Saúde

Síndrome vestibular canina: veterinária desvenda as características da doença

Síndrome vestibular canina: saiba mais sobre a doença que pode comprometer os movimentos e o equilíbrio do seu amigo
Síndrome vestibular canina: saiba mais sobre a doença que pode comprometer os movimentos e o equilíbrio do seu amigo

Dentre as várias doenças neurológicas que podem afetar os cachorros, uma das mais preocupantes é a síndrome vestibular canina. A doença, que é dividida em duas categorias, atinge o sistema vestibular do animal, que é fundamental para manter o equilíbrio e a orientação espacial do seu amigo. Por isso, é importante saber reconhecer os sintomas dessa patologia, as principais causas e como tratá-la. Para entender um pouco mais sobre a síndrome vestibular em cães, entrevistamos a veterinária neurologista Magda Medeiros e professora titular em Fisiologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Veja o que ela esclareceu sobre a doença a seguir!

O que é síndrome vestibular canina?

Magda Medeiros: A doença vestibular em cães é um conjunto de sinais clínicos produzidos por lesão do aparelho vestibular, do nervo vestíbulo-coclear ou dos núcleos vestibulares e suas conexões, que são estruturas responsáveis pelo movimento do corpo e manutenção do equilíbrio do animal. Nesse sentido, a doença pode ser classificada de três maneiras: síndrome vestibular central, síndrome vestibular periférica ou síndrome vestibular idiopática canina. Na primeira, a origem da doença é no sistema nervoso central, onde se encontra os núcleos vestibulares e suas conexões com diferentes regiões encefálicas. Na segunda, a doença se inicia no sistema nervoso periférico, ou seja, no nervo vestibular ou na orelha interna do animal. Já na terceira, não é possível identificar a causa da doença e os sintomas se desenvolvem rapidamente.

Como a doença vestibular em cães se desenvolve?

MM: A síndrome vestibular canina pode ser causada por uma série de motivos que variam de acordo com a origem da doença. Quando se trata da síndrome vestibular periférica, por exemplo, otite, traumas na orelha interna, hipotireoidismo, tumor na orelhas ou nervo vestibular são os as causas mais comum. Por outro lado, a síndrome vestibular central, as causas podem estar ligadas a acidentes vasculares, processos inflamatórios e infecciosos, traumas crânio encefálico e deficiência de tiamina. Já no caso da síndrome vestibular idiopática canina, o quadro não possui causa definida e costuma ser mais comum em cães idosos.

Quais são os principais sintomas da síndrome vestibular canina?

MM: Os sinais clínicos mais comuns da síndrome vestibular em cães são:

- Inclinação da cabeça;
- Falta de coordenação motora;
- Perda de equilíbrio;
- Estrabismo;
- Nistagmo (movimento involuntário dos olhos que pode fazer o olho se mover rapidamente de um lado para outro, vertical ou horizontalmente ou em círculos;
- Quedas repentinas;
- Rolamento e andar em círculos.

Os sintomas costumam ocorrer de maneira diferente dependendo da causa da doença. A síndrome vestibular canina causada por otite, por exemplo, apresenta quadros de inclinação da cabeça, podendo ou não progredir para incoordenação e quedas do animal. Na síndrome vestibular idiopática canina, os sintomas costumam ser os mesmos, mas de maneira mais aguda. Já no caso de doença vestibular em cães ocasionadas por hipotireoidismo, o cão tende a apresentar os sinais de maneira lenta e progressiva, de acordo com a evolução da doença.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças muito independentes Golden Retriever e Yorkshire são cães que gostam de curtir a companhia dos humanos Border Collie e Jack Russell Terrier são cheios de energia e amam aventura
     Síndrome do vestibular em cães: tratamento da doença pode envolver fisioterapia e uso de medicamentos
    Síndrome do vestibular em cães: tratamento da doença pode envolver fisioterapia e uso de medicamentos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Como é feito o diagnóstico da síndrome vestibular canina?

    MM: O diagnóstico da síndrome vestibular canina é feito com a avaliação do histórico do animal. Nesse caso, é examinado a possibilidade de trauma, o nível dos sintomas, a presença de outros sinais clínicos, a idade do animal e o uso de medicamentos. São feitos exames físicos para eliminar outros problemas, como a hipertensão e dores, a otoscopia (exame da orelha) e o exame neurológico. Alguns exames complementares, como o de imagem da bulha timpânica e do encéfalo, também podem contribuir para o diagnóstico correto do quadro. Além disso, o profissional também pode exigir um hemograma completo do animal. No caso de suspeita de tumor, a radiografia torácica e a ultrassonografia abdominal também são fundamentais. 

    Síndrome vestibular canina: como tratar?

    MM: O tratamento da síndrome vestibular canina depende da origem da doença e até mesmo das condições de saúde do animal. Se a causa for otite, o tratamento é baseado no uso de antibióticos e anti-inflamatórios. Já nos casos de síndrome vestibular idiopática, o uso de antibióticos não é indicado. Nesse caso, alguns medicamentos usados para tratar labirintite em humanos podem ser recomendados, mas ainda não existem estudos científicos que comprovem a sua eficácia. Por isso, é importante que a qualquer sinal da doença o tutor consulte um veterinário neurologista qualificado. Na fase de recuperação, caso haja persistência dos sintomas ou sequelas da doença, a fisioterapia e acupuntura podem ajudar na recuperação do animal.


    Redação: Úrsula Gomes

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações

    Próxima matéria

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações

    Gastroenterite canina: veterinária explica as características, sintomas e tratamento da doença
    Vômito

    Gastroenterite canina: veterinária explica as características, sintomas e tratamento da doença

    A gastroenterite canina é uma doença que pode ser causada por uma série de fatores e, dependendo do tipo, pode debilitar o animal o suficiente para ser fatal. Um dos principais diagnósticos de quando você tem um cachorro vomitando ou cachorro com diarreia em casa, ela pode ser tratada com facilidade se for detectada cedo e, em alguns casos, pode até ser prevenida. Para falar e entender um pouco mais sobre a gastroenterite em cachorro, nós conversamos com a veterinária Débora Nunes

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!
    Carrapato

    Babesiose canina: o que é e sintomas mais comuns. Saiba tudo sobre esse tipo da doença do carrapato!

    Os carrapatos são o pesadelo de qualquer dono de cachorro! Além de provocar coceiras, alergias e outros incômodos, o parasita também é responsável por transmitir doenças muito graves aos cães. Mesmo que seja algo relativamente comum entre os animais, o problema não deve ser subestimado pelos tutores. A doença do carrapato, como é popularmente conhecida, pode se manifestar de quatro maneiras diferentes, dependendo da espécie do parasita infectado. A Babesiose canina é uma das principais formas de manifestação da enfermidade. Por isso, preparamos um guia completo sobre tudo o que você precisa saber!

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral
    Saúde

    Parvovirose canina: descubra o que é, sintomas, prevenção e como funciona o tratamento da doença viral

    Uma das doenças virais de cachorro mais sérias e comuns que existem, o vírus da parvovirose atinge, principalmente, animais que não foram imunizados contra este e outros vírus. Entre os principais sintomas da parvovirose, o vômito, a diarreia com sangue, e a desidratação podem ser destacados, ou seja: mesmo que o diagnóstico chegue bem cedo, o tratamento deve começar o quanto antes, já que a parvovirose pode ser fatal. Para esclarecer todas dúvidas sobre a parvovirose canina, nós conversamos com a veterinária Jackeline Ribeiro. Dá uma olhada no que ela contou!

    Leptospirose canina: características, contaminação e prevenção (um guia completo sobre a zoonose)
    Saúde

    Leptospirose canina: características, contaminação e prevenção (um guia completo sobre a zoonose)

    A leptospirose canina é uma zoonose transmissível para humanos, que surge com uma bactéria presente na água e no solo. O rato é o animal hospedeiro e transmite a doença pela urina. A leptospirose se desenvolve rapidamente e pode comprometer as funções renais e hepáticas do cão - e até mesmo levá-lo à morte. Talvez você não saiba, mas existe cura para a doença e é possível reverter o quadro com o tratamento correto e o acompanhamento constante de um veterinário. Para entender melhor, o Patas da Casa conversou com o Maycon Faria de Barros, veterinário do Rio de Janeiro, que nos explicou sobre a leptospirose em cachorro. Quer saber mais sobre essa zoonose tão comum? Chega mais!

    Ver Todas >

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino

    A saúde do cachorro sempre deve estar em primeiro lugar para quem é pai de pet. Os cachorros tem um sistema imunológico que trabalha desde seu nascimento e vai se desenvolvendo conforme o cão é exposto a patógenos. Assim como nos humanos, alguns fatores externos podem prejudicar o sistema imunológico canino. Situações de estresse, má alimentação, mudanças de clima e baixas temperaturas, por exemplo, podem afetar o sistema imunológico do cãozinho. A defesa desabilitada do organismo do cachorro pode resultar em doenças recorrentes, abatimento e cansaço. Lembre-se que é sempre necessário a avaliação de um médico veterinário de confiança caso seu amigo de quatro patas esteja apresentando sintomas de qualquer doença. Se você quer entender mais como aumentar a imunidade baixa do cachorro e entender melhor o funcionamento do sistema imunológico canino, o Patas da Casa reuniu todas as informações sobre o assunto. Vem dar uma olhada!

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?
    Saúde animal

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?

    A castração de gato é um procedimento cirúrgico que vai muito além de evitar a gravidez indesejada e o possível abandono de animais: ela também é uma forma de cuidar da saúde do seu amigo de quatro patas. No entanto, é comum que muitos tutores se sintam inseguros com a cirurgia, principalmente porque é necessário ter alguns cuidados antes e depois de castrar gato. 

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema
    Saúde animal

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

    Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. 

    Cardiomiopatia dilatada em cães: veterinária explica como a doença se desenvolve
    Saúde animal

    Cardiomiopatia dilatada em cães: veterinária explica como a doença se desenvolve

    Os cachorros são companheiros incomparáveis e donos de um grande coração. Mas o tutor deve estar sempre atento a saúde deste órgão, pois esses animais também podem sofrer com alguns tipos de cardiopatia em cães. Algumas dessas doenças cardíacas são bastante comuns, como é o caso da cardiomiopatia dilatada em cães. Apesar do nome difícil, é muito importante saber tudo sobre essa doença que atinge o coração dos cachorros.

    Ver Todas >