close
Higiene

Tudo o que você precisa saber sobre o banho de cachorro!

Atualizado · 11 de setembro de 2020 · 17h49

Publicado · 11/09/2020 · 17h49

Saiba como dar banho em cachorro, os produtos mais indicados e quais cuidados são necessários
Saiba como dar banho em cachorro, os produtos mais indicados e quais cuidados são necessários

Ter um cãozinho é tudo de bom, mas é algo que também exige muitos cuidados, principalmente no que se refere à alimentação, saúde e higiene. Dar banho em cachorro, inclusive, é essencial não apenas por uma questão de deixá-lo limpinho e cheiroso, mas também como uma forma de evitar doenças de pele e até mesmo a proliferação de parasitas. Além do banho, outra medida fundamental é a tosa de cachorro em algumas raças específicas, que é o que ajuda a manter a pelagem do animal bonita e saudável.

Por mais que muitos tutores saibam da importância desses cuidados, algumas dúvidas podem acabar surgindo quando o assunto é banho e tosa do cachorro. Pensando nisso, o Patas da Casa reuniu as principais informações sobre o tema: se pode dar banho em filhote de cachorro ou não, como fazer isso da melhor forma (independente da idade do animal), quais são os produtos mais recomendados, como tosar cachorro e muito mais!

Afinal, com quantos dias pode dar banho em filhote de cachorro?

Uma dúvida muito comum na cabeça de todo tutor é se pode dar banho em filhote de cachorro ou não. Como a pele do animal ainda é muito sensível e frágil, não se recomenda o banho em filhote de cachorro nos primeiros meses por causa disso. Mas claro que, assim como qualquer outro animal, esses cães também precisam de cuidados com a higiene quando são bebês, só que isso acontece de uma maneira um pouco diferente do que imaginamos. O ideal é que a limpeza destes bichinhos seja feita com um lenço umedecido ou um algodão mergulhado em água morna, que deve percorrer todo o corpo do animal de maneira bem suave para não machucá-lo.

Isso não quer dizer que o animal não vai poder tomar banho no primeiro ano de vida, mas a pergunta certa seria com quantos meses pode dar banho no cachorro (e não dias)? E a resposta para isso é bem simples: depois 2 ou 3 meses de vida o banho é liberado. 

Banho: cachorro precisa de cuidados antes, durante e depois da higienização

Dar banho em cachorro é praticamente um ritual. O tutor deve se atentar a vários detalhes, desde a compra de produtos específicos para o seu amigo de quatro patas até o que fazer durante e após o banho em cachorro. Para te guiar nessa tarefa, veja o que é importante considerar nesses momentos!

• Os preparativos antes do banho de cachorro: antes de mais nada, o tutor deve separar tudo aquilo que for precisar. Toalha, algodão para os ouvidos, shampoo, condicionador e sabonete. Mas lembre-se: todos os produtos utilizados no banho de cachorro precisam ser recomendados especificamente para pets. Caso contrário, a pele do cãozinho pode ser facilmente agredida com o uso de produtos inadequados. Outro fator importante é se certificar de que a temperatura da água não está muito quente - no máximo morna ou fria, se for no verão.

• Durante o banho de cachorro: quando chega a hora do banho, não tem para onde fugir. É importante que o tutor saiba como tranquilizar o seu cãozinho nesse momento, e o ambiente precisa ser tranquilo e seguro, sem riscos de quedas e acidentes. Depois disso, é só fazer as etapas de limpeza suavemente, evitando jogar jatos de água sobre a cabeça do animal para não irritá-lo e nem entrar água nos ouvidos.

• O que fazer depois do banho de cachorro: depois que acabar de dar banho em cachorro, o tutor deve secar muito bem todo o corpo do animal. Deixá-lo úmido pode causar mau cheiro e até mesmo problemas de pele. Por isso, sempre que for dar banho em cachorro, é importante tirar o excesso de água com a toalha e depois utilizar um secador de cabelo para finalizar a secagem (lembrando sempre que a temperatura não deve ser muito quente, ok?). Além disso, para cães que têm o pelo muito comprido, é importante ter um cuidado especial na hora de desembaraçar possíveis nós depois do banho.

Como dar banho em cachorro em casa com 7 passos simples

1º passo: Escolha o ambiente ideal para dar banho em cachorro. No caso de cães de pequeno porte, pode ser até mesmo no tanque. Já cachorros grandes podem tomar banho no chuveiro ou no quintal.

2º passo: Separe todo o material necessário para dar banho. Toalha, produtos de higiene (shampoo, condicionador e sabonete) e algodão para tampar os ouvidos do animal.

3º passo: Coloque o algodão nos ouvidos do cachorro para proteger da água.

4º passo: Verifique a temperatura da água. O recomendado é de fria para morna, nunca quente. Os cães têm a temperatura corporal mais alta do que a nossa, e o banho com uma temperatura muito alta pode acabar sendo prejudicial para ele.

5º passo: Hora do banho! Comece molhando todo o corpo do seu cachorro, deixando a cabeça por último para não assustá-lo. Aplique o shampoo e massageie bem todas as regiões. Cachorros com pelo longo podem precisar de condicionador para facilitar o desembaraço.

6º passo: Enxágue o cão com bastante calma. Evite de colocar o jato de água diretamente na cabeça dele porque isso pode incomodá-lo. Não esqueça de elogiar caso ele tenha um bom comportamento - isso é um ótimo incentivo para as próximas vezes!

7º passo: Depois do banho, não se esqueça de secar seu amigo de quatro patas. Para isso utilize a toalha para tirar o excesso de água e, em seguida, um secador de cabelo. A temperatura do aparelho não deve ser quente, e para evitar que o cachorro fuja nessa hora o tutor pode prender o cãozinho em algum lugar - seja no próprio banheiro ou com uma coleira.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Banho de cachorro pode ser feito em casa ou no pet shop
    Banho de cachorro pode ser feito em casa ou no pet shop

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Cachorro: banho requer produtos específicos para animais

    É fundamental que o tutor opte sempre por produtos que sejam indicados para animais. A pele dos cães é muito diferente da nossa, principalmente por causa do pH, sendo bem mais frágil. Por isso que os shampoos, condicionadores e sabonetes devem conter uma formulação bastante específica para limpar o corpo dos cachorros sem agredir. Além do mais, caso o seu doguinho sofra de alguma alergia, dermatite ou outro problema de pele, também é importante procurar um produto que seja ainda mais específico para o quadro dele. Se houver qualquer dúvida, é bom procurar um médico veterinário que seja especialista em dermatologia.

    Mas, no geral, cães saudáveis podem utilizar qualquer tipo de shampoo para cachorro. Tem shampoo que busca dar mais brilho para os pelos, outros que são recomendados para cães com pelos brancos e por aí vai. Basta o tutor procurar aquele que lhe agrada mais. O condicionador também é uma boa pedida para facilitar no desembaraço dos cachorrinhos de pelo longo.

    Além disso, um erro muito comum é que na hora de selecionar o melhor sabonete para cachorro, os tutores preferem usar o sabão de coco, mas que não é recomendado para isso. O sabonete de enxofre para cães é uma ótima escolha para os animais que têm alergias ou pele sensível, mas se esse não for o caso, você pode utilizar um sabonete neutro para cachorro.

    Banho de cachorro: é melhor dar em casa ou no pet shop?

    Essa dúvida é muito comum, principalmente porque nem todo mundo sabe como dar banho no cachorro da forma correta. Para quem não tem muita agilidade para fazer isso sozinho ou tem um amigo muito grande e/ou agitado, o pet shop certamente é a melhor opção. Lá eles contam com um espaço e equipamentos adequados e profissionais qualificados e capazes de limpar o seu cãozinho de maneira super eficiente. Além disso, você pode até aproveitar a ida ao pet shop para tosar cachorro e garantir uma pelagem ainda mais bonita e saudável para seu bichinho.

    Tosa de cachorro: conheça os diferentes tipos e como fazer

    Um cachorro tosado fica com um visual totalmente diferente, né? Normalmente recomenda-se que o tutor leve seu cão ao pet shop para aparar os pelos dele, mas se você tiver uma máquina de tosar cachorro por perto, também é possível fazer isso sem sair de casa. Mas muita calma nessa hora, hein? Existem vários tipos de tosa, e é importante saber como tosar um cachorro com as técnicas certas. Veja as mais comuns:

    • Tosa Bebê: recomendada para cães com pelos longos, essa tosa de cachorro diminui a pelagem do animal até lembrar a aparência de um filhote. 

    • Tosa de Máquina: é realizada com uma máquina própria para cães, cujas lâminas vão depender do tamanho do pelo e do objetivo desejado.

    • Tosa de Tesoura: feita com uma tesoura, é a tosa mais recomendada para cães que têm alergia à máquina ou ficam estressados com o barulho.

    • Tosa Higiênica: tem o objetivo de limpar as principais regiões do corpo do animal, como genitálias, patas e, em alguns casos, a barriga. Pode ser realizada em todos os cães.  

    • Tosa Leão: popular entre algumas raças, como o Poodle, consiste em deixar a pelagem mais comprida no dorso, na cauda e nas patinhas.

    Existem, ainda, tipos de tosa bem específicas para algumas raças de cachorro, como Shih Tzu, Yorkshire e Schnauzer.

    Tosa de cachorro: algumas raças precisam aparar os pelos frequentemente
    Tosa de cachorro: algumas raças precisam aparar os pelos frequentemente

    A frequência do banho em cachorro pode variar de acordo com a raça

    Não se deve dar banho no cachorro todos os dias como se eles fossem humanos, e nem toda semana. Na verdade, essa é uma questão que vai depender principalmente do tipo de pelagem do animal. Cães com pelos curtos, por exemplo, precisam de banhos a cada 15 dias no verão, e 30 dias no inverno. Já se o seu doguinho tem uma pelagem mais longa e densa, vai precisar tomar banho a cada 15 dias independente da época do ano. Além disso, outro cuidado importante com esse tipo de cachorro é quanto a escovação dos pelos, que precisa ser feita regularmente. Outro aspecto que também pode influenciar na frequência do banho de cachorro é se o animal tem algum tipo de alergia ou problema de saúde.

    Cachorro muito peludo: como retirar e evitar os nós?

    Se você tem um cachorro bem felpudinho em casa, já deve estar cansado de se preocupar com pelos embaraçados e nós. Mas calma, é possível evitar essa situação. Durante o banho de cachorro, por exemplo, o condicionador ajuda bastante no processo de retirada de nós: basta espalhar um pouco do produto sobre o pelo e pentear delicadamente até desembaraçar completamente. Durante a secagem do animal, também existem táticas que ajudam a evitar que os nós se formem, como posicionar o secador de cima para baixo de forma que o vento seja direcionado no sentido do crescimento dos pelos. A escovação frequente também ajuda a evitar a formação dos nós. 

    Cachorro com medo de banho? Saiba o que fazer para acostumar seu pet com a água!

    Dar banho no cachorro pode ser uma tarefa ainda mais difícil se o animal for medroso. Por isso, algumas técnicas podem ajudar a relaxar o seu amigo de quatro patas nesse momento. Uma delas é mostrando que ele não tem o menor motivo para se preocupar com isso: com o reforço adequado, o cão se sente mais tranquilo durante a higiene. Você pode usar elogios, brinquedos, petiscos, tudo que puder fazer o cachorro associar o banho a algo positivo. Além disso, ele também precisa se acostumar aos poucos com a água, nunca de uma vez só. Por isso, molhe o seu amigo gradativamente na hora de dar banho, sempre com muita cautela e observando atentamente a reação dele para evitar traumas e conflitos. No primeiro dia, molhe apenas as patinhas; no dia seguinte, vá subindo um pouco mais e assim sucessivamente, até que ele esteja totalmente confortável com o banho.

    Banho a seco: cachorro pode ser higienizado de outras formas

    O banho no cachorro não deve acontecer com muita frequência. Mas às vezes acaba acontecendo do cão se sujar no dia a dia, né? Nesse caso, o banho a seco para cachorro surge como uma ótima alternativa ao banho tradicional. Existem várias opções no mercado que têm a finalidade de limpar o animal sem a necessidade de enxágue, como sprays e até mesmo lenços umedecidos (iguais aqueles que são usados para dar banho em filhote de cachorro). Esses produtos ajudam na limpeza da pelagem, patas e genitálias. Mas atenção: é importante se certificar antes que o seu cãozinho não vai ter nenhum tipo de alergia ao produto. Por isso, o ideal é aplicá-lo em uma pequena parte do corpo do animal 24 horas antes para ver se ele tem alguma reação alérgica.

    Redação: Juliana Melo

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Próxima matéria

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Ver Todas >

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?
    Cuidados dos animais

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    A coleira com guizo em gatos está longe de ser o presente ideal para o seu amigo felino. Apesar de parecer uma boa estratégia para localizar o animal dentro de casa, o sininho que costuma vir pendurado na coleira incomoda bastante os bichanos e pode deixá-los bem estressados. Isso não quer dizer que você deve abrir mão de uma coleira de identificação para o seu pet. O único cuidado deve ser em relação ao guizo na coleira no gato, que deve ser evitado. 

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Ver Todas >