para dar, o Dálmata pode ser o cãozinho ideal! Eles são super amorosos e apegados à família, e se tiverem um treinamento adequado, também servem como excelentes cães de guarda. As crianças costumam adorar o cachorro Dálmata, principalmente por causa do seu lado mais energético e brincalhão, mas é importante ter alguns cuidados com isso. Como esse é um cachorro grande e muito ativo, crianças muito pequenas podem acabar se machucando ao tentar socializar com o cãozinho. Ele não faz de propósito, claro, mas é que esses animais são realmente bem agitados e não gostam de ficar parados por muito tempo.

Essa, inclusive, acaba sendo uma grande qualidade para tutores que gostam de praticar atividades físicas, já que o cachorro Dálmata se dá muito bem com alguns esportes, como corrida e até mesmo natação. Por isso, o tutor não pode deixar de levar seu amigão para passear todos os dias para gastar toda a energia que eles têm. Caso contrário, comportamentos destrutivos podem começar a aparecer, pois esses animais vão tentar “descarregar” toda a energia deles dentro de casa.

Apesar de não latirem muito, o adestramento é indicado para essa raça, já que esses cães podem apresentar alguns problemas de obediência. Mas, no geral, o treinamento é bem tranquilo, pois o Dálmata é extremamente inteligente e tem muita facilidade em aprender os comandos. Além disso, a socialização da raça também é importante, já que, embora eles sejam muito carinhosos com a sua família, o cachorro Dálmata tende a ser desconfiado perto de estranhos e, em alguns casos, podem até desenvolver um comportamento mais agressivo. Por isso, a recomendação é que tanto os treinamentos quanto a socialização aconteçam com o Dálmata filhote, e não adulto, para se obter resultados mais rápidos e eficientes.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    O Dálmata é muito brincalhão e interativo, se dando muito bem com crianças maiores
    O Dálmata é muito brincalhão e interativo, se dando muito bem com crianças maiores
    O cachorro Dálmata pode apresentar manchas pretas ou marrons
    O cachorro Dálmata pode apresentar manchas pretas ou marrons
    O filhote de Dálmata geralmente é branquinho, sendo que as manchas surgem após as duas primeiras semanas de vida
    O filhote de Dálmata geralmente é branquinho, sendo que as manchas surgem após as duas primeiras semanas de vida
    O cachorro Dálmata é um ótimo companheiro, sempre muito carinhoso e ligado à família
    O cachorro Dálmata é um ótimo companheiro, sempre muito carinhoso e ligado à família
    O cachorro Dálmata é bastante energético, mas não tem o hábito de latir muito
    O cachorro Dálmata é bastante energético, mas não tem o hábito de latir muito
    Embora não seja o mais comum, Dálmata com manchas marrons são um charme!
    Embora não seja o mais comum, Dálmata com manchas marrons são um charme!
    Passeios devem fazer parte da rotina do Dálmata, já que esse cãozinho adora atividades ao ar livre
    Passeios devem fazer parte da rotina do Dálmata, já que esse cãozinho adora atividades ao ar livre
    As manchas do Dálmata são exclusivas: um cãozinho nunca vai ter o mesmo padrão que outro
    As manchas do Dálmata são exclusivas: um cãozinho nunca vai ter o mesmo padrão que outro
    Por ser grande, o Dálmata não se adapta muito bem a espaços pequenos, como apartamentos
    Por ser grande, o Dálmata não se adapta muito bem a espaços pequenos, como apartamentos
    Os cães da raça Dálmata também são muito inteligentes, o que facilita o adestramento
    Os cães da raça Dálmata também são muito inteligentes, o que facilita o adestramento
    O Dálmata é muito brincalhão e interativo, se dando muito bem com crianças maiores
    O cachorro Dálmata pode apresentar manchas pretas ou marrons
    O filhote de Dálmata geralmente é branquinho, sendo que as manchas surgem após as duas primeiras semanas de vida
    O cachorro Dálmata é um ótimo companheiro, sempre muito carinhoso e ligado à família
    O cachorro Dálmata é bastante energético, mas não tem o hábito de latir muito
    Embora não seja o mais comum, Dálmata com manchas marrons são um charme!
    Passeios devem fazer parte da rotina do Dálmata, já que esse cãozinho adora atividades ao ar livre
    As manchas do Dálmata são exclusivas: um cãozinho nunca vai ter o mesmo padrão que outro
    Por ser grande, o Dálmata não se adapta muito bem a espaços pequenos, como apartamentos
    Os cães da raça Dálmata também são muito inteligentes, o que facilita o adestramento

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cachorro

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Cachorro

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Cachorro

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Poucos sabem, mas existe uma classificação para determinar cada tipo de Pinscher: tamanhos 0, 1, 2 e 3 são as variações comuns da raça. A numeração que normalmente acompanha o nome da raça do cãozinho pode até parecer estranha, mas é algo que ajuda a diferenciar os tipos de cachorro Pinscher de acordo com as peso e altura. Essa classificação, embora não seja reconhecida oficialmente, é adotada por muitos criadores e pais de pet por aí. 

    Dálmata: cachorro precisa de alguns cuidados no dia a dia

    • Banho e escovação dos pelos: 

    Com uma pelagem curta e lisa, o Dálmata não exige tantos cuidados com a sua aparência. O que mais pesa nessa hora, na verdade, é a quantidade pelos que caem do animal e, por isso, recomenda-se escová-los pelo menos três vezes na semana para retirar a pelagem morta e evitar que os pelos se espalhem pela casa. Mas no geral, o cachorro Dálmata é bem limpinho, não apresenta mau cheiro e os banhos não são necessários com muita frequência.

    • Unhas, dentes e ouvidos: 

    Assim como os humanos, os cachorros também precisam de alguns cuidados com suas unhas, dentes e ouvidos. A escovação dos dentes, por exemplo, deve acontecer pelo menos duas vezes na semana para remover o acúmulo de tártaro e prevenir doenças gengivais. Os ouvidos do cachorro também devem ser higienizados semanalmente, e para fazer isso o ideal é utilizar um pedacinho de algodão umedecido para limpar a parte externa. Mas atenção: nunca insira nada no canal auditivo do cãozinho, pois isso pode acabar provocando inflamações na região.

    Além disso, cortar as unhas do cachorro Dálmata também devem fazer parte da rotina de cuidados com o animal. Por se tratar de uma tarefa um pouquinho mais complicada para quem tem um cão grande, às vezes procurar um pet shop pode ser a solução! E lembre-se: o ideal é que a manutenção das unhas do animal seja feita pelo menos uma vez por mês.

    • Alimentação:

    Cuidar da alimentação do cachorro é fundamental, independente da raça. No caso do Dálmata, é importante investir em uma ração que seja específica para cachorros grandes, já que a quantidade de nutrientes presentes nesse alimento varia de acordo com o porte do animal. Além disso, a fase de vida do cãozinho também é um fator importante nessa escolha; logo, se você tiver um Dálmata filhote, a alimentação deve ser diferente de um Dálmata adulto.

    • Exercícios físicos e espaço para criação:

    Já deu para perceber que os Dálmata ocupam um certo espaço na vida do tutor, né? Eles precisam de atenção e, principalmente, de exercícios físicos diariamente, pois são cães extremamente ativos e que precisam liberar energia com frequência. Por isso, quem mora em um ambiente pequeno e não tem condições de passear com o Dálmata todos os dias, pode ter problemas com a raça. O ideal mesmo é que eles sejam criados em espaços mais amplos, de preferência com um grande quintal para brincar e correr sempre que eles quiserem. Mas na falta disso, cabe ao tutor suprir essa necessidade com atividades ao ar livre sempre que possível.

    Saúde do Dálmata: surdez e displasia de quadril são motivos de preocupação

    Por mais fofo que seja um cachorro Dálmata, a saúde do animal é algo que preocupa muitos tutores e que precisa de atenção. Como a raça passou por diversos cruzamentos para chegar ao que é hoje, algumas doenças genéticas surgiram ao longo do caminho. A surdez é a principal delas, sendo uma condição que afeta pelo menos 10% dos cachorros da raça Dálmata. Ela pode ser de dois tipos: unilateral, que atinge apenas um ouvido, ou bilateral, que atinge os dois. Quando acontece o primeiro caso, o animal consegue viver bem, sendo necessário apenas um cuidado ou outro. Já se o cãozinho for totalmente surdo, é preciso ter muita paciência com seu amigão.

    Além disso, outras doenças mais comuns nesta raça são a displasia de quadril, que costuma afetar os cães de grande porte, e pedras nos rins (cálculo renal). Essas pedras são formadas, geralmente, devido a incapacidade do Dálmata metabolizar ácido úrico em alantoína. Por isso, recomenda-se que o animal visite regularmente o veterinário para acompanhar como está a sua saúde no geral. Ah, e não se esqueça de manter o calendário de vacinações e a vermifugação do cãozinho sempre em dia, viu? Isso também ajuda bastante na prevenção a diversas doenças!

    Filhote de Dálmata: o que você precisa saber antes de ter um

    Assim como todo filhote de cachorro, o Dálmata também precisa de alguns cuidados nessa fase inicial. O primeiro passo é garantir um espaço adequado para o cãozinho com tudo que ele precisa: caminha, brinquedos, um comedouro e um bebedouro. A ração deve ser específica para filhotes e, de preferência, de acordo com a raça do animal, pois isso também influencia no crescimento dele. Se tiver dúvidas, vale pedir algumas sugestões de ração para o veterinário do seu Dálmata filhote. Aproveite a consulta para um check-up na saúde do cãozinho! Geralmente, os filhotes já podem ser vacinados a partir dos 45 dias de vida, e a vermifugação também é uma medida necessária para manter o seu pet livre de problemas. 

    Fora isso, basta dar muita atenção ao Dálmata. Eles adoram brincar e precisam de todo o carinho do mundo nesse momento. Uma característica dessa raça, inclusive, é que ela adora roer. Por isso, uma boa dica é investir em brinquedos próprios para isso, como mordedores. Ah, e não se preocupe com as manchas, viu? Ao pegar um Dálmata filhote recém-nascido, você deve perceber que o animal ainda não tem as manchinhas típicas da raça, mas, como dissemos antes, isso é totalmente normal. Elas só costumam aparecer depois das duas primeiras semanas de vida do cachorro.

    Cachorro Dálmata: preço pode chegar a R$ 7 mil

    Para quem sonha em ter a companhia de um filhote de Dálmata, preço é uma questão bem importante, né? Antes de mais nada, o tutor deve procurar um canil de confiança e com boas recomendações para garantir que os animais são bem tratados e evitar possíveis ciladas. Em seguida, vamos ao que interessa: para comprar um Dálmata filhote, o preço costuma ficar na faixa de R$ 2500 a R$ 7000. Essa variação vai depender, principalmente, da linhagem do animal, já que cães que são descendentes de campeões costumam ter um custo mais elevado.

    Redação: Juliana Melo

    Quais os benefícios da castração de cachorro?

    Próxima matéria

    Quais os benefícios da castração de cachorro?

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça
    Pequenos

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça

    Os cães do grupo Terrier fazem sucesso por onde passam, e com o Fox Terrier não é diferente. Ele representa perfeitamente as raças de cachorro desse grupo: é animado, ativo, cheio de energia, habilidoso e, claro, incrivelmente fofo. Muitas pessoas chegam a confundi-lo com o Fox Paulistinha, uma raça de Terrier originária do Brasil que descende do cruzamento do Fox Terrier com outros cães. No entanto, esses dois doguinhos são bem diferentes entre si, especialmente no que diz respeito à pelagem e traços físicos.

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Shampoo para cachorro: como escolher de acordo com a cor do pelo do animal?
    Cachorro

    Shampoo para cachorro: como escolher de acordo com a cor do pelo do animal?

    Escolher o shampoo para cachorro pode ser um pouco mais difícil do que parece. Existem muitas opções no mercado e, muitas vezes, ficamos na dúvida de qual escolher. Na hora de comprar o shampoo de cachorro ideal, existem muitos fatores que precisam ser levados em conta para garantir o melhor para a pelagem e pele do seu pet. Um deles é a cor do cachorro. Muita gente não sabe, mas a cor do pelo pode ser afetada com o uso errado do shampoo. 

    Filhote de Maltês: o que esperar da raça nos primeiros meses de vida?
    Cachorro

    Filhote de Maltês: o que esperar da raça nos primeiros meses de vida?

    O filhote de Maltês é um cachorro conhecido por se parecer com um ursinho de pelúcia de tão fofo. De pequeno porte, com a pelagem completamente branca, olhar hipnotizante e energia de sobra, a raça de cachorro pequeno é muito recomendada para famílias com crianças em casa. Logo nos primeiros meses de convivência, a raça Maltês já demonstra alto companheirismo e lealdade ao tutor. Ou seja, além das características físicas que não passam despercebidas, o Maltês filhote possui uma personalidade apaixonante. 

    Corticoide para cachorro: como funciona, para que serve e perigos do uso contínuo
    Cachorro

    Corticoide para cachorro: como funciona, para que serve e perigos do uso contínuo

    Com um potente efeito anti-inflamatório, o corticoide para cachorro é um medicamento que costuma gerar muitas dúvidas nos pais de pet. Embora seja indicado para o tratamento de alguns problemas de saúde, como alergias caninas e dermatites, o corticoide veterinário pode representar um perigo para os cães, especialmente se for usado de maneira contínua e sem acompanhamento profissional. Por isso, é fundamental se atentar aos efeitos do corticoide no cachorro para garantir que nada de ruim aconteça. 

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?
    Cachorro

    Qual o uso correto da coleira para leishmaniose?

    A coleira contra leishmaniose é um dos melhores métodos preventivos contra a doença tão temida. Causada pelo protozoário Leishmania, a leishmaniose visceral canina é transmitida pela fêmea do mosquito-palha. Um cachorro picado pelo mosquito infectado adquire a doença. A leishmaniose é uma das zoonoses mais temida pelos tutores, que pode deixar o cãozinho bem debilitado, fraco e com lesões pelo corpo. Se não tratada logo no início, as chances do cachorro morrer com a doença aumentam bastante.

    Ver Todas >